14 março 2015

# Mudando de Assunto // Entrevista com a autora Camila Guerra

Oi pessoal, tudo bem?

Espero que sim. Hoje a nossa entrevista é com a autora Camila Guerra. A autora começou 2015 com o pé direito, lançando seu livro A Última Chave, na Amazon. O livro é uma mistura de romance, aventura e suspense que promete agradar todo o tipo de leitor. 

Espero que vocês gostem de conhecer melhor a autora =D


1) Como foi o seu despertar como autora?

Escrevo desde criança, mas nunca tinha tentado a publicação. Depois de desligar-me, por opção, da vida empresarial e ter mais controle do meu tempo, comecei a praticar novamente a escrita para desenvolver romances. A inspiração veio com força total e com a oportunidade na Amazon, não pensei duas vezes antes de realizar esse sonho. A vontade era antiga, mas a publicação só veio mesmo agora.

2) Você é formada em administração, já tinha se imaginado como escritora antes?

Sim, desde criança, quando escrevia e desenhava quadrinhos. Não sou ótima desenhista, mas naquela época, queria trabalhar com o Maurício de Souza escrevendo as historinhas para os gibis. Não desenhando.

3) Quais foram as suas inspirações para escrever A Última Chave?

Foi curioso, pois eu sonhei com a história e ela gira muito em torno dos sonhos lúcidos. Vi tudo acontecer como espectadora de um filme. Quando acordei, comecei a colocar tudo no papel, mas no desenrolar da história, meus personagens tomaram as “rédeas de suas próprias vidas” e mudaram um pouco o rumo do livro. O resultado ficou um pouco diferente do sonho, mas ainda bem inspirado nele.

4) O que o leitor pode esperar do livro?

Uma leitura leve, embora com um pouco de suspense, além de aventura e romance, tendo como pano de fundo os sonhos lúcidos. O livro fala também de amor e da descoberta e realização de nosso potencial que, muitas vezes, está adormecido sem que a gente se dê conta dele.

5) Vamos falar um pouco sobre a Sofia, protagonista do livro: você se inspirou em alguém ao seu redor para compor a personagem?

Não. Sofia foi criada do zero. É claro que a maioria dos personagens que criamos para nossas histórias, especialmente os principais, carregam um pouco de nós, de nossos sonhos ou de traços físicos e emocionais que admiramos nos outros. Mas Sofia não tem uma sósia no mundo real não, embora tenha traços de personalidade que gosto.

6) Como foi o processo de se auto publicar na Amazon?

Muito fácil e bacana. A publicação do livro em si, no site da Amazon, é bem simples. E ver o livro lá, as pessoas comprando e comentando, é muito bom. O mais difícil desse processo é a divulgação, especialmente para autores iniciantes como eu. Mas estou feliz pela oportunidade que a Amazon dá aos autores iniciantes e feliz por ter publicado meu primeiro livro. Muitos outros virão.

7) No seu site você comenta que escreve de tudo um pouco, podemos esperar outros livros de outros gêneros? 

Futuramente sim. Não quero criar barreiras para mim mesma e se a inspiração vier com foco em outro gênero, vou deixá-la guiar minha escrita, como sempre fiz.

8) Seu marido também é escritor. Ele te influenciou na hora de publicar o seu livro?

Totalmente. Ele tem oito livros técnicos (de informática) publicados e mais três de autoajuda. Embora ele não tenha publicado ficção ainda, tem um projeto começado e vê-lo envolver-se com a história do livro que idealiza, me fez tirar do baú aquele sonho antigo da publicação. Além disso, ele me dá ideias, critica meu texto e ainda revisa depois de terminado. O apoio dele foi fundamental.

9) Qual é a maior dificuldade do autor nacional hoje em dia?

Acho que a pior é a guerra que enfrentamos contra o preconceito que envolve o autor nacional, em especial o iniciante. Tenho notado uma mudança, principalmente com relação ao público jovem, mas ainda acho que a concorrência internacional está na frente. O fato das editoras investirem muito mais nos livros de fora, já consagrados e a resistência na publicação de um autor nacional iniciante, também não ajuda o autor brasileiro. Já foi pior, é verdade. Hoje em dia a autopublicação digital, os blogs literários como o “Por Uma Boa Leitura” que apoiam os livros nacionais e as várias obras de boa qualidade que estão surgindo, estão ajudando a mudar esse cenário.
Não é grande o número de brasileiros que pode se dedicar totalmente à carreira de escritor, viver da arte de escrever. Mas tenho esperança de que veremos dias muito melhores em breve para a literatura brasileira.

10) Quais os seus planos para 2015?

Tenho um livro quase terminado que pretendo lançar no meio de 2015. O plano, por enquanto, ainda é a autopublicação com a Amazon. Depois dele tenho três projetos na gaveta, doidos para sair de lá. Um deles é uma história infantil escrita quando eu era adolescente e que pretendo reescrever em breve. Agora que lancei o primeiro livro, muitos outros virão. Escrever é viciante e espero que cada vez mais brasileiros experimentem esse vício!




