15 dezembro 2015

# Papo Literário // O dia que eu resolvi desapegar

Oi pessoal, tudo bem?

Espero que sim! Quem acompanha o instagram do blog, viu que  eu resolvi fazer uma limpeza na estante. Esse ano eu ganhei/comprei muito livro e não consegui aumentar o espaço deles aqui em casa. O que aconteceu é que eu tinha (e ainda tenho alguns) livros que precisam ficar em cima da minha cama, ou no chão por pura falta de espaço.

Isso tudo foi me dando um nervoso que resolvi que precisava aprender a desapegar. Meu objetivo era desapegar de uma quantidade suficiente de livros para que os do chão pudessem ter algum lugar na estante. Entre trocas, vendas, etc, resolvi seguir o exemplo da minha vizinha (que também é blogueira) a Nat do Perdidas na Biblioteca e abandonei alguns livros por aí.

Oi, como assim?

Eu explico. Separei alguns livros que tem as capas mais interessantes (vulgo neutras, que pudessem chamar a atenção tanto de homens quanto de mulheres), coloquei um pequeno bilhete na capa e, literalmente, abandonei pelo meu bairro. O bilhete dizia, basicamente que "o esquecimento do livro havia sito proposital" e que, "após ter me divertido muito com o livro, chegou a vez de passá-lo adiante".



Me surpreendi com a sensação que senti ao deixar os livros por aí. Meu namorado ficou morrendo de vergonha e com medo das pessoas acharem estranho uma garota largando um livro em um banco de praça e saindo apressada. A verdade é que eu me senti muito bem em poder compartilhar com pessoas que eu nem conheço (e nem nunca vou conhecer), um livro que já me fez feliz em algum momento. Se eu posso conhecer aquela história, embarcar naquela aventura, porque outras pessoas não?



Até agora abandonei cinco livros. Mas foram pouco mais de 30 que saíram da minha estante. Outra opção legal, caso você não queira abandonar os livros por aí, em algumas praças (do Rio de Janeiro, pelo menos) existem pequenas casinhas que são "ninhos de livros", um projeto com apoio da Intrinseca, que funciona como um local para você deixar seus livros e pegar outros em troca.




























Infelizmente no ninho que tem perto da minha casa e no que tem perto da casa do meu namorado, as pessoas só colocam jornais e revistas velhas! Mas normalmente eu aproveito para colocar alguns dos meus desapegos por lá também. Se você é do Rio de Janeiro, por aqui existem doze destes ninhos de livros. Os pontos são:  Praça Sarah Kubitschek, em Copacabana; no Arpoador; na Praça Nelson Mandela, em Botafogo; no Parque Guinle, em Laranjeiras; no Colégio Pedro II, unidade Tijuca II; na Escola Parque e na Praça Santos Dumont, na Gávea; no Parque Lage, no Jardim Botânico; no Parque dos Patins, na Lagoa; na Praça Saens Peña, na Tijuca; na Praça Corumbá, no Dona Marta, em Botafogo, e no Posto 12, no Leblon.

E aí, tá esperando o que para desapegar?!

20 comentários

  1. Olá, achei bem bacana a sua ideia, mas não sei se teria coragem de deixar livros pelas praças assim não, Sei lá, ficaria pensando que algum engraçadinho, porque tem muitos assim por aí, pegariam o coitado e o rasgariam e tal. Esse final de ano limpei a minha estante também para deixar espaço para o ano que vem, doei muitos livros para a mulherada da família e troquei muitos por poucos, outros mais caros em sebos, que queria muito ler. Enfim, parabéns pela sua atitude, meu coraçãozinho doeu de vê-los sozinhos nos bancos, tadinhos,kkkk.

    bjs linda


    www.adorkable.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Achei sua iniciativa ótima, mas acho que não teria coragem, haha. Parabéns por ter desapegado e ainda de uma forma tão bonita!
    Aqui na minha cidade não tem esses ninhos, se tivesse eu garanto que ia usar e abusar deles, hehehe.
    Beijo.

    Choque Literário

    ResponderExcluir
  3. Oi, Kel.

    Também fiz um desapego literário esse ano. Tirei mais de 50 livros da estante. Fiz trocas, dei para amigos e doei para bibliotecas. Ainda tenho uma grande quantidade em casa. Adorei a ideia dos ninhos, mas aqui em BH não ouvi falar que existe. Nunca deixei um livro de propósito em algum local, quem sabe não sigo a sua dica e abandono um livro.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro esse negócio de desapego, depois que comprei o Kindle eu simplesmente não consegui comprar mais nenhum livro físico, eu sei que é opção pessoal tem, gente que gosta do cheiro de livro e todas essas ladainhas, mais eu simplesmente me desapeguei a livro físico, eu ainda tenha uma quantidade razoável na estante e em caixas, mas quero me desfazer, pois os coitados ficam cheios de pó quando deveriam estar nas mãos de pessoas que realmente o querem.

