18 setembro 2015

# Resenha 275 // A Guardiã do Tempo

Oi pessoal, tudo bem?

Já leram um livro que conseguiu te surpreender? Um livro que tinha tudo para ser uma leitura mais ou menos, mas acaba se destacando? Esse foi o caso de Guardiã do Tempo. Gostei bastante do livro, fiquei surpreendida. E o principal, a protagonista é uma senhora idosa em busca de um "aventura".

Título: A Guardiã do Tempo // Keeping Time
Autor: Stancey McGlynn
Editora: Record
Página: 292





Sinopse: A Guardiã do Tempo - Aos 77 anos, Daisy Phillips está cansada de ser tratada como se não conseguisse cuidar da própria vida. Seu filho Dennis quer que ela venda a antiga propriedade da família em Liverpool e se mude para uma casa de repouso. Para piorar a situação, sua melhor amiga vai fazer uma longa viagem durante o verão e sua nova chefe na biblioteca a informa educadamente que seus serviços como voluntária não são mais necessários. Mas a imperturbável Daisy não vai se entregar sem lutar. Então encontra a aventura de que precisa: devolver um relógio, presente de seu primeiro amor, um soldado americano que lutou na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial. E, como ponto de partida, ela só tem o antigo endereço no Brooklyn – das cartas que os dois trocavam – e uma parte desconhecida da família que mora em Long Island para ajudá-la. Mas é o suficiente para Daisy ir atrás do que a vida ainda lhe reserva.



Aos 77 anos, Daisy Phillips pode não ter mais a energia da juventude, mas está longe de ser uma senhora inativa. Porém, um de seus filhos insiste que ela precisa vender a propriedade e se mudar para uma casa de repouso. Claro que a ideia é terminantemente banida pela mãe e decidida a provar que sabe se virar sozinha, Daisy se arrisca em algumas atividades domésticas, como trocar o chuveiro do banheiro e cuidar do jardim, mas nem tudo sai como o esperado.  O jardim acaba destruído, a casa inundada e o coração de Dasy devastado. É então que ela encontra um relógio de seu primeiro amor, um soldado americano que lutou na Segunda Guerra, e resolve fazer deste achado, uma aventura em busca do ex-namorado para entregar o objeto a ele pessoalmente. 

O livro me fez sair um pouco da minha zona de conforto. Para quem já se acostumou a imaginar personagens jovens ou entre 30-40 anos, o desafio aqui é criar uma senhora já bem idosa, com todas as suas limitações. Foi diferente, li poucos livros cujos protagonistas fossem idosos e quando acontecia, normalmente eles relembravam o passado e não se aventuravam em uma busca pelo ex namorado. 

A Guardiã do Tempo é tocante e inteligente. Impossível não se sensibilizar e se emocionar com a história de Daisy. O bacana é que ela acaba ajudando as pessoas que estão a sua volta e, com isso, feridas do passado vão cicatrizando. Sou muito sensível quando o assunto é "avós" porque a minha é extremamente especial e eu faria qualquer coisa por ela, então foi difícil não ver a Daisy como parte da minha família também

Narrado em terceira pessoa, a autora insere, com maturidade, personagens críveis e quebra o tabu da idade ao criar uma protagonista já idosa, mas decidida a buscar uma aventura. “A Guardiã do Tempo” é um livro cativante sobre a ausência de limites (e de idade) para alcançar os objetivos.

Com simplicidade, o leitor consegue mergulhar de cabeça na trama. A leitura é rápida e repleta de emoções. Nunca tinha lido nada da autora, mas me surpreendi com a sinceridade nas palavras dela e a facilidade em compor uma história como esta, sem parecer piegas  É impossível não torcer para o final feliz. A saga de Daisy, aliás, tem inspirações na história da prima da autora.

Gostei muito do livro e consegui me sentir tocada em algumas partes. É um livro simples de ser lido, não esperem uma história mega complexa. Cumpriu o seu papel.



