Resenha 387 | Trono de Vidro - Império das Tempestades (I e II)

Oi pessoal, tudo bem?

Se tem uma coisa que não mudou mesmo depois desse hiatus de quase um ano no blog é que, sim, eu ainda amo e defenderei Trono de Vidro com todas as minhas forças. Se vocês pensaram que iam se ver livres dessa minha pequena pressão para todos lerem a série, está muito enganado. O livro cinco acabou dividido em duas partes, mas a resenha vai ser única mesmo.

Título: Trono de Vidro - Império das Tempestades (Tomos I e II)
Editora: Galera Record
Autor: Sarah J Maas


Sinopse: Antes de serem traídos pelo atual rei, os Galathynius reinaram em Terrasen por séculos. E agora Aelin deseja recuperar a coroa e voltar a seu trono de direito... Mas o caminho até lá é longo e sinuoso. Amigos serão perdidos, lealdades serão quebradas e alianças inesperadas surgirão. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mas a única salvação está numa relíquia enterrada nas ruínas de um velho pântano.

Penúltimo livro da série, muita coisa deveria começar a se desenhar mas, graças a Deus, estamos falando de Sarah J Maas e esse livro é simplesmente o mais imprevisível e, sem duvidas, o melhor até agora. Isso porque 'Império das tempestades" consegue juntar ação, traições, estratégias surpreendentes e reviravoltas impensáveis. São muitos arcos que, em algum momento, vão se conectar. De um lado, Aelin e o desenrolar de seus planos. Uma vez rainha, ela começa a agir como tal. Sua postura, seus pensamentos, sua magia... tudo converge e Aelin está mais preparada que nunca para a jornada em busca da liberdade de seu povo. Custe o que custar. E neste livro ela começa a colher frutos importantes que plantou ao longo dos quatro volumes anteriores. No inicio ela pode estar um pouco mandona e chata, sabemos que o temperamento dela nunca foi fácil, mas as coisas melhoram, calma jovem Padawan! Lysandra, Rowan, Aedion e Dorian serão essenciais para a nossa Coração de Fogo. 

Por falar em Dorian, agora ele é rei. E como eu senti falta de uma participação mais ativa dele na história!! Quem acompanhava o blog sabe o quanto sou apaixonada pelo personagem e nunca tive dúvidas de que ele iria traçar uma caminhada de autoconhecimento, principalmente depois de descobrir seus poderes. Dorian teve muitas perdas. Quase tantas quanto Aelin. É muito bom vê-lo voltando a ativa e tentando superar, ainda que ao seu jeito.

Mas, na real, este "Império das tempestades" é mesmo das mulheres. E é por isso que eu amo tanto a Sarah! Através da Aelin, a autora mostrou a força e a coragem de uma garota que nunca deixou de acreditar nos seus objetivos. Agora temos outras três super mulheres que arrebataram meu coração nestes dois tomos. E, sinceramente, juntas, nem consigo mensurar do que elas são capazes!!

Foto: @lendoeesmaltando


Elide, a manca, ex escrava do seu próprio tio e filha da mulher que ajudou Aelin a fugir. Ela aparece em poucos capítulos de "Rainha das Sombras", mas se transforma em um furação no volume cinco. A deficiência na perna pode fazer com que ela se torne um alvo aparentemente fácil, mas Élide é uma das personagens mais inteligentes do livro e mostra que força física nem sempre vai ganhar uma batalha. Ela já sofreu demais e está cansada de se curvar. Seu caminho se cruza com o de Lorcan, um guerreiro feérico, abençoado pelo Deus da morte e fadado a ficar preso a Maeve, sua rainha manipuladora-bitch-morrediabo-teodeio, com quem acaba se aliando (Um erro crasso) . A união dos dois é tão bizarra quanto parece. Ela é mortal, ele não. Ele é muito mais rápido que ela. Ele consegue se defender usando magia, ela não. Mas os dois são extremamente arredios e enxergam no outro inúmeras possibilidades para alcançar seus próprios objetivos. Sendo assim, um acordo é conveniente. O resultado? O segundo melhor casal da série. Porque o primeiro vem logo abaixo, wait and see!

