# Resenha 283 // Casa das Marés

Oi pessoal, tudo bem?

Algum dia eu cheguei a falar mal de um livro da Jojo Moyes? Porque eu nem me lembro =P.  Depois do reconhecimento que a autora teve com “Como eu era antes de você”, publicado pela Intrínseca, a Bertrand Brasil, que já publicava os livros dela por aqui, resolveu repaginá-los e reeditá-los com novas capas. O resultado tá aí e, mais uma vez, eu adorei o livro dela.

Título: A Casa das Marés
Autor: Jojo Moyes
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 476
Livro cedido em parceria com a editora




Sinopse: Merham é uma metódica cidade litorânea na década de 1950. Lottie Swift, acolhida durante a guerra e criada pela respeitável família Holden, ama viver ali, mas Celia, a filha legítima do casal, não vê a hora de ultrapassar as regras da cidade. Quando um excêntrico grupo de artistas se muda para uma velha mansão construída de frente para o mar, as meninas não resistem à tentação de se aproximarem deles. Mas o choque para os moradores de Merham é inevitável e acaba por desencadear uma série de acontecimentos que terão consequências trágicas e duradouras para todos. Quase cinquenta anos depois, no início do século 21, a mansão começa a ser restaurada, voltando à vida e, mais uma vez, trazendo à tona intensas emoções. E a magia que permeia a mansão faz com que os personagens confrontem suas lembranças e se perguntem: É possível deixar nosso passado para trás?


Lottie Swift foi acolhida pela família Holden durante a Segunda Guerra Mundial e é recebida com muito carinho por Celia, filha legitima do casal. As duas cresceram como irmãs e melhores amigas, apesar dos pensamentos diferentes. Os Holden, assim como a cidade em que vivem, Merhan, são conservadores e totalmente arcaicos. Para mudar este panorama, um grupo de excêntricos chega à região, o que deixa os moradores desconfortáveis. Menos, é claro, Lottie e Celia, que veem nos forasteiros, algo proibido e atrativo. Quase cinquenta anos depois, a mansão que foi habitada pelo grupo começa a ser restaurada por Daisy, que entre os restauros do lugar, irá mergulhar nas histórias do passado.

O drama é marca registrada da autora e eu não esperaria outra coisa de Casa das Marés. O diferencial fica a cargo do mistério que enlaça a história. Cheio de reviravoltas, a trama é complexa e, apesar de ter um final bem direcionado, o livro poderia ser um pouco mais sucinto sem que o brilhantismo da obra fosse comprometido. Todos nós sabemos que menos é mais, certo?






















Narrado em terceira pessoa, o livro é dividido em três partes, a primeira delas se passa em meados dos anos 50 enquanto a segunda e a terceira transportam o leitor para o século XXI. Para quem está acostumado a ler Jojo em um panorama mais contemporâneo, a primeira parte do livro é uma grata surpresa. Adorei mergulhar nos anos 50.

Consegui me envolver com a leitura, o que fez com que o livro fluísse com facilidade. Gosto das descrições da Jojo, ela é muito habilidosa na escrita, o que eu reconheço, desde “Como eu era antes de você”. 

“Casa das Marés” fala sobre amores e desencontros e mostra como as ações do tempo podem influenciar nas escolhas. Este não é o melhor livro da autora, mas, sem dúvida, é uma história edificante que vai fazer o leitor refletir e se identificar com os personagens.



29 comentários:

  1. Jojo Moyes me conquistou no primeiro livro que li dela e desde então tenho uma curiosidade sem limites para conferir suas demais obras. O drama é um gênero que me agrada muito quando bem escrito.
    A trama de Casa das Marés despertou bastante meu interesse quando vi que a editora estava lançando uma nova edição (que diga-se de passagem, gostei bastante da capa), e parece que será uma ótima leitura.
    Não fazia ideia de que parte da história se passava nos anos 50 e gostei muito disso, sempre adoro quando livros abordam épocas diferentes; o passado e o futuro se entrelaçando. Como gosto da escrita da autora, sei que ela vai me encantar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Kel, tudo bom? Quero muito ler algum livro da autora, porque pelos elogios ela parece ser sensacional! Como eu era antes de você já estava na minha lista, agora Casa das Marés também irá :) Bjs

    ResponderExcluir
  3. "Fãsoca" da Jojo! \O
    Ainda não li Casa das marés mas ele está na fila, rs!
    Sua resenha ficou impecável! Drama com uma pitada de mistério é algo que me atrai e muitooo!
    Beijos!
    º(^ . ^)º
    Fabi Carvalhais
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Tem sorteio de livro lá no blog.

