Resenha 373 | Navio das noivas

Oi pessoal, tudo bem?

Quem ama Jojo Moyes aí? Essa semana a Intrinseca preparou um especial sobre a autora e é a oportunidade perfeita para falarmos de "O navio das noivas". Quem já leu?

Título: O navio das noivas
Autor: Jojo Moyes
Editora: Intrinseca
Páginas: 384
Livro cedido em parceria com a editora



Sinopse: Austrália, 1946. É terminada a Segunda Guerra Mundial, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio com destino a Inglaterra para encontrar os soldados ingleses com quem se casaram durante o conflito. Em Sydney, Austrália, quatro mulheres com personalidades fortes embarcam em uma extraordinária viagem a bordo do HMS Victoria, um porta-aviões que as levará, junto de outras noivas, armas, aeronaves e mil oficiais da Marinha, até a distante Inglaterra. As regras no navio são rígidas, mas o destino que reuniu todos ali, homens e mulheres atravessando mares, será implacável ao entrelaçar e modificar para sempre suas vidas.  Enquanto desbravam oceanos, os antigos amores e as promessas do passado parecem memórias distantes. Ao longo da viagem de seis semanas — apesar de permeada por medos, incertezas e esperanças — amizades são formadas, mistérios são revelados, destinos são selados e o felizes para sempre de outrora não é mais a garantia do futuro que foi planejado.

Jojo Moyes para mim ainda é uma incógnita. Já li quatro livros dela e só gostei mesmo de um (não, não foi "Como eu era antes de você", que é um dos livros que está na minha lista negra. Se quiser saber o porquê, clique aqui). Por isso, a cada livro novo dela que me apresentam, eu leio sem expectativa nenhuma, apenas torcendo para me decepcionar menos.

Foi aí que a Intrínseca lançou “O navio de noivas”. Uma sinopse legal, quatro protagonistas caracterizadas como “de personalidade forte”, um livro no período da Segunda Guerra... Ok, esse tinha elementos básicos que pudessem me interessar.

O prologo do livro começa em 2002, com uma avó e sua neta durante uma viagem para a índia. Até que elas entram em um estaleiro e a avó começa a contar sobre suas lembranças do passado. Cliché, mas a gente perdoa.


Na primeira parte, vamos pra a Austrália e conhecemos alguns personagens que irão conduzir a trama: Maggie, Avice, Jean e Frances.  Elas são totalmente diferentes entre si. A primeira vive em uma fazenda com o pai e os irmãos. A segunda é nascida em berço de ouro, uma típica filha da alta sociedade: esnobe, elitista, arrogante.  Jean é a boa praça, destemida, meio doidinha, mas sem malicia. E Frances é uma enfermeira com um passado sofrido.

Elas são apenas quatro das mais de 600 mulheres que embarcarão no HMS Victória, um porta aviões de guerra para irem ao encontro de seus noivos/maridos. Mulheres tão intensas e com ideologias diferentes dividirão a mesma cabine pelas próximas semanas, o que não vai ser fácil.




“O navio das noivas” e baseado na história da avó da Jojo. É uma bonita história, apesar do começo lento.  Claro que, das quatro mulheres, é meio difícil você gostar e se identificar com todas.  A Avice, por exemplo, sabe muito bem como ser insuportável.  A autora dá algumas reviravoltas na história, que me pegaram na baixa guarda.

É um livro também de percepção. A autora soube ingressar bem no universo daquela época. Mulheres sem direito a opinião, submissas. As personagens são reais e bem caracterizadas. A autora aposta naquela combinação drama e romance que funcionou muito bem.

Ainda não me considero do time das JojoLovers e nem posso dizer que “O navio das noivas” entrou para os meus favoritos. Mas é uma leitura que eu recomendo e que vai agradar e surpreender os fãs e os nem tão fãs, como eu!






1 comentários:

  1. quando vi o "(não, não foi "Como eu era antes de você", que é um dos livros que está na minha lista negra" já imaginei que a resenha fosse da Kel! hahaha
    da autora eu só li Como eu era antes de você. apesar de ter gostado bastante, nunca me interessei por nenhum dos outros livros da autora. este ai até que a sinopse me deixou curiosa, mas não fiquei super empolgada para ler não...
    odeio livros que sejam lentos no começo. já tenho vontade de abandonar kkkk
    continuo sem muita curiosidade para ler...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!