20 novembro 2015

# Resenha 300 // Corte de Espinhos e Rosas

Oi pessoal, tudo bem?

Resenha de número 300 por aqui!!! Meu Deus que coisa linda <3 300 livros resenhados, não só por mim, é claro, em pouco mais de 2 anos de blog. Não faço a menor ideia se isso é um número razoável ou não, mas sei que é muito bom poder dividir todas estas opiniões com vocês.

Bom,  resenha de número 200 foi de Trono de Vidro, da Sarah J Maas, então a de número 200 também é dessa linda. Hoje vamos falar de Corte de Espinhos e Rosas. Mas já aviso, comparações com a primeira série da autora foram involuntárias, mas impossíveis de não serem feitas.

Título: Corte de Espinhos e Rosas
Autor: Sarah J Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 434




Sinopse: Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, Feyre precisa enfrentar a ira das fadas que, buscando justiça, a fazem escolher: ou a caçadora oferece sua própria vida em sacrifício a um monstro, ou deve abrir mão de sua vida humana e se mudar para o mundo das fadas.



Ahhh é difícil. É muito difícil falar deste livro porque eu simplesmente não sei por onde começar. Amo a Sarah e ela tem um talento incrível. Fantasia é o gênero dela e por isso ela o domina como ninguém. Um autor só é talentoso se ele souber ser versátil no que se propõe a escrever. Ainda que as ambas séries da autora sejam do mesmo gênero, não poderiam existir dois livros tão diferentes. Sim. Corte é totalmente diferente de Trono.  O que é muito bom. Mas o que não significa que me agradou tanto quanto o meu queridinho Trono de Vidro.

“Corte” é uma releitura bem clara de “A Bela e a Fera”, acrescida de feéricos e rituais mágicos e clãs com os nomes das quatro estações. É um livro que se aproxima mais para o lado do romance, o que me deixou surpresa já que este não exatamente é o foco de "Trono de Vidro". A trama é homogênea e os personagens são ricos e complexos, ainda que não sejam exatamente memoráveis.

Feyre é a protagonista forte, como já é característica da Sarah. Ela me lembrou a Katniss, de "Jogos Vorazes", por ser a irmã que vai caçar, que procura sempre ajudar a família, que administra tudo e tenta manter aquele elo familiar ainda vivo. Contudo, Feyre se esforça muito para parecer a “filha e a irmã perfeita”, o que me irritava em alguns pontos. Tamlin, por outro lado é aquele feerico que parece assustador, mas tem um coração enorme. Ele é voraz e intenso e justo e encantador.























A Sarah sabe como envolver o leitor e o romance realmente convence. A história é boa, diferente de muita fantasia que já lemos. Com maestria, a autora deixa o relacionamento entre Feyre e Tamlin falar por si só e a fluidez do amor entre os dois acontece bem debaixo dos nossos olhos. Claro que se trata de um relacionamento proibido, então preparem-se para os vários obstáculos que irão aparecer ao longo do livro.

Dentre todos os elementos de Corte, destaco os diálogos inteligentes da Sarah. Eles ditam o ritmo da história e fazem com que certas cenas sejam memoráveis. Claro que a tensão entre os protagonistas rende boas discussões.

Mas, ainda assim eu me decepcionei. Foi ótimo ver este outro lado da Sarah, mais moderado entre a ação e o romance, com este ultimo se sobressaindo. A questão é que o que falta em Corte é a eletricidade de Trono de Vidro. Corte é um bom livro, mas é morno, sem aqueles picos que nos deixam sem fôlego. E é exatamente isto que não pode faltar! A narrativa é mais linear  e perde-se aquele elemento surpresa, aquele que te deixa de queixo caído em meio a uma grande revelação.

A verdade é que o livro tem mais de 400 páginas, mas funcionaria muito melhor se tivesse cerca de 300. Algumas partes são pura enrolação para o que realmente importa na história. Na parte final do livro, a autora dá um gás na história, mas eu já estava um pouco fatigada de tudo.E o que mais me deixa temerosa é que "Corte de espinhos e rosas" é apenas o primeiro livro de uma série e me pergunto onde a Sarah vai garimpar para poder ter uma história que sustente tantos livros quanto ela deseja escrever.

A aposta é ousada e capacidade ela tem, mas a série pode ser muito (MUITO) melhor. Espero que o segundo livro supere o primeiro em muitos pontos.

E uma coisa que eu não poderia deixar de destacar é: não, eu definitivamente não gostei desta capa.




11 comentários

  1. Com certeza vou ler o livro por ser da Sarah, quero tentar não comparar muito com Trono de Vidro porque se eu ficar fazendo isso não aproveitarei a leitura.
    Espero que os livros que estão por vir da série (?) te animem!
    Beijos de luz!

