10 setembro 2014

# Resenha 134 // Claros Sinais de Loucura

Oiee, gente, tudo bem?

Alguém além de mim quer muito que esse mês acabe? Chefe de ferias no trabalho e eu precisei de apenas incríveis 9 dias para já estar estourando de dor de cabeça =`( OHGOD. Mas enfim, hoje tem resenha de um livro que eu gostei bastante. Já ouviram falar em Claros Sinais de Loucura?

Título: Claros Sinais de Loucura // Sure Signs of Crazy
Autora: Karen Harrington
Páginas: 256 Páginas 
Editora: Intrínseca
Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai, professor, tornou-se alcoólatra. Fugindo da notoriedade do crime, ele e Sarah já se mudaram de diversas cidades, e a menina jamais se sentiu em casa em nenhuma delas. Com a chegada do verão em que completa doze anos, ela está cada vez mais apreensiva. Sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, já se acha grande demais para passar as férias na casa dos avós, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa pelo primeiro beijo de língua que ainda não aconteceu. Mas a vida não pode ser só de preocupações, e, entre uma descoberta e outra, Sarah vai perceber que seu verão tem tudo para ser muito mais. Bem como seu futuro.


Acho que já comentei aqui, em algum momento, que eu adoro um livro que tenha um drama capaz de deixar aquele rastro de angustia no coração. Claros Sinais de Loucura conta a história de Sarah, cuja mãe tinha problemas psiquiátricos e tentou afogar os filhos (Sarah tinha um irmão gêmeo). Sarah conseguiu se salvar, mas seu irmão morreu. Agora ela vive com o pai que mal consegue cuidar de si mesmo. É tenso? É? Esse é o mundo de Sarah.

Já diz o ditado que "de medico e louco todo mundo tem um pouco", Sarah tem medo do fator hereditário e presta atenção em qualquer sinal de que possa estar surtando como sua mãe. Sarah tem uma grande maturidade, ainda que tenha apenas 12 anos. Ela cresceu sem a figura materna e tem na escrita a sua principal fuga. Sarah escreve cartas para o seu personagem preferido e adora anotar significados de palavras novas em seu diário. Nestas cartas que Sarah reflete sobre sua vida e nos faz ter uma pequena dimensão do que é se sentir um peixe fora d'água na maior parte do tempo.



Claros Sinais de Loucura nos faz ver, pelos olhos de uma criança, problemas tão sérios como as doenças psicológicas e o alcoolismo. A dor e as preocupações de Sarah são palpáveis. O livro é um misto de emoções que fica ate difícil de escrever. Ao mesmo tempo que a leitura é densa, ela consegue ser leve justamente por ser narrado por uma criança. ainda que tendo que lhe dar sozinha com todos os problemas de sua família, sem poder compartilhar com ninguém, Sarah só quer ser uma criança. Ela tem o seu primeiro amor Sarah é apaixonante, doce e esperta, mesmo com todos os seus fantasmas, Sarah me ensinou lições incríveis.

- Vampiros e mortais tem o mesmo problema - falo. - Não podem fazer nada em relação aos seus sentimentos, além de senti-los e olhar um para o outro

E para quem gosta de livros que falam de livros, Sarah adora "O Sol é para todos". Há várias referências a esta obra. É como se os personagens deste livro fossem de carne e osso e fizessem parte do dia a dia de Sarah.



Não posso deixar de citar os personagens secundários que, sem dúvida, melhoram ainda mais a leitura. Finn, irmão mais novo da vizinha que conta conta de Sarah é um garoto fantástico. E a forma como ele trata a Sarah é muito linda. 

A escrita de Karen é impecável. O livro é muito fácil de ler. Eu mesma não conseguia largar. Claros Sinais de Loucura é muito inteligente e edificante. Conhecer a jornada de Sarah, ver seu amadurecimento é algo incrível. Essa é mais leitura que, mesmo após finalizada, ainda ficamos pensando em tudo o que aprendemos naquelas páginas. 



