07 agosto 2015

# Resenha 259 // O Príncipe dos Canalhas

Olá, bookaholics!

Apesar de todo mundo parecer ter lido um romance histórico da série de romances históricos que a arqueiro vem lançando, eu não tinha lido nenhum ainda. E, hoje vou postar minhas impressões sobre o primeiro romance histórico desta série da arqueiro que eu li: O príncipe dos canalhas.

Título:  O príncipe dos canalhas // Lord of Scoundrels
Autor: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Livro cedido em parceria com a editora


Sinopse: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Jessica é uma mulher de personalidade que não se deixa controlar pelas regras da época e por homem algum que ouse tentar domá-la. Além de ousada e determinada, Jessica também é inteligente e por isso, se nega a admitir que sente uma forte atração por Dain logo na primeira vez que o vê. Dain também não consegue acreditar que foi fisgado por uma mulher respeitável como Jessica, já que desde sua infância, ele tenta chocar e assustar todos que estão ao seu redor para garantir o respeito que tanto preza. Dain leva uma vida promíscua e lidera seus negócios com mãos de ferro, tentando a todo custo sufocar os sentimentos que ele tenta superar desde que foi abandonado por sua mãe e trancafiado em um colégio interno por seu pai. Ele é conhecido como Belzebu, identificação que ele mesmo cultivou e gosta de acreditar que é verdadeira. Dain é inteligente e atrevido e apesar de ser considerado feio e um potencial fracasso, é muito charmoso e se tornou um homem de sucesso.

Como não poderia deixar de ser, duas personalidades tão fortes não poderiam viver um amor fácil e tranquilo. Do início ao fim, eles vivem uma paixão que vai do amor ao ódio, dos tapas aos beijos, da alegria a fúria e assim por diante. Como na clássica história da Bela e a Fera, Jessica desperta em Dain sentimentos soterrados pela fúria, rejeição, desprezo, abandono e todos os sentimentos ruins que marcaram a sua vida até o momento em que Jessica chega e mostra a ele que ela é capaz de amá-lo do jeito que ele é.


" Se eu não fosse tão apaixonado por você, a jogaria pela janela "
Fiquei muito curiosa para ler os livros da Loretta Chase, pois como disse anteriormente, todo mundo parece ter lido os livros dela, além disso, os comentários que eu vi sobre o livro foram muito positivos. Quando percebi que o livro se tratava de uma releitura do livro a Bela e a Fera, minhas expectativas aumentaram de forma exponencial, afinal quem é que não gosta de um bom conto de fadas?

Bom, gostei bastante dos personagens, que fogem do esteriótipo dos romances comuns e tem personalidades fortes que não mudaram depois de se conhecerem (como aliás acontece quase sempre nos romances). Os diálogos são bem feitos e a história é estruturada em duas partes (não vou falar quais são para não dar spoiler, mas quando vocês lerem irão notar a diferença). Um ponto negativo, pelo menos para mim, é o fato do livro ter várias partes um pouco mais picantes (que eu pessoalmente não curto). Felizmente, o conteúdo fora destas cenas era bem interessante e me fazia querer ler cada vez mais. Confesso que nos momentos finais, o livro ficou um pouco massante e isso tirou um pouco do brilho do livro. Por isso e por causa das partes eróticas, dei três estrelas.




23 comentários

  1. Adoro romances de época e O Príncipe dos Canalhas chamou a minha atenção quando foi lançado, mas com o tempo diminuí minha expectativa por segurança e algumas resenhas meio que comprovaram que talvez tenha sido uma atitude sensata.
    Jessica e Dain parecem personagens fortes e que não dão o braço a torcer fácil, o que pode ser bom ou ruim, dependendo de como for trabalhado. Relações de amor e ódio podem ser interessantes ou cansativas, varia muito de acordo com o desenvolvimento da história.
    Nunca fui fã de romances eróticos e cenas hot para mim podem ser dispensadas em um bom romance, mas em certos casos não me importam se forem sutis e curtas, nada muito explícito.
    Não sei ao certo o que esperar do livro, mas espero gostar da leitura futuramente, mesmo que pouco.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Descobri o blog hoje mesmo, e já encontrei esse livro que me parece ser muito bom - to adorando, particularmente, essa onda de romances de época. Mesmo com as três estrelas provavelmente continua na minha lista, porque a história em si parece muito boa - dos pontos negativos, pelo menos um já é comum nos livros de hoje em dia, então já me sinto um pouco mais habituada. Adorei a resenha, beijos :*

