# Resenha 325 // Janelas Abertas

Olá bookaholics, tudo bem?
Hoje, nós vamos falar sobre um livro totalmente BR que tem de tudo: sonhos, frustração, tristeza, segredos, desigualdade social, determinação e muito mais. Então, vamos a resenha?


Título: Janelas Abertas
Autor: Lia d' Assis
Editora: Adonis
Páginas: 164
Livro cedido em parceria com a editora



Sinopse: Há muitas coisas que ninguém sabe sobre Jéssica. Ela mora em um bairro nobre da cidade, mesmo sendo filha de uma empregada doméstica, mas esconde de todos a profissão de sua mãe e o fato de morarem na cassa dos patrões. Mas o que Jéssica não sabe é que ela não é a única a esconder segredos. Os conflitos com D. Bárbara, a "senhora", a "sinhá", como ironiza Jéssica, intensificam-se quando esta percebe a afeição e fidelidade de Jacira, sua mãe, para com a patroa. Que fatos ligariam o passado destas duas mulheres? É isto que Jéssica acaba por descobrir, ao se deparar com seu próprio passado.




Em tempos de “Que horas ela volta” (filme estrelado por Regina Casé que mostra a relação tênue entre patrão e empregada no contexto brasileiro), “Janelas Abertas” é mais uma dessas obras que mostra como as empregadas domésticas acabam vivendo a margem da vida de seus patrões sem conseguir viver a própria vida. Todavia, “Janelas Abertas” mostra muito mais do que uma simples relação entre patrão e empregado, ele mostra como segredos podem unir e, muitas vezes, aprisionar as pessoas para sempre.


Jéssica, simplesmente, não se conforma com a lealdade de sua mãe para com a patroa. Como toda boa estudante da geração Y, ela quer lutar pelos seus direitos e acabar com o mar de desigualdades em que vivemos. Ela sente que ela e sua mãe vivem em uma senzala, enquanto a patroa suga todas as forças de sua mãe sem lhe dar quase nada em troca de sua fidelidade quase canina. O que Jéssica não sabe é que Dona Jacira (sua mãe) e Bárbara (a patroa) estão ligadas não apenas por uma simples relação trabalhista, mas por segredos que Jéssica preferiria nem saber. Quando Jéssica finalmente entende o dilema que sua mãe vive há anos, a relação das duas muda completa e irremediavelmente. 


Jéssica é sonhadora e como muitas meninas sonhadoras que querem que seus sonhos fiquem um pouco mais reais, escreve em um diário de capa verde seus sonhos, medos, agonias, tristezas e, principalmente, sua frustração pelo passado. Ela sempre viu sua mãe como relapsa e negligente, visto que ela foi criada pela avó materna que mudava de opinião muito rápido, tratando Jéssica ora bem, ora mal, além disso, ela era obrigada a vender bananas enquanto sua mãe trabalhava dia e noite para receber apenas um salário mínimo. O maior sonho de Jéssica é não ser como sua mãe. Ela está decidida a não se conformar com a vida que leva e correr atrás dos seus sonhos por mais difíceis que eles pareçam.



Ao longo do livro Jéssica descobre um novo talento: cantar, e com a ajuda de sua professora Vanessa e sua melhor amiga Prika, ela resolve deixar todos os seus problemas e indagações de lado e se deixar levar pela música que a faz sonhar. A história de Jéssica é uma história de superação, amor, julgamento, sonhos e limites, que mostra que nada é impossível para quem realmente corre atrás dos seus sonhos.



O livro é bem pequeno e a narrativa flui muito bem. Como podemos ver pela capa, o livro é singelo, mas cada palavra vem carregada de sentimentos e significados complexos que permeiam nossa vida todos os dias. “Janelas Abertas” é um daqueles livros que te faz querer ser melhor e correr atrás dos seus sonhos, é o tipo de livro que posso chamar de inspirador.







1 comentários:

  1. Não conhecia o livro. Fiquei curiosa com os segredos guardados enter a mãe e a patroa, devem ser bem sinistros (rs) já que Jessica muda o comportamento com a mãe. Acho que é uma leitura que nos leva a refletir sobre a vida que levamos e a das pessoas em nossa volta.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!