61 comentários

  1. Kel, que livro lindo!
    Amei a resenha, descobri ontem terminando de ler se eu ficar e vendo o filme que tb curto um bom drama, principalmente esses com histórias inteligentes e assuntos interessantes presentes na nossa realidade =)
    Ameii!
    Bjoo!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como não amar um bom drama? huahuahua a gente gosta de sofrer =P

      Excluir
  2. Oi Kel,

    Simplesmente amei a resenha! Fiquei imaginando por tudo o que Sarah teve de passar depois de perder um irmão e como sua vida se tornou após esse acontecimento, sendo ela tão jovem. A sinopse já mexe muito comigo e eu adorei a ideia do livro e imagino o quanto deve ser inesquecível. Espero poder ler muito em breve mesmo, pois estou curiosíssima para conhecer essa história.

    Beijos, Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza foi bem dificil pra ela, Thá. Mas ela também é um grande exemplo pra quem lê o livro

      Excluir
  3. Oiee

    Oh my good adoro livros que falem de drama e esse já foi para minha lista dos desejados :)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kel!
    Quando vi a capa e o título achei que fosse um livro de comédia (vai entender rs)
    Mas, vejo que é um livro profundo, fiquei curiosa.
    Construindo Estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Talvez por causa do loucura no final =P

      Excluir
  5. Olá, Kel
    Tudo bem?
    Adorei conhecer o livro, adoro esse tipo de capa, super fofinha mesmo. Bem ansiosa para lê-lo! amei
    Beijos*-*
    Território das Garotas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Poli, tudo bem?

      Espero que goste da leitura. é muito boa

      Excluir
  6. Oi Kel, tudo bem?
    Esse livro parece ter uma carga emocional bem grande, mas também parece se aquele livro em que nos apegamos com o personagem. Não sei porque, mas essa garota me lembrou o
    Charlie, talvez porque os dois tem tinham dramas internos com os quais teriam que lidar. Dica mais do que anotada.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhhhhhh com certeza. eu amei a Sarah, ela é uma fofa

      Excluir
  7. Kel que bom que vc gostou da leitura, fico feliz e amei saber um pouco mais sobre ele. Na verdade não o conhecia e confesso que só lendo sua resenha fiquei com o coração apertado. Não sei se teria coragem de ler, mas mesmo assim gostei da dica. Beijos

    P.s. Espero que as questões no seu trabalho melhorem. Sei bem o que é estresse no trabalho, eu vivia com dor de cabeça quando trabalhava na aviação.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh você é sempre uma fofa, Aline. O livro faz um pouco isso com a gente. Deixa com o coração apertado. Mas é tãão bom!

      Excluir
  8. Oiee ^^
    É impressão minha ou setembro está enrolando muuito pra passar? *-* é o mês que eu menos gosto :/
    Já ouvi falar muuuito nesse livro, e estou doida para lê-lo! Já tinha ele na wishlist, mas depois dessa resenha vou mesmo é comprar...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kel! Tudo bem?
    Adorei a resenha!
    Já tinha ouvido falar desse livro, mas me senti mais "imersa" na história lendo seu post. Me parece um livro super interessante e com uma temática bem diferente. Certamente o leria!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pri, que bom saber. E eu espero que você tenha gostado da resenha

      Excluir
  10. Oi, Kel!
    Nossa que livro... Tenso. Eu gosto muito de livros que abordam esse lado psicológico com personagens que sofrem ou que tem alguém perto que sofrem de algum transtorno psicológico ou psiquiátrico. Eu não sei se foi pelo fato de eu ter passado por algo semelhante a Sarah com minha própria mãe, não que ela tenha tentado me afogar, mas ela teve depressão pós parto, então, não sei se por esse motivo eu teria coragem de ler esse livro. Mais por essa experiência pessoal que tenho, embora eu não tenha nenhuma memória apenas o que ela me contou.
    A temática e o enredo parecem ser muito envolventes mesmo sendo narrado através de uma criança de 12 anos, o livro me interessou sim, mas vou pensar melhor antes de ler =)
    Beijos!
    www.garotaliber.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rô,

      nossa, que complicado =S Acho que nesse caso é bom o fato de você não se lembrar, né? A temática de Claros Sinais é bem interessante e inteligente. Espero que você goste.