    ResponderExcluir
  3. eu ja li e confesso que quis dar umas pauladas no Dain, mas no fundo é impossivel não se apaixonar por alguém tão sofrido e por uma mocinha tão sagaz quanto Jessica
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tô tão ruim pra ler, acredita? ): mas eu gostei tanto dessa resenha! ♥

    Beijinhos! • Amanda Vitória Blog

    ResponderExcluir
  5. Sempre gosto de ler as opiniões sobre esse livro, porque para mim foi o romance de época mais divergente que li até agora (isso em relação às outras séries lançadas pela editora arqueiro) mas nem por isso ele me desagradou, pelo contrario achei original e confesso que nem sabia dessa relação com a Bela e a Fera. Sim, e esse foi o primeiro livro da autora lançado pelo editora. Pelo que sei em todos os romances de época tem essas cenas mais eróticas, cada autor tem sua dosagem.
    Enfim parabéns pela leitura e leia Julia Quinn vc vai adorar!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  6. Oie!!!
    Eu ainda não li esse livro, mas já está aqui na minha estante esperando eu decidir qdo vou ler... kkkk
    Essa é a primeira resenha q leio q não foi positiva. Até estranhei pq o pessoal tem falado muuuuuito bem.
    Enfim, dos pontos q destacou como negativo o único q me incomodou foi vc ter comentado q o final é um pouco massante. Já as partes mais picantes eu fiquei até curiosa, pois eu amo (qdo é bem escrito, é claro).

    ResponderExcluir
  7. aah, eu também não li nenhum dos romances dessa leva da arqueiro :( hahaha
    mas tenho curiosidade em ler todos! todos parecem ser ótimos! hehe
    gosto de personagens mulheres que tenham personalidade forte assiim... já sinto uma grande simpatia pela Jessica hahaha
    nossa, que quote lindo! hahahahahahahahahahha
    nunca li nada da autora também. na verdade nem sabia que ela tinha mais livros Oo
    quero muito ler este aqui!! :D

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nati! :)
    Eu descobri que AMO romances históricos depois que li "Uma praça em Antuérpia", da Luize Valente. Mas esse livro que eu li me parece ser muito diferente de todos esses livros que trazem mulheres com vestidos antigos na capa... Esses livros da Arqueiro me parecem ser livros românticos cuja história acontece no passado, estou errada? E "romance histórico" é um conceito mais abrangente: Romance é simplesmente um gênero que conta a história de vida de uma personagem. Logo, um romance histórico é a história de vida de uma personagem que viveu há muitos anos. Não significa necessariamente que será uma história romântica e melosa, sabe?
    Apesar de que não necessariamente esses livros da Arqueiro são melosos, essa é só a impressão que o trabalho editorial deles me passa. E nem é ruim, é muito bom, só não combina muito comigo. Hahahah
    Gostei muito da sua resenha, principalmente quando você conta que os personagens desse livro fogem do estereótipo. Adoro quando isso acontece! <3
    Um abraço,
    Mona
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  9. Esse livro parece ser lindoooo
    como ja gosto de romances de época e sempre bom mais um
    e esse deve ser mto bom amoo quando os opostos se atraem haha
    ainda mais quando esse oposto é um canalha que tem que ser consertado haha
    ja queroo mto ler
    amei a resenha bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Natiane!
    Os 2 pontos que te desagradaram não me incomodaram nem um pouco, pelo contrário. Adoro hot! E o final, a questão familiar toda, me tocou bastante, então fiquei bem ansiosa pra saber o desfecho.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Também não entrei nessa onda de romances históricos da Arqueiro, mas de todos os lançados esse foi um que me despertou curiosidade justamente por ser uma releitura de um dos contos de fadas mais famosos que existem (adoro essas releituras). Assim como você, creio que as cenas picantes também me incomodariam, pois não sou muito dã de livros que trabalham esse estilo narrativo, mas é mais uma questão de gosto pessoal mesmo. Também gostei muito desse conflito de personalidades dos personagens, me deixou mais curioso. Ótimo texto.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?

