08 janeiro 2016

Resenha 317 // Grey

Oi gente! 

Faz um tempão que eu não apareço por aqui né? Mas é que comecei os preparativos para a prova da OAB e acabou que  eu também não consegui passar aqui para resenhar nada, as leituras ficaram em dia, mas cadê o tempo para resenhar?

Hoje eu trouxe para vocês a resenha do livro Grey, dessa série maravilhosa que eu amo.


Título: Gray
Autor: EL James
Editora: Intrínseca
Livro cedido em parceria com  editora

Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo. Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido. Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?


Grey conta praticamente e a mesma história do livro 50 Tons de cinza, porém pela versão do Christian Grey o que tornou tudo mais interessante. Não vou fazer aquele resumo tradicional que faço, pois não vejo necessidade, já que é o mesmo livro por outra versão. Para quem não conhece o livro conta a historia de Anastasia Steele e Christian Grey, ela é uma estudante universitária que por obra do acaso acaba quebrando um galho para sua melhor amiga e entrevistando um empresário bilionário Christian Grey, ele é dominador e busca nela alguém para realizar seus desejos sexuais.

Não digo que o livro é exatamente igual o primeiro, pois muitas cenas não incluem a Ana e de certa forma Grey acaba preenchendo algumas dúvidas que restaram ao leitor após cinquenta tons de cinza. 

Logo quando o livro saiu, eu vi muitas gringos comentando alguns aspectos do livro e por mais que eu fosse apaixonada com a série eu fiquei receosa com tamanho os comentários. No entanto, ao terminar o livro eu não entendi muito bem os comentários que tinha visto antes.
























Eu adorei o livro, não achei sem criatividade como muitos dizem. O que as pessoas precisam entender é que o livro não é uma história nova, é simplesmente uma releitura da história original, porém com outro ponto de vista, não devemos esperar nenhuma novidade ou fato mirabolante, tudo o que vier de novo será lucro. 

Adorei a narrativa do Grey, mais do que a da Ana. Se ela me irritava diversas vezes, ele foi o contrário, sou apaixonada pelo sarcasmo e pela ironia que ele sempre carrega, pela atitude possessiva ( não que eu goste disso, mas o Grey fazendo isso é engraçado). 

A narrativa continua excelente, não entendo porque tanta gente reclama e diz que E.L James não sabe escrever, eu simplesmente acho-a fabulosa e sua narrativa é viciante, não larguei o livro enquanto não terminei. Sinceramente eu espero que ela pretenda fazer todos os livros da série pela versão do Grey, porque fiquei ainda mais apaixonada pelo jeitinho dele.

A capa é linda, tem super a ver com o livro. Sei que muitos não gostaram do primeiro livro porque se irritaram com "deusa interior" da Ana, então talvez vocês possam gostar do livro pela versão do Grey, ele é muito menos irritante. rsrsrsrsrs.

Então pessoal, por hoje é só ;) Espero que vocês deem uma chance ao livro, eu amei. 




17 comentários

  1. Li os três livros,, mas esse ainda não, tenho receio que fique repetindo a mesma historia. Se a versão do Gray é melhor que a da Anastácia quem sabe da para dar uma chance rs.

    ResponderExcluir
  2. Li todos os livros da trilogia na versão e-book, minha irmã achou uma boa promoção e comprou para ele ler, e acreditem, ela não leu nem metade do primeiro. Eu li todos e gostei, às vezes, Ana irritava mesmo, mas no geral eu gostei do livro. Agora, ler Cinquenta Tons de Cinza na versão de Grey deve ser muito bom, o fato de ele ser irônico deixa as coisas mais divertidas rsrs. Não sei se irei lê-lo porque tenho que ver meu orçamento, mas gostaria muito de ter a chance de ler e dar minha opinião sobre a versão dele dos fatos.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você gostou do livro! Eu li somente o primeiro da trilogia 50 tons e parei por ali, não é meu gênero e não achei que forçar a leitura fosse ajudar :D

    Beeijo
    Resenhando Sonhos

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda,
    só li o primeiro livro da autora, e admito que não curti muito a trama. achei pesada demais... não sou acostumada com histórias assim hahaha
    quando vi que a autora iria lançar este livro, a principio pensei sim "nossa, que sem graça, a mesma história de novo", mas é claro que Grey iria além né... obvio hahaha
    não sei se quero ler pois imagino que seja bem mais "pesado" que o primeiro dela, então fico com um pé atrás ;s
    menos irritante? será?

    ResponderExcluir
  5. Mão curto muito essa série de livros, mas acho a capa deste livro impecável! Boa sorte na OAB deve ser bem difícil. Mas você consegue, parece esforçada.

    ResponderExcluir
  6. bem, eu tentei ler Cinquenta tons mas não gostei nem um pouco... abandonei no segundo capítulo, detestei a escrita da autora... por isso nao me aventuro a ler mais nada dela... nem Grey... tbm nao quis ver o filme...

    ResponderExcluir
  7. Pois é, eu sou meia receosa em ler a série da Claudia Gray, já gostei do gênero (apesar de acompanhar mais os sobrenaturais, estilo A Irmandade das Adagas Negras), mas ultimamente estou passando longe

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Li apenas o primeiro livro, pois não consegui ler o segundo, ou seja, li sua resenha inteira, pois não pretendo continuar a leitura. Apesar da sua resenha está ótima! Não tenho interesse nos livros mais, mas não pq a história e conteúdo sejam ruins de fato, mas é pq não faz meu estilo mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Eu preciso desse livro o quanto antes. Apesar de achar que a autora deslisa aqui e ali, ainda gosto da narrativa dela e tenho certeza de que vou gostar desse.

    ResponderExcluir
  10. Oi! Tudo bem?

    Boa sorte na OAB! :) Enfim, esse livro não é algo que leria, pois não se encaixa nos gêneros que curto ler. E como não li 50 tons, acho que eu ficaria meio perdida. MAS, que bom que você gostou do livro e não o achou vazio, como muitos dizem por aí.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  11. Oie
    li dois da trilogia cinquenta tons e odiei haha então nao fiquei feliz com a novidade mas que bom que curtiu ler o livro

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Eu já li a trilogia e amei, ainda não li Grey, mas estou com muita vontade, deve ser interessante mesmo ler aos olhos dele, e bem diferente né, rsrs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi ^^

    Como não gostei da trilogia, acabei não me interessando pelo ponto de vista do Grey.
    Desculpe, mas eu realmente não consegui encontrar um ponto positivo sequer na trilogia :(
    Definitivamente não faz meu estilo, mas pelo visto este novo livro será muito bem recebido pelos fãs do gênero :D

    ResponderExcluir
  14. Não curto esse tipo de livro, mas ja vi muitos comentários positivos dele em outros blogs.
    Beijos

    blog-myselfhere.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho a trilogia Cinquenta tons e ainda não li, e se eu ler, não sei se leria Grey, mas sua resenha me deixou curioso, quem sabe, né?

    Abraços & Até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olááá! Não tenho interesse na trilogia 50 Tons de Cinza, então também não leria Grey... Não faz meu tipo de livro.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  17. Eu não li a trilogia de cinquenta tons de cinza, mas assisti o filme (sei que não é a mesma coisa). Eu adorei a temática e sei que no livro tudo é mais forte e mais apimentado, mas não me interessei pela trilogia, mas isso não acontece com GREY que eu estou super afim de ler e de formar a minha opinião. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!