# Resenha 142 // Brilho

Oiee pessoal, tudo bem?

Espero que sim. Nada como já começar o mês de outubro com um livro de deixar qualquer leitor babando só de olhar para a capa: Brilho. Mais uma distopia, desta vez, no espaço


Titulo: Brilho // Glow
Autor: Amy Kathleen
Editora: Geração Jovem
Páginas: 354
Livro cedido em parceria com a editora





Sinopse: A Terra não existe mais, e em duas naves que procuram um novo mundo no espaço, uma menina de 15 anos precisa casar e engravidar para garantir a sobrevivência da humanidade. Enquanto isso, uma sucessão de acontecimentos eletrizantes torna a jornada pelo espaço algo absolutamente imprevisto. Temas como religião, a escolha da mulher e a ideia de poder e dominação vão aparecendo muito suavemente articulados ao longo da trama, amarrando o leitor com surpresas e reviravoltas estonteantes. São temas universais, postos num livro por uma escritora surpreendente e que promete arrasar a cena literária a partir desta sua fantástica criação. 



Brilho é uma distopia ambientada no espaço, em um tempo futurístico. Como toda a premissa de um livro distópico, a  Terra foi destruída, mas antes que a raça humana fosse extinta, duas naves foram lançadas no espaço com sobreviventes. O objetivo é chegar à Terra Nova, colonizá-lo e assim criar uma nova geração. No livro conhecemos Waverly, uma adolescente da nave Empyrean. Ela fica noiva do seu namorado, mas mal consegue assimilar o seu novo status, uma vez que a segunda nave, chamada New Horizon ataca a Empyrean e sequestra todas as meninas e as adolescentes.  


Brilho é um desses livros que funcionam como uma obra de arte. A modelo, as cores, a textura, todos os elementos se comunicam e formam essa capa extraordinária. Mas o livro vai além de uma apresentação de tirar o fôlego. O conteúdo também é muito bom e conseguiu me surpreender de uma forma pra lá de positiva. 

O livro é instigante e, conforme os fatos vão se desenrolando, muitas vezes não sabemos em quem acreditar. É como se todos os personagens tentassem convencer o leitor das suas próprias verdades. Brilho é uma grande rede de intrigas e mentiras, jogo de poder, escrito de uma forma que prende o leitor do inicio ao fim. O enredo é envolvente e sempre fica aquela sensação de curiosidade para o que vem a seguir. A escrita da Amy é fácil, descritiva na medida na medida certa permitindo visualizar essa sociedade espacial.



A narrativa em terceira pessoa permite que acompanhemos Kieran após o ataque da New Horizon, e alternadamente o que acontece com as meninas na outra nave. O livro é dividido em cinco partes e em cada parte há um ponto de vista da história. Waverly é a tipica protagonista com temperamento bem marcante. Ela é forte, decidida e acaba virando uma líder graças aos seus ideais de feminismo. Minha unica ressalva foi a idade da garota. Não conseguia imaginá-la como alguém de 15 anos. Até mesmo percebendo a forma como o livro se desenrolava, achei a protagonista muito nova. Sempre via a menina como uma pessoa um pouco mais velha. 17, 18 anos talvez.

Para quem adora uma distopia, assim como eu, Brilho é uma ótima pedida de leitura. Mas alerto que não se trata de um livro com foco no romance. Além das costumeiras abordagens relacionadas a politica, sempre presentes em distopias, Brilho também insere a discussão sobre fé e direitos femininos. É bem cruel observar até onde as pessoas podem ir para conseguir o que querem.



Este é apenas o primeiro livro da série. Apesar de ter gostado do livro, ainda há muito para ser mostrado ao longo da série, que não apareceu neste primeiro livro. No final de Brilho fica o gancho para Centelha, que pretendo ler em breve =D

Sinceramente, não entendi as comparações do livro com Jogos Vorazes. São duas histórias completamente diferentes. E, nesse caso,, acho que a comparação pode ate ser prejudicial, uma vez que pode dar a impressão de que Brilho é mais uma dessas distopias que não trazem nada de novo. Quem leu sabe que isso não é verdade.