28 comentários

  1. Oiii
    Nunca tinha lido nada com protagonistas acima de 50.Parece ser bom,mas não sei se leria.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Verdade quase não tem livros com pessoas de idade, geralmente são bem mais novos. Daisy esta passando por uma maré de azar, parece que tudo da errado pra ela, mas mesmo assim ela resolve embarcar nessa aventura der ir atrás do ex namorado para entregar o relógio, mulher de fibra. Pareceu interessante essa historia.

    ResponderExcluir
  3. Achei muito boa a premissa da história provavelmente eu gostaria bastante do livro por se tratar de uma senhora correndo atrás do que quer, pena que agora não é a hora certa para mim ler ele.
    Ótima resenha Kel! Conheci seu blog a pouco tempo mas já estou apaixonada. Beijos de luz! <3 <3

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser lindo. Nunca li algo em que o personagem fosse bem mais velho do que estamos acostumados a ver. Quero adicionar em minha lista de leitura pois sei que vou simpatizar bastante com a história, e com Daisy que irá lembrar bastante minha avó pela qual tenho um amor incondicional.
    Adorei a resenha Kel. E muito obrigada pela dica.
    Abçs!!

    ResponderExcluir
  5. Nunca ouvi falar do livro, mas ele me interessou. É muito difícil encontrarmos livros com personagens idosas e nos pouco que li com a presença deles, nenhum realmente se aprofundou na vida deles. Ou contavam sobre o passado ou nem protagonistas eram.
    A história parece ter uma premissa simples, mas gostosa de se acompanhar. Jamais imaginaria que uma mulher na idade de Daisy resolvesse sair em busca de um ex-namorado, foi uma bela quebra de tabu.
    Colocarei o livro na lista.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kel! Adorei a premissa deste livro. Assim como você eu tenho um carinho enorme pela minha avó e enquanto lia a resenha fiquei imaginando a minha avó como personagem deste livro. Seria um tanto quanto engraçado. Mas enfim, fiquei curiosa para acompanhar a aventura de Daisy.

    Beijos
    SIL | Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi querida,
    Já tinha visto sobre esse livro e acho que minha mãe ia adorar ler ele, porque é bem o estilo que ela adora. Passarei a dica. Oi querida,
    Se puder dar uma passadinha lá no blog hoje tem um post mega especial sobre a Bienal do Rio com direito a promoção.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/2015/09/bienal-do-rio-2015-parte-i.html

    ResponderExcluir
  8. Eu não costumo ler livros em que a protagonista é idosa, o único que li até hoje é Encontros no Parque e gostei bastante do livro.
    Esse livro parece ser muito bom também, e ele parece ser bem tocante mesmo.
    Quero ler esse livro, mas ainda não é uma das minhas prioridades...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Que fofa essa história. Apesar de não ser um livro que eu pensei "Ai meu coração, preciso le-lo urgente" imagino que a história seja super legal e divertida! Nunca li livros que se tratasse de um romance assim, esse o primeiro que me aparece. Maas, nunca é tarde para um grande amor!
    Beijinhos <3 !
    vorazesleitoras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Não conhecia esse livro, ele parece ser bacana, gosto desse tipo de história menos complexa e boa de se ler, parece ser muito interessante, fiquei curiosa.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, Kell.
    Eu amei a capa desse livro, linda demais. E a história parece ser ótima também. Já deixei anotado aqui para ler. Me lembrou o enredo do filme Cartas para Julieta, acho que é esse o nome hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi Kel! Não conhecia o livro e nem outro que tivesse uma protagonista idosa. Fiquei curiosa com a jornada dela e como todo mundo merece um final feliz... devo dar uma chance. Leituras simples tendem a surpreender tanto quanto aquelas que já te arrepiaram na sinopse. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Não conhecia a autora nem o livro.
    Fiquei interessada em ler, pois achei a história diferente.
    O único livro que li em que a personagem principal era um idoso foi Uma longa jornada e um dos fatos que me fizeram gostar do livro foi que a visão do idoso era em primeira pessoa.
    A Daysi pareceu ser uma personagem ótima!
    Fiquei curiosa para saber mais sobre sua aventura.

