15 fevereiro 2016

# Resenha 334 // Perdidos por aí

E aí, galera, tudo bem?

Sabe aquele livro leve e super gostosinho de ler? Pois é, você está falando de "Perdidos por aí", livro lançado pela Verus no ano passado que eu li, mas ainda não tinha resenhado por aqui.


Título: Perdidos por Aí // Let’s Get Lost
Autor: Adi Alsaid
Páginas: 294
Editora: Verus


Sinopse: "Quatro jovens ao redor do país têm apenas uma coisa em comum: uma garota chamada Leila. Ela entra na vida de cada um com seu carro absurdamente vermelho no momento em que eles mais precisam de alguém. Entre eles está Hudson, mecânico em uma cidadezinha, que está disposto a jogar fora seus sonhos de amor verdadeiro. E Bree, uma garota que fugiu de casa e curte todas as terças-feiras — além de algumas transgressões ao longo do caminho. Elliot acredita em finais felizes... até sua vida sair totalmente do script. Enquanto isso, Sonia pensa que, quando perdeu o namorado, também perdeu a capacidade de amar. Hudson, Bree, Elliot e Sonia encontram uma amiga em Leila. E, quando ela vai embora, a vida de cada um deles está transformada para sempre. Mas é durante sua própria jornada de quase sete mil quilômetros através do país que Leila descobre a verdade mais importante: às vezes, aquilo de que você mais precisa está exatamente no ponto onde começou. E talvez a única maneira de encontrar o que você está procurando seja se perder ao longo do caminho."


Leila está dirigindo para o Alasca. Seu objetivo é ver o espetáculo da Aurora Boreal, algo que sua avó não pode fazer pessoalmente. Nesta jornada em seu peculiar carro vermelho, a jovem acaba cruzando com quatro pessoas em diferentes pontos da viagem. Ainda que estes encontros pareçam obra do acaso, Leila, de alguma forma, consegue marcar a vida destes jovens ao ajudá-los a superar alguma dificuldade. Mas, ao longo dos sete mil quilômetros que a separam do seu objetivo, a garota acaba entendendo melhor sobre si mesma e percebe que, muitas vezes, aquilo que você precisa está no seu ponto de partida. 

“Peço-lhe que por favor note quando você está feliz” p. 23

Divertido e sincero, “Perdidos por Aí” é a junção de cinco pequenas histórias que giram em torno de temas como amor, perdas e esperança. Este é o livro de estreia do autor Adi Alsaid no gênero Young Adult, a história mostra como, através das curvas da vida, os caminhos de Leila se cruzam com os de quatro jovens.  Em cada parada rumo ao Alasca, a jovem conhece e, de alguma forma, marca a vida destas pessoas. Laila é o elo que linka todo o livro. Mas, apesar dela ajudar várias pessoas a superarem seus problemas e seguirem em frente, ela acaba crescendo e descobrindo o seu próprio caminho.

O livro é muito rápido de ler e a linguagem é simples. É uma leitura totalmente despretensiosa. Tem casal se apaixonando rapidamente? Tem. Tem cliché? Tem. Mas esse não é o principal do livro. O autor incrementa a história com algumas reviravoltas e nos mostra que, muitas vezes, somos nós que precisamos daquela mãozinha para crescermos. A frase que mais me chamou a atenção do livro é a que abre esta resenha. "note quando você está feliz." acho que isso deveria ser um mantra para todo mundo.

Gostei muito da Leila, e, principalmente, Ellio, .mas cada um dos personagens tem aquela familiaridade que é impossível não nos identificarmos. "Perdidos por aí" é dividido em cinco partes, uma para cada encontro da protagonista. Esperem conflitos, emoções e algumas frases de efeito.

Dizer que a capa está linda é ser redundante demais, certo?

Boa leitura para quem quer algo rápido e despretencioso, não deixem este livro passar.



