# Papo Literário // Livros banidos

Olá pessoal, tudo bem?

Em tempos de debate para o governador da Globo cheio de trocas de farpas, porque não polemizar por aqui também? Mas antes, só para lembrar: Top Comentarista vai até domingo, dia 5, okay?

Que ler livro, respirar livro, sentir o livro na nossa mão, é bom, todos nós sabemos. E também sabemos que cada país tem suas diretrizes morais. Alguns países são mais conservadores que outros. Essa semana fomos surpreendidos com a noticia de que o livro A Culpa é das Estrelas foi banido das escolas públicas nos Estados Unidos. A treta foi tão grande que até o John Green resolveu se pronunciar dizendo que ""Fiquei feliz e triste com o que aconteceu."

Mas essa polêmica dos livros "proibidos", dos "tabus" vão muito além de um mero livro infanto juvenil. E o assunto, como diria minha avó, dá muito pano para manga. Não é de hoje que livros são censurados ao redor do mundo. É certo? É justo? Vai contra as noções de liberdade de expressão? Vamos combinar que "o proibido" sempre foi o mais gostoso. E, por incrível que pareça, a maior parte dos proibidões são livros que são sucesso de vendas. Porque será?

Vivo falando isso e vou voltar a repetir: nenhum livro é capaz de agradar a todos. É impossível. Harry Potter é um bom exemplo de livro amplamente amado, mas censurado em alguns lugares. Segundo a Associação Americana de Bibliotecas, Harry Potter está em primeiro lugar na lista de livros mais banidos do século. E tudo isso porque? Porque a história fala de bruxaria. 



OMG, pera ai vamos lá: o livro é de FANTASIA, ou seja, NÃO É REAL. Começa por ai. As crianças estudam em uma escola de magia, usam varinhas, combatem o mal e a história prega a importância do amor como salvação. E ainda tem gente que acha que isso é satânico. Alguém notou a contradição nestes pensamentos? É uma pena perceber que até hoje tem pessoas com a mente tão fechada que acha que um livro para adolescentes pode incitar rituais de bruxaria. Fanatismo religioso é tão prejudicial quanto qualquer outra coisa. Harry Potter é censurado nos países árabes e em várias escolas conservadoras dos Estados Unidos. E sabe qual é o pior? Eu conhecer pessoas que não deixam os filhos lerem Harry Potter porque acham que o livro é prejudicial. 

E não para por ai. Sabem a saga Crepúsculo? Aquela que muita gente não gosta, aquela que inspirou metade das sagas eróticas masoquistas que temos por ai? Pois é, Crepúsculo também é um dos livros censurados pelo mundo. A série de livros de Stephanie Meyer, está na quinta posição do relatório anual de livros proibidos nos EUA. Os romances da autora causam desconforto devido ao apelo sexual e, obviamente, pelos assuntos sobrenaturais.

Mas se vocês acham que o problema está só com os livros de fantasia aka vampirescos, você está muito enganado. O Apanhador no Campo de Centeio, de JD Salinger, um GRANDE clássico literário também figura na lista dos queridinhos da censura. 



Para vocês terem uma ideia de como a criatividade das pessoas não tem fim, a história não pode ser adaptada e ainda foi acusada de ter tido influência no assassinato de John Lennon. Tipo... WHAT? Pois é. O livro foi amplamente criticado e censurados nas escolas americanas (deixo aqui uma observação: os americanos que são pioneiros da literatura mundial, são também os que mais censuram livros) Os protestos que envolvem O Apanhador dizem respeito, na maior parte, à linguagem vulgar usada pelo protagonista, Holden Caufield, referências sexuais, palavrões e o questionamento de códigos morais e valores familiares, bem como o “encorajamento da rebeldia” e o incentivo ao mundo de bebidas, cigarro, promiscuidade etc. Ufa, tá bom, né? Segura esse forninho, sociedade!



“Lolita”, outro clássico da época em que livro erótico estava em outro patamar de qualidade, é considerado obsceno em países como a França, Inglaterra, Argentina e Nova Zelândia. “1984”, de George Orwell foi retirado das livrarias nos EUA por ser considerado pró-comunismo, enquanto, na Rússia comunista, o livro foi visto como uma obra contraria ao regime. Vai entender, né?

Agora vamos falar sinceramente. Pode até ser que essa história de censurar livros, de tirar livros das bibliotecas até funcionasse no passado. Mas hoje em dia? Alguém acha que adianta censurar alguma coisa? Na internet tem livro PDF, tem ebook, tem a mágica do Ebay e da Amazon e eu pergunto: pra que censurar leitura, gente? 

