# Resenha 127 // Silo

Oi pessoal, tudo bem?

Espero que siiim =) Comigo está tudo ótimo. Quem ai curte uma boa distopia? Eu adoro. E pensar que até pouco tempo eu tinha um certo "preconceito" com o gênero. A verdade é que séries distópicas estão virando febre e em meio a mundos apocalípticos, civilização a beira da extinção, eu descobri o livro Silo, do autor Hugh Howey:

Título: Silo // Wool
Autor: Hugh Howey
Editora: Intrínseca
Páginas: 500
Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: O que você faria se o mundo lá fora fosse fatal, se o ar que respira pudesse matá-lo? E se vivesse confinado em um lugar em que cada nascimento precisa ser precedido por uma morte, e uma escolha errada pode significar o fim de toda a humanidade?Essa é a história de Juliette. Esse é o mundo do Silo. Em uma paisagem destruída e hostil, em um futuro ao qual poucos tiveram o azar de sobreviver, uma comunidade resiste, confinada em um gigantesco silo subterrâneo. Lá dentro, mulheres e homens vivem enclausurados, sob regulamentos estritos, cercados por segredos e mentiras. Para continuar ali, eles precisam seguir as regras, mas há quem se recuse a fazer isso. Essas pessoas são as que ousam sonhar e ter esperança, e que contagiam os outros com seu otimismo. Um crime cuja punição é simples e mortal. Elas são levadas para o lado de fora. Juliette é uma dessas pessoas. E talvez seja a última.

Em um mundo pós apocalíptico, a Terra tornou-se um lugar praticamente inabitado. O ar é contaminado, capaz de degradar o ser humano em poucos minutos de exposição. A paisagem foi totalmente destruída. Para que a humanidade sobrevivesse foi necessário criar silos habitáveis. São mais de 140 andares divididos em pavimentos específicos, por exemplo: os andares mais baixos pertencem a Mecânica, os andares mais para o topo ficam os refeitórios, a prefeitura, etc... Cada pavimento tem a sua parcela de responsabilidade no funcionamento do Silo. Os alimentos são controlados, a densidade populacional também, só se pode ter filho se alguém morrer. E assim vivem as pessoas, em uma fantasia alienante. Sempre que alguém comete um delito, é condenado a limpar a área externa do Silo. Misteriosamente, por mais que a pessoa se negue a limpá-lo, o infrator acaba cedendo à esta atividade, para morrer logo em seguida.

Sei que pode parecer que eu falei demais nesse resumo do livro, mas acreditem, dar um panorama geral de Silo foi muito difícil. O livro tem um conteúdo sensacional em uma mistura equilibrada entre uma historia distópica com ficção cientifica. Pode parecer que toda a distopia é igual, mas este livro está mais voltado para o publico adulto, diferente dos outros livros do gênero. Por isso não esperem um romances de fazer suspirar. Em vez disto, o autor nos brinda com cenas de guerra, intrigas, conspirações.



Em um primeiro momento achei a narração do livro um pouco confusa. Ela é feita em terceira pessoa alternando personagens para depois alternar cenários diferentes. Mas, quando peguei o ritmo do autor, não parei mais. Ao mesmo tempo que a curiosidade me fez ficar fissurada na história, querendo sempre saber o que vinha a seguir, alerto que a leitura é daquelas que precisam ser assimiladas com cuidado para absorver todos os detalhes. E são muitos!! O autor tem todo o cuidado de ir moldando as situações, dando pistas aqui e ali para onde a historia se encaminha.

 "Você ria ou para manter a sanidade, ou porque tinha desistido dela. De um jeito ou de outro, você ria."

Silo não é apenas um bom enredo. Os personagens também merecem destaque. Juliette é aquela heroína que falta em muitos livros. Determinada, guerreira, dona de uma força inabalável, Jules é uma mulher de potencial que muda o rumo da história. É um verdadeiro divisor de águas.