      Excluir
  11. Oi Kel, eu estou louca para ler esse livro, parece ser muito bacana e eu gosto de livros que me deixam tensa na leitura, com aquela apreensão de "e agora".
    Mas o que me impressionou mesmo foi sua estante: MARAVILHOSA!!!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Érica,

      então você vai gostar bastante desse livro

      Excluir
  12. Que livros bons você tem livro ultimamente Kel, eu gostei muito desta resenha e achei esse livro muito interessante. Não conhecia, mas vou procurar saber mais sobre ele.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana,

      costumo gostar bastante das leituras da intrinseca. Claros Sinais não me decepcionou

      Excluir
  13. Parece ser um livro bem tocante...
    Ja coloquei na minha wishlist pq acho q vou gostar bastante!

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  14. veio me interessando por esse livro um tempinho.... realmente parece ser um drama que toca e deixa agt bem mexido.... não de um jeito meloso... mas impactante de uma forma bem real....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thiago. Leia o livro. Não se preocupe, nada de meloso na leitura

      Excluir
  15. Oi Kel, tudo bem? Eu tinha visto Claros Sinais de Loucura na livraria, mas não tinha dado muita bola. Lendo sua resenha percebi que é um livro que chama a atenção, tem uma premissa que gosto em livros e pretendo ler. É um livro que deve fazer os leitores refletirem né?

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o livro é bem tocante neste sentido =)

      Excluir
  16. Adorei! Nao conhecia o livro, mas ele com certeza faz meu tipo! Abordar temas complexos, o dia a dia de uma criança e com isso o ponto de vista dela sobre o mundo adulto... E alem disso, vc destacar personagens secundários me conquistou, eu sou apaixonada por livros que se aproveitam dos secundários, afinal, não somos protagonistas de nossas vidas se nao fossem os 'secundarios' hahaa! Adorei a resenha, o livro, parabéns! \o

    Por acaso, boa sorte com o resto do mes ahhaha

    ResponderExcluir
  17. Kel, a história de Sarah é linda, mas não conseguiu me prender.
    Vai entender o porque..
    O sol é para todos é um livro bem falado em livros rs e a autora conseguiu me deixar bem curiosa para lê-lo.. O Finn e a vizinha deles são ótimos personagens secundários. para mim, eles fizeram toda a diferença no livro <3

    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dreeh,

      é assim mesmo, impossível o livro agradar a todo mundo

      Excluir
  18. Oi Kel, tudo bem? Já tinha muita vontade de ler esse livro, e com a sua resenha fiquei ainda mais interessada. Também gosto de livros com um drama capaz de deixar um rastro de angústia, e se é contado por uma criança é ainda melhor... porque por mais pesado que sejam, elas nunca deixam de ser o ar inocente.

    Já estou seguindo o blog.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa, espero que você goste do livro tanto quanto eu

      Excluir
  19. Kel!! Depois de ler Cartas de Amor aos Mortos busquei outros títulos e com o seu comentário lá no blog já sabia que Claros Sinais de Loucura ia me fisgar, só com sua resenha ele já conseguiu, o que faz eu ansiar ainda mais pela leitura, sei bem o que o livro te proporcionou, senti isso com CAM.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  20. Olá Raquel!
    Tenho que admitir que o título desse livro tinha me deixado com um "pé atrás", mas li algumas resenhas positivas que mudaram meu pensamento. Lendo a sua, agora, só confirmo minha vontade em lê-lo. A narrativa parece ser diferente do que eu estou acostumada, pelo fato da mesma ser feita por uma menina de 12 anos, mas acredito que irei gostar :)
    Adorei seu blog (indicação da Aline do Leituras, Vida e Paixões)!
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaa que bom saber. E mais lindo ainda saber que a Aline indicou meu blog pra vc, que honra

      Excluir
  21. Oi Kel.
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, mas ainda não consegui decidir se essa leitura funcionará comigo, mesmo tendo elementos na narrativa que me agradam como escrita impecável e inteligente, e principalmente que nos leva a continuar pensando na história mesmo quando ela termina.
    Quanto ao livro que é mencionado por Sarah, ele é bem famoso, eu já li vários livros e assisti filmes onde ele é citado.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  22. EU ainda estou bem com setembro,Raquel! Estou tomando decisões importantes, então esse mês precisa duplicar haha

    Logo o ínicio da sua resenha me deixou tensa, me lembrou um pouco de A origem, o filme. Adoro o formato de cartas, deixa tudo mais incrível. Eu sou sensível para esse tipo de obra, por isso talvez não leria, mas também curti o fato de a personagem citar outros livros, sou dessas pessoas que adora!

