# Resenha 224 // Cidade Murada

Oiee pessoal, tudo bem?

Espero que sim. Livro recém lançado da Seguinte, Cidade Murada chegou para mim como uma prova antecipada. E a responsabilidade de quem lê um livro antecipadamente é enorme! Como defender uma leitura que acabou de ser lançada, de uma autora que muita gente ainda não conhece. Nem sei se a resenha vai fazer jus a esse livro tão surpreendente. Mas eu juro que vou tentar. 

Título: Cidade Murada // Walled City
Autor: Ryan Graudin
Editora: Seguinte
Páginas: 400
Prova antecipada cedida em parceria com a editora


Sinopse: A Cidade Murada é um terreno com ruas estreitas e sujas, onde vivem traficantes, assassinos e prostitutas. É também onde mora Dai, um garoto com um passado que o assombra. Para alcançar sua liberdade, ele terá de se envolver com a principal gangue e formar uma dupla com alguém que consiga fazer entregas de drogas muito rápido. Alguém como Jin, uma garota ágil e esperta que finge ser um menino para permanecer em segurança e procurar sua irmã. Mei Yee está mais perto do que ela imagina: presa num bordel, sonhando em fugir… até que Dai cruza seu caminho. Inspirado num lugar que existiu, este romance cheio de adrenalina acompanha três jovens unidos pelo destino numa tentativa desesperada de escapar desse labirinto.



Jin Ling, Dai e Mey Yee. Esses são os nomes dos nossos protagonistas. O primeiro é uma menina que se faz passar por homem para tentar sobreviver à Cidade Murada e encontrar a irmã que foi vendida pelo próprio pai  alcoólatra para um bordel.. O segundo é um rapaz cheio de mistérios, envolvido com traficantes e parte integrante de corres de drogas pela cidade. A outra é a irmã perdida que vive entre clientes e charutos na realidade chocante de um bordel onde menores são obrigadas a viverem como prostitutas. O destino destas três pessoas estão entrelaçados. Mas existe um detalhe: sobreviver à Cidade Murada é difícil. Sair dela, é praticamente impossível. 

Não é de hoje que adoro livros young adults. E se for young adult com um enredo acelerado e personagens marcantes, melhor ainda. Não teve como não gostar de Cidade Murada: livro inteligente, com uma história bem amarrada, impossível de soltar a respiração! Sé é nos pequenos frascos que escondem as grandes fragrâncias, é neste livro com uma capa que, inicialmente me pareceu confusa, que está uma baita história que merece ser lida por todo mundo.



Triste, chocante, intenso. Três palavras que definem bem o conteúdo de Cidade Murada. É impressionante ver crianças/adolescentes na luta para sobreviver em um mundo sem nenhuma perspectiva. Diante da falta de opção, Jin Ling, Dai e Mey Yee tiveram que amadurecer muito cedo.

Preparem-se para amar Dai, torcer por Mey e se sensibilizar com Jin. A autora conseguiu criar personagens incríveis, fortes e que fazem a diferença no livro. Ela foca muito nos sentimentos controversos e deixa alguns mistérios confundirem o leitor. Gostei como Ryan vai ligando os pontos aos poucos, sem estragar a surpresa final. 

O livro é narrado em primeira pessoa, alternando os pontos de vista entre os três protagonistas. Os capítulos são curtos e eles são divididos conforme uma contagem regressiva. E conforme o tempo vai se esgotando, o enredo vai se tornando ainda mais claustrofóbico. Me agarrei ao livro e não conseguia parar de ler. Palmas para a autora que, com seu incrível talento, prende o leitor com uma narrativa ágil e bem amarrada.




Adoro livros onde os autores se dedicam a história e fazem pesquisas para a construção do conteúdo. Na nota da autora, no final do livro, podemos saber um pouco de como foram as pesquisas de Ryan para escrever Cidade Murada. Como falei no inicio da resenha, apesar desta ser uma obra de ficção, a Cidade Murada existiu em Hong Kong (o livro, aliás, trás fotos do local), mas com o nome de Kowloon. O local era conhecido pela enorme violência, imensa densidade populacional e constante violência. Com o tempo, o governo iniciou um processo de desocupação, até que a cidade foi destruída para a construção de um parque.  Mas, ainda que essa realidade pareça estar tão distante geograficamente de nós, é impossível não associar com o que acontece nas periferias do Brasil. Quanta falta de expectativa, quantas crianças perdidas para as drogas e para prática da violência.