E, claro, não posso finalizar a resenha sem ressaltar mais uma vez a perfeição da diagramação. Editora Geração, muito obrigada pelo carinho e cuidado com esse livro. A diagramação tanto externa quanto interna é impecável. Não encontrei nenhum errinho de digitação.





43 comentários:

  1. Kel já tinha ouvido falar desa série, mas ainda não tinha ficado curiosa. Confesso que sua resenha acendeu uma fagulha de interesse em minha, mas como estou focada em finalizar as séries da minha estante (esse ano ainda pretendo finalizar pelo menos estilhaça-me, feios, Nárnia e Hush Hush; já consegui algumas) enfim, mas sua dica foi anotada e assim que possível embarcarei nessa aventura espacial.
    Parabéns pelas palavras, conseguir ter uma noção do que esperar!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  2. Kel,
    Sempre vejo boas resenhas desse livro, mas ainda estou receosa de ler.
    A capa realmente é linda, mas por ser uma distopia, que percebi não é muito o meu estilo literário, acabo não tendo tantaaaa vontade de ler sabe.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  3. Tenho muita vontade de ler esse livro por ser uma distopia e ainda por cima sci-fi. Amo ambos os gêneros!
    Fico meio alheia porque geralmente as resenhas sobre ele não são super positivas, mas ainda tenho vontade de ler para saber se corresponde as minhas expectativas.
    Bem, vamos ver se conseguirei em breve.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Kel, tudo bem?
    Essa capa é realmente linda. Eu tenho muita curiosidade quanto a este livro. Já li opiniões positivas e negativas, mas acredito que tenha um enredo muito empolgante. Ótima resenha.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  5. Oiee

    Não consegui gostar muito desse livro a narrativa não flui tão fácl assim para mim, mas ainda quero ler o proximo para ver se vou gostar ..

    A capa é um arraso ela que me chamou a atenção quando vi na livraria pela primeira vez !

    Pena que a segunda nao esteja no mesmo brilo rsrs

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Kel, tudo bom?! Morro pela capa desse livro, tenho muita curiosidade em começá-lo, porque ele é lindo <3 HAHAHAHAH. Gosto da premissa desse livro e por ele ser uma distopia. Espero conseguir lê-lo em breve.

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  7. Achei a capa muito linda. Acho que o roxo fez com que eu me apaixonasse, porém a história em si não conseguiu chamar muito minha atenção.
    Ela não parece ser uma história que empolga e traz grandes acontecimentos.
    Pode ser que até seja bom, mas apesar da capa linda não conseguiu me conquistar.
    Beijos
    Cantinho da Bruna


    ResponderExcluir
  8. Que capa maravilhosa! ainda não tinha visto nada sobre esse livro.
    Mas gostei bastante da sua resenha e fiquei curiosa, espero que eu goste dele também.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro, apesar de gostar muito de distopias. A história até que me chamou a atenção, mas não sei se colocaria esse livro na minha lista de leitura. Gosto de sci-fi, mas não sei.

    www.laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Kel,

    Nunca li uma distopia. Não que eu não tenha vontade, acho que simplesmente não chegou o momento certo, haha. Gostei muito de saber mais sobre "Brilho", a capa é realmente muito bonita e eu fiquei bastante intrigada com esse livro.

    Beijos
    http://thamirisdondossola.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu conheci esse livro há um tempo no Skoob, e já me apaixonei só pela sinopse!
    www.s2nopiquedamoda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Já tinha ouvido falar desse livro, mas nunca me senti atraída por ele. Mesmo depois de ler a sua resenha permaneci na mesma. Já li algumas distopias mas não são meu forte. Vi Brilho e Centelha, se não me engano esse o nome do outro na Bienal e nem comprei. >.<
    Irei ler mais a respeito e depois me decido.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Ola Kel lindona que capa mais linda hein, gosto muito de distopias porém acho que vou sentir falta do romance como romântica assumida, a premissa do livro é bem interessante o fim da terra e esse novo mundo inciado nessas duas naves. Mas vou deixar passar pela falta de romance . Vou aguardar sua resenha da sequência quem sabe mudo de ideia. beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
  14. Oi Kel!