    ResponderExcluir
  23. Oiii,

    Eu não li ainda,mas já tinha ouvido falar... Gostei bastante da sua resenha, adoro quando a autora usa bem os personagens secundarios <3


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  24. Olá

    Desde que vi esse livro por aí, achei sua premissa curiosa e sua capa chamativa. Marquei que ia ler no skoob e esta é a primeira resenha que estou lendo acerca do livro. Acho que vou acabar gostando bastante, pretendo ler em breve!

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  25. Oláaa!!!
    Esse livro parece lindo! *-*
    Assim como você, eu gosto de livros que mexam bastante comigo e que ficam 'fazendo eco' tempos após o fim da leitura.
    Só pela sua resenha eu já simpatizei muito com a Sarah e tenho certeza que essa garotinha de 12 anos tem muito o que nos ensinar, né?!

    P.S.: Boa sorte no seu trabalho! É preciso muita paciência e determinação, né?!
    P.S.2: Corrige ali: "(...) Ela tem o seu primeiro amor Sarah é apaixonante(...)" e "Finn, irmão mais novo da vizinha que conta conta de Sarah(...)".

    Beijos e parabéns pela resenha!

    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. A Dreeh tinha me desanimado com a resenha dela, mas já voltei a ficar interessada lendo a sua. Também gosto de dramas, ainda mais quando envolve crianças; mesmo o assunto sendo sério, dá um toque especial. Tb amo secundários, acho que viu gostar desse.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  27. Oie,

    Ainda não tinha visto muito sobre o livro, mas tudo que tem a ver com loucura eu sinto vontade de ler, me chama atenção e me dar muita vontade de ir lá comprar, a capa é linda e a historia me chamou muita atenção, quero conhecer mais a Sarah, e a mãe dela é muito louca matou o próprio filho cara muito maluco!

    Mayla

    ResponderExcluir
  28. No momento, eu só quero que chegue rápido a sexta-feira, e que o final do mês passe bem devagar, já que vou estar de férias... rs... não me mate por desejar isso! hehe...

    Adoro quando livros falam de outros livros, sempre fico louca pra ler o que é citado, pelo menos nesse caso o livro existe, quando é um livro inventado eu quase surto! Amo personagens secundárias que enriquecem o enredo e adorei saber que o livro é inteligente e edificante, porque quero muito ler!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  29. Oiiiii
    Desde de o lançamento estou doida para ler esse livro. Essa semana, minha colega leu ele e disse que é simplesmente incrível, e pelo que está escrito na sua resenha, ele é incrível mesmo! Espero lê-lo em breve!
    Beijinhos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oi, Kel.
    O livro realmente tem uma trama tensa sobre a vida de Sarah; imagino as consequências psicológicas deixadas na cabeça dela sobre o dia em que quase foi afoada pela própria mãe. (me lembrei de Emilie Thorne/Amanda Clarke de Revenge :P)
    Eu adoro livros que mencionam outros livros e esse parece ser bem legal.
    Amei a resenha <3

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Olá!

    Já li diversas resenhas desse livro, inclusive a que o outro administrador lá do blog fez. Estou super curioso para fazer a leitura do meu exemplar (que ganhei do Pedro, o outro adm), haha! Creio que nunca li nada onde o personagem principal fosse uma criança... acho que será uma boa leitura! Essa Sarah parece ser uma fofa (e maluquinha!), haha *-*

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Oi, Kel!
    A sua resenha é a segunda que leio do livro, e bem se antes eu já queria ler, agora quero muito mais!
    Gosto bastante de livro carregados de um certo drama, e eu já li um livro que a menina tinha medo de ficar como a mãe, mas ela não era uma criança e já foi angustiante, imagino o quanto deve ser sofrido, uma criança passa por esse medo.
    Adorei a resenha!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  33. Ótima resenha meu amor! FIco feliz que você tenha gostado do livro!