Cidade Murada é mais uma aposta acertada da editora Seguinte que presenteia o leitor com um livro denso que gera muita reflexão e questionamento. Dizer que amei a leitura é pouco. Me surpreendi e me impressionei. Foi dificil me despedir de Jin Ling, Dai e Mey Yee, mas, com certeza irei vê-los em breve porque Cidade Murada não foi feito para ficar na estante, foi feito para ser lido e relido, e relido,  e relido...





35 comentários:

  1. Interessante...não conhecia esse livro, mas parece ser uma história bem densa e tensa. Realmente essa capa é bem confusa e como já disse em algum comentário anterior aqui no blog, eu compro livros primeiro pela capa e se dependesse dessa capa...ele iria ficar nas prateleiras da livraria. Mas pela história eu daria uma chance a esse livro. Mas 400 páginas!? Senhor...no momento tô enrolada, então vai pra lista de futuras compras da Bienal, pois no momento não conseguiria dar conta dessa leitura de qualquer jeito mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Oi Keeell!!
    Enredos acelerados são os q mais gosto!!
    Acabei de ler outra resenha sobre este livro tb, e foi bem positiva q nem a sua, fiquei super curiosa p conhecer mais a história, e o q m intrigou mais foi o fato da cidade murada ter sido real!!
    Bjos!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Kel!
    Eu acho bacana ficção baseada em algo que já existiu. Cidade Murada me chamou muito a atenção nesse sentido, ainda mais por ser uma história bem desenvolvida, com personagens marcantes e um ritmo intenso e eletrizante, como parece ser.
    Já quero ler!
    Ótima resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  4. Nada como um livro inteligente e sem pontas soltas, né? Adoro quando tem uma narrativa que me faz prender o fôlego sem nem perceber. E gosto quando o autor alterna entre os personagens, porque isso deixa o leitor mais próximo deles. Fiquei bem interessada depois de ver a sua recomendação. Acho que vou gostar, então já foi para a lista.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oie Kel!!!!
    Pra eu comprar esse livro só lendo uma boa resenha dele como essa sua... pq pela capa acho q nunca compraria.... rsrrsrs nada a ver!!!
    Mas sua descrição da história foi bem interessante e fiquei intrigada! Os personagens tb parecem ser bem fortes e intensos.
    Não sei se colocaria ele na frente de muitas outras leituras q tenho, mas acho q posso colocar na minha lista de desejos... rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Oi Kel, tudo bem?
    O livro tem uma premissa bem interessante! Eu curto muito livros de suspense e ação então fiquei bem interessada por essa história.
    Gostei do fato do livro trazer personagens fortes, pois não tenho muita paciência para livros cheios de drama!
    Muito legal o fato de a autora ter pesquisado bem para escrever esse livro!

    Beijão :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Kel! Acabei de ler a resenha da Andressa, e tal como você ela ficou impressionada, adoro livros que trazem histórias que nos deixam sem ar, e ainda mais baseados em algo real. Adoraria ler A cidade da murada em breve.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Não sei faz bem meu estilo mas gostei.
    Abraços! http://diario-noturno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Vi outras resenhas desse livro e a pessoa também gostou bastante. 400 páginas, tem cara de ser um livro denso, tenso e cheio de personalidade haha Eu gostei, parece ser um ótimo livro.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  10. Oi Kel

    Amei esse livro achei ele muito dinâmico e envolvente os capítulos intercalados e curtos dá mais um ponto positivo a leitura confesso que os nomes no começo confundem mas depois o livro é ótimo eu amei!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Kel, tudo bem? Gostei bastante da sua resenha e com certeza é um livro que quero muito ler. Parece ser um enredo tão próximo de nós, pois vemos situações como essa sempre na TV e tantas pessoas convivem com isso diariamente. Gostei de saber que é uma leitura fluida e gostei das narrativas intercaladas... e eu também adoro quando os autores fazem pesquisa para criar os seus livros o mais próximo possível da realidade.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  12. Parece totalmente meu tipo de livro hahaha! Gostei da sua resenha, das fotos, mas principalmente da história do livro. Personagens bem construidos, um ambiente que realmente existiu, além de uma escrita meio alucinante com certeza me cativam! Eu acho q vc fez jus ao livro, e eu ja to de olho nesse para minha lista de desejados hahaha

    ResponderExcluir
  13. Oi Kel, tudo bom?

    Esse livro não tinha me chamado tanta atenção não, a capa não foi atraente para mim. Mas depois da sua resenha, fiquei curiosa para conhecê-lo. Achei que fosse uma leitura arrastada, mas que bom que é ao contrário. Espero lê-lo em breve!