Vamos falar de Manon Bico Negro? Em "Herdeira do Fogo", a parte das bruxas era a mais chata de todas. Não conseguia ler sem revirar os olhos. Mas, Senhor, como eu ia imaginar que Manon ia ser assim tão espetacular? De bruxa má ela se tornou minha personagem preferida da série. Ela é intimidadora e dona de uma grande frieza. Sua caminhada é cheia de reviravoltas, mas a verdade é que, assim como Aelin, Manon é leal aos seus ideais. Manon é coerente. Ela é justa e uma guerreira destemida. São dela as respostas mais sagazes. Manon é tão poderosa quanto Aelin e é por isso que quando este encontro se concretiza, parece que a energia das duas sai das páginas e chega até o leitor. O interessante é que Manon, mesmo que não reconheça Aelin como uma rainha, a trata com respeito, como uma igual. Afinal, nós mulheres, somos todas iguais, certo? GRL PWR!

Sozinha, Manon já é maravilhosa, mas aí a Sarah criou o ship Manorian! Sim, Manon e Dorian. Aí eu me derreto!

Obrigada, Sarah!
Como eu falava acima, o Dorian cresceu muito na história. Manon teve um papel importante na vida do rei quando ele estava tomado pela escuridão, no livro quatro. As interações dos dois em "Rainha das Sombras" foram pontuais, mas agora o casal ganha muito mais espaço! Para mim, eles conseguiram ser mais interessantes que o próprio casal protagonista, que ficou no cliché.

Eu poderia passar muito mais tempo falando da Manon e do quanto ela é maravilhosa, mas a resenha ficaria quase uma dissertação sobre a Bico Negro. Vou apenas concluir dizendo que ela é a melhor personagem desse livro e nenhum outro irá superá-la.

Fechando a corte de Aelin estão Lysandra e Aedion. Este é um lutador nato, fiel à prima e sempre preparado. Descobrimos um pouco mais sobre o passado dele neste volume. Aedion e Lysandra tem muito em comum e é por isso que eles se aproximam demais. Aedion tem um pouco do famigerado instinto protetor, não que Lysandra realmente precise disso, mas ele é aquele cara que se preocupa e com quem você pode sempre contar. Lysandra se torna a melhor amiga de Aelin e podemos esperar muito disso.

O tomo I é bom, mas o tomo II é emocionante. Principalmente a reta final. Terminei o livro chorando porque, né, Sarah faz isso com a gente. Quando nada parecia fazer sentido, a Sarah colocou a cereja no bolo. O que eu mais gosto nela é esse "fator surpresa".  E foi quando terminei de ler o tomo II que me dei conta de que, cada diálogo "suspeito", cada ação que parecia fora do lugar, cada aliança "impensada", cada coisinha que a Sarah foi deixando pelo caminho formou um plot twist que me deixou sem fôlego. Foi difícil me recuperar depois de terminar "Império das Tempestades". Mas difícil mesmo é saber que antes do livro final teremos o livro do embuste do Chaol (sério, odeio ele) e só então vamos saber como termina Trono de Vidro. Órfã desde já!!









1 comentários:

  1. Saudações Lady Kel,
    Entendo bem o seu amor pela série hahaha fiz meu namorado ler e se viciar também, inclusive, devo a ele a minha coleção completa. Li os dois bem rápido, mas confesso que gostei mais do livro anterior. Em alguns momentos achei que a Sarah tomou um tom meio fanfic, ou mais voltado para o que os fãs queriam ver e não o que ela queria escrever. Senti que os últimos livros ganharam um tom um pouco diferente. Também não gostei das cenas de sexo, não por puritanismo ou algo assim, mas por me cansar pelo excesso e pela quantidade de página ou até pela descrição "discreta" da Sarah e uso de alguns termos específicos. Não sei, como eu gosto mais da trama principal, fiquei um pouco decepcionada com todas aquelas relações.
    Ainda assim, é uma das minhas séries preferidas e estou louca pelo próximo livro.


    Venha visitar o Castelo
    Att.
    A Rainha ♛ The Queen's Castle
    Wayne de Gotham
    Rani e o sino da divisão

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!