# Resenha 312 // O Aprendiz

Oi, gente!

A resenha de hoje é sobre um livro que vinha esperando pelo lançamento há um bom tempo já e surtei quando finalmente o tive em mãos </3 Vejam o que eu achei:

Título: O Aprendiz // The Novice
Autor: Taran Matharu
Editora: Galera Record
Páginas: 350
Livro cedido em parceria com a editora.



Sinopse: Em O aprendiz, primeiro volume da série Conjurador, Fletcher é um órfão de 15 anos e, para sua surpresa, conseguiu invocar um demônio do quinto nível. O problema é que apenas os nobres deveriam ser capazes de conjurar criaturas e usá-las na guerra contra os orcs. Mas plebeus como Fletcher também podem ser conjuradores, e o garoto consegue uma vaga na Academia Vocans, uma escola de magos que prepara seus alunos para os campos de batalha. Lá, ele irá enfrentar o bullying dos nobres, mas também aprenderá feitiços e fará amigos incomuns, como anões e elfos. Além de se provar digno de uma boa patente na guerra, Fletcher e seu grupo de segregados precisam se unir e vencer o preconceito que sofrem na desigual sociedade de Hominum.


Fletcher é um garoto que foi deixado ainda bebê nos portões de Pelego; acolhido pelo ferreiro local, ele cresceu como seu aprendiz e seu filho, mas sempre foi discriminado por muitas pessoas, principalmente por Didric, o filho do homem mais poderoso de Pelego, que se satisfaz em infernizar a vida de Fletcher.

As coisas se tornam mais interessantes para Fletcher quando um misterioso homem aparece na cidade vendendo um livro que, supostamente, pertencera a um dos Conjuradores que esteve na guerra contra os Orcs. Fletcher fica bastante curioso em relação ao livro e ao seu conteúdo e o mesmo acaba parando em suas mãos.

Mas o que Fletcher não esperava era conseguir conjurar um demônio, com quem parece ter uma espécie de conexão, e que ele o ajudaria a escapar de uma emboscada de Didric para matá-lo; no fim, Fletcher não sabe se Didric continua vivo, mas sabe que precisa fugir o quanto antes de Pelego.

Com a ajuda de Berdon, seu pai, e do seu demônio, Fletcher decide partir para o mais longe que conseguir, mas acaba indo parar em Vogans, uma academia para Conjuradores, onde ele será instruído para a guerra e onde, com a ajuda de seus novos amigos, precisará lutar contra o preconceito e a desigualdade do sistema.


Como eu já comentei, eu estava MUITO ansioso para ler esse livro. Fiquei encantado com a premissa, a capa, o universo criado pelo autor... Enfim, o livro foi uma leitura muito boa e entrou para lista de melhores do ano, sem dúvidas.

Dentre os vários pontos positivos nesse livro, dou um destaque maior para o universo; Taran cria um mundo bem ao estilo RPG, numa mistura bem legal de Harry Potter, Warcraft e várias outras referências que adoramos. O reino, a guerra, a trama por trás de tudo... o autor modelou tudo muito bem redondinho, fácil de entender e de se encantar também.

A história, mesmo sendo repleta de elementos já comuns no universo fantástico, foi bem desenvolvida; o primeiro livro é mais uma apresentação, que termina puxando a trama dos próximos livros. Esse primeiro livro focou mais nos acontecimentos superficiais (até porque o Fletcher era ignorante em relação ao mundo conjurador), mas creio que no restante da série o autor desenvolverá mais sobre as organizações, o reino e, principalmente, sobre a guerra dos Orcs, da qual o autor levantou alguns pontos que possam ser importantes no futuro.

Outra coisa que amei no livro foram os personagens; são todos muito carismáticos, divertidos e bem desenvolvidos, exceto pelos vilões, que realmente são odiáveis haha Fletcher se mostrou um protagonista incrível e, tanto ele quanto Ignácio, seu demônio, entraram para o hall dos meus personagens favoritos :)

O Aprendiz (esse título me incomodou um pouco pela quantidade de livros com o mesmo) é um livro incrível, cheio de ação e aventura, que fala sobre determinação, preconceito, bullying e, também, sobre ser bom, mesmo que o mundo tente tirar isso de você. 

A capa é linda, uma versão melhorada da capa que o autor usou no Wattpad quando começou a escrever, e a diagramação é simples, mas com fontes agradáveis para a leitura. A única coisa ruim na edição foi o fato de a editora ter usado folhas brancas na impressão; erraram feio, hein Galera?



6 comentários:

  1. Meu Deus, se eu já estava curiosa para ler esse livro, agora eu tô mais ainda. Esse livro parece ser muito incrível, o tipo de enredo que prende e que te deixa com uma ressaca literária gigante. Também achei a capa linda, perfeita. Estou torcendo pra ganhar ele no Natal. Amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  2. Essa capa é bonita chama a atenção. Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e gostei,ela é envolta em mistérios que adoro, os pai que são desconhecidos, já que ele foi abandonado, esse homem do livro,já to na curiosidade.

    ResponderExcluir
  3. Que livro legal! O enredo parece coisa de jogo e a capa me pareceu uma mistura de Assassin's creed com Tono de vidro. Nunca tinha nem visto nem ouvido falar dele, mas adorei. Vou me informar mais sobre, parece ser um livro ótimo.

    ResponderExcluir
  4. Elfos, anões, essa capa, demônio e ainda a comparação com Harry Potter?
    Já me ganhou só nisso;
    Achei sua resenha bem completa e me deixou com muita vontade de ler o livro.
    Realmente as páginas brancas não são nada boas :/
    Outra coisa que achei legal foi que o autor começou no Wattpad, essa rede está formando vários autores maravilhosos. ♥
    Lost Words

    ResponderExcluir
  5. Oi Henrique,
    Adoro ler resenhas, adoro mais ainda quando sinto vontade de comprar o livro resenhado na mesma hora. E isso acabou de acontecer.
    Primeiro que adorei a capa e segundo essa sinopse Meusdeus!!!
    Ficou ótima a sua resenha! E essa comparação com HP faz qualquer um querer comprar o livro na mesma hora.
    Beijos ♥

    Livros Para o Chá

    ResponderExcluir
  6. Gente, que capa linda *-*
    Adoro ler livros com gênero fantasia, sei lá, sempre me encantam. Imaginar novos mundos totalmente diferentes, pessoas com mágicas, personagens nada convencionais, esse livros me atraem :)
    Adorei a resenha, fiquei super curiosa para ler 'O Aprendiz', mais uma que entrará na minha meta de leitura para 2016 \o/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!