# Resenha 209 // O encantador de flechas - Supernova

Oi Bookaholic, tudo bem com vocês?

Bom, eu sou a nova colunista do Por uma Boa Leitura. Me chamo Natiane, faço faculdade de administração e vou ficar com vocês por um bom tempo. Espero que gostem das minhas resenhas que serão feitas com muito carinho pra vocês. Então, vamos parar de conversa fiada e ir direto a resenha.


Título: O encantador de flechas
Autor: Renan Carvalho
Editora: Novo Conceito
Páginas440
Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: Imersa em uma ditadura ideológica, a isolada cidade de Acigam sofre com a ameaça da guerra civil. De um lado, a Guilda, um grupo que usa os ensinamentos da Ciência das Energias para exigir os direitos da população. Do outro, um governo tirano, com soldados especialistas em aniquilar magos, nome vulgar dado aos praticantes de tal ciência. No meio desse conflito vive Leran, um garoto prestes a se formar na escola e não sabe qual futuro pode ter em uma cidade como Acigam. Após o envolvimento dos membros de sua família na rebelião, ele percebe que também está fadado a participar da guerra e vive uma aventura alucinante para descobrir mais sobre a misteriosa ciência que permite encantar objetos com a energia dos elementos. Leran deverá conciliar suas preocupações com a irmã mais nova, a recente vida amorosa e o medo de ser capturado pelos terríveis silenciadores.



Leran é um menino normal que se destaca como um dos melhores alunos de arco e flecha em sua escola. Em um dos últimos dias de aula, ele é presenteado por seu professor com um arco novo. Ele mora com sua mãe e sua irmã Luana. Seu pai faleceu há alguns anos. Leran é inteligente, mas ao mesmo tempo ingênuo sem ter a menor ideia do que acontece a sua volta. 

Leran tem aulas de ciência com seu avô clandestinamente, já que o governo não vê com bons olhos esse tipo de ensino. Nessas aulas seu avô o ensina sobre a Ciência das Energias e ele aprende a encantar objetos. Mesmo com a proibição desse do uso e disseminação deste tipo de ciência, Leran não imaginava que as aulas com seu avô iam por a vida de toda a família em risco. 

Acigam é uma cidade isolada há quinze anos e que possui restrições com relação a magia e a ciência. Justamente por esse motivo, Acigam é muito atrasada em comparação com as cidades vizinhas. Em Acgim, as pessoas que usam magia são chamadas de magos e são perseguidas pelo governo. Entretanto, existe a Guilda, um grupo de comerciantes que usam magia e na esperança de derrubar o governo, estão prestes a começar uma guerra civil. Para fazer frente aos da Guilda, o governo treinou um grupo de guerreiros altamente perigosos denominados Silenciadores. Leran, antes alheio a tudo isso, conhece a Guilda e decidi se tornar um deles, decidido a ser livre e um dia sair daquela cidade.  Nessa luta, Leran terá de administrar sua recém descoberta vida amorosa, a preocupação com sua irmã e o futuro de Acigam. 


“A partir daquele momento, a esfera teria as mesmas proporções de luz e sombras, de frio e calor, de alegria e tristeza, de bem e de mal... Sem deixar que os irmãos percebessem, ela despejou, em cada pequena parte do mundo, um pouco de trevas”. ( p.12)"
O personagem principal é forte e me conquistou desde o início. A evolução dele é visível e crescente dentro da história. Os personagens secundários também foram bem desenvolvidos e tem papel importante na construção da história. 

Renan Carvalho, conseguiu colocar um frescor e uma abordagem  nova em um tipo de livro bem saturado pelo mercado. A leitura não foi tão fluída para mim, pois o livro possui muitas descrições e poucos diálogos (coisa que não me agrada muito ). As batalhas foram muito bem construídas e foi um dos pontos mais positivos do livro. O livro é viciante, cada novo capítulo continha uma surpresa e o final me deixou muito satisfeita e ansiosa pelo novo livro que se chamará A Estrela dos Mortos. Renan Carvalho me conquistou como leitora e O Encantador de Flechas já entrou pra minha extensa lista de favoritos. 







20 comentários:

  1. Oi Nati,
    bem vinda! espero mesmo que você fique por muito tempo hehe
    bom, não conhecia o livro nem o autor ainda, mas preciso admitir que não fiquei curiosa não ;x
    na verdade este gênero não me agrada muito, então eu passo ;$

    ResponderExcluir
  2. Oi Nati

    Que legal ver você por aqui no blog da Kel!!