    Eu amo distopias, e confesso que nunca tinha ouvido falar de "Brilho". Mas depois da sua resenha fiquei com muita vontade de ler :)
    No geral, não gosto de distopias futuristas demais (espaço sideral e coisas assim), mas vou abrir uma exceção, pois o cerne da história (direito do próprio corpo, feminismo) me atraiu bastante na sinopse.
    E acabei de ver na Amazon: o ebook do livro tá na promoção a R$9,90 *__*
    Já era, comprei xD
    hahaha

    Enfim, fica o elogio pela resenha maravilhosa :)

    http://livros-cores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Kel, tudo bem?

    O livro parece ser bem interessante. Gostei da premissa.

    Obrigado pela dica.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Kel.
    Esse livro já está na minha lista de desejos.
    Adoro distopias e essa me chamou bastante atenção por ser passada no espaço.
    Ela parece ser diferente de todas que já li, isso é muito bom, espero me surpreender com a leitura.
    Fiquei pensando na questão da idade da protagonista, estou curiosa para conhecê-la.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  17. Eu achei as premissas de Brilho mto boa, porém o msm é mto fraquinho, a autora poderia ter explorado tanta coisa =/
    Uma pena...

    Andy_Mon Petit Poison
    POISON QUICKS - Termine Este Livro bit.ly/1vBq7wt

    ResponderExcluir
  18. Oi Kel.
    Fiquei bastante interessada no livro.
    Não sei o que é.. Mas ele me lembra do livro Através do universo. Nao li esse tambem mas ta na minha wishlist.

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  19. Já vi comparações com jogos vorazes tbm sobre essa série, mas tbm não vi essa semelhança não, pela sinopse e por outras resenhas o que temos em comum é uma protagonista forte e o tema distópico, acho que vai ser um livro mt bom, apenas n gostei da waverly ser tão nova. Mas gostei da premissa.

    ResponderExcluir
  20. Oii
    Essa. Capa. É. Demais. Esses tons escuros e roxos são perfeitos! Eu sou louca por distopias e sempre fui fascinada pelo espaço, então, esse livro é a pedida. Quero muito saber como as lutas feministas são abordadas nele, acho um tema importante e que evolui a trama. Já vi a capa de Centelha, o segundo livro, e prefiro a de Brilho. kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Eu sou dessas que compra pela capa, nunca neguei isso. Mas saber que o conteúdo é tão bom quando o exterior é sempre MUITO animador. Adoro distopias, então querer lê-lo depois de toda essa critica positiva é normal né rs. E pelo descrito não o achei nem um pouco parecido com jogos vorazes. A unica história que me passou pela cabeça foi The 100, e mesmo assim, só por causa das naves. A premissa dele me parece algo totalmente novo.
    Adorei a resenha Kel =)

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  22. A capa é extraordinária mesmo, né? Uma das mais lindas da minha estante, com certeza. Não tive problemas com a idade da Waverly não... as crianças e adolescentes de hoje não param de me surpreender, e ela ainda teve o agravante de precisar tomar uma atitude, então ou ela amadurecia rápido e agia, ou morria (literalmente ou por dentro). Também não entendi a comparação com Jogos Vorazes não, nada a ver... Como você, gostei muito da leitura, e estou ansiosa para ler Centelha, mesmo que eu tenha odiado várias personagens... rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  23. Tô com Centelha aqui pra ler e enrolando demais pra conhecer a continuação. Brilho também fez essa confusão comigo, de me enganar e não me deixar saber as reais características e intenções dos personagens. E essa sacanagem de acabar do nada, sem te explicar as coisas direito? Socorro!
    A capa é realmente linda, ficou perfeita combinando com o nome e com o espaço. ♥
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  24. Olá Kel!!
    Não conhecia esse livro Brilho, mas já me interessou pois Amo distopia, pela descrição na sua resenha podemos notar que a história não é parecida em nada com Jogos Vorazes. A capa é linda, acho que se enquadrou muito bem com enredo da história.
    Beijos,
    @ninh@
    Blog Detalhe Feminino
    http://detalhefeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Já ouvi falarem muito nesse livro, inclusive opiniões bem divergentes. Tem quem ama, que nem você, tem gente que reclama de certos detalhes que ficam meio em aberto, etc. Adorei sua resenha, mas essa história infelizmente não consegue me despertar vontade de ler :(

