# Resenha 176 // Onde Deixarei Meu Coração

Oi pessoinhas, tudo bem?

Espero que sim. Quem está afim de viajar até Paris comigo? Calma, gente, não estou dando passagens da KLM de graça! Mas hoje convido vocês a embarcarem em uma super viagem até a cidade luz através do livro Onde Deixarei Meu Coração? Bora? Peguem um lugar no Eurostar e vamos nessa

Título: Onde Deixarei Meu Coração // Nobody`s Girl
Autora: Sarra Manning
Editora: Galera Record
Páginas: 336
Livro cedido em parceria com a editora




Sinopse: Simples, careta e sem graça. É assim que Bea se vê. Então quando a super descolada Ruby e seu bando de populares passam a se interessar por sua opinião, isso só pode ser uma pegadinha. Certo? Pelo menos é assim que sempre acontece nos filmes... Mas o convite para passarem as férias em Málaga parece pra valer. E com um bônus: Bea pode se afastar da mãe irritante e controladora. No entanto, depois de apenas 48 horas na Espanha, Bea se flagra mudando o itinerário. A menina decide visitar Paris para encontrar o pai que nunca conheceu. Afinal, a cidade luz pode emprestar um pouco de clareza a um período nebuloso de sua vida familiar. No caminho, ela conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa. Enquanto procuram pelo pai dela nos cafés e boulevards de Paris, ela perde a cabeça em vez disso. Será que Bea é a garota de Toph ou a boa menina que sua mãe espera que ela seja? Ou será esse o verão mágico em que Bea finalmente torna-se dona do próprio nariz?

Bea é aquela garota que chega a ser chata de tão perfeitinha e sem sal. Sabe Sandy? Pois é, é tipo a Bea. Ela sempre foi mimada pela mãe e pelas avós e nunca deu um passo fora daquilo que era esperado dela. Até que um dia a menina toda apagadinha desperta a curiosidade das super populares da escola. Surge, assim, uma amizade que vai acabar em uma viagem para a Espanha. Só que tudo da errado por lá e Bea acaba mochilando pela Europa com americanos que conheceu em um café, para desespero de sua mãe. 

Sabe quando você encontra um personagem que passa por situações bem parecidas com as que você passou quando tinha aquela mesma idade? Minha mãe sempre foi (e ainda é) totalmente controladora, daquelas que te manda mensagem às duas da manhã quando você está em uma festa, perguntando se você já está voltando para casa porque está tarde. Daquelas que não deixa você viajar sozinha com as amigas mesmo que tenha quase 25 anos, sabe? Pois é. Então rolou aquela identificação com a Bea, apesar de achá-la um pouco passiva demais.

Image and video hosting by TinyPic

A história me conquistou de uma forma que me surpreendeu. Para quem está acostumado a ler Young Adults onde os personagens sofrem algum grave trauma familiar, ler um livro que trate da expectativa que a família deposita em você me fez mergulhar em uma realidade muito mais próxima e me deixou mais inserida no contexto. Se você for o irmão mais velho, como eu, tenho certeza de que já sofreu algum tipo de pressão dos seus pais que querem que você seja aquilo que eles imaginaram para você, certo? E é exatamente disto que Onde Deixarei Meu Coração trata. Fiquei com raiva, com vontade de gritar, de fazer uma enorme cena de pirraça porque já passei por tudo o que Bea passou.

E claro que temos Toph, o garoto americano que Bea conhece durante o seu tour pela Europa. Ele é fofo e atencioso. É uma delicia ver o carinho com que ele cuida de Bea. E é legal ver que o sentimento deles vai se desenrolando aos poucos. Nada daqueles encontros surreais onde tudo acontece a primeira vista. Toph consegue enxergar Bea exatamente do jeito que ela é, o que se ttorna inspirador. 