    Boa iniciativa sua, só me preocupou pois pela foto parecia que iria chover hahahaha.

    http://52semanasemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adorei a sua ideia, com tanta coisa ruim acontecendo no mundo, ver coisas boas assim é de se estranhar, a pessoa que pegar deve achar que é uma pegadinha pq nunca estão acostumadas com coisas boas sem ter nada como troca, sabe?

    http://idealizandolivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus que corajosa, eu tenho muita vontade de fazer isso, mas até pra vender meus livros eu sou apegada demais, pelo menos os que eu gosto eu mal consigo emprestar. Achei sua ideia simplesmente incrível, mas, infelizmente, eu moro no interior da Paraíba e aqui as pessoas não valorizam muito os livros, apesar de ser uma cidade universitária. Enfim, vou tentar separar alguns pra ver se dá certo.

    ResponderExcluir
  7. oi Kel,
    que linda sua atitude!
    nunca vi nenhum desses "ninhos", mas já vi noticias sobre ele e acho interessante...
    aqui na minha cidade uma vez eu doei para a biblioteca publica, mas acredita que eles não queriam aceitar?? achei um absurdo.
    agora costumo trocar em sebos, ou quando o livro é mais juvenil, procuro algum jovem. quem sabe não crio um novo leitor voraz né hahaha
    vou tentar fazer como você e abandonar um por ai... :D

    ResponderExcluir
  8. Oii Kel! Tudo bem?? Nossa! Achei ótima essa sua iniciativa, parabéns! Vou ver se consigo desapegar de alguns livros e fazer o mesmo aqui na minha cidade!

    Abraços =)

    Só Mais Um Palpite

    ResponderExcluir
  9. Nossa pena que não sou do Rio pra sair por aí caçando livros esquecidos haha. Sou difícil de desapegar dos meus livros tenho uma dó kkkkk, dos que não gostei pode até ser kkk. É uma iniciativa legal essa, quem achar o livro deve ficar muito feliz.

    ResponderExcluir
  10. Oi Kel, que ideia boa, na minha cidade tem uma cabine telefone reformada para deixar livros e trocar, porém, só tem livros didáticos lá :(

    www.eucurtoliteratura.com

    ResponderExcluir
  11. Que iniciativa linda! Gosto muito de ler e preciso pois na http://www.brushup.com.br/ onde trabalho faço muitos artigos! Adoraria encontrar um livro seu!

    ResponderExcluir
  12. Amei a inciativa! Não sabia desse projeto, mas seria muito bacana se colocassem em outras cidades pelo Brasil.
    Ainda sou muito apegada aos meus livros pra desapegar deles, você foi corajosa! Rs
    Beijos de luz!

    ResponderExcluir
  13. Nossa que legal essa iniciativa sua, queria que você morasse aqui em São Paulo pra eu pegar pelo menos um livro. Parabéns por desapegar e dá a chance pra outras pessoas se diverti o quanto você se divertiu com o livro.


    www.geracaoselfie.blog.br

    ResponderExcluir
  14. Que legal sua iniciativa :)
    Não sei se teria coragem de desapegar dos poucos livros que tenho. Mas considero sua inciativa maravilhosa, incentivar a leitura e presentear um desconhecido (fico imaginando a reação da pessoa que 'achou' o livro, deve ter ficado muito feliz, eu ficaria). Parabéns!

    ResponderExcluir
  15. Gostei bastante da sua iniciativa, até porque eu não iria ter essa coragem de desapegar dos meus livros mas ok. Já avia lido sobre esse projeto em algum lugar e simplesmente adorei, infelizmente os lugares que ficam os ninhos de livros são muito longe de onde eu moro.

    ResponderExcluir
  16. Oi Kel! Achei essa ideia mega criativa e a iniciativa da editora também. Eu não teria coragem de desapegar porque sou muito ciumenta com meus livros... kkkk Mas a oportunidade de outras pessoas lerem e conhecerem algo que você já leu é incrível. Espero que alguém esteja com um livro seu e amando a história! Bjs

    ResponderExcluir
  17. Eu provavelmente não teria coragem de desapegar dos meus, mas levando em conta que eles ainda são poucos e não ocupam muito espaço, desapegar poderia ser uma pratica que eu adotasse no futuro. Mas o melhor dessa iniciativa é a disseminação da leitura! Eu ficaria escondida só para ver a cara das pessoas quando achassem os livros *O*

    ResponderExcluir
  18. Nossa que ideia genial, adorei a iniciativa da Intrínseca fazendo isso no Rio, pena que aqui na minha cidade não tem :/
    Tenho poucos livros, então por enquanto não vou desapegar, mas amei a ideia mesmo, deve ser uma sensação incrível, meu marido com certeza iria morrer de vergonha também kkkkkk Homens u.u

    Ps:. queria ter encontrado esse livro de Orange is The New Black, adoro a série kkkkk
    Beijos
    Lost Words / Facebook

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Adorei essa ideia, primeiro que é um jeito de desapegar, preciso aprender a fazer isso também tenho dificuldade de desapegar dos meus livro, e segundo que a pessoa que leva deve ficar muito feliz, com certeza uma iniciativa muito legal e parabéns pela atitude !!

    ResponderExcluir
  20. Eu adoro ler , suas dicas são simplesmente ótimas !!!! www.ibeinglesincompany.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!