# Resenha 165 // Ligeiramente Casados

Oiee, pessoal, tudo bem?

Que mulher não curte um romance de época? Acho que é unanime que todas nós adoramos um romance arrebatador com muitas anáguas e homens másculos montados em cavalos, de preferencia, com sotaque britânico. Eu, que neeeemmmm sou fã deste estilo de livro, li Aparentemente Casados, da editora Arqueiro. O resultado? Cavalheiros e madames, terão que ler até o final esta tão modesta, porém distinta resenha desta humilde serviçal

Título: Ligeiramente Casados // Slightly Married
Autor: Mary Balogh
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse Custe o que custar!. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.


Em meio a guerra, Percival acaba morrendo e, seu último desejo é direcionado ao seu superior: para que ele levasse a noticia da morte a sua irmã e fizesse o possível para protege-la. Não que Aidan Bedwyn gostasse muito da ideia, mas ele era o superior e, como homem honrado, buscou fazer o que Percy pediu. E foi, justamente quando chegou ao Solar Ringwood que conheceu Eve, a irmã do seu falecido companheiro de guerra. Aparentemente uma mulher forte e decidida, Eve garante ao coronel que tudo está sob controle. Porém não demora muito para Aidan descobrir que as terras onde Eve mora estão ameaçadas e a unica forma dela garantir o que é seu por direito é casando-se urgentemente. 

Se você gosta de romance de época, este é O seu livro. Para mim, bastou saber que a história se passa em Londres para eu imaginar aqueles homens lindos com o sotaque britânico e suspirar de amor. Mas, claro que não foi só isso. Ligeiramente Casados mistura um enredo interessante, com alguns clichés, é verdade, mas com personagens marcantes que nos mostram que o amor é um sentimento que se constrói aos poucos.



Uma coisa que me incomoda (e muito) nos romances de hoje é a rapidez como o sentimento acontece. Felizmente não é desta forma em Ligeiramente Casados. A autora consegue ir moldando aos poucos o afeto e o respeito que Aidan e Eve sentem um pelo outro. E é tão bonito ver as muralhas de ambos sedendo a este sentimento tão arrebatador.

Eve é aquela mulher forte, independente, que busca fazer a diferença, pelo menos dentro daquele meio a que pertence. A identificação com ela é imediata. Ela é jovem, cheia de vigor e não tem medo de dar respostas atravessadas. Aliás, mocinhas chatas e submissas não combinam com a escrita de Mary. Todas as mulheres do livro parecem se destacar. Aidan tem um pouco de Mr Darcy, meio rústico com um ar de superioridade, por mais que negue. Em alguns momentos fiquei com raiva dele, mas no final desculpei.

Acho que é um pré requisito importante para um romance de época que, ao longo das páginas haja um dialogo intenso que culmine em uma declaração de amor maravilhosa. Claro que isto está presente em Ligeiramente. Aguardem o momento com ansiedade. É lindo. Aliás, li que algumas pessoas se incomodaram com o vocabulário do livro. Como uma boa leitura de Jane Austen, estou acostumada com a linguagem mais formal em romances de época, então isso não foi um problema para mim. Pelo contrário, acho que essa opção da autora nos insere ainda mais na leitura de um romance BRITÂNICO do século passado.



Ahh, importante destacar que há umas cenas mais "quentes" no livro. O subtitulo da capa me fez imaginar que elas seriam mais frequentes do que realmente foram. Mas uma coisa é certa, a autora sabe ser sexy sem ser vulgar. As cenas de sexo são muito bem escritas e, principalmente, bonitas.

Um ponto negativo do livro foi a repetição em algumas partes. Explico: como o casamento começou puramente "por um bem maior". Várias vezes os personagens ficam refletindo se o outro realmente está apaixonado, uma vez que o relacionamento é por conveniência. No inicio é bonitinho, mas no final eu já estava irritada, com tanto mal entendido por aquilo que não foi dito entre o nosso casal protagonista.