Os personagens do livro são palpáveis e muito bem construídos, mas, com certeza o que chama a atenção é a ambientação em Paris. Que a cidade é romântica a gente já sabe, mas visitar cafés, passear pelo cena, ver a cidade luz a noite tem um toque todo especial através da escrita de Sarra. Dá vontade de refazer os passos dos personagens.

De uma forma bem humorada e super fofa, a leitura de Onde Deixei Meu Coração é daquelas que fazemos com um sorriso nos lábios, suspirando aqui e ali. A experiencia da autora como jornalista de revistas "teenagers" faz com que o leitor se identifique com o que ela quer passar. 

É impossível não se encantar por esse romance tão inspirador.Porém o livro tem um ponto negativo. Como boa parte dele se passa em Paris e como Bea é louca pelo país, existem alguns diálogos em francês. Frases de uma linha, mas ainda assim em francês. Como nem tudo era Bonjour e Mon amour, achei que as frases deveriam vir com uma nota de rodapé com as traduções. Não sei francês e acredito que muitos leitores também, então acabei não acompanhando certas partes. #ficaadica.

A diagramação do livro é muito boa e a capa é de se apaixonar! Para quem sonha em conhecer Paris, como eu, para quem adora um romance, para quem curte uma leitura capaz de suspirar, para quem acredita que ainda existem homens respeitadores e fofos, esse é o livro ideal para vocês =)



52 comentários:

  1. Olááá
    Ganhei esse livro de presente e espero amar, essa capa está linda e só li resenhas como a sua, que elogiam muito o livro, espero mesmo gostar pra caramba.
    Sua resenha está linda linda

    Parabéns e que bom que gostou do livro ;)
    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/12/resenha-perdao-leonard-peacock-matthew.html

    ResponderExcluir
  2. Oi Kel, tudo bem??

    Você me ajudou muito!! Estava procurando um livro para dar de presente á uma amiga, e esse parece o que combina mais com ela, porque ela adora Paris e livros desse tipo! A propósito, a resenha ficou ótima também! Obrigado e Abraços!

    http://blogcorujaporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Kel.

    Todas as resenhas que eu li desse livro me deixaram com preguiça da leitura. A sua já até que me fez ter uma vontade de ler. Também cresci com pais super cuidadosos. Eu sou a quarta filha de uma família de 5. Tenho 29 e moro com meus pais e ele me liga igual a sua mãe. Então acho que talvez me identifique com a Bea. Também quero conhecer Paris. :3

    Paradise Books BR

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Também vou me identificar com a Bea, porque por ser a mais velha sofria muita pressão dos meus pais, e mais ainda da minha mãe quando meu pai morreu.
    Que chato essas frases em francês, devia mesmo ter uma nota de rodapé traduzindo.
    Amei a resenha! Um abraço, Kel!

    ResponderExcluir
  5. Ah, que linda sua torre Kel D:', to querendo uma a um tempo já. Ganhei este livro, tá aqui já :p, mas to com monte de leitura atrasada... Eu realmente não gostei da forma em que a protagonista se enxerga. Logo de início, já fiquei com raiva da mãe dela, por ser controladora demais. A mãe dela deve ter ficado escabelada com ela indo para a Europa. Que pena Kel, eu não tenho uma mãe controladora sabe? e mesmo se ela fosse, não deixaria ter total posse das minhas ações. Toph parece ser uma graça e romântico. Paris é realmente um lugar muito lindo, queria conhecer algum dia. Talvez eu use um tradutor nessas partes de Bonjour e outras falas francesas. Me apaixonei logo pela capa a primeira vista.
    Abraços Raquel,
    ThayQ.
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kel!
    O livro imediatamente ganhou pontos comigo logo de cara: se passa em Paris! Tem jeito mais fácil de chamar atenção? kkkkk O livro parece muito bom de ler, eu certamente compraria só lendo a sinopse, amo esses romances fofos para conciliar com uns livros mais pesadinhos.
    Obrigada pela dica. 2015 que me espere, muitos livros para ler! rsrsrs
    Abraços,
    Duda - My Little Wonderland

    ResponderExcluir
  7. Kel, parabéns pela resenha. Gosto de livros que nos transportam para outros lugares. Esse deve ser uma graça, ainda mais por ter um romance bonitinho. Acho que vou gostar :) Até agora, só li resenhas positivas da obra. Bjs!