    ResponderExcluir
  34. Eu já li uma resenha sobre esse livro e fiquei muuito interessada mesmo, porque a história parece ser incrível, bem emocionante, do jeito que eu gosto, mas eu não lerei tão já, infelizmente :/ Enfim, eu adorei a resenha e fico feliz ao ver que a leitura foi boa para você.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  35. Nem me fale em trabalho, dou aulas pra crianças e sinceramente hoje decidi faltar.
    Mas vamos a resenha, já tinha ouvido falar desse livro na Tour Intrínseca, mas não sabia que era tão forte o drama nele. Deve ser horrível você viver angustiada com o que poderá acontecer em seu futuro.
    No momento li tantos dramas que darei um tempo no gênero.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  36. Nossa gente, tadinha :( dá pena só de ler a resenha. Mas a personagem também aparenta ser bem forte, e a história deve ser um grande aprendizado

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "Primeiro Amor" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  37. Kel,
    Eu ainda não tinha ouvido falar desse livro, e fiquei bem curiosa com a historia.
    Parecer ser uma superação atras da outra, e isso deve ter ajudado muito no desenvolvimento e crescimento da personagem, o que adoro ver em um livro.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  38. Oii
    Eu vi a capa do livro: Amei. Li a sinopse: Amei mais ainda. Terminei a resenha: Quero ler esse livro agora!! Sério, amei tudo nesse livro! Esse tipo de obra me emociona demais, fico tocada com o sofrimento dos personagens e suas levantadas, superando seus problemas. E ainda mais quando se é um personagem tão jovem! Já adicionei ao Skoob, vou ler com certeza!
    Beijos

    ResponderExcluir
  39. Eu não conhecia esse livro, mas fiquei curiosa, drama em cima de drama e que família quebrada ela tem! Deve ser angustiante! E eu tbm gosto quando a autora é capaz de nos fazer sentir junto com os personagens. Parece ser uma ótima leitura

    ResponderExcluir
  40. Nossa, que livro super interessante, gosto muito de livros que mexem com o psicológico da gente. Fiquei muito curiosa pra saber mais sobre a Sarah, ela parece ser uma personagem muito fofa, Gostei muito de saber dos personagens secundários é muito bom quando são bem aproveitados.

    ResponderExcluir
  41. Oi Kel, faz um tempão que quero ler esse livro e sua resenha me deixou com mais vontade ainda, parece ser um livro que ao mesmo tempo de falar de assuntos complicados é um pouco leve por ser narrado por uma criança. Assim que conseguir o livro eu vou ler. Beijos

    ResponderExcluir
  42. Que livro mais emocionante, Kel.
    Fiquei aqui presa em sua resenha e com muita dó de Sarah. Poxa, mas que barra essa situação e ainda, desde cedo, passar por traumas assim, por fatores psicológicos é o pior. Mas, enfim, fiquei interessadíssima pela obra e desejo ler.

    ResponderExcluir
  43. N gostei mto da capa, mas achei mto interessante a historia! Achei diferente ver os problemas pela visão de uma criança!

    ResponderExcluir
  44. Ultimamente a Intrinseca tem lançado uns livros com capa feia, mas a história desse parece razoavelmente boa! Um dia lerei.

    ResponderExcluir
  45. Oi, Kel!!
    Ainda não conhecia esse livro Claros Sinais de Loucura, mas gosto desse tipo gênero drama, me encantei pela descrição da sua resenha onde vejo que Sarah consegue encarar muito bem todo seu sofrimento, os problemas dos seus pais (alcoolismo e problemas psiquiátricos) e a perda do seu irmão gêmeo.
    Beijos,
    @ninh@
    Blog Detalhe Feminino
    http://detalhefeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!