Os capítulos são curtos e isso me chamou a atenção, eles não passam de 10 páginas. E o mais curioso é que mesmo assim, cada capítulo é detalhadamente escrito, envolvendo o leitor. O livro como um todo é dividido em cinco partes. Terminei todas elas com um grande: OMG, COMO ASSIM? E o autor ainda deixa um grande gancho para a continuação.

E como não poderia faltar, Silo aborda diversas questões importantes. A partilha de informações é uma delas: até onde o povo precisa saber das coisas? Não seria mais fácil uma cultura alienada, uma ilusão de um mundo perfeito para que os ânimos fiquem tranquilos? É nesta rede de mentiras que Hugh Howey desenvolve a sua história.

A edição da Intrínseca está impecável, desde a capa ate o interior do livro. Vale ressaltar que Silo é apenas o primeiro volume da série. Para nos deixar com aquele gostinho de "PRECISO DA CONTINUAÇÃO AGOOOOOOORA". A Intrínseca colocou no final de Silo, um trecho do primeiro capítulo do próximo volume. Outra coisa bem legal é que a editora fez um hostsite para o livro. Então, lá vocês encontram um mapinha do silo, o nome dos personagens, curiosidades sobre o autor. Vale a pena conferir.



Silo foi uma auto publicação. Originalmente o livro era apenas um conto publicado em ebook que graças a força dos leitores, levou o autor a se aprofundar na história.



41 comentários:

  1. Se eu já estava na vontade de ler esse livro... agora ele entrou na minha mega lista de compras de aniversário que irei fazer em setembro.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro também já foi lançado cá em Portugal e eu estou muito ansios apara ler. Amo distopias <3
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessie!! Também adoro distopias. E como elas normalmente são muito parecidas, Silo se destaca bastante

      Excluir
  3. Oi Kel

    Parece muito bom, estou passando um pouco de raiva com um livro mais ou menos nesse estilo, porem nele, mesmo que a Terra esteja destruída e as pessoas estejam viajando em naves para achar um outro planeta habitável e com toda desgraça acontecendo, a autora conseguiu criar um triangulo amoroso entre adolescentes... fala se não da vontade de jogar um livro desse no lixo... enfim... Sobre a Bienal:

    Não tenho definido, até agora, qual o dia melhor para ir, acho que os finais de semana estarão muito lotados, nunca tive que escolher um dia para ir antes... o que você me sugere?? Dicas por favooor.

    Obrigado, Beijos Kel.

    Theo / Mania de Leitor
    http://maniadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Theo,

      é uma distopia também? Qual o nome?

      Excluir
  4. Oi Kell!
    Eu amoo distopiass! =)
    N tinha lido nenhuma resenha d silo ainda só tinha ouvido falar e muitoo do livro!
    Adorei, ainda mais q tem esa pegada mais p adultos, apesar de que acho q o romance vai fazer falta p mim kkkk
    mas quero ler!
    Bjooo!

    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, silo é bem mais adulto que muita distopia. Espero que goste, Aline =)

      Excluir
  5. Olá! Estava para começar esse livro há algumas semanas atrás, mas acabei deixando de lado e escolhendo outro, mas agora fiquei curiosa rs
    Minha irmã tinha me aconselhado a lê-lo, e depois de sua resenha acho que será o próximo. O problema é ficar curiosa até sair a continuação né! kkkkkk
    Amoo distopias, e tenho certeza que vou adorar!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao faça issooooo uhuahuahua volta atrás, com certeza =P

      Excluir
  6. Oiee

    Confesso que desde o lançamento desse livro no evento da Intrínseca fiquei louca de vontade de ler esse livro, mas ai o preço dele sempre ficou alto, quem sabe agora na bienal eu consiga compra-lo, adorei a resenha e se antes já queria ler agora quero mais ainda ... rsrs

    Beijosss

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ele é meio salgadinho. Na Bienal não estava mt barato também =( Mas dá uma olhada na Biblioteca ai de SP. Vai que tem

      Excluir
  7. Eu adoro livros distópicos. Já ouvi sobre Silo, mas nunca tinha lido uma resenha.
    Ele parece ser incrível, um livro que não tem tanto romance e que foca mais na distopia.
    Esse vai pra lista da minha próxima compra!