15 comentários

  1. Nossa eu fiquei muito apaixonado pela a loila, parece ser uma historia muito interessante e bem legal. gostei muito da resenha. e a capa gente que capa e essa. (#apaixonado)
    Blog: hlanjens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Kel!
    Adoro livros do tipo 'road trip'! A maioria deles tem sempre uma lição tão bonita pra ensinar. Pela sua resenha, ele me pareceu ser um young adult um pouco mais maduro, apesar dos clichês.
    E com essa capa linda, não dá pra não se apaixonar.
    Certamente colocarei na minha lista de leituras.

    Beijos,
    Camila | www.lendoporai.com

    ResponderExcluir
  3. O livro parece ser legal, interessante a personagem parece ser uma pessoa caridosa, que resolve ajudar as pessoas sem ao menos conhecê-las, difícil isso hoje em dia e mais interessante ainda é que ela acaba se descobrindo nesse período.

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    admito que desconhecia o livro e o autor, também não gosto muito de livros young adult, mas confesso que gostei muito da premissa, sua resenha me levou ao interesse, além do fato de ser uma leitura leve como você disse, algo que ajuda também. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ser bem fofo, serve para ler depois de um livro bem pesado.
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Oi Kel, já tinha visto essa capa linda por ai... e confesso que a curiosidade não tinha me despertado, mas lendo sua resenha percebi que sim é algo que eu adoraria ler e conhecer... fugiria de minha zona de conforto, confortavelmente rs... e devo confessar que essa frase do quote é perfeita... e sim precisamos perceber isso sempre... se não a vida passa e a gente não sentiu o que realmente necessitamos a felicidade... adorei a dica... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. oi Kel,
    Não conhecia o livro,mas me pareceu bem fofo mesmo. Acho legal livros assim, com tramas distintas, mas que se unem e passam uma mensagem bonita.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Kel, adorei a resenha desse livro, é uma história bem singela e simples, que conquista nas pequenas coisas né! Quando tiver um tempinho quem sabe consiga ler! Bjkas

    ResponderExcluir
  9. A capa é linda demais e bem fofa. A leitura deve ser ótima, depois de ler um livro "pesado". Já adicionei esse livro, nos livros que desejo e já quero muito ler, estou precisando desse tipo de leitura no momento.
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Ola Kel lindona gosta de histórias que se cruzam, pois cada personagem leva um pouco de si ao leitor, mesmo com os clichês e essa capa linda vou ler com certeza. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Kel, tudo bom?
    Desde o momento que esse livro foi lançado, eu tenho interesse na leitura dele. Mesmo com os clichês, tenho vontade de ler porque a narrativa segue uma linha diferente do que costumo ver em livros YA.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Sou completamente apaixonada por esses Young Adults com clichês gostosos de ler. Acho que, em certos casos, o clichê é até um charminho pro gênero :) Não conhecia ainda o livro, mas vou procurar. É bem o tipo de leitura que gosto <3 Ótimo post!

    Valeu a dica! Beijos, Cass | www.livroseoutrascoisas.com.br

    ResponderExcluir
  13. Esse livro tá na minha lista de desejados faz muito tempo, mas eu sempre vou adiando a compra dele, a historia parece ser muito boa e os personagens cativantes... Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  14. Que ótimo saber que apesar desse livro falar de realização de sonhos, autoconhecimento, dramas pessoais e da possibilidade de crescimento quando focamos na ajuda ao outro, ele consegue ser leve, isso é ótimo porque dessa forma acaba inspirando os leitores. Tem autores que focam no drama e acaba deixando a narrativa cansativa.
    Amei a dica de leitura leve, simples e emocionante. Obrigada pela sugestão é parabéns pela leitura.

    Leituras, vida e paixões!!

    ResponderExcluir
  15. Oi Kel! Tirando essas paixonites repentinas e os clichês, gostei do que li na sua resenha.rs Taí uma dica para quando eu quiser ler algo tranquilo. Não é o momento agora. Apesar de essas frases de efeito me deixarem curiosa.

    Beeijos, Erica Regina
    Blog Parado na Estante / Fanpage Parado na Estante

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!