    ResponderExcluir
  14. Antes de mais nada amei essa capa, tão simples e cheia de beleza nas pequenas coisas.
    A segunda coisa que chamou minha atenção foi a idade da personagem, deve ser maravilhoso mudar um pouco nosso ponto de visão, a maioria dos livros que lemos seus narradores são jovens. Gosto dessa possibilidade de acompanhar a história pela ótica de alguém experiente e querendo provar que pode sim cuida-se só, além do desejo de ter seus direitos respeitamos.

    Fiquei curiosa para acompanhar as aventuras de Daisy, vou correndo colocar na minha lista de desejos!!! Que bom que a leitura te conquistou e sensibilizou. Amei saber sua opinião viu!!!
    E para fechar com chave de ouro a narrativa é em terceira pessoa!!!! Você me convenceu. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não conhecia esse livro, mas gostei bastante da capa.
    Apesar de me parecer um livro bonito e emocionante, eu não sei se o leria. Não me senti empolgada com essa leitura...
    Ainda assim, ótima resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Ola Kel nunca li um livro com a protagonista dessa idade e estou muito curiosa ainda mais com o fato dela ir ajudando as pessoas, e veja só nessa idade ela não quer ficar parada, acredito que seja o fim para ela ir para a casa de repouso. Dica mais que anotada quero muito ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bom? Nunca li nada parecido, mas anotei aqui esse livro. è diferente de tudo que li e acho muito legal descobrirmos coisas novas, principalmente no meio literário. Parabéns, sua resenha foi suave e me fez querer ler este livro. Beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Achei muito fofa a xícara na capa do livro. Entrou para minha lista de desejados assim que vi que a história vai falar sobre uma idosa correndo atrás de seus objetivos. Provavelmente não vou ler logo, mas acho que vou conseguir tirar alguma mensagem boa do livro quando ler...
    Beijos de luz!

    ResponderExcluir
  19. Nossa, amei! Também adoro avós e imaginar uma vivendo aventuras, é muito estimulante. Vou ler. bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi Kel, tudo bem??
    É tão bom quando um livro nos surpreende e termina nos prendendo, não é mesmo???
    Eu sinceramente achei a história bem legal... fiquei imaginando a aventura que a personagem viveu para encontrar seu ex-namorado, ainda mais pelas limitações de sua idade... não sei se leria este livro no momento, mas achei a premissa interessante... Xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Kel!
    Q legal uma experiência de leitura nova, p mim tb ia ser super novidade ler algo com uma protagonista mais idosa, e sinceramente fiquei curiosa p saber a sensação, mas eu achoq ia adorar. Ainda mais q é uma leitura que prende a gente e surpreende tb!
    Bjos!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  22. Nunca tinha visto nada dessa autora e nem lido algo sobre esse livro, mas confesso que gostei. Principalmente por conta da idade da personagem, já que nunca li nada com alguém que fosse mais velha e sofresse as limitações características. Também acredito que vai me tirar da zona de cigarro e por isso já quero ler!

    ResponderExcluir
  23. Oi Kel,
    Não conhecia o livro, mas parece ser mesmo lindo e comovente. Realmente, é raro vermos livros com protagonistas mais velhos, geralmente são eles relembrando o passado, ou como personagens secundários. Essa busca da senhora por seu antigo amor me lembrou o filme Cartas para Julieta, mas nele o casal de idosos era coadjuvante
    Beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi Kel,
    Eu vi esse livro numa livraria perto da minha casa e confesso que mesmo não sendo o tipo de livro que eu leria, me interessei muito pela história. Acho que eu vou dar uma chance para o enredo, pode ser que eu goste.

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oi Kel, não conhecia o livro, mas achei a premissa muito fofa, adoro histórias assim que transmitem sentimentos, impossível não ver Dayse como uma pessoa da sua família, na hora lembrei da minha avó que mesmo com seus 84 anos (acho que é isso) e um problemão no joelho ela se mantém ativa. Quero muito ler esse livro.
    Bjkas

    ResponderExcluir
  26. Oi Kel, tudo bem?

    Depois de ler tantos livros cheios de drama acho que essa é uma boa dica de leitura. Não conhecia o livro, mas gostei muito da premissa e vou tentar ler em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!