Até entendo que alguns livros não são recomendados para certas idades. PelamordeDeus não me façam crianças de 12 anos lerem Lolita. Esse livro não é RECOMENDADO para a idade. Assim como nenhum livro com uma pegada mais hot é recomendado para menores de 18 anos. Mas existe uma ampla diferença entre: não recomendar, evitar a leitura dentro de uma certa faixa etária, para, de fato, censurar, banir do país. Achar que um livro de fantasia é coisa demoníaca é ter uma ervilha no lugar do cérebro. Livro é cultura em qualquer instancia. Afinal, vamos combinar, né? Antes ler um livro que ficar ouvindo baboseira de candidatos às eleições na TV. #indiretadobem
















35 comentários:

  1. um assunto bem polemico... afinal a quem diga que não aceitar a proibição pode ser uma censura a uma determinada cultura ou pensamento... mas a proibição em si é uma censura ao individuo ir contra tal cultura e pensamento...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thiago,

      com certeza. Assim, concordo que ACEDE não é adequado para todos os públicos. Acho que a faixa etária ideal é acima de 12 anos. Justamente por conter cena de sexo e tal. Mas banir o livro? Ai já acho demais

      Excluir
  2. isso chega a ser uma coisa horrível onde vamos parar.
    beijos
    livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Os americanos são tão cheios de frescuras, que nossa senhora. Pra algumas coisas são libertinos demais, pra outras, tipo livros fazem um auê tão grande. Quando vi que A Culpa é das Estrelas tinha sido banido, fiquei assim tipo "oi? que merda é essa?". Eu não sabia que HP tinha sido banido. MEU DEUS. Que povo mais burro.

    Como você falou, tem faixa-etária pra cada livro, cada livro tem seu público alvo. Aí vai do bom senso dos pais em não deixar uma criança ler um livro adulto, por exemplo. Mas isso é questão pessoal. Não de um país, estado, cidade, não cabe a governo tomar decisões o que pode ou não ler. E concordo com você, antes ler um livro do que ficar vendo horário político. Que é mais mentira e enrolação que todos os livros de ficção juntos. hahah =x

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. oie kel
    adorei o post.
    Eu já imaginava que HP sofreria esse tipo de censura em alguns lares e escola, mas A culpa é das estrelas?? Why??
    Acho uma bobeira sem tamanho. É como você disse: hoje em dia tem tantos meios para ler um livro, que não é um comunicado de banimento que irá impedir quem tem vontade de ler tal obra.
    E minha cunhada na época do HP, foi induzida pela mãe a dar todos os livros, pois eles supostamente atraiam coisa ruim. Quem saiu no lucro foi eu, pois ela me deu alguns volumes rs
    Eu não vou impedir meus filhos de ler nada. Claro que 50 tons não vai ser um livro que eles irão ler antes dos 15 (ou 18 rs)
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Kel, adorei seu post!
    Não estava sabendo dessa polêmica sobre o ACDE nas escolas públicas nos EUA e não entendi bem o porque de bani-lo.
    Eu acho que o Estado não tem o direito de censurar nada, muito menos livros, acho que esse papel cabe aos pais e às escolas, que devem orientar seus filhos/alunos sobre as melhores obras a serem lidas de acordo com a faixa etária de cada um, como você mesma disse!

    Super beijo
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Kel, fiquei surpresa em saber que baniram o livro A Culpa é das Estrelas, eu concordo que alguns livros devem vir com faixa etária, mas banir eu não sei se funciona não.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Kel vc sempre trazendo temas pertinentes. Adoro refletir junto com o seu texto.
    É um absurdo mesmo essa questão de censura =\ e muitas vezes proibir só aguça a curiosidade e divulga mais a obra.
    Já essa questão de não ser recomendado para determinada faixa etária é bem interessante, ou seja, não está proibindo mas informando que não é indicado.

