18 dezembro 2015

# Resenha 311 // Depois do que aconteceu

Oi pessoal, tudo bem?

Da série: "Nacionais que recomendamos", no capítulo de hoje temos "Depois do que aconteceu", livro do carioca Juliana Parrini. Espero que curtam a resenha.

Título: Depois do que aconteceu
Autor: Juliana Parrini
Editora: Suma de Letras
Páginas: 344
Livro cedido em parceria com a editora


Sinopse: O vazio deixado por Alex está sempre comigo, e isso é bom, porque essa dor me dá a certeza de que a sua existência em minha vida foi real. E o mais difícil nessa batalha que se estende dia após dia é ficar longe de quem você mais queria estar perto." Isabel passou o último ano fugindo. Depois do que aconteceu, a jovem não acredita que conseguirá ser feliz novamente. O que ela não esperava era que o destino colocaria Daniel Clark em seu caminho. A atração entre os dois é imediata e irreversível: ao voltar para casa, a carioca Isabel não será capaz de esquecer os encantadores olhos azuis daquele cara que conheceu por acaso em plena Avenida Paulista. A partir desse dia, a tristeza de Isabel perde espaço para uma paixão que mudará a sua vida. Ficar presa ao passado vale mesmo a pena? Ou é preciso seguir em frente e dar uma segunda chance ao amor?


Isabel está em depressão após perder o seu grande amor, Alex. E não importa o que suas amigas façam para ajudá-la, nada parece conseguir tirar Isabel do fundo do poço. Quando ela decide visitar a sua tia em São Paulo, ela acaba conhecendo Daniel, um cata que, definitivamente, mexe com a garota, de uma forma que ela não imaginava ser possível.

Este é, sobretudo, um livro que fala de emoções. De como senti-las através das palavras. O que mais me chamou a atenção na leitura é a forma como a autora descreve bem e consegue transmitir toda a confusão e toda a tensão vivida por Isabel. A história é bem intensa.

De inicio a autora não deixa claro o que levou Isabel à depressão profunda. Mas, através das lembranças da garota, o leitor conhece sobre o seu passado e descobre, aos poucos, o que aconteceu com seu ex namorado, Alex. A história é intercalada entre o presente e o passado e a quebra na narrativa é bem delimitada, sem que fique confuso para o leitor. 

Meu único problema foi o relacionamento entre Daniel e Isabel. Muito grude, muito "luz da minha vida" (??) pra lá e para cá. Em alguns momentos os dois realmente me irritaram. Ele é arrogante e controlador. E, desculpe, gente, em meio a esta tsunami de feminismo e direito das mulheres, não sei como alguém consegue lidar com uma pessoa tipo ele. E não entendo quem lê e acha "fofo". Não é.

Individualmente, amei a Isabel, compreendi suas inseguranças e torci muito para que ela conseguisse dar a volta por cima e com Daniel, continuei torcendo por ela, para que ela se desse por si e conseguisse se livrar dele. 

No mais, é um bom livro. A escrita da autora é maravilhosa, com um destaque especial para as reviravoltas do enredo que compensaram o casal protagonista que, realmente, não tiveram a minha simpatia. 




10 comentários

  1. Realmente não consigo entender essas pessoas caracterizam personagens grudentos, ciumentos e manipuladores como "fofos". Essa é uma das coisas que me irritam bastante nos romances atuais, além do famoso cliché, sempre os personagens são super idealizados e não se parecem muito com a vida real. Não vi muita novidade nesse livro, talvez o destaque dele seja o estilo de escrita da autora, mas eu confesso que não leria ele,mesmo assim, achei muito legal sua resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Pela resenha, fiquei torcendo para a Isabel encontrar uma pessoa que realmente goste dela sem esse grude todo e controle sobre ela (pela descrição de Daniel, não gostei nenhum pouco dele). Muito legal divulgar os autores nacionais, ainda não conhecia o livro e a autora, vou procurar saber mais sobre ambos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Kel, tudo bem? Vi o livro em uma livraria uns tempos atrás e estava morrendo para comprar, mas sem dinheiro, como é que faz? Quero muito conhecer a história da Isabel, pois realmente despertou meu interesse e lendo uma resenha pela primeira vez com um ponto negativo enorme, fiquei com um pouquinho de medo. Porém vou fazer uma tentativa. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Até tinha me interessado pelo livro, mas, quando você falou sobre o Daniel... Parece ser um daqueles livros que vou começar e acabar abandonando, odeio romances esecivamente melosos e controladores.

    ResponderExcluir
  5. Oii Kel! Tudo bem?? Fiquei interessado pelo livro por ele ser nacional, eu não tenho costume de ler nacionais mas acho que já está passando da hora de começar a apreciá-los!

    Abraços =)

    Só Mais Um Palpite

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Me interessei pelo livro até o momento que você descrevia a Isabel e acho que se lesse o livro eu realmente ia gostar dela, mas também tenho certeza que não ia gostar nada, nada de um personagem como Daniel. Meu pensamento é como o seu.
    Gosto muito do formato das suas resenhas, são simples e claras. Mesmo.
    Beijo.

    Choque Literário

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo sim e você?
    Primeiro quero dizer que amei essa capa, o cenário é muito lindo.
    Acho muito legal livros Brasileiros que se passam em algum lugar que você já foi, ou conhece, como a Av. Paulista *-*
    Referente a resenha, não gosto de casal grude também não, acho muuuuuuuito chato, e perde um pouco da essência da história na minha opinião. Outra coisa que falou que achei legal é a questão de ter presente e futuro sem ficar confuso, acho isso muito importante, a pior coisa que tem é você ler algo, que não tem pé nem cabeça, enfim, apesar do casal grude, fiquei a fim de ler, deve ser difícil perder alguém assim :/ Lost Words / Facebook

    ResponderExcluir
  8. Pretendo ler esse livro, parece ser uma historia muito emocionante a da Isabel e sofrida também em relação ao Alex. Pena que com Daniel seja um grude, não gosto quando é assim, fica muito meloso rs.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Desde que li a sinopse desse livro fiquei bem interessada e principalmente curiosa para saber o que aconteceu entre a Isabel e o Alex lendo a resenha já deu para ver que o Daniel e a Isabel o tipo de casal que não me conquista na leitura, mas quero ler e adorei a capa está linda !!

    ResponderExcluir
  10. Gosto de livros que "soltam" informações importantes no meio da narrativa, fica mais fácil de compreender as emoções da personagem. A capa é linda, a paisagem deu um charme que eu não imaginei que o Cristo redentor daria numa capa de romance. Agora, mocinho grudento e controlador? Não né ...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!