    Beijos,
    http://www.estantedarob.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ei Kel, tudo bem?

    Esse livro é bem carregado no drama, neh. Achei muito interessante trazer coisas de acontecimentos reais, o que torna a trama mais reflexiva assim como você fez a comparação com as favelas do Brasil.
    Fiquei curiosa.
    Parabéns pela resenha!

    Bjin da B

    Mundo B - Paixão, Amor e Outros Vícios

    ResponderExcluir
  15. Oláá
    Já tinha ouvido falar um pouco sobre o livro e parece ser bem diferente e interessante, sua resenha ficou muito boa e que bom que gostou tanto da leitura, espero ler em breve caso tenha oportunidade.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, Kel! Tudo bem? :3
    Infelizmente eu não consegui participar da ação desse livro, mas estava super curiosa para começar a conferir as resenhas sobre ele. Não fazia ideia de que se tratava de um livro tão intenso e real. E o que mais me chocou foi descobrir que a Cidade Murada realmente existiu - e concordo com você sobre as associações que podemos fazer com o nosso país.
    Fiquei um tempinho pensando sobre a vida que cada um dos personagens, sobre os sonhos que eles deveriam ter e de como deveria ser difícil sobreviver em meio ao caos. Juro, cheguei a ficar arrepiada!
    Você se saiu muito bem ao nos apresentar mais detalhes sobre essa obra que, com certeza, irá entrar para minha lista de desejados.

    Mil beijos :*
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  17. Oi Kel, Cidade Murada parece ser uma história forte e fascinante! Gosto de ficções que são ambientadas em ambientes reais. Adorei saber que a autora se debruçou às pesquisas e que trás isso ao final do livro. Estou encantada e com certeza vou ler!
    Beijos
    Porão da Liesel

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?

    Acabei recusando essa prova por não fazer muito meu estilo, mas vendo sua resenha, senti uma pontada de arrependimento T_T. Adoro personagens cativantes e um enredo bem trabalhado. Confesso que não achei a capa bonita, mas gostei dos detalhes que representam uma visão panorâmica de como é a cidade. Também gosto quando os autores se dedicam a fazer pesquisas para deixar sua história mais rica em detalhes. Vou ver se solicito na próxima news da editora ;)

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Nossa, vendida pelo próprio pai para um bordel? Que pai é esse, né? É a segunda resenha que leio sobre o livro, e a segunda que elogia muito a narrativa. Mesmo assim, não pretendo ler, o tema dele não me interessou, apesar de ser uma história tão ágil e bem amarrada que gera reflexões e questionamentos.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  20. Oi Kel, tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro e primeiramente a capa não me chamou a atenção, mas ao ler sua resenha fiquei absorta na leitura e embarquei nesta história tão densa. Me parece ser um livro triste e de muita emoção, né? Deve ser horrível para essas crianças passarem por isso. Enfim, dica mais do que anotada e quando lançar eu vou ler com certeza. Parabéns pela resenha, ela está maravilhosa.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  21. A mula aqui conseguiu a prova, mas enfiou na cabeça que o prazo era dia 31 e não conseguiria de jeito nenhum ler, aí passei pra Dreh. Quando ela pegou, viu que era dia 10. Linda eu, né? Hahahaha! Ela gostou menos que vc, mas gostou mesmo assim.
    Eu tinha curtido a proposta (tanto que pedi, dã!) e ainda pretendo ler, mesmo com esse atraso da confusão. Acho ótimo quando o autor pega um fato real e inventa uma história por trás dele.
    Ah, a Agnes roubou a cena das fotos. hahahahaha
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  22. Oi kel tenho grandes expectativas para essa distopias a dressa falou dele e logo me intesserei, gostei do enredo por ser bem diferente de todas que ja li! Bjkas