    Bjokas,
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Kel,
    A capa desse livro é fofa! rs Sempre gosto de livros com mistérios, eles sempre me prendem. E estou num momento de extrema reflexão, então fiquei com vontade de ler esse livro.
    Beijos
    Blog Historiar

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li não li nenhum livro da autora. Legal saber mais sobre os anos 50. Gostei de saber que tem mistério e reviravoltas, assim a leitura flui com rapidez, tentando desvendá-los. Essa mansão parece ser bem sinistra com esses acontecimentos.

    ResponderExcluir
  7. Confesso que ainda não li nada dessa autora, mas pelos comentários que geralmente vejo, acho que vai me agradar bastante. E eu já gosto de um bom drama e esse tendo mistério... certeza que vou gostar. Adorei essa capa nova e os tons de azul.
    Foi para a lista!

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar deste livro da Jojo mas já que vou gostar dele por uma parte dele ser em meados da década de 50. E bom, todo mundo que leu" Como Eu Era Antes de Você" gosta dos livros da autora, eu não sou diferente. <3
    Beijos de luz!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Li apenas um livro da Jojo Moyes, Um mais Um, que achei excelente.
    Gostei da sua resenha e me interessei pelo livro, achei a história legal ao se passar na década de 50 e nos dias atuais. Também gostei do que foi falado dos personagens e da amizade entre a Lottie e a Celia.
    A capa do livro é muito bonita!

    ResponderExcluir
  10. Oii
    Ate agora so li dois livros da Jojo Moyes,mas já sou apaixonada pelos livros dela e esse já esta na minha pequena(grande) lista de leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto bastante dos livros da Jojo, só teve um livro dela que eu não gostei. Não conhecia esse livro dela, mas já coloquei ele nos meus desejados agora. Ele parece ser realmente ótimo, e gostei de saber que uma parte do livro acontece nos anos 50 :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Kel
    Eu ainda não li nada da autora, mas tenho alguns livros em casa. Que bom que aprovou, mesmo não sendo o melhor livro da autora, pois ouvi falar muito que ela melhorou conforme as publicações dos livros. Adoro histórias de amores e desencontros e certamente ia gostar desse.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li nada da Jojo! Por que? Não tenho motivo! Só que ainda não tive a oportunidade de conhecer a obra dela e sempre que vou comprar esta meio salgado o preço. Mas quero pegar para ler o que vai virar filme (esqueci o nome), mas que é bem famoso! rs,l

    Beijos Mari Martelote
    http://www.maravilhosasdescobertas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Ola Kel lindona acredita que ainda não li nada da autora, preciso me redimir, leio tantos elogios a sua escrita que acredito que irei gostar muito desse livro, adorei a premissa e esse mistério envolvendo o casarão. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  15. Adorei saber que parte da história se passa nos anos 50, porque adoro viajar para outras épocas com os livros. Uma história edificante é sempre boa de ler. Ainda não li nada da autora, mas quero fazer isso logo, então é bom saber que você a considera habilidosa na escrita.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  16. Kel amei a resenha do livro da Jojo eu adoro os livros dela (detalhe que li somente dois), anyway... Gostei do período em que se passa a história e com certeza eu me identificaria com os anos 50 algo me atrai para essa época, apesar de ser muita tensa.

    ResponderExcluir
  17. Oláá
    Sua resenha está ótima, mas infelizmente eu não tenho vontade de ler os últimos livros que tem lançado da autora apesar de ter amado um deles, quem sabe mais para frente