Claro que isto não estragou o brilho do livro para mim. Ligeiramente Casados é apaixonante, daqueles romances que lemos com um sorriso nos lábios. Este é apenas o primeiro livro de uma série de seis livros. Agora está na moda fazer um livro para cada irmão ou amigo ou parente ou primo, mas tudo bem.


34 comentários:

  1. Amei a resenha, já quero pra ontem esse livro, rs
    http://www.annacaarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Kel =)
    Nossa q livro mais fofo! Parece ser um romance lindooo!
    Eu acho q n li romance de época ainda c acredita?
    Qd o livro começa a ficar repetitivo realmente incomoda um pouco, mas se o livo é tão lindo compensa né?!

    Bjos!!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  3. se é romance histórico eu já fico curiosa, mas se tem mocinho britânico... ai, eu morro de amores! *-* hahaha
    este livro parece ser ótimo mesmo. já li muitos comentários positivos e estou MEGA curiosa para ler ele rápido!
    uma pena ser tão repetitivo nesta parte, mas ainda assim parece ser uma trama incrível!

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada por romance de época, e desde que vi esse livro nos lançamentos já fiquei doida pra ele. A história parece ser ótima, e os personagens parecem ser bem construídos. Só é uma pena que seja meio repetitivo, acho que isso é uma coisa que vai me incomodar também =x
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Eu simplesmente AMO romances de época, não conhecia esse, mas já preciso ler rsrs

    http://www.eucurtoliteratura.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kel!
    Segunda resenha que leio desse livro hoje. HAOEUIHAEUHIU e mais uma vez vou confessar: Não gosto de romance de época, porém esse me conquistou. Fiquei com vontade de ler e conhecer a Eve, apesar dos pesares ela ma pareceu uma personagem forte que não se deixa levar tão facilmente.
    Cansei de mocinhas bonitinhas e bobinhas.
    Esse livro esta na minha lista de desejados e quem sabe em breve eu compro.

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Kel em breve vou ler esse livro e tenho grandes expectativas, e é verdade é unanime quando o assunto é gostar de romance de época eu adoro!
    Bjkas

    ResponderExcluir
  8. Eu sinceramente admiro quem consegue ler romance de época, D:' gente eu me sinto a pessoa mais entendiada do mundo lendo eles. Mas acho que se a autora é moderna, tem que ter um grande talento para fazer obras assim. Mas apesar disso, gostei da protagonista, por ela não ser uma bobona. Mas realmente não me interessei no livro, não é meu gênero..ç.ç
    Beijos Kel e que bom que gostou.
    Até mais, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  9. Oi Kel, tudo bem?

    Já amei o livro, e nem li hahaha

    Eu concordo com você que hoje em dia nos livros as pessoas se olham e já se amam para sempre. Eu gosto de livros assim, que o amor vai sendo construído aos poucos. Já quero um exemplar deste livro pra chamar de meu.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. eu to lendo esse livro e sei como se sente eu to meio irritada tbm pq eles brigam demais ¬¬ q saco isso.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  11. Oi, Kel.

    Arqueiro e sua onde de livros de épocas, eu não li nenhum dessa fase da editora, mas tenho lido ótimas resenhas a respeito de Ligeiramente Casados. Não pensei que esse livro teria alguma cena mais hot, mas gostei de saber que ela consegue ser sexy sem ser vulgar. o//
    Acho que em breve compro esse livro. Olha a minha listinha aumentando. '-'

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oiee

    Quero muito ler esse livro , depois de Julia Quinn amo romances de época e pretendo ler logo ;)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Kelzitcha!! Eu amo amo amo um romance de época e estou super curiosa para ler Ligeiramente Casados, vou colocar na minha listinha de desejados. Bom saber que o romance é construído aos poucos, também não sou chegada naquela primeira troca de olhares = amor eterno! Repetição também me irrita...kkkkk, vamos ver!!

