# Resenha 301 // Para Continuar

Oi pessoal, tudo bem?

Alguém aí que gosta de cultura oriental? Então a dica de hoje é para você. Mas mesmo que esta não seja exatamente a sua praia, vale a pena ler Para Continuar e sair da mesmisse de muitos livros. Preparem-se para este mundo encantador.


Título: Para Continuar
Autor: Felipe Colbert
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Livro cedido em parceria com a editora


Sinopse: Envolver-se com a jovem Ayako é a oportunidade perfeita para Leonardo César esquecer a sua vida tediosa e perigosamente limitada, tudo por culpa do seu coração defeituoso. Enquanto isso, com a ajuda de seu avô, Ayako tem a difícil missão de manter inacessível um porão de dimensões que vão além da loja de luminárias que ela gerencia, repleto de milhares de lanternas orientais, cujo mistério envolve os habitantes do bairro da Liberdade. A partir dos crescentes encontros entre Leonardo e Ayako, uma nova lanterna surgirá para os dois. Eles terão que protegê-la com afinco, ou tudo que construíram juntos poderá desaparecer a qualquer momento. O que ninguém conseguiria prever é que Ho, um jovem chinês também apaixonado por Ayako, colocaria em risco o futuro desse objeto. E com ele, o sentimento mais importante que dois seres humanos já experimentaram.


Leonardo sofre de um sério problema chamado cardiomiopatia dilatada idiopática (que faz com que seu sangue não seja bombeado de forma normal). A doença, que o acompanha desde os 12 anos, faz com que o rapaz viva uma vida monótona e sem muita emoção, o que poderia agravar ainda a sua situação. Mas um dia, no metrô, ele conhece uma jovem de aparência oriental e de beleza única. Ao se aproximar dela, tudo o que a menina faz é colocar um de seus fones de ouvido no rapaz. E então ela vai embora sem ao menos dizer seu nome. 

A menina se chama Ayko, trabalha numa loja de luminárias japonesas com o seu avô. Mas ela mexe tanto com Leonardo, que ele passa a entrar diariamente no mesmo vagão para encontrá-la. E este é só o começo desta história encantadora. 

Nunca tinha lido nada do Felipe e me encantei demais com Para Continuar. A história é emocionante e o autor tem uma sinceridade nas palavras que me deixou impressionada. A leitura é rápida e os personagens são muito bem construídos. Esta é a história de duas pessoas que sofreram muito ao longo da vida, mas que de alguma maneira conseguem se completar perfeitamente. 

Com originalidade, Felipe Colbert escreve o seu “Para continuar” de forma delicada e singela. O livro é um convite para a reflexão sobre o que nos move e o que nos permite ficar juntos. Para quem está acostumado com livros no eixo Estados Unidos/Europa, o autor nos brinda com uma belíssima história que mistura romance e fantasia, sobre a cultura oriental. Seus costumes, sua fé, várias referências estão dentro destas modestas 224 páginas. 

Talvez o mais interessante do livro seja a simbologia das lanternas orientais. É perceptível a pesquisa que o autor fez para inserir este contexto na história. É aí que está toda a magia (e mistério) do enredo e me deixou apaixonada. 

O livro intercala capítulos em primeira pessoa, narrados pelo Leo e outros em terceira pessoa. O Leo pode ser beeeem mimado às vezes, mas com o tempo fui sabendo lidar com ele. 

Este é um livro para se pegar e só largar quando acabar de ler. Simples, tocante e muito prazeroso de ler. Amei esta primeira experiência com o Felipe. E estou totalmente pronta para outras.




10 comentários:

  1. Para Continuar é um livro que chamou bastante a minha atenção, principalmente por envolver a cultura oriental, que eu assumo que amo. É uma das que mais me deixa curiosa e ver que além de aborda-la o livro se passa em SP, meu estado, torna tudo mais atraente.
    Já li diversas resenhas do livro e a maioria afirma que Felipe soube envolver o leitor com sua história, e isso me deixa mais empolgada ainda. A obra parece nos fazer refletir sobre certas coisas e nos apresenta um pouco de outra cultura, que se foi bem pesquisada, torna a leitura ainda mais agradável.
    Os personagens tem potencial para me conquistarem ou no mínimo, me fazer suporta-los, segundo as resenhas. Admito que não curto personagens mimados (quem curte, afinal?) e talvez Leo me irrite um pouco, mas acho que não será nada grave.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus que história fofinhaaa. Quando eu vi esse livro pela primeira vez, eu já tinha me encantado por essa capa tão linda, mas agora fiquei louca para lê - lo. Mesmo não sendo meu estilo de leitura preferido, mas eu adoro ler romances assim, deixam a gente mais feliz, sei lá kkkkk. Adorei sua resenha e já vou correndo colocar esse livro na minha lista de desejados. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Fiquei curiosa com o fato das lanternas terem um mistério que envolve os moradores do bairro. E e muito bom saber como é a cultura e costumes de outro país.

    ResponderExcluir
  4. Ain parece ser otimo esse livro mulher <3
    Eu adorei, descobriram o sentimento magico que o ser humano possa descobrir o que? <3
    o AMOR <3 como nao li o livro penso eu que é o amor ha ha < 3 Beijos!
    Blog Atrás da Penteadeira

    ResponderExcluir
  5. Oi Kel, tudo bom? Já li sobre esse livro em outro blog e morri de curiosidade com essa simbologia das lanternas... Está na wishlist, mas ainda não comprei.. :/ Bjs

    ResponderExcluir
  6. Livros que o autor se preocupa em pesquisar sobre lugares, tradições e culturas são muito legais. Aprendemos muito com eles. Adoro quando eu dou uma de nerd e conto um fato novo que aprendi lendo *---*
    Fiquei muito curiosa para conhecer a simbologia das lanternas e adoraria ler a história de Leonardo e Ayko.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    A primeira coisa que me chamou atenção nesse livro foi a capa que está linda e ao conhecer a historia vi que não me decepcionei adorei que o livro nos trás um pouco da cultura oriental e a dedicação do autor a escrever também fiquei curiosa sobre mistério das lanternas de papel !!

    ResponderExcluir
  8. A capa do livro me lembrou enrolados, é linda ♥
    Nem preciso falar que fiquei curiosa referente a simbologia das lanternas. Acho tão incrível ler um livro e aprender sobre cultura e fé em outros lugares, só prova o quanto a leitura é mágica, esse livro seria um ótimo presente para uma amiga minha que é oriental. Mas claro que eu também quero ler, e muito <3 Beijos. Lost Words / Facebook

    ResponderExcluir
  9. Amo a cultura oriental desde que me entendo por gente, talvez por isso eu ache essa capa maravilhosa (já imagino um festival Chinês/Japonês/Coreano cheio de cultura e significado) Vou procurar já por esse livro, se lendo a resenha eu já senti um clima gostoso, imagina com o livro.

    ResponderExcluir
  10. Já tinha lido uma resenha sobre esse livro e ele não tinha me chamado a atenção, mas na sua a história pareceu bem mais clara. Gosto de livros que tenham um fundo histórico e esse parece ter um final com mensagem bonita :)
    Beijo.

    Está rolando sorteio no blog, vem participar --> Choque Literário

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!