34 comentários

  1. É muito bom conhecer novos autores, também valorizo muito o nacional. Mas isso mudou quando entrei para a blogsfera, antes não tinha noção de tantos autores brasileiros com talento.

    Como a autora falou, claro que já progredimos alguma coisa, mas precisamos continuar lendo, presentiando, divulgando, cobrando das editoras os novos lançamentos e falando dos nossos nacionais para que no futuro os autores possam sim viver de seus livros. Quem sabe assim as sequencias das séries saiam mais rápido!!???

    Desejo sucesso a autora e aguardo sua opinião sobre o livro. Beijos

    Leituras,vida e paixões !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Aline!
      Tenho visto muito autor nacional excelente se destacando nesse mercado complicado. E os blogs literários são fundamentais no desenvolvimento da litaratura brasileira, prestigiando a "prata da casa". ;)
      []'s

      Excluir
  2. A capa é linda, mas a história em si não me cativou muito.
    Quanto a escritora é uma fofa, eu também já quis trabalhar com o Maurício, aceitaria até ser best dele kkkk ainda vou ficar aqui esperando ksksks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Liih! O Maurício é o ídolo de toda criança que cresceu com seus gibis, né? Amo até hoje! :)
      []'s

      Excluir
  3. Kel,
    que entrevista bacana. Adoro histórias de autores independentes. Vemos que o mundo editorial muitas vezes acaba sendo injusto. São poucos que conseguem contrato com uma editora. Aí vem o Amazon e outros do tipo..dando a possibilidade de autores publicarem suas obras... conquistarem seu publico de forma autêntica. Sucesso para Camila Guerra e para vc tb.
    beijos, Fernanda D.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! :)
      A Amazon com certeza abriu caminho para muitos de nós e criou um novo mercado. Funciona também como uma vitrine e isso só traz benefícios.
      []'s

      Excluir
  4. Adorei a entrevista. Fico muito feliz ao ver os autores nacionais ganhando destaque, já que muitos dos livros são ótimos. Já descobri vários deles graças aos blogs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cecília!
      Obrigada! Estou muito feliz em ver como o público leitor está recebendo de braços abertos a nova leva de escritores nacionais que está surgindo. Tem muita gente boa! Muito legal!
      []'s

      Excluir
  5. Não conhecia a autora e nem o livro, gostei de saber um pouquinho mais. E que inspiração foi esse sonho que ela teve ein, muito doido. Gostei bastante do que o livro trás.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse foi um dos sonhos mais recentes. Tenho um livro que escrevi quando era adolescente também baseado em um sonho. Em um dia sonhei uma parte. No dia seguinte sonhei com a conclusão da história. :)
      Gosto de escrever sobre sonhos pois eles têm uma importância fundamental na minha vida. É um universo muito curioso.
      []'s

      Excluir
  6. Muito bom conhecer os autores "mais de perto". Principalmente se for brasileiro. O espaço está cada vez maior pois estamos tendo cada vez mais talentos q estão se destacando. Muito bom isso!!
    O livro parece interessantíssimo e desejo toda sorte para a Camila!!
    bjoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Thaís!
      Espero ver esse espaço crescer muito ainda. Precisamos projetar mais autores nacionais e provar que nossa literatura tem valor! ;)
      []'s

      Excluir
  7. Ei Kel,
    N conhecia a autora, adorei a premissa do livro, pois adoro um suspense!
    Gostei bastante da capa do livro tb!
    A autora é uma fofa, sucesso p ela!!
    Bjos!!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Aline!
      A capa está sendo super elogiada e, até o momento, o livro também.
      Espero que os leitores continuem gostando.
      []'s

      Excluir
  8. ual, um casal escritor.. que demais! :D
    não conhecia a autora ainda, mas fiquei curiosa. pela capa imaginei uma trama diferente do que realmente é hehe
    acho incrível autores nacionais ganharem destaque assim, mesmo que seja se auto publicando. sempre torço muito por todos eles!
    teremos resenha dele logo?? :D
    Parabéns Camila, te desejo muito sucesso! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rayme!
      Pois é, eu e o marido acabamos "nos empurrando" ladeira acima. Um ajuda o outro, um incentiva o outro. É bacana trabalhar juntos.
      Acho que ainda vamos ver muitos autores nacionais despertando o interesse dos leitores. E fico feliz de ver que alguns já estão partindo para mercados internacionais também. ;)
      []'s

      Excluir
  9. Muito simpática a Camila!!!
    Gostei muito da entrevista e me deu muita vontade de ler o livro!!!
    Assim que der, vou comprar!!
    Pois temos que prestigiar os novos autores brasileiros que vem surgindo por aí!
    Genteeeee, tá cada vez melhor!!! <3
    Beijooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana! Obrigada! :)
      Espero que goste do livro! Com o apoio do leitor, a tendência é aumentar a quantidade de autores nacionais e a qualidade deles também.
      []'s