    ResponderExcluir
  2. Primeira resenha que vejo do livro e não me surpreendi que mesmo que sem querer, tenha rolado comparações com Trono de Vidro. Não li ainda a primeira série (mas eu vou com sorte fazer isso antes de fevereiro de 2016), mas ainda sim, apenas com os comentários que vejo, já temia que esse livro caísse um pouco em qualidade comparado aos da autora anteriormente publicados.
    A premissa do livro é interessante, mas não imaginava que o foco desse seria mais o romance. Acho que todos esperavam um pouco mais de ação.
    A protagonista parece ter potencial, principalmente para quem adora garotas fortes em personalidade. Seu par parece ser também um bom personagem, mas me pergunto como a autora irá guia-los nos próximos volumes.
    Um temor que tenho com todo santo livro que inicia uma série é se ele tem capacidade para gerar outros volumes necessários para a história, e não apenas para enrolar o leitor, e com Corte de Espinhos e Rosas esse medo se faz presente. Espero que a série não seja tão longa, se a autora não tiver um bom conteúdo para estende-la tanto.
    Quanto a capa, eu até que gostei dela, apesar de fugir um pouco do que costuma chamar minha atenção, mas não chega a ser espetacular.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Estava muuuito empolgada para ler esse livro, mas depois de ler tua resenha minha expectativa baixou um pouco, mas eu acho isso ótimo, é mais fácil se impressionar do que se decepcionar quando você vai ler com uma expectativa mais baixa.
    Ainda não li nada da Sarah, embora seja louca pra ler "O Trono de vidro", achei a ideia desse livro bastante interessante e espero gostar dele também. Parabéns pela resenha.
    P. S. : Eu amei muito essa capa, como você não gostou dela? Kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Oi Kel, tudo bem? Já chego falando que quero muito ler esse livro e que eu amei a capa! Vi em outro blog e me interessei bastante pela história. Não gosto muito de enrolação e quando chega a esse ponto parece que o livro virou obrigação... mas vamos ver o que vou achar da leitura. Bjs

    ResponderExcluir
  5. O Trono de vidro, tá na minha lista de compras só leio elogios sobre ele, quando vi que esse era da mesma autora, já me interessei, mas não tinha lido resenha, que pena que deixa a desejar, esperava que fosse tão bom quando o trono de vidro. Mas quem sabe se o segundo livro não da uma melhorada. Escolha difícil essa da Fayre, deixar a vida humana para morar com as fadas ou se sacrificar.

    ResponderExcluir
  6. Oi Kel, andando pela internet atrás de resenhas sobre esse livro, achei seu blog (que por sinal é puro amor)! Primeiro, eu estou louco pra ler essa nova história da Sarah, já que sou completamente PIRADO por Trono de Vidro e pelo que li nas suas resenhas sobre os livros da série, você partilha dos mesmos sentimentos que eu. Mas eu tô vendo tanta gente falando que o livro não é lá essas coisas etc que por um certo lado tá me desanimando, porém, eu, como fã fiel, irei ler para ver como realmente são as coisas. A única coisa que me faz ansiar ainda mais pela leitura desse livro são comentários que nem o seu: que a série tem tudo para ser muito boa.
    E, além disso, confio na capacidade da Sarah. Você já viu a foto que ela postou do rascunho do segundo livro? É GIGANTESCO! Isso me faz pensar que as coisas vão melhorar.
    Mas enfim, adorei a sua resenha e o seu blog.
    Quando eu ler o livro eu volto aqui para falar o que achei! :p
    Abraços.

    dreamdropdistance.com

    ResponderExcluir
  7. Toda vez que leio uma resenha aqui, minha meta de leitura aumenta no Skoob, gente do céu, quantos livros maravilhosos vocês indicam. Fiquei mega curiosa para ler 'Corte de espinhos e rosas'. Já sei que livro pedir de presente de aniversário rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Via esse livro no Skoob mas não me chamava atenção (essa capa é bem ... bem .. eh ... nem sei o que exatamente, mas não gostei) Ai quando eu vi que era da Sarah já veio um interesse zinho ... eu gostei da história, digo, pelo que eu vi na resenha porque a sinopse em si ficou bem resumida. No geral eu gostei, foi até para a minha lista (mesmo ainda estando na "periferia" da lista) se rolar a oportunidade, lerei sim *O* Mas só tem uma coisa que está me incomodando muito ultimamente: Esses livros com continuação.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Tem um tempo que vi falar sobre esse novo livro da Sarah e já fiquei bem curiosa sobre do que se tratava o livro, gostei da historia pretendo ler acho que não tem como não comparar as obras mesmo tentado algo sempre faz com que tentamos achar algo da Celaena nos personagens !!

    ResponderExcluir
  10. 300 resenhas? nossa ai sim *-*. Um dia chego lá ♥
    Hááá eu gostei dessa capa, achei linda. Mas a de Trono é bem mais, claro.
    Nunca li nenhum livro dela, gostei da sinopse, pela questão de adorar fantasia. Gostei da comparação com a Katniss, deu para ter uma noção muito boa de como a personagem é.
    Mas como você falou que algumas partes são pura enrolação me desanimou um pouco, acho que livros bons precisam prender do inicio ao fim (tem exceções é claro), enfim, não é um livro que eu vou colocar no final da minha listinha, quem sabe um dia ... kkk Beijos
    Lost Words / Facebook

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Fiquei com uma super vontade de ler esse livro por motivos de: ser uma releitura de A Bela e a Fera (eu amo <3). Além do mais, todos recomendam Sarah, então seria um outro motivo para eu lê-lo.
    E eu amei essa capa e a combinação de cores *-*

    Choque Literário

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!