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "Asylum" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  26. Eu não sou um cara tão familiarizado com distopias ainda... todas essas que são famosas nunca tive oportunidade de ler nenhuma. Então acho que não conseguiria mesmo fazer comparação caso leia "Brilho" , mas pelo que vejo tanto nas sinopses como nas resenhas que já vi por ai... "Jogos vorazes" e "brilho" parece ter uma dinâmica bem diferente... gostei bastante pois alêm de distopias, mesmo não tendo lido muitas, é algo que me chama atenção e o livro tem uma pegada de viagem no espaço que eu gosto muito....

    ResponderExcluir
  27. Olá kel,
    eu adoro uma boa distopia, porem ela não é bem meu gênero predileto. Mas teve alguns que me conquistaram e me fizeram enxergar o gênero de outra maneira.
    Mas sobre este livro, eu não gostei muito, sobre as confusões, sei lá. Não sou de me sentir assim com uma leitura, mas não gosto quando começa assim, e outro ponto é o final. Sei que há sequencias, mas acho quero final deve ter algo significativo e que nos leve a ficar ansiosos e não ao contrario.
    A capa do livro é realmente muito linda, eu teria este livro na minhas estante, mas a historia dele não me conquistou. Desta vez deixarei passar.
    Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  28. Oi Kel, tudo bem? Já tinha visto esse livro, mas não fazia ideia que era uma distopia, e como eu sou fã de distopias, já quero ler. Achei legal o fato da história se passar em naves, e nossa, como é um absurdo o ser humano, já passando por uma situação difícil (a terra destruída) ainda faz mais maldades (sequestrar a outra nave), e o pior é que vemos muito isso acontecendo na vida real. Gostei dele pelo fato de não ser focado no romance, e sim em outras questões.

    Bom, realmente a protagonista é bem novinha mesmo, e as vezes não fica condizente com as atitudes. Interessante a narrativa se dar em terceira pessoa, assim dá para ter uma visão muito mais ampla.

    Adorei a capa, é maravilhosa. E sério, não consigo entender essas comparações que fazem. Sério, acham que só porque é uma distopia tem que se parecer com Jogos Vorazes, e sério, não é o primeiro livro a ter essa comparação. Isso é para chamar leitores, mas as vezes não funcionam. Eu adoro JG, mas não suporto ver vários livros sendo comparados a ele, até porque, não é por ser uma distopia que todos são iguais.

    Enfim, adorei a resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  29. Olá

    Já tinha conhecimento sobre o livro, aliás acho que sou tão desatento que tinha achado que Centelha fosse o primeiro volume na verdade. Fiquei feliz em saber que é um livro que não foca no romance, uma das coisas que mais me desanima nas distopias adolescentes de hoje em dia. As histórias tem um pano de fundo ótimo, mas os autores desenvolvem romances sem fundamento e irrelevantes pra narrativa e por isso fico com o pé atrás com a maioria das ditas distopias de hoje. Gostei da premissa desse e ainda mais porque é em terceira pessoa com focos em diversos personagens. Anotei a dica.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  30. Oi Kell!
    Td bem?

    Uai este livro é uma distopia?? Nem sabiaaa!!
    A capa é uma lindeza!!
    Gostei da história tb, muito legal isso de se passar em naves!
    Bjos!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  31. Olá, moça.

    Eu achei sua resenha incrível, e a história do livro mais ainda *-*
    Eu amo uma distopia, e até vi alguns comparando essa com Jogos Vorazes, e pelo que disseste, essa é diferente da que citaram. Só espero que as continuações continuem com o mesmo ritmo do primeiro.