    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Kel

    Adorei o debate de hoje e com certeza dá pano para manga, eu não consigo entender o porque de proibir um livro e acho que quando proíbem o livro se torna mais famoso e aí que várias pessoas querem ler mesmo, mas enfim isso não é de hoje pois até Hitller queria queimar todos os livros que existiam e na época da ditadura também não podia expressar ou escrever algo que já era proibido então enfim fazer o que tem coisas muito piores para os seres humanos e não é proibido como por exemplo eleger o Tiririca kkkk mas ai esse seria outro assunto!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kel!
    Tai um assunto pra lá de polêmico!
    Quando soube que A culpa é das estrelas tinha sido banido, fiquei chocada. Como assim? Eles estão procurando pelo em ovo?
    A prática da leitura é uma coisas que todos deveriam adotar, mas que infelizmente, não acontece.
    Os livros deveriam ser incentivados, não banidos. Concordo que nem todos são apropriados para todas as idades, mas isso se resolve de uma maneira bem mais simples do que essa atitude extrema.
    Enquanto na internet são achados conteúdos mil vezes piores. Eles estão preocupados com livros!
    Pelamor!
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Gostei do assunto de cara! Essa é uma das coisas que mais me faz querer debater, acredite. Não consigo acreditar que alguém possa pensar assim. Pensar que uma criança de 12/13 anos não pode ler um livro que fale sobre morte e sexo. Como se "A Culpa é das Estrelas" fosse pornô e como se as crianças nunca tivessem ouvido falar de morte antes na vida. Como o autor disse, é importante que as crianças tirem a ideia de imortalidade da cabeça.
    Concordo com você, os livros podem ter uma classificação, aliás DEVEM ter uma classificação. Mas, BANIR o livro do país é sacanagem. E aquela pessoa maior de 18 anos que gostaria de lê-lo? Será punida se o fizer? Isso me deixa fula da vida. Ainda bem que no Brasil, pelo menos nesse sentido, as coisas funcionam.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Kel, tudo bom?
    Realmente tem pessoas que não entendem que essas obras literárias são ficcionais. Conheço gente que olha feio para Harry Potter e para mim isso é ter uma mente pequena. Acho que o certo é recomendar a narrativa certa para cada idade e não proibir uma pessoa de lê-lo. Como você bem disse, hoje em dia as pessoas tem acesso aos livros com mais facilidade.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Crepúsculo um alto apelo sexual? gente me mostra onde por que acho que pulei estas páginas hahaha. Sobre HP eu sabia, mas acho totalmente idiotice tbm, sobre O Apanhador fiquei pasma, desconhecia totalmente.

    Nossa banir um livro é a total ignorância, quem sabe se estas pessoas que executam estas tais leis, lessem um pouco...

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  13. Ai, Kel, eu me divirto com as pessoas dizendo que Harry Potter é coisa do demônio. Como assim, gente? Isso serve pra gente ver até onde vai a ignorância e a falta de compreensão das pessoas... Ou seja, não tem limites! Hahaha Cada coisa.
    Um beijinho,
    Mona
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  14. Censura é uma coisa complicada.
    No caso de livros eroticos, falta um pouco de ensino dos pais e apoio das livrarias. Sabe pq? Os livros eroticos ficam expostos muitas vezes na primeira prateleira e ate na vitrine, ja chamando atenção de crianças que se acham as adultas.
    Eu sou totalmente contra isso.

    E isso de livros banidos e um assunto bem complicado mesmo... Mas acontece tanto..

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  15. Oi kel tudo bem, quando ouvi a noticia sobre o ACDE fiquei abismada com a falta de bom senso das pessoas, bom em primeiro lugar se a pessoa tem uma boa estrutura, cultura não será influenciado. Dizer que esses livros tem cunho sexual, bruxaria e demais temos banidos, adeus aos filmes que são muito mais apelativos! Sou totalmente contra vc sabe de livros para maiores de 18 anos nas mãos de crianças de 10 á 14 anos, até mesmo 15 que tenham cunho sexual! Mas ai barrar tudo achando o fim do mundo não acho certo!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  16. Kel!
    Haahahahahahah rindo horrores aqui, tem gente q é doida né, HP coisa de demõnio, crepusculo tem apelo sexual hahahahahahah
    Sou uma eterna pecadora entãooo!
    Adorei mais uma vez o papo literário!
    Bjos!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  17. Olá.

    As pessoas sempre tem que implicar com os outros, nunca satisfeitos. Agora banir livros é muita ignorância. Isso é não dar a oportunidade pras pessoas terem suas opiniões sobre determinado assunto. Muito idiota esse povo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Sou contra qualquer tipo de censura. Costumo dizer que defendo a democracia verdadeira porque esse é o regime onde as pessoas podem ser inteligentes ou imbecis, depende da escolha de cada, normalmente escolhem ser imbecis, sem ser incomodado. haha
    O livro tem muito a ver a com a abertura de pensamento, por isso muitos países conservadores banem livros, principalmente os que fazem pensar.
    Já li O apanhador nos campos de centeio e é um dos meus livros favoritos. Bani-lo é o mesmo que banir a inteligência, a liberdade, a conscientização. Banir armas ninguém quer, né?
    Ah, eu adoro ouvir as baboseiras dos políticos. Só assim podemos criticá-los com mais propriedade, sabendo as besteiras que fazem e falam.

