03 fevereiro 2016

# Resenha 328 // Paraíso Perdido

Oi bookholics, tudo bem com vocês?

Para quem gosta de histórias épicas de anjos caídos, vocês não podem deixar de conhecer os livros do Eduardo Spohr! Hoje vamos falar de Paraíso Perdido, recente lançamento do autor.


Título: Filhos do Éden - Paraíso Perdido
Autor: Eduardo Spohr
Editora: Verus
Páginas: 556
Livro cedido em parceria com a editora



Sinopse: No princípio, Deus criou a luz, as galáxias e os seres vivos, partindo em seguida para o eterno descanso. Os arcanjos tomaram o controle do céu e os sentinelas, um coro inferior de alados, assumiram a província da terra. Relegados ao paraíso, ordenados a servir, não a governar, os arcanjos invejaram a espécie humana, então Lúcifer, a Estrela da Manhã, convenceu seu irmão – Miguel, o Príncipe dos Anjos – a destruir cada homem e cada mulher no planeta. Os sentinelas se opuseram a eles, foram perseguidos e seu líder, Metatron, arrastado à prisão, para de lá finalmente escapar, agora que o Apocalipse se anuncia. Dos calabouços celestes surgiu o boato de que, enlouquecido, ele traçara um plano secreto, descobrindo um jeito de retomar seu santuário perdido, tornando-se o único e soberano deus sobre o mundo. Antes da Batalha do Armagedon, antes que o sétimo dia encontre seu fim, dois antigos aliados, Lúcifer e Miguel, atuais adversários, se deparam com uma nova ameaça – uma que já consideravam vencida: a perpétua luta entre o sagrado e o profano, entre os arcanjos e os sentinelas, que novamente, e pela última vez, se baterão pelo domínio da terra, agora e para sempre.



Após criar o mundo e tudo o que nele existe, Deus partiu em seguida para o descanso eterno, deixando a administração de sua nova criação com os arcanjos. Estes, porém, invejaram os humanos e todo o seu livre-arbítrio e dois deles, Lúcifer e Miguel, decidiram destruir todo homem e mulher da Terra. Começava aí uma batalha épica que duraria milênios. Metatron, o Rei dos Homens sobre a Terra, junto com outros anjos sentinelas, escolheu não seguir essa ideia absurda e, por isso, foi perseguido até ser preso. Porém, agora o apocalipse se anuncia e a caçada a Metraton está maior do que nunca. Após escapar da prisão do Segundo Céu, ele agora quer retomar o controle do mundo. Para tal ele desafiará as tropas dos anjos de Luz Miguel e Gabriel.

Paraíso Perdido é o terceiro, e último, livro da trilogia Filhos do Éden, cujos dois primeiros volumes estão resenhados aqui no blog. Neste tomo teremos a história de Denyel, exilado em Asgard após mergulhar no rio Oceanus ao final do segundo livro. Kaira não desistirá até conseguir encontrá-lo e, para tal, parte em uma jornada junto com Urakin. Também teremos o desenvolvimento do plot de Ablon, general de Miguel cuja missão é capturar Metraton e levá-lo novamente aos Sete Céus. Esse personagem também está presente em A Batalha do Apocalipse, mas é nesse livro que começaremos a entender as suas motivações.





























Além disso, teremos os princípios da Batalha do Apocalipse, ou seja, todos os eventos que culminaram nesse conflito maior. Por se tratar de um terceiro livro de série, não poderei entrar em muitos detalhes, para não dar spoiler a quem não leu os dois primeiros. E em virtude disso a resenha ficará um pouco contida e curta.

O final é espetacular. Não consegui largar o livro durante as 100 últimas páginas, praticamente não conseguia respirar. O Spohr conseguiu guiar muito bem as excelentes cenas de ação o final do livro, até estourar em seu grande ápice. Quando terminei fiquei com um sentimento misto de dar adeus a um universo que tanto gosto e que acompanhei por anos mas, ao mesmo tempo, satisfeito com a finalização da jornada de personagens que tanto me apeguei.

Leitura mais do que recomendada a todos que, como eu, adoram livros com anjos, que adoram livros de fantasia no geral e que não tenham familiaridade com esse gênero, mas queiram começar por um de excelente nível.



9 comentários

  1. Gosto de historia com anjos, essa trilogia parece ser muito boa, ação do começo ao fim, com uma batalha e tanto entre o bem e o mal.

    ResponderExcluir
  2. Nati,
    tudo bem? Achei interessante. Vou add na minha wish list.
    Att, Fernanda D.
    NovoRomance.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito de história com anjos, tanto que meu livro favorito é Fallen! ♥ Vou dar uma olhadela nesse livro!
    letrasemvida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Acho estas capas maravilhosas. Mas ainda não li. mas confesso que as resenhas que ando lendo estão me animando. E gostei muito da sua, pois parece que a história realmente é envolvente e viciante. Dica anotada.

    beijos
    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Poxa, sou muito curiosa em relação a série de livros Filhos do Éden, ainda não tive oportunidade de ler nenhum mas vou mudar isso. Gosto de historia com anjos ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Nossa, eu já estava de olho em A Batalha do Apocalipse há tempos, não sabia que havia conexão com essa trilogia (só sabia, claramente, que era o mesmo autor). Interessante saber um pouco mais sobre a história da trilogia e, com certeza, estarei adicionando a minha lista de leitura.

    Beijos!
    Hels, The Blue Blog

    ResponderExcluir
  7. Nati lindona pelo visto o autor fechou com chave de ouro essa trilogia, adoro quando tem essa ligação com a leitura que nos prende, gostei da premissa do livro e vou pesquisar para começar a ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  8. Oie
    poxa, que legal que curtiu a leitura, sua resenha está ótima, eu não tenho vontade de conhecer a série mas parece ser uma boa leitura para quem curte esse tipo

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Cara, esse autor... O guri arrasou com o meu coração em A Batalha do Apocalipse, fiquei sem ar diante da imaginação do autor. Tenho aqui em casa o primeiro livro dessa série, mas ainda não li. Fui deixando para depois e acabei ainda não mergulhando novamente nesse universo fantástico. Ainda tinha dúvidas quanto ao conteúdo desses livros, mas agora fico feliz em saber que alguns eventos de A Batalha do Apocalipse estão mais explorados. Sua resenha foi esclarecedora.


    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!