    ResponderExcluir
  8. já me identifiquei com a Bea também, porque minha mãe é EXATAMENTE assim! hahaha
    não acredito que ainda exista homens tipo o Toph, mas é por isso que eu amo tanto ler, para encontra-los nas páginas dos livros :D
    estou bem curiosa para ler, e espero conseguir ler logo.
    só essa capa, mega fofa, já merece muito crédito né kkkk

    ResponderExcluir
  9. Oi Kel

    Esse livro já esta na minha lista de desejados faz um tempo, adoro livros que falam de Paris e a cada resenha que leio dele fico com mais vontade de ler.

    A capa desse livro é linda e me lembrou Apenas um dia da Gayle pois lá também tem frases em Francês mas a menina aprende e a gente aprende junto rsrs ma também senti falta de um rodapé em algumas frases.

    Beijos
    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  10. Sou completamente apaixonada pela capa desse livro e depois de conhecer um pouco mais sobre ele, pela estória também.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. oie Kel
    morri de rir com a comparação com a Sandy kkkkkkkkkkk eu me identifiquei muito com a Bea, era super caretinha, tipo Sandy (só que sem ser sem sal), meus pais mal me deixavam ir pra escola sozinha, e tinha toda aquela pressão de casar virgem.
    Eu me deliciei com essa leitura, apesar de ter achado que faltou mais destaque pro romance, que tinha tudo pra ser mais fofo.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  12. Fiquei com vontade de ler, essa capa é maravilhosa <3
    Mais só vou compra- lo ano que vem.
    beijos.

    literanoni.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Boa noite,
    Como esta?
    Eu nunca li este livro mas já o dei de presente kkkkBem legal quando você se identifica com um personagem não é?
    Meus parabéns pela resenha :)

    Beijos e se cuida
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  14. Gostei bastante desta historia só por se passar em Paris, gosto muito da cultura Francesa.

    ResponderExcluir
  15. Oi Raquel
    confesso que emocionei com sua resenha, quero muito ler esse livro.
    a capa é linda demais amo paris rsrs e gosto muito de historias que falam sobre ou se passa na mesma.
    beijos
    www.marichic.com

    ResponderExcluir
  16. Ahhhh Kel!!! Eu quero, eu quero, eu quero!! Quando te encontrei aquele dia e você estava com esse livro fiquei apaixonada pela capa!! Eu AMOOO Paris (acho que não é segredo para vocês que são meus amigos), então fica impossível não desejar um livro desse.

    Acredito que eu vá me identificar bem com a protagonista, assim como você tenho uma mãe que fica bem em cima. Acredite, eu moro em outra cidade desde os 18 anos (há 10 anos, socorrooo) e até hoje ela pede para eu ligar quando voltar para casa! Eu ligo, afinal, acho que vou ser assim também com os meus filhos! rssss!

    Quanto às expressões em francês, isso me deixou até um pouco mais curiosa quanto ao livro. Estudo o idioma e para mim é ótimo ler qualquer coisa que seja em francês. Além disso, acho importante para inserir o leitor no clima da história. Mas, concordo com você, acho que tinha que rolar uma notinha de rodapé com a tradução.

    Abrindo o Skoob JÁ para colocar como desejados!!

    Adorei a resenha!!!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oooi Kel!!

