# Resenha 308 // Vango: Entre o céu e a terra

Olá, bookaholics.

A resenha de hoje é sobre um infanto-juvenil que muitos de vocês ainda não conhecem: Vango. Vamos a resenha?

Título original: Vango - Entre Ciel et Terre
Autor: Timothéede Fombelle
Editora: Melhoramentos 
Páginas: 350 
Livro cedido em parceria com a editora



Sinopse: Salvar a pele e, ao mesmo tempo, descobrir a própria identidade. Este é o grande desafio de Vango, o jovem herói do novo romance do escritor francês 'Timothée de Fombelle'. Ao ler esse thriller histórico, ambientado no conturbado período entre as duas grandes guerras mundiais, somos impelidos a fugir com Vango pelos cinco continentes, num clima de absoluto perigo e suspense. Este rapaz órfão de 19 anos desconhece sua origem assim como desconhece a motivação do franco atirador que, além da polícia, está em seu encalço. Deparamo-nos com Vango na solenidade em que ele e outros seminaristas seriam ordenados padres na suntuosa catedral de Notre-Dame, em Paris. O assassinato do padre Jean, seu protetor, desencadeia a perseguição ao rapaz, que empreende uma fuga espetacular ao escalar nada menos do que os famosos vitrais da catedral. Essa cena é apenas um exemplo do clima de perseguição e aventura de que é feita toda a narrativa, quando acompanharemos nosso protagonista em situações e lugares improváveis - como um intruso escondido num caça da SS, galopando nas Terras Altas da Escócia, dependurado num vulcão italiano ou sobrevoando o Brasil e vários outros lugares num zepelim. 

Vango é mais um daqueles livros que eu julguei pela capa e não gostei. Deixei ele um tempo mofando na minha lista de leituras e esses dias, finalmente resolvi ver sobre o que se tratava o livro. Como eu disse, a capa não me agradou muito e eu não sabia exatamente o que esperar dele, já que, ao meu ver, a capa não consegue passar muita coisa.

A história toda já começa com uma fuga cinematográfica de Vango, que foi acusado injustamente de ser o assassino de seu protetor. Vango, como todo bom mocinho, começa o livro levando uma vida pacata e bem planejada, entretanto, logo sua vida tranquila é substituída por aventuras de tirar o fôlego. Como não poderia deixar de ser, Vango tem um par romântico chamado Ethel, uma menina superinteligente que o ajuda nessa jornada dupla de fugitivo e explorador.

A narrativa é envolvente e viciante. O mais legal do livro é o jeito como o autor consegue inserir personagens históricos em situações nada convencionais. Ele percorre a 1° guerra mundial, a crise de 29, passando pelo totalitarismo e seguindo até a ex- União Soviética. O livro inteiro é uma clássica narrativa de aventura que não deixa de perder o charme por ter ingredientes clichês. Durante todo o livro, ficamos ávidos por mais respostas sobre o passado de Vango e em meio a tantas aventuras, somos presenteados com os flashbacks que nos mostram que Vango não é um garoto comum.

A narrativa é eletrizante. No começo, a história fica um pouco lenta, por causa de alguns diálogos grandes, entretanto, isso logo dá lugar a uma leitura fluída e rápida. O livro possui vários personagens de vários países e culturas diferentes. É preciso prestar atenção para não se perder em meio a tantos acontecimentos e personagens. Vango é um mocinho completo. Corajoso e cheio de mistérios, ninguém sabe como aquele menino que há pouco tempo iria ser ordenado a padre, consegue escalar paredes sem fazer ruídos, fala cinco línguas e tem uma inteligência fora do comum.

Enfim, mal posso esperar pela continuação do livro que se chamará: Vango - Um Príncipe Sem Reino. Super recomendo esse livro para quem curte guerras, história e muita aventura.


“Ele olhava a multidão: tantas histórias numa plataforma. E já sentia uma janelinha se abrir dentro dele [...] Nesse instante, compreendeu o que o padre lhe tinha dito. Antes de tudo era preciso ver o mundo, Ele sentiu o poder de um rápido encontro. Vidas que se afetam com apenas um esbarrão, por que passam pela outra com mais ímpeto.”