    ResponderExcluir
  23. Oi Kel, sua linda, tudo bem?
    Eu comecei a ler sua resenha, já ia comentar o que achei logo no início, já tenho opinião formada sobre esse tipo de comportamento, quando resolvi esperar pelas suas últimas palavras e foi aí que parei e prendi a respiração sem querer: você disse que foi tudo verdade, que essa cidade existiu. Ai pensei que coisas piores com certeza aconteceram a pessoas de verdade. Meu coração está apertado, porque essa realidade infelizmente ainda exite em vários países, inclusive no Brasil. E fiquei mal ao lembrar disso. Sabe, esse nome é perfeito: não vivemos todos do lado de fora de uma cidade murada? Não sei se pensou nisso durante a leitura. Mas a sensação que tenho é que as vítimas estão do lado de dentro e a nossa perspectiva é de fora e rezo, não para que nunca ultrapasse os muros e sim que eles sejam destruídos como de fato aconteceu em Hong Kong. Esse é o tipo de leitura que todos deveriam fazer, às vezes, precisamos ser incomodados, precisamos ficar mal, não podemos ficar do lado de fora para sempre. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Fiquei lendo a sua resenha e pensando: eu quero, eu quero, eu quero!
    A premissa chamou muito minha atenção.
    Acho que eu já tinha ouvido falar dessa cidade murada que existiu.
    Vou dar uma pesquisada depois.
    Tenho certeza que deve ser uma leitura densa que vale muito a pena!
    Bjs
    Www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Já fiquei impressionada com a sinopse, imagina se chego a ler o livro todo. Espero ler muito em breve, pois gostei mesmo da premissa da história. Acho muito legal quando uma outra história é criado onde outra já existiu; eu já tinha visto algum comentário sobre essa cidade murada em Hong Kong, mas nunca parei pra procurar e saber mais. Certeza que vou querer ler o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  26. Oi Kel
    Sua resenha não polpou elogios a obra. É verdade que a capa não diz muita coisa, mas imagino que a história deve ser mega interessante com tudo que aborda, ainda mais que esta cidade realmente existiu.
    Amei a resenha e estou louca para ler o livro!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Oi Kel, tudo bem??
    Eu não dava muita coisa pela capa desse lido, mas depois que comecei a ler algumas resenhas, fiquei perplexa com o enredo proposto... gostei muito do que o livro traz, da história a ser contada... ainda mais de saber que a cidade murada realmente existiu... mesmo sabendo que o livro é uma ficção, mas saber que teve sim uma cidade através dos muros faz a mente do leitor viajar com mais vontade.... curti bastante a sua resenha e perceber sua empolgação... dica mais que anotada... xero!

    ResponderExcluir
  28. Ainnn a Seguinte com a suas provas, a experiencia com Mentirosos foi maravilhosa! Se eles apostam nesse livro eu aposto todas as fichas, só tenho lido resenhas positivas e agora lendo a sua fico ainda mais animada! Estou ansiosa para a leitura!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  29. Oi Kel, tudo bom?
    Eu adorei essa história e é quase impossível não ficar com o coração na mão quando a trama foi se desenvolvendo. Minha personagem preferida foi a Jin. Gostei muito da narrativa ter sido contada pelo olhar de 3 personagens. Um YA com uma história bem escrita e envolvente.
    Beijos,
    http://www.livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Parece ser um livro muito lindo mesmo!
    Mas, da muita dó de ler esses livros, depois de ler eles, da uma loucura, uma vontade imensa de sair correndo e tentar fazer algo de útil, de valioso para essas pessoas que sofrem com essa violência desde cedo. A perca da infância, e muitas vezes, da vida!
    bjoos

    ResponderExcluir
  31. Sabia que ia ter resenha deste livro aqui, mereceu as 5 estrelas. Eu li semana passada e amei ele envolve o leitor,todos que conheço estão lendo e estão não poupam elogios igual mim.Não dava nada na capa, mas ainda bem que escolhi ele na Livraria.

    ResponderExcluir
  32. Oi, Kel!
    Nossa, já quero muito esse livro! Gosto muito de histórias com ritmo acelerado, daquele jeito que você não consegue parar de ler enquanto não terminar. Gostei da premissa da trama, tenho a impressão de que arranca algumas lágrimas. Perder a infância não deve ser fácil e quando lemos livros que tratam desse assunto, parece que nos aproxima de uma realidade que não é a nossa, mas que é a de muitas crianças pelo mundo. Ótima aposta da editora. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi Kel, tudo bem? Fiquei curiosa com relação a esse livro, você é a segunda pessoa que eu vejo falar bem. Também gosto quando há uma pesquisa por trás da história, não sabia que já tinha existido esse conceito da Cidade murada em Hong Kong. O livro parece ser tenso e emocionante! Acho que vale a pena conhecer!
    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. Oi Kel, tudo bem?

    Essa é a segunda resenha que eu leio sobre este livro e se não fosse as resenhas acho que provavelmente ia acabar não lendo. Eu gosto de livro assim, que tiveram uma boa pesquisa antes de ser escrito e com uma escrita que te prende na história. Não gosto de livros parados onde a história se arrasta. Espero poder ler Cidade Murada em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!