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Otima resenha como sempre :D
    Eu nunca li algo da autora eu tenho Como era antes de você e Em busca de abrigo, mas não consegui ler ainda, espero ler antes do fim do ano
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ahhhh Kel, eu quero!! Ainda não li nada da Jojo mas sempre me apaixono pelas capas, essa está linda, para variar!!! O livro me ganhou com a ida aos anos 50, amo histórias que misturam passado e presente e agora estou muito muito ansiosa para ler esse livro! Pena que ela tenha exagerado um pouco na narrativa, mas se você gostou do livro mesmo assim tenho certeza que vou curtir também!!
    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Raquel você acredita que ainda não li nenhum livro dessa autora e sempre que leio suas resenhas fico mega curiosa para conhecer a escrita dela, mas minha eterna pilha de não lidos me impossibilita no momento. Mas quem sabe leia no próximo ano!!??
    Gostei de conhecer um pouco mais sobre o enredo e com certeza deve ser ótima a parte que se passa nos anos 50, sempre penso nos meus antepassados quando leio histórias assim.
    Muito bom saber que a editora está relançando os livros da autora com esse estilo de capa tão agradável. Valeu pelas informações e pela dica de leitura!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  21. Oi Kel, tudo bom?
    Também sou apaixonada pela escrita da Jojo. Ela tem o dom de escrever livros que se passam em épocas diferentes e acho isso um talento imenso porque não fica cansativo. Adoro viajar no tempo com as histórias dela e estou amando que a editora está relançando esses livros. Falta só a grana para comprar.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi, Diva. Tudo bom?
    Olha, não curti tanto aquele Como eu era antes de você, da autora. Por isso fico com um pé atrás com os livros dela. Essas premissas mais pro drama dela me parecem melhores. Recebi de ação Em busca de abrigo e espero ler em breve. Aí te conto o que achei. hehe..
    Vamos marcar alguma coisa antes das minhas aulas voltarem *-* Depois me fala como tá sua rotina, se dá pra marcar.
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  23. Olá Kel! Nunca li nada da JoJo, mas esse livri me pareceu bem interessante. O que será que acontece quando os forasteiros chegam? Que mistérios e segredos serão encontrados na casa? E o período em que a história se passa é bem glamouroso, fico imaginando a descriçáo dos detalhes que a autora deve ter posto no livro. Amei sua resenha, parabéns! Beijos!

    http://www.livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. bom, da autora eu só li Como eu era antes de você, mas amei tanto a leitura e a escrita dela que tenho vontade de ler todos os livros, apesar de ainda não ter comprado nenhum ;x
    uma coisa que me deixa com um pé atrás nessas outras obras dela é por serem ambientados durante a 2° Guerra. não curto muito tramas assim, ms por ser Jojo, acho que vale a pena arriscar hehe
    adoro livros assim cheios de drama, e apesar de algumas coisas na trama me encomodarem um pouco, acredito que vou gostar bastante

    ResponderExcluir
  25. Olá Kel!
    Ainda não li nada da Jojo, mas pretendo em breve! Das resenhas que li dos livros dela, esse foi o que menos chamou minha atenção. Porém, adorei sua resenha e talvez eu dê uma chance pelos pontos positivos do livro.
    Beijos, Nathália
    livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  26. Olá,
    nunca li nada da autora, mas tenho vontade porque o sucesso é grande rs. Gostei da premissa do livro, essa ideia de restaurar a casa e com isso mergulhar no passado, é algo que eu adoro nos lviros, sem contar essa coisa passado, anos 50, e presente século XXI. Lerei com certeza, adorei a dica, bjus!!
    http://www.lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Olá Kel, sou apaixonada pelas capas dos livros da Jojo! Já comprei um livro da autora ,mas ainda não consegui ler! :( Achei interessante o fato do livro ser divido em partes e de a história se passar em tempos diferentes. Assim que tiver oportunidade vou ler esse livro, valeu dica!
    Bjus

    ResponderExcluir
  28. Ei Kel, eu me lembro de vc falar mal da Jojo, kkkkkkk
    Mas é ótimo quando um autor do qual não gostamos num primeiro momento acaba por nos conquistar. Por isso é importante dar uma segunda chance,rs
    Eu nunca li nada da autora, por mais que os livros e as histórias pareçam ser lindos, não tive vontade o suficiente ainda.
    Esse parece interessante, mesmo não sendo o melhor, e achei legal a autora se aventurar a narrar uma trama não contemporânea, mesmo que não seja o livro inteiro
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Alguém consegue falar mal dessa diva?! ahhahaha
    Acho que a Jojo evoluiu muito com o passar do tempo, porque os primeiros livros dela eram uma bíblia! Só sei disso porque sou curiosa, ainda não li nenhum dos publicados pela Bertrand (que arrasou nas capas novas), mas esse é um forte candidato. rs

    Beiijos, Andressa
    Mais que Livros | Curtindo a Vida a Dois

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!