    Adorei a resenha!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ei Kel,
    quero muito ler esse livro, amo romances de época. Gostei de saber que o romance não é instantâneo, acho assim mais cativante, ainda mais nesse tipo de livro, que é sempre bem fofo, rs
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Kel! Fico feliz que você tenha gostado do livro, eu gostei, mas não gostei tanto assim hehe. Nem sei explicar, acho que eu não senti o amor crescendo entre eles e eu senti falta de diálogo. Eu concordo que ela saber ser sexy sem ser vulgar :D Eu acho que comparei muito com a Lisa Kleypas e a Julia Quinn e estava esperando mais humor, possivelmente...enfim! ótima resenha ^^ beijos! http://www.trocandodisco.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Esse livro é lindoooooooooo! Completamente apaixonante <3333 assim como você, logo que vi se tratava de um romance de época, eu já sabia que ia me encantar, e não deu noutra. E concordo totalmente com o que você comentou, sobre o romance deles se desenrolar aos poucos, nada tão de uma hora pra outra, que muitas vezes estraga a emoção. Na verdade, deu uns bons apertos no coração, porque mesmo imaginando qual seria o coração, aquele vai-não-vai dava impressão que ia acabar não indo mesmo, e ia ser inadmissível de se aguentar UAHUAH

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oiie Kel,que saudades \(*≧▽≦) /
    Eu simplesmente amo a autora, justamente por essa autenticidade, ela torna os personagens mais reais, sem criar situações absurdas. Mas o romantismo está ali, presente, num sentimento que vai crescendo aos poucos e ao término da leitura não temos dúvidas que o amor que une os personagens é puro e verdadeiro.
    Eu gostei muitos dos 2 livros que li dela, e com certeza vou amar esse!
    Amei a resenha !
    Beijos
    Bruna do blog: Cantinho da Bruna -
    @blogcantinhoBL

    ResponderExcluir
  18. Amo esse tipo de livro, como amo sorvete.
    Quem me dera que eu fosse de época também kkkk

    ResponderExcluir
  19. Uma história que vai além do que a maioria dos livros falam hoje, pois ela fala de um amor que vem depois do casamento, onde eles mudam juntos, cada um da sua maneira e a Eve continua sendo a pessoa boa de coração. Um ótima leitura. Apesar da repetição (onde os personagens ficam refletindo se outro está realmenete apaixonado) como você disse, tenho certeza que vai ser uma leitura tranquila. Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Oi Kel, tudo bem?

    Eu estou com muita vontade de ler esse livro... a sua resenha só me inspirou mais para a leitura... eu gosto de romance de época... gosto das mocinhas fortes e destemidas... adoro os mocinhos mau humorados e mandões e adoro principalmente quando a mocinha arrebata ele... Eu gostei de tudo que escreveu e os pontos principais do enredo e o que podemos esperar da história... eu sinto que vou gostar... Xero!!!

    ResponderExcluir
  21. Kel... Pela sua resenha parece ser maravilhoso,
    Adoro romance histórico e é muito difícil de me dececpionar com um livrp desse gênero...
    Indo pro top da wishlist ja..
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  22. Oi Kel, eu até entendi sabe, mas acho que antigamente tudo era tão frio, que o orgulho falava muito mais alto acho, e eles levaram o deles até o ultimo minuto, eu sinceramente não acreditei que o "tal" personagem que daria o braço a torcer primeiro mas amei!

    O Aidan mesmo com sua dureza é um fofo hiauhsas

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  23. Eu amo romance de época, e logo que vi o lançamento desse livro já fiquei louca pra ler ele. E eu nem sabia que se passava em Londres, fiquei com mais vontade ainda agora kkkkk
    Também acho que a maioria dos romances de hoje, o sentimento entre os personagens é muito rápido (isso também me incomoda). Esse livro já está nos meus desejados, espero gostar dele também :D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Estou lendo esse livro no momento e estou gostando. Assim que concluir a leitura volto aqui, leio e comento com atenção na sua resenha viu!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kel querida que resenha perfeita, senti exatamente a mesma coisa. Achei essa lentidão dos sentimento totalmente possível e compreensível. E até me fez lembrar a escrita da Jane Austen, assim como vc falou.
      Enfim amei tudo e aguardo os próximos livros ansiosa!!!