    ResponderExcluir
  8. Oie Kel =)

    Sempre leio boas resenhas desse livro, mas até agora não tive oportunidade de ler ele.
    No momento, confesso que não é o tipo de livro que estou no clima de ler, mas é uma dica que já anoite para o futuro ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane,

      entendo totalmente. Espero que tenha vontade de lê-lo um dia. =)

      Excluir
  9. Kel, eu nunca li nada parecido com esse livro. Fiquei atordoada, imaginando se, por acaso, a Terra se tornasse como no livro, hahaha. Parece ser uma ótima leitura e eu nunca tinha lido nenhuma resenha sobre ele.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thá,

      é uma leitura maravilhosa. Espero que você goste

      Excluir
  10. Oi Kel, tudo bem?
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e fiquei curiosa. tenho percebi que distopias estão recebendo uma atenção maior nesses tempos, mas acho que é um tipo de leitura instigante, e esse reconhecimento é mais do que merecido. Essa é mais uma na minha lista. Ótima resenha,
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  11. Olá Kel! :)

    Adorei a sua resenha :D O livro realmente parece ser muito bem construído, e essa capa é bem atraente. Mas, infelizmente, não faz muito o meu estilo de leitura. Acho que eu acabaria me cansando da história no meio da obra, e abandonando-a :/ Enfim, rs.

    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Kel, tudo bem? Confesso que distopia não é o meu tipo de literatura... Não sei, parece ser uma história muito tensa!!! Rsss! Mas bom saber que é um cinco estrelas e favorito, quando quiser me aventurar pelas distopias já sei por onde começar!!

    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Kel,
    do jeito que escreveu, ele me lembrou um pouco 1984 (Orwel), pois o foco maior são nas questões politicas do que no romance em si.
    Parece bem interessante, como qualquer outra distopia né?!
    Eu fico pensando se um dia nõs chegaremos a este ponto... =(

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  14. Ei Raquel,
    Tenho ele mais ainda num consegui ler. A capa e os detalhes dela são ótimos mesmo. Estou super curioso com respeito a história, estão falando super bem dele.
    Ficou bem legal esse site que a Intrínseca criou, a divisão dos andares e tals. Criativo.
    Em breve estarei curtindo ele.

    Abs...

    ResponderExcluir
  15. Oi Kel,
    Já tinha ouvido falar sobre “Silo”, mas a sua e a primeira resenha que leio sobre ele. Pelos seus comentários, o livro parece ter uma trama interessante e bem construída, mas como raramente leio livros desse gênero, acredito que “Silo”, não me agradaria..

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oieee Kel!
    Que distopia maravilhosa,ainda não tive a oportunidade de ler o livro do Hugh por que estou terminando uma série bem água com açúcar e não gosta de misturar leituras.Ainda bem que o livro foi publicado por que se não era capaz de eu nem ficar sabendo dele e perder essa ótima história.Como já estou acostumada com as distopias sempre seguindo o mesmo rumo é bom ler uma que não tenha muito daquele romance impossível,por mais que eu goste.E que venham logo os outros livros.
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi Kel, esse livro parece ser ótimo, ainda não tinha lido nenhuma resenha dele e a sua deixou bem claro sobre do que se trata o livro. Pela sua resenha me parece também que é uma distopia bem diferente das outras, já está na lista de desejados. Beijos

    ResponderExcluir
  18. Adoro livros com capítulos curtos, parece que a leitura fica mais fluída. Quero muito esse livro, adorei o enredo e simplesmente amo distopias e adorei esse enredo, mas pra ser sincera não gostei muito da capa "/

    ResponderExcluir
  19. Meu DEUS do