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Kel, esse livro é lindo, realmente. Também dei quatro estrelas, mas, não dá, é impossível falar e elogiar essa capa o tanto que ela merece. Só quem pega, toca e desliza os dedos pode ter a certeza do quanto a capa é perfeita. Olhando por foto não dá para perceber tanto e nem falando. Visualmente ela é incrível. Estou lendo Centelha já, o Brilho eu li quando lançou. Também concordo com você no quesito de Jogos Vorazes, não vi semelhança alguma.

    ResponderExcluir
  33. Kel não tem coisa que mais me irrita é estas comparações, parece que a pessoa escuta DISTOPIA e já assemelha com JV nossa! Como isso me irritaaaaaaaa hahhaa foi assim com Divergente, com Maze Runner e mais este =/ Isso me chateia de verdade

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  34. Oi kel, tudo bem?
    Estava super ansiosa para saber sobre esse livro, adoro distopias como você e essa capa é linda demais. Não ouvi esse comentário do livro sendo comparado a Jogos Vorazes. Na verdade, pela sinopse, não tinha nada a ver. E agora, depois da sua empolgação nessa resenha, eu fiquei com muita vontade de ler. Toda vez que compro um livro por sua causa, dá certo!!!!!!
    Dica super anotada e vou comprar junto com Centelha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Tenho muita vontade de ler Brilho, apesar de algumas pessoas terem me dito que ele se desenrola devagar. Sua resenha me instigou mais ainda a ler!

    www.fasciniosliterarios.com.br

    ResponderExcluir
  36. Oieee, o que me fez apaixonar por esse livro foi a perfeição da diagramação que o mesmo possui, a capa é muito linda. A história também me interessa bastante, pois amo Distopias e Distopias espaciais podemos dizer assim kkkk, são as minhas preferidas. Gostaria de sugerir a leitura de The 100 para você, ele também é uma distopia que acontece no espaço e o livro é viciante, um dos melhores que já li deste gênero haha, Abraços.

    ResponderExcluir
  37. Achei a capa muito bonita! Nunca li nada que é no espaço... distopia só li Feios! ;/ Vou ver se meu irmão consegue esse livro para eu ver se é bom como vc disse

    ResponderExcluir
  38. Oiee, sua linda =)
    Acredita que nunca ou não lembro se já li distopia? que capa linda! gostei de sabe que o livro vai além da capa e que a autora escreveu tudo na medida certa e é capaz de surpreender, isso é bom demais.

    Beliscões da Máh <3
    Blog | Twitter ||Instagram

    ResponderExcluir
  39. Oi Kel, que capa linda desse livro *-*
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha e não sei se quero ou não ler o livro, parece ser uma distopia que não iria me conquistar tanto, talvez eu ainda dê uma chance para ele um dia. Beijos

    ResponderExcluir
  40. Distopias que conseguem trazer algo de novo são sempre bem-vindas, ainda mais quando podemos acompanhar o dia a dia dentro de uma nave espacial, vendo o ataque ocorrido, a luta da personagem em busca de seus ideais e os desafios enfrentados para a colonização da Nova Terra, o foco ser mais na distopia em si do que no romance também é uma ideia muito interessante, tomará que isso continue em Centelha,a capa também está demais, todos os efeitos criados pela editora ditando o tom exato da história, foi um trabalho realmente impecável que quero muito ter em minhas mãos.
    P.S: fiquei babando na capa do livro e na sua estante com aquela edição de Harry Potter.

    ResponderExcluir
  41. Eu realmente babo por essa capa. Não sou a maior fã de distopias, mas algumas histórias conseguem me atrair e Brilho é uma dessas. Gostei da leitura e espero ler o próximo em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  42. Ótima resenha meu amor! A capa do livro é linda, muito bem feita e super combina com o livro!

    ResponderExcluir
  43. ah, sério que este livro pertence a uma série???
    desanimei! estava bem empolgada para ler ele, até porque faz tempo que não leio uma boa distopia, mas odeio livros em série :@
    realmente, essa comparação com Jogos Vorazes é totalmente desnecessária!
    a capa dele parece ser linda mesmo, ainda não vi pessoalmente :P
    não sei se vou ler agora... confesso que perdi um pouco do interesse :S

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!