    Acho que fiz quase um testamento nesse comentário, Kel. Mas você me desculpe, né? Eu falo muito mesmo, Naty sempre reclama disso. haha

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

    ResponderExcluir
  19. Kel,
    Acho que até engraçado quando as pessoas falam essas coisa de Harry Potter kkk.
    Para mim são pessoas que nem precisam ser ouvidas, porque não sabem diferenciar o que é real com fantasia...sem comentários viu.
    Agora acho um grande exagero banir um livro do país, veja não de livraria, mas do país...vamos abrir a mente, cada um lê o que quer, do que vocês tem medo, que nós leitores vamos passar a pensar mais independente e isso vai abalar o governo kkkkkkkkkk melhor para né.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  20. Que absurdo! acho muita graça dessas coisas.
    Gente, tanto livro sempre banido por coisas nada a ver.
    Até parece que Harry é coisa do demônio e as crianças vão querer participar de rituais por causa disso. --' por favor né gente, fantasia é fantasia.. Fanáticos religiosos só atrapalham o crescimento das crianças, proíbem tudo.

    ResponderExcluir
  21. Nossa, eu jurava que tinha respondido a esse post, mal pergunte o que respondi não foi aceitou ou eu realmente não havia respondido? oO'

    Acho que isso deles proibirem os livros só leva as pessoas terem mais curiosidade quanto ao seu conteúdo. Então eles fazem marketing pra esses livros. Acho muita besteira isso, liberdade de escolha para todos.

    Até.

    ResponderExcluir
  22. Como ouvi gente falando que não leu HP pq os pais não deixavam, isso por que falava de bruxaria. Reclama de um livro de fantasia, mas deixa os filhos assistirem as novelas da globo e reallity shows. Coerência?

    Gabriel - http://umpapoentrepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi flor,
    Adoro esses seus posts...então sobre os livros censurados concordo que existem livros que teriam que ter certa faixa mas hoje esta tudo tão acessível como você mesma disse que não tem porque, alias tem ate um historia de um escritor meu amigo que levou seu livro as escolas e um pai foi falar com ele, que seu filho não poderia ler porque tinha uma cena em que o casal vai a um motel...ok, o livro fala de assassinato, violência e tudo mais e o pai se importou com a parte do motel, muita hipocresia mesmo mas existe.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Gente isso é loucura! Você restringir um livro a uma certa idade tudo bem, até porque temos vários livros que não devem cair nas mãos das crianças, mas censurar livros fantasia ou qualquer outro como "A culpa é das estrelas" é muito sem noção, até porque só faz eles quererem ler mais ainda, sabendo ainda que não tem como impedir nada hj em dia com a internet...

    ResponderExcluir
  25. Oii
    Kkkkkkkkkk Post show!! Menina, eu também conheço pessoas que proíbem a leitura de Harry Potter para seus filhos, uma delas é uma pessoa religiosa. Li 1984, amei, e digo que deveria ser leitura obrigatória, como meio de melhor enxergar a sociedade que vivemos, mesmo sendo ficção. Sério, se tudo tem faixa etária, filmes, TV, livros... De fato, não é preciso mais censura. E falando no John Green, o depoimento dele foi bem sarcástico, amei o que ele disse.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oi, Kel, boa noite :D
    Concordo plenamente. Existe uma diferença forte entre censurar e colocar uma "classificação indicativa", por assim dizer. É bem diferente dizer que uma leitura não é recomendada, e outra simplesmente proibir. Mesmo porque, como você disse, com as facilidades de tecnologia que temos hoje, é bem difícil "impedir" alguma coisa...