    Eu já li umas resenhas sobre a obra, mas não li ainda... Eu sou apaixonada pela capa!
    Gostei de saber um pouco mais da história pelo seu ponto de vista. Eu li que os personagens não eram muito bem construidos, mas que o cenario era incrivel, assim como na sua resenha. Tenho vontade de ler por causa disso.
    Muita gente reclamou dessas frases em frances mesmo, eu também reclamaria porque eu não sei nada. Acho que foi um grande erro da editora :(

    Mas mesmo assim eu leria.


    Beijinhos!!
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  18. Kel que resenha maravilhosa. Já queria ler esse livro antes agora com todos os seus argumentos quero para ontem!!!
    Essa questão das frase em Francês foi triste, com certeza precisa da tradução =( não dá para tirar pelo contexto não!!??? Manda uma notinha para editora, quem sabe na próxima edição eles acrescentam a informação!!!
    Beijos e valeu pela dica!!!

    ResponderExcluir
  19. Oi Kel, tudo bem???

    Nossa que resenha mais inspiradora!!!! Eu gostei muito da premissa... e eu adoro romances lindos que mexem com a gente de uma maneira que nos deixa suspirando.... Eu gosto de narrativas em Paris... a cidade do amor rsrsrs como não ir lá e se apaixonar.... gosto de livros que são ambientados lá.... Que bom que gostou da leitura e o quanto mexeu com você... Xero!!!

    ResponderExcluir
  20. Oi, Kel! Ainda não tinha visto o layout novo do site e simplesmente amei. <3 Sempre bom começar o ano com novidades, né? :P
    Bom, há algum tempo que eu leio resenhas desse livro e sempre me identifico com a Bea, em relação a forma como ela é tratada pela mãe. Até hoje sou tratada de forma semelhante, mesmo depois de morando uns três anos em outra cidade e coisa não mudou nada.
    Não tenho essa paixão por Paris como muitas pessoas tem, mas é sempre mais romântico e interessante algumas histórias que se passam na Europa. Acho que isso me deixa curiosa sobre o livro.

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  21. Não sei se no momento a leitura do livro engrenaria mas me pareceu uma leitura super gostosa, quem sabe agora nas férias né?!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  22. Olá, Quel!

    Embora não seja fã de romances românticos, estou com muita vontade de ler essa obra. O livro parece ser bem fluido e divertido de ser lido. Deve ser lindo por ser ambientado em Paris. Com relação ao francês, também acho que as frases deveria vir com uma notinha no rodapé, facilitaria para o leitor!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi Kel, menina você não sabe o quanto eu quero esse livro, a capa é linda e as resenhas que leio só são criticas maravilhosas sobre o mesmo, e tem como não se interessar por esse livro?! Adorei a resenha bjokas!

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Oieee, eu também recebi este livro da editora para resenhar, minha mãe leu e gostou, mas eu acho que não irei gostar, o que é uma pena, li sua resenha e fiquei com um certo receio, gosto deste tipo de livro, mas ultimamente ando precisando ler coisas diferentes rsrs, vamos ver no que dá, tomara que ele me surpreenda rsrs, adorei sua resenha, Abraços.

    ResponderExcluir
  25. Mancada colocar frases em francês sem ter a tradução, eu posso ir traduzir no google depois e tal mas se eles colocassem ia ser bem melhor. Tenho muita vontade de ler esse livro, sinceramente fui conquistada por ele assim que vi a capa.