    Eu já esse livro e amei. Amei. Amei. Já eu amo romance de época e sempre estou lendo. Gostei muito da escrita da autora e pretendo ler outros livros dela. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  13. Oi Nati!
    Eu sou apaixonada por romances históricos! Adoro a mistura de ficção e realidade! Eu já estou namorando "O Príncipe dos Canalhas" há um bom tempo! Logo, logo ele estará na minha lista de leituras!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ola Nat eu amei esse livro principalmente os diálogos inteligentes entre os protagonistas, a capa está divina, Jessica é uma protagonista que adorei por sua personalidade marcante. Espero ler outros livros da autora. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Natiene, li esse livro e o que mais gostei foi a forma como a autora trabalhou a referência a Bela e a Fera, mas mesmo tendo gostado disso achei que é como qualquer outro livro do gênero, pelo menos no quesito personagens, já que eles vivem as turras, não foi algo surpreendente ao meu ver. Mas de qualquer forma gostei muito do livro, foi legal acompanhar a história!

    ResponderExcluir
  16. Nati, sempre digo que todos devem experimentar um romance de época, mas se essas cenas hots te incomodaram, vai ser difícil você gostar 100% de qualquer livro do gênero. Pode ser em mais ou menos quantidade, mas sempre tem cenas hots em romances de época.
    E eu curti o final... Achei que foi uma forma da autora fazer um romance além do esperado.

    Beiijos, Andressa
    Mais que Livros | Curtindo a Vida a Dois

    ResponderExcluir
  17. Oi, Natiane! Eu ainda não li nenhum livro de época da Arqueiro e cada vez que vejo uma blogueira admitindo ter se rendido a esta febre eu me sinto como a ultima mortal :( heheh
    Preciso começar logo, mas acho que não seria com este. Bom, primeiro não sou fã de A Bela e a Fera, e pensar em ler uma historia que seja uma releitura deste clássico me desanima um pouco e segundo é que eu também não gosto muito de cenas picantes nos livros, realmente não me agradam tanto assim.
    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  18. Oi Kel, sua linda, tudo bem
    Essa é uma das histórias que eu mais quero ler no momento depois de tantos elogios e saber que mesmo não fazendo muito o seu estilo você não conseguia parar de ler, só me deixa mais animada. E eu não sabia que era uma releitura de A Bela e a Fera, que eu adoro, então, já ganhou pontos e subiu na minha lista, risos... Sua resenha ficou ótima!!
    Beijinhos.
    Cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá... tudo bem Natiane... eu tenho altas expectativas pela leitura desse livro e mesmo com suas ressalvas ela se mantiveram, porque adoro um romance de época, com uma mocinha de personalidade forte... tenho vontade de conhecer essa história, pois sei que vou me sentir contagiada... é uma pena que o livro não tenha surtido um efeito muito bom na leitura, mas que pelo menos foi satisfatório, certo? Xero!!!

    ResponderExcluir
  20. Também não curto essas partes picantes, não sou nada fã de hot, e acho que por isso nunca serei uma super fã de romances de época, estou lendo Julia Quinn e acredito que vou parar nela. Essa questão da parte maçante no final também me desagradaria. Tinha até alguma vontade de ler esse livro, mas acho que vou deixar passar.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  21. Oi Natiane, tudo bem?

    Tenho vontade de ler esse livro, embora não curta muito romances de época. Mas minha vontade de ler foi mais pelos personagens bem característicos e sem ser estereotipados. O conteúdo hot não me incomoda muito, desde que exista um bom desenvolvimento da história e não fique apenas no sexo.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  22. Olá

    Esses romances de época anda fazendo muito sucesso, realmente.
    Achei interessante vc comentar que os protagonistas tem personalidade forte e que não mudaram depois de se conhecerem. A maioria dos livros que tratam sobre essa temática torna os personagens muito melosos e isso acaba estragando a história. Sendo assim, ponto para "O príncipe dos canalhas"!

    Academia Literária-DF

    ResponderExcluir
  23. Nati!

    Acredita que comprei este livro hoje no Submarino? Estou louca louca para lê-lo. Pelas resenhas que li me apaixonei pela Jéssica já na primeira resenha lida, pois amodoro mulheres fortes, destemidas que confiam o próprio taco e questiona dogmas sociais e algumas regras idiotas da sociedade. Sebastian ou Marquês de Dain, deve ser um adorável incorrigível ou quase isso. Quero muito saber como estes dois vão acabar e já estou preparada para rir muito, pois dizem que tem coisas muito engraçadas.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!