Quer saber mais sobre o livro? Confira o booktrailer :




12 comentários:

  1. Nossa, eu sou muito de julgar pela capa! E pela popularidade, infelizmente. Tenho certo receio em me aventurar como os personagens dos livros haha
    Gostei do modo como o título foi colado (sim, isso soa muito idiota, eu sei kk), mas a ilustração não chama muita atenção.
    Adoro histórias que nos ensinam! Acredito que Vango seja esse tipo de narrativa. SS é o esquadrão nazista, estou certa? Anne Frank, A Sétima Porta e A menina que roubava livros <3 Pelo jeito não é o foco, mas gosto dessa temática.
    (Não prometo ler, mas se eu tiver ele nas minhas mãos algum dia, lerei! hahaha)
    ~Random

    http://mochiladeumageek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nat, já conheço o livro e ele já está na lista de desejados.
    Agora só falta a oportunidade para ler.
    O que vi de diferente na resenha foi sobre os grandes fatos que aconteceram no mundo estarem entrelaçados com o livro, simplesmente adorei isso.
    Beijão,

    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oun, eu achei tão linda a capa desse livro, as cores e os desenhos ficaram tão bem harmonizados, adorei mesmo. Quanto à história, eu achei bem interessante o enredo, como já falei tantas vezes, sou muito fã de livros históricos e, principalmente, dos que se passam durante a primeira e a segunda guerra. Mesmo sendo um livro adolescente, me despertou bastante a curiosidade e a vontade de lê-lo. Vou ver se acho um ebook por aqui e depois volto pra dizer o que achei. Beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Todas as resenhas que leio sobre este livro, me deixam curiosa para lê-lo. Parece ser uma história muito boa, quero ler.

    Adorei sua resenha.
    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. É pela capa não da para dar muito pelo livro, mas pela resenha deve ser muito bom, cheio de aventura. Tem os mistérios de Vango para desvendar rsrs. Muito bom saber sobre outras culturas.

    ResponderExcluir
  6. Oi Natiane, tudo bem? Eu adoro quando os livros misturam acontecimentos da história e estou gostando cada vez mais do gênero aventura. Quem sabe eu dê uma chance ao Vango? O livro parece ser incrível. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Adoro quando o livro tem booktrailer, às vezes ele nem é tão bom quanto pareceu, mas dá uma vontadeeee de ler só pelo trailer. Vocês indicam muitos livros bons, mas gente, o orçamento é curto demais pra o tanto de livros que gostaríamos de ter.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre essa aventura de Vango, adoraria lê-lo e compartilhar minhas impressões sobre ele com alguém :)

    ResponderExcluir
  8. Eu sou uma pessoa que se eu não gostar da capa nem leio o exemplar e esse livro é um deles, entretanto após ler algumas resenhas do mesmo fiquei bastante curiosa para poder desfrutar dessa história que parece de tirar o fôlego, ainda mais quando possui alguns temas que gosto bastante.. com certeza irei le-lo.

    ResponderExcluir
  9. Gente, acho que esse livro foi feito para mim! Gostei muito da premissa, ainda mais por ter um pano de fundo histórico (eu adoro História).
    Como não conhecia o livro, não sabia que teria uma continuação. Espero que ela seja tão boa quanto o primeiro parece ser.
    Beijo.

    Choque Literário

    ResponderExcluir
  10. oioi
    Adoro livros que se passam no período de guerras mundiais, e colocar um infanto-juvenil nesse 'mundo' parece bem interessante.
    A capa também não me chamou muito a atenção, mas devo confessar que sua resenha está muito boa, adorei o quote que escolheu e como falou do livro. Outra coisa que achei legal foi falar que tem vários personagens com culturas diferentes, e sem falar no book trailer que está ótimo, Beijos
    Lost Words / Facebook

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Estou com esse livro para ler e desde a sinopse tinha achado a historia muito interessante e com vários comentários positivas e o que mais me interessou foi esse mistério que envolve Vango e adorei saber sobre essa fases históricas que temos no livro vai ser legal ver como o autor coloca isso no livro e o booktrailer ficou bem legal !!

    ResponderExcluir
  12. Eu gostei da capa ... ainda não tinha visto esse livro e adorei a resenha. Mesclar fantasia com personagens históricos da um charme para história. Só não gostei do fato de terem tantos personagens, sou daquelas leitoras que, quando muito, só decoram os nomes dos personagens principais (e olhe lá) Ficaria feito uma barata tonta voltando páginas e relendo trechos para compreender o livro.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!