    ResponderExcluir
  26. Também achei a Bea um pouco passiva demais. Ao contrário de você, não me identifiquei em nada com a personagem, e isso dificultou minha leitura. Minha expectativa também era alta demais, e acabei me decepcionando. A única pressão que sofri por ser a irmã mais velha, foi quando fiz 15 anos, eu disse que não queria festa, que queria viajar; ganhei uma festa e passei a noite emburrada, simplesmente porque minha mãe não teve nada disso e era o sonho dela. Claro que a realização do sonho assim não deu certo, mas felizmente minha irmã era menos rebelde e quis uma festa perfeita... rs... Também não gostei desses trechos em francês, não acho nada legal quando não traduzem, pelo menos em notas de rodapé. Fico feliz que tenha gostado da leitura muito mais do que eu!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  27. Minha lista só cresce a cada segundo ^^ amooo Paris e claro que esse livro não pode ficar de fora da minha estante =P
    Achei a sinopse e a resenha bem interessantes…fiquei curiosa agora sobre esse baque que a Bea sofre…já quero ler :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Oi Kel, tudo bom?
    Eu já tinha vontade de ler esse livro. Esse contexto sobre as expectativas familiares parece ser bem trabalhado na trama. O livro me conquistou pela capa e pela premissa.
    Livros ambientados na França sempre conquistam no quesito ambientação. Fiz dois anos e meio de francês e não entenderei essas frases...hahaha.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Oi Kel, tudo bem? Aah, acho esse livro super fofo e tenho vontade de conhecer a história. Mesmo a Bea sendo meio chatinha, acho que dá para se identificar com ela e com os dramas familiares que ela vivencia, e é interessante essa identificação. O Toph parece ser bem fofo e gentil mesmo, e adoro quando os autores criam relacionamentos bem construídos.

    Ah, Paris... sonho em ir para lá e é uma ambientação maravilhosa para um livro, cheia de lugares românticos. Mas sério que tem algumas frases em francês e não há tradução!? Meu francês é bem fraquinho. Lembro de ter tido alguma frases em francês e sem tradução também em "Anna e o Beijo Francês" o que me deixou bem irritada.

    Adorei a sua resenha e com certeza me deixou com mais vontade de ler ainda!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  30. Esse livro é uma necessidade em minha vida <3
    Eu amo Paris, amo amo amo. Também não dava para esperar algo diferente de uma pessoa extremamente romântica e totalmente apaixonada hahaha. A capital do amor *-*
    Acho que vai rolar uma identificação tambem.. Minha mãe não é tãaaao controladora, mas por ser filha única sofro as mesmas pressões que vocês rs.
    Coloquei essa como opção de amigo oculto, vamos ver se chega haha

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  31. Oi Kel, sua linda, tudo bem
    Não posso perder a oportunidade de comentar: o novo layout está demais!!!! Acho que de todos, foi o que mais gostei. A Flavia arrasa mesmo!!!!! E a bonequinha, um luxo só!!! Amei tudo!!!!
    Também não posso perder a deixa: eu quero uma torre dessa também!!!!
    Pronto, vamos ao livro, risos...
    Acabei a resenha agora e me vi levantando a mão para tudo o que falou no final: sou eu!!!
    A capa desse livro é apaixonante, super romântica e delicada. Mas já percebi que o livro não é perfeito. Mas para suspirar um pouquinho, em uma tarde de domingo tranquila, eu leria!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Oooi, tudo bem?
    Essa capa é linda, tua resenha me remete a um livro apaixonante, e ele ainda se passa na França. Esse livro tem tudo para conquistar todos os espaços do meu coração. Pelo que já li a respeito da obra, o que "mata" são os personagens que não são bem construídos, mas estamos em Paris. A leitura é válida só pela ambientação.

    Beijooos!

    ResponderExcluir
  33. Oi flor, eu sou totalmente apaixonada pela escrita dessa autora e quando vi o lançamento desse livro fiquei doida e o coloquei na minha lista,kkkk.
    Só vejo resenhas positivas dele,e mesmo se não eu iria querer ler, porque Sarra é o cara, escreve muito bem.

    A sua resenha ficou ótima, e para você que gostou do livro te indico outro da autora que irá amar "A Caminho do Verão".


    bjs

    ResponderExcluir
  34. Oiii, essa autora tem uma escrita maravilhosa e eu amo isso nela. O primeiro livro dela que li e amei foi A Caminho do Verão que é um Teen-lit maravilhoso.