    Eu estou morrendo de vontade de ler este livro, já ouvi falar muito bem dele espero gostar como você.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nati seja bem vinda e desejo um ótimo trabalho como resenhista no blog da Kel!!l
    Conheço esse livro desde que o autor era independente e confesso que achei o enredo bem interessante e as críticas positivas (resenhas) só me deixam mais curiosa para ler o livro.
    Aos poucos estou me acostumando com livros de fantasia. Valeu pela dica!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  4. Adoro livros de fantasia. Não gosto muito quando os diálogos são poucos e as cenas descritivas demais, mas mesmo assim pretendo dar uma chance porque você disse que o livro vale a pena. Acho que vou gostar. A premissa dele é ótima.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nati! Td bem? Bem-vinda! Gostei da resenha e da dica de leitura, pois estou empenhada a ler mais fantasia... Não leio muito, mas gosto. Só não consigo me acostumar. Espero que eu consiga!! :) Bjs
    folheandominhavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ai ai, poucos diálogos, é? Bom, eu tenho um certo problema com as faltas de diálogos, mas tudo bem, porque desde quando vi o lançamento de O Encantador de Flechas já achei super interessante. Quer dizer, o livro me conquistou pela capa hahaha Mas o livro é evidentemente muito bom, apesar da falha dos diálogos - dá pra perdoar (:

    ResponderExcluir
  7. Eu já havia dito quando vi o post de lançamento que o livro tinha chamado minha atenção pela sinopse e a resenha certamente só me deixou mais curiosa para lê-lo. Gosto de livros com bastante descrições, mas só ter isso é ruim, o bom é que as batalhas foram muito bem feitas.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  8. Eu tive esse livro nas minhas mãos, mas desisti de ler pois achei o enredo muito infantil, sabe? Eu não gosto muito de livros voltados para aventuras como essa, prefiro um bom suspense policial e por isso desisti. Mas parece que fiz um mal negócio, pois o livro parece que rendeu uma boa distração e com um personagem forte. Vou ver se vale à pena dar uma chance para ele comparando sua resenha com de outros blogs. Se a média for boa eu leio.

    ResponderExcluir
  9. Amei demais a resenha, está de parabéns.
    Com certeza fiquei interessada nesse livro!! Gosto muito desse gênero :D

    Boutique de Clichês

    ResponderExcluir
  10. Oi Natiane.. Bem vinda...
    Tbm não sou muito fã de livros com pouco dialogos.. Confesso que fantasia é um gênero com a qual estou pouco acostumada e sao pouquissimos que fico com vontade de ler,, esse não me comquistou,.

    ResponderExcluir
  11. "Marrom" menos, "marrom" menos, se falta diálogo falta interesse de minha parte e de todo modo não me identifiquei com a história, sou mais a favor daqueles livros que só com a sinopse você fica roendo a unha de curiosidades.
    E ah bem vinda menina.

    ResponderExcluir
  12. Bem vinda Natiane!!!
    Não gosto muito de fantasia... gosto mais daqueles livros q se pode pensar q realmente aquela história já aconteceu ou pode acontecer. Mas, valeu ler sua resenha!

    ResponderExcluir
  13. Oi Natiane
    Esse livro não me parece o estilo que eu gosto muito...
    Quando ele foi lançado de primeiro momento nao me interessei, mas então li resenhas que me despertou o interesse porem depois vi a sua... um livro muito descritivo e detalhista nao faz o meu estilo e acho que isso é um grande problema então num primeiro momento, não leria.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  14. Eii, pessoa,
    Sinceramente? Eu não leria esse livro pela capa. Mas a sinopse e sua opinião me deixaram curiosa. Além do mais, o autor é brasileiro, o que só me dá mais um razão para lê-lo.

    Bjs, Juh.

    ResponderExcluir
  15. Oi Nati, tudo bem? Distopia nao é o meu gênero preferido, mas fico feliz em ver um brasileiro conquistando o seu espaço. Também não curto muito livros com falta de diálogos, mas que bom que mesmo assim você gostou da leitura e o tem como um dos favoritos!
    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Nati, primeiramente seja bem vinda! Não sei se perdi o post de apresentação, se perdi seja bem vinda ^^ Quem vai ler o livro no blog será a Lili mas tive a oportunidade de pegar o livro em mãos! O livro é lindo, diagramação impecável e as ilustrações mais lindas ainda né?! Eu amei este clima de distopia com fantasia, e com certeza, assim que possível devo ler tbm!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    O livro e muito interessante e com uma ótima trama seguida de muito mistério gostei do personagem principal usar arco e fecha e ter um personagem forte quero dar uma olhada no livro !!!

    ResponderExcluir
  18. Achei uma história bem diferente e original até.
    Mas tem um jeito de ser mais infantojuvenil, eu gosto bastante, até porque os mistérios costumam ser mais bem elaborados e a leitura é superfluída!
    Quero ler sim!!
    Qndo der, comprarei!
    bjooos

    ResponderExcluir
  19. Esse não é um livro que me desparta a leitura, pois não gosto muito de livros de aventura que envolvem magia e coisas dos gênero. Poucos foram os livros que li desse gênero.

    ResponderExcluir
  20. Natiane, parabéns pela resenha, mas infelizmente não me interessei pelo livro, pois não curto livros de ficção científica e fantasia.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!