    Hey, Markus, boa noite :D
    Desde que vi o livro pela primeira vez, me apaixonei pela capa. Infelizmente não é muito meu estilo literário, mas me diverti demais com a resenha, só posso imaginar como é o livro. O subconsciente dela realmente parece ser muito engraçado, deve dar um ar bem legal ao livro. Parabéns pela parceria com a autora :3
    Beijos e ótima semana!

    http://confissoesdeumleitor.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  27. Acho um absurdo esse papo de banir livros. Se ainda tivesse uma razão construtiva pra isso, mas não. Harry Potter não tem nada de impróprio, não é como se as crianças fossem começar a fazer magia por aí. Acho que, na verdade, se as crianças fossem autorizadas a ler livros do tipo, seriam bem mais felizes e, principalmente, cresceriam GOSTANDO do ato de ler. Percy Jackson é uma ótima indicação pra isso também. Que criança não gosta de ler sobre OUTRAS crianças vivendo aventuras? E também não vejo problema com A culpa é das estrelas; retrata sobre morte? sim, mas de uma forma suave, que introduz a criança à realidade na proporção devida, não algo trágico que vai deixar ela morta de medo. E além disso, pelo amor de deus né, as crianças de hoje em dia estão MUITO mais evoluídas do que antigamente, então isso pra elas não é absolutamente nada! É só não enfiarem um Cinquenta tons de cinza pra eles lerem, né. E se for assim, porque livros como Vidas secas, entre outros nacionais, não são banidos aqui? Porque olha, até eu, que tive que ler há uns dois anos, não foi agradável.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "Asylum" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  28. Oi, Kel!!
    Acho um absurdo querer proibir um determinado livro no país porque ele não se enquadra com a religião, politíca ou outra coisa qualquer do país. Eles podem até classificar a fase etária dos livros para que pessoas não leiam coisas impróprias para suas idades. Os países tinham que se preocupar com coisas mais importantes do que essas besteiras que estão fazendo com os livros. Bom essa minha opinião.
    Beijos,
    @ninh@
    Blog Detalhe Feminino
    http://detalhefeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. n sabia que proibiam livros ou filmes em outros lugares.. achei que era tudo para todos! Mas religiosos são assim mesmo... minha família sempre diz pro meu irmão que harry potter é "coisa do demônio", mas eu também gosto, então assisto..

    ResponderExcluir
  30. Oi Kel. Estou aqui novamente ja que o blogger esta de sacanagemcomigo e nao processa meus coments... enfim. Odeio fanatismo religioso e acho que éuma das piored causas do banimento. O governo, tambrm, em vez de se preocupar com outras coisas, fica banindo livros, que independte do tema tem algo a oferecer. Coisa mto pior eles fazem.

    ResponderExcluir
  31. Oi Kel, acho um absurdo esse treco de banir livros, como você disse, hoje em dia tem PDF e claro que se o livro for proibido, todo mundo vai ficar curioso e ler ele, eu faria isso. Já vi tanta gente falar que HP é do mal, que não é bom ler essas coisas que nem ligo mais, tem muita gente sem noção por aí. Beijos

    ResponderExcluir
  32. A notícia da proibição do livro do John Green me fez repensar se realmente estamos no século XXI, no mundo onde a informação é constante, vivemos em um ritmo alucinado e ainda passamos por esse tipo de censura.
    Como você mesmo disse o proibido é sempre motivador, acaba fazendo com que o interesse aumente e a proibição não resulte em nada, ainda mais em tempos de internet.
    E vendo o motivo de tais atitudes o fator mais determinante é sempre a religião, como condenar Harry Potter por bruxaria e tantos outros livros de fantasia, leituras fantásticas não incitam nada apenas trazem benefícios, como o estímulo da criatividade e vocabulário, tomará que isso um dia acabe e todos os livros sejam livres para leitura, respeitando claro a faixa etária de cada um.

    ResponderExcluir
  33. Ótimo post meu amor!
    Essa é uma discussão muito complicada. Eu acho errado banir um livro, deveria ter sim uma faixa etária recomendada. Acho complicado impedir que as pessoas comprem e/ou leiam um livro.

    ResponderExcluir
  34. OMG, essa de HP está indo longe demais né...
    eu nunca li os livros, mas gosto dos filmes. as pessoas que pensam que a história é satânica deveriam ver ou ler antes de começar a falar este tipo de merda!
    essa de Crepúsculo também é um absurdo, mas eu acho os motivos bem mais compreensíveis do que HP
    então né, será que esses americanos não tem coisa melhor para fazer do que sair censurando tudo quanto é tipo de livro? pelo amor de deus, me irrito demais com isso!
    também fico pensando isso, porque censurar? a internet está tão evoluída que qualquer um pode encontrar este tipo de livro por ai...
    uma coisa é não recomendar um livro para certa idade, outra, totalmente diferente, é censurar...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!