      Excluir
  10. Que bacana a entrevista..
    Quando li q o marido da Camila tb é escritor me lembrou de Tahere Mafi e Ransom Riggs..
    Enfim, espero poder ler em breve os livros dela (cheia de livro aqui em casa- preciso diminuir a pilha).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Camylla. Escrever em dupla é legal. Infelizmente não podemos nos dar ao luxo de só escrever livros. Quem sabe um dia, né?
      Não diminua a pilha de livros. Aumente-a! A minha é infinita... :)
      []'s

      Excluir
  11. Oi Kel! Olá Camila! Adoro ver divulgação de nacionais e tento a todo custo espantar aqueles que criticam nossa literatura. Amei sua última frase Camila, que escrever é um vício... <3 Eu queria ter mais tempo para escrever, pois ainda quero ver um livro meu publicado e tenho um em andamento e outras duas ideias pipocando na minha cabeça. Cada vez que vejo exemplos assim, vejo motivos para nunca desistir. Bjs
    folheandominhavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Concordo que ainda existe bastante preconceito com os autores brasileiros, mas isso vem diminuindo. Há tipo um ano atrás eu só lia livros internacionais, mas aí conheci os blogs literários e vi a quantidade de livros nacionais e bons que até então eu não sabia da existência. Agora os nacionais têm o cantinho especial na estante, e com certeza A última Chave vai ter um espacinho lá. Gostei muito da premissa da estória, e essa capa meio dark me conquistou!

    ResponderExcluir
  13. É muito legal conhecer autores nacionais.
    Isso é inspirador e é ótimo :D Espero que o preconceito com autores brasileiros diminua cada dia mais!

    Boutique de Clichês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ludimila!
      Tenho certeza que literatura nacional ainda vai ganhar muito espaço nas prateleiras pelo Brasil e pelo mundo.
      []'s

      Excluir
  14. Não conhecia a autora e tão pouco a obra, mas gosto de ver essas entrevistas e descobrir coisas que me surpreendam. Espero ter a oportunidade de ler esta obra em breve.
    =)

    Parabéns pela entrevista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natália!
      Obrigada! Espero que quando tiver oportunidade, leia e goste! ;)
      []'s

      Excluir
  15. Oi Kel...
    Adorei conhecer a Camila e a entrevista, uma simpatia.
    Acho que a maioria dos leitores tem essa vontade de escrever seu próprio livro e minha nossa não sabia disso em relação a Amazon ajudar as auto-publicações. Pode parecer tolo, mas essa informação me foi muito útil.
    Sobre o livro achei a capa muito linda e gostei do que foi falado sobre ele.
    Vou procurar saber um pouco mais.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi, Mayara!
      Obrigada! :)
      A Amazon é uma plataforma muito legal para quem sonha em publicar seu primeiro livro. Eu não tentei a publicação por editoras, mas muita gente leva porta na cara muitas vezes. E aí vem a Amazon e abre um mundo novo para os autores iniciantes (e todos os outros, claro). Isso é muito legal. Você também pode publicar em outras plataformas digitais como Saraiva, iStore, etc, mas não testei nenhuma delas.
      Se pretende publicar um livro, comece e vá em frente. Sempre vale a pena. ;)
      []'s

      Excluir
  16. Concordo com ela, os livros/autores nacionais sofrem um pouco de preconceito por parte dos leitores. Mesmo que existam livros brasileiros ruins, há também livros estrangeiros que quase me fazem arrancar meus olhos e bater nos autores com eles...

    Bjs, Juh.

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? Adoro conhecer novos autores e as entrevistas nos proporcionam isso! A autora parece ser super simpática e o livro tem jeitinho que vai me agradar!! Desejo a ela todo o sucesso e espero que os projetos saem logo logo da gaveta!!
    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Poxa muito legal Camila saber que desde criança e mesmo não se formando em algo relacionado tu já sonhava em ser autora, normalmente ou na maioria das vezes o dom simplesmente floresce! Fiquei encantada por sua entrevista e por ter te conhecido mais.

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Muito legal esse espaço para podemos conhecer mais os autores !
    Gostei muito da Camila e do livro dela ainda não conhecia mas a historia me pareceu bem interessante e com certeza o Maurício de Souza esta sempre em nossa infância !!!

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro, mas já me ganhou por ter romance e suspense. E se é de autora brasileira então, melhor. realmente não entendo o preconceito que muitos leitores têm com escritores nacionais, não sabem quantas ótimas leituras estão perdendo. Que bom que a Amazon tem essa possibilidade de auto publicação, espero que assim muitos outros autores possam se tornam conhecidos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!