20 julho 2016

# Resenha 366 // Na estrada Jellicoe

Oi pessoal, tudo bem?

Pois é, demorou para essa resenha aparecer por aqui, mas finalmente saiu. Sabe aquele livro que você termina e ainda precisa organizar as ideias sobre o que achou da história? Pois é. Com vocês "Na estrada Jellicoe"

Título: Na Estrada Jellicoe
Autor: Melina Marchetta
Editora: Seguinte
Páginas: 296
Livro cedido em parceria com a editora


Sinopse: A pequena cidade de Jellicoe, na Austrália, vive uma guerra territorial travada entre três grupos: os estudantes do internato, os adolescentes da cidade e os alunos de uma escola militar que acampa na região uma vez por ano. Taylor é líder de um dos dormitórios do internato e foi escolhida para representar seus colegas nessa disputa. Mas a garota não precisa apenas liderar negociações: ela vai ter que enfrentar seu passado misterioso e criar coragem para finalmente tentar compreender por que foi abandonada pela mãe na estrada Jellicoe quando era criança. Hannah, a única adulta em quem Taylor confia e que poderia ajudar, desaparece repentinamente e a pista sobre seu paradeiro é um manuscrito que narra a história de cinco crianças que viveram em Jellicoe dezoito anos atrás


Sabe aquele livro onde as peças são expostas ao longo dos capítulos e tudo só se encaixa no final? Pois é, este é "Na estrada Jellicoe". O livro começa confuso e eu me sentia cada vez mais perdida na história. Foi um pouco difícil insistir na leitura porque, simplesmente, nada fluía. Apesar da autora escrever bem, de início não tive empatia pelos personagens. Demorei para conseguir decifrar Taylor, que por um tempo me pareceu mais uma daquelas protagonistas chatas. No final ela até melhora. A jovem é daquelas que vai crescendo ao longo da trama. Mas até a metade do livro? Ela é simplesmente insuportável. 

A obra de Melinda Marchetta intercala vários universos com a história principal. A narrativa é muito fragmentada e nem sempre essa mudança foi bem pontuada pela autora. Essa é a parte mais frustrante do livro. Eu me senti totalmente perdida e precisei voltar para reler diversos trechos. Tudo isso foi me cansando.





Aos poucos (bem aos poucos mesmo), as coisas vão ficando mais claras. Marchetta escreve uma trama recheada de mistérios. O problema é que trata-se de uma história muito complexa para um YA. Acredito que a autora tentou inovar (o que é sempre bem vindo, óbvio), mas acabou errando na dosagem, e é uma pena porque o livro tem o seu potencial.

Diferente de muitas histórias, esta acontece  na Austrália, o que me deixou empolgada para ler. Mas, no final, acabei me decepcionando porque faltou uma ambientação. Se eu não soubesse que o livro se passa na Austrália, poderia jurar que era em qualquer outro lugar do mundo.

A história fala sobre a busca constante pela compreensão e a reconciliação com o passado.Mistura romance e mistério, mas poderia ter sido muito melhor.




Um comentário

  1. Saudações Lady Kel,
    Primeira vez que sou apresentada à obra e já descartei a leitura por agora. Estou no momento em que preciso empolgar de cara ou não conseguirei concluir a leitura de jeito nenhum.
    Achei a premissa interessante, então assim que concluir a faculdade pode ser que ele figure na lista de leituras de fato.


    Venha visitar o Castelo
    Att Ana P. Maia ♛ The Queens Castle

    Digníssimo parceiro, o Castelo está retomando gradativamente as postagens. Algumas fases da vida decididamente impedem alguns progressos: organizar um festival e entregar o projeto de TCC estão inclusos nesses pequenos momentos sufocantes e desesperadores...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!