      Excluir
  25. Oi Kel, tudo bem? Bom, eu não tenho muito costume de ler romances de época, então esses romances da Arqueiro não me chamam muito a minha atenção. Entretanto, gosto de um relacionamento bem estruturado, que vai se desenvolvendo aos poucos, e gostei da Eve ser uma mulher forte e determinada... esse estilo meio Mr. Darcy do Aidan me chamou um pouco a atenção. Bom, talvez em algum momento eu me aventure a ler.

    Ótima resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  26. Oi, Kel
    Romances de época estão fazendo muito sucesso ultimamente. Ainda não li nenhum, mas este livro é super elogiado. Adoro livros históricos e com ambientações numa outra época, por isso, fiquei muito curioso quanto ao enredo do livro. Acho muito interessante absorvermos os costumes e a cultura da época, por isso, acredito que a linguagem deva ser mais requintada e de um vocabulário formal mesmo.
    Adorei o que foi dito e quero muito ler ( :

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oi Kel, tudo bem? Eu estou no primeiro capítulo de Ligeiramente Casados, então não posso falar muita coisa.. mas eu adoro um bom romance de época. E como você falou, qual mulher que não gosta? Claro, minha preferida sempre vai ser Julia Quinn mas ultimamente tenho deparado com outras escritoras maravilhosas, espero que Mary Balogh venha ser minha queridinha também. Adorei sua resenha!

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  28. Olá, como todo livro de época (exceto "O Morro dos Ventos Uivantes") esse não me chamou atenção, geralmente livro do gênero são cheios de clichês, e isso me apavora. Mas gostei da resenha, se eu fosse fã do gênero, iria correndo para uma livraria agora.

    Beijooos!
    Vivendo em Livros

    ResponderExcluir
  29. Kel, estou looooouca por esse livro. Assim como por todos os romances de epoca da arqueiro. Okey, eu tenho vários, mas só li um até agora =/
    Não sabia desse vocabulário rebuscado, é algo que realmente me incomoda em livros clássicos e espero que não me incomode aqui também. A sinopse do livro cheira a cliche, mas pelo que você contou, foi tudo bem desenvolvido..
    E não vem não, nós adoramos um livro para cada irmão <3
    hahahahahahahah

    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros

    ResponderExcluir
  30. Eu não sei se eu gosto porque nunca li romance de época (me julguem rs). Tentei ler Orgulho e Preconceito, mas não consegui passar do capítulo 14.
    Sábado fui a um evento sobre esse livro e as meninas falaram muito bem dele, então fiquei curiosa. Disseram que é bem diferente de Austen, então tô mais animada. Só fico receosa com esse lance da repetição, tomara que não me incomode.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  31. Oi mo
    A história do livro parece ser bem legal, fico feliz que você tenha gostado!

    ResponderExcluir
  32. Oi, Kel!
    Desde o lançamento, eu fiquei bastante curiosa com esse livro.
    Acabei caindo nas graças dos romances de época da arqueiro e agora quero ler todos!
    O fato da personagem ser forte e independente, é um motivo a mais para querer lê-lo.
    Beijos

    >>Tem promoção de Natal e Final de Ano lá no blog. São livros, marcadores e vale presente. Não fique fora dessa!<<
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  33. Oiii, Kell
    Estou cada vez mais acostumada com sua sinceridade, amo <3 Então, eu AMO romances de época, já perdi a conta de quantos eu li. Eu estou louca pra ler Ligeiramente casados, achei a premissa e a capa muito boas. Já dá pra sentir que tem clichês, mas isso não é exatamente ruim, e se bem usados, ficam maravilhosos. Amo mocinhas fortes e decididas, é o que há! E que bom que a escrita é mais rebuscada, leio muita coisa assim, e não me incomoda nem um pouco também (atualmente estou lendo Edgar Allan Poe, não preciso dizer mais nada a respeito kkk), e acho até melhor, porque muitos romances de época tem uma escrita atual, o que nos distancia um pouco da “época”. Espero ler o mais rápido possível!
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!