    Sua resenha ficou maravilhosa e só me deixou com mais água na boca de vontade de ler essa delícia e viajar por Paris.


    bjs

    ResponderExcluir
  35. Aiiii.. essa capa me encanta.
    Já queria lê-lo só pela capa.. E essa resenha me deixou ainda mais ansiosa pela leitura.
    "... a leitura de Onde Deixei Meu Coração é daquelas que fazemos com um sorriso nos lábios, suspirando aqui e ali." Aii, já me convenceu.
    Adoro livros que deixam aquela sensação de felicidade e até dão falta de ar.. e esse parece ser exatamente assim.
    Sou louca para conhecer Paris e tenho certeza que ainda existem homens respeitosos e fofos, afinal, sou casada com um. ^^
    Status: Louca pra ler! kkk'
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  36. Oi Kel,

    PARIS!!!!! Pronto já me conquistou, pois quero muito assim que possível passar férias na França e desbravar alguns lugares, dentre eles Paris. Amei a sua resenha que me deixou apaixonada e com muita vontade de ler este livro de capa absolutamente linda.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  37. Oi Kel! Tudo bem?
    Ual,nossa mais que resenha incrível,me deu uma vontade de ler esse livro e PARIS aaaahhh Paris é uma cidade incrível,se todos puderem ir um dia fica a dica. Apesar de que nada são flores e as pessoas são desagradáveis,mas por outro lado a cidade em si cheira a romance e os lugares são lindos!
    Com certeza esse livro me deixou curiosa e anotado a dica \o/
    Beijos Pão de Queijo!

    ResponderExcluir
  38. Oi Kel! Ahh, Feliz Natal sua linda!
    Resenha demais <3 Eu ja tinha visto algumas outras falando desse livro, pq quando a Record anunciou o lançamento eu fiquei apaixonado pela capa. Tipo, achei a história tão simples e meiga! Quero muito ler e já ta na minha listinha de compras para 2015! Quem não quer ler esses romances? São otimos pra relaxar, ou pelo menos eu acho.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  39. Olá Kell!
    A história parece ser linda mesmo. Amo essas histórias que nos fazem suspirar e que prende a atenção do leitor. A capa é maravilhosa. Pena que teve esse furo da tradução. Assim como você não sei francês e também ia ficar chateada por não entender o que eles falaram.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Oiiiii
    Meu Deus, que livro fofo, amo a capa dele, amo Paris, tenho muita vontade de conhecer <3
    Gostei muito da sua resenha, me deixou com muito mais vontade de ler esse livro, espero fazer isso em breve e gostar da leitura.

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
  41. Boa tarde Kel, tudo bom?!
    Feliz natal atrasado (rs), como sempre, uma resenha encantadora <3 Sabe quando a editora mostra em alguma rede social a capa de um livro e tu olha que é lindíssima e surta, prazer eu! HAUAHUA. Mas então, como eu já disse que a capa é linda mas a premissa também é bem chamativa, só em ter Paris já deve ter conquistado inúmeras pessoas e comigo também (rs), fico feliz em saber que os personagens foram bem construídos (aleluia, pois sempre quando vejo um livro com capa bonita tem que ter um porém, rs) hmm, nossa acho também que eles deveriam colocar anotado a tradução no rodapé ficar toda hora no google tradutor me da uma preguicinha OSAPDOAPSDAOSPD. Gosto bastante de livros com gênero Romance, então já me aparenta ser uma boa aposta!
    Bela resenha ;}

    Beeeeeeeeeijooos!
    Luan || Um Grande Vício Literário

    ResponderExcluir
  42. Ei Kel, tudo bem?
    Esse livro parece ser fofo mesmo, e a capa é linda demais!
    É bom quando achamos uma leitura com a qual nos identificamos, ajuda a fluir melhor. E é uma pena essas passagens em francês. Eu também não sei, e iria apanhar bastante.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  43. Oi Kel..
    Parece ser um romance super fofo mesmo viu!
    Só que pena quw não traduziram as partes em francês.. Tb concordo que devia vir pelo menos uma nota..

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog
    Obs.: tá rolando sorteio no blog!

    ResponderExcluir
  44. Concordo com você a respeito de ter notas de rodapé com as traduções, senti falta disso também.
    Quando peguei o livro leitura demorou um pouco a engrenar, mas depois me apaixonei.

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  45. Oi Kel,
    Está tudo bem sim e com você? Claro, bora para Paris hehe. Eu não sei Kel, mamãe não é tão controladora. Muito fofo o Toph *---*
    Visitar Paris é um sonho que tenho e sério, se a ambientação é tão maravilhosa quanto você falou, esse livro é o guia perfeito haha. #ficaadica acho que muita gente boiou e ainda vai boiar O.o
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  46. Hey, Kel!
    Logo quando vi a capa do livro já pensei "Vem resenha boa por aí". Não só pela capa, mas por já ter lido outras resenhas sobre o livro e a maioria terem sido positivas. Na minha opinião, fazer uma resenha positiva do livro é BEM mais difícil do que fazer uma negativa, pois você quer passar para as pessoas quão bom você achou o livro.
    Não me enganei, pois vi que você gostou bastante do livro e até se identificou [muuuuuuuuuuuuito] com a personagem. Acho que terei que ler também!!
    Valeu pela dica do francês,

    Abs.

    ResponderExcluir
  47. Oi
    ESTOU. LOUCA. POR. ESSE. LIVRO. Sinta-se na liberdade de me presentear kkkk Amo Paris e o francês, e desde que li Anna e o beijo francês, todo livro que tem Paris me deixa alvoroçada! Kkkk Eu amei a premissa desse livro, também me sinto um pouco presa no meu ambiente familiar, mas em outros sentidos. Mãe nunca deixaria eu mochilar por aí kkkk Amooo a capa, e sei que tem um lance sobre um pai que ela não conhece aí no livro, e isso é totalmente relacionado a mim kkk Vou ler, com certeza!
    Beijos

    ResponderExcluir
  48. Oi Kel!
    Gostei da foto que você fez com o livro! Ficou bem bacana! A capa do livro é linda e só por ela já já da vontade de ler... Mais eu não me empolguei muito. Eu entendo o sentimento de se identificar com o personagem isso deixa o livro realmente mais gostoso. Gosto de livros que fazem a gente se sentir como você descreveu de ficar lendo e sorrindo atoa pq o livro é fofo.
    Concordo sobre as notas de rodapé isso é mancada da editora :/
    Bjs

    ResponderExcluir
  49. Oi kel, eu tinha amado a capa do livro, mas não tanto da sinopse. Gostei da resenha, compreendi um pouco da personagem e fiquei interessada em conhecer a historia :)

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  50. Fiquei suspirando só de ler sua resenha.... Mesmo Bea sendo passiva demais e controlada pelos pais,deve ser gostoso ir acompanhando enquanto ela vai se libertando dessa prisão amiliar e ainda encontra o amor ,e em Paris.

    Concordo que as frases em frânces deveriam vir com uma nota de rodapé....

    Vai para a minha lista....

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  51. Estou curiosíssima para ler esse livro.
    Depois de ter lido Anna e o beijo francês, fiquei mais encantada ainda por Paris. Adoro livros bem detalhados e que nos transporta para o ambiente em questão.
    Uma pena ter essa pequena falha, eu também não sei nada de francês, seria uma ótima dica ter umas notinhas traduzindo.
    >> Concorra a um vale presente de R$ 50,00 e R$ 20,00 na promoção 2015 da Sorte. Não fique fora dessa!<<
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  52. Oi Kel.
    Não li este livro ainda, mas tenho tanta curiosidade. Sempre vejo coisas muito boas a respeito dele e quero muito conhecer a escrita da autora e descobrir esta história.

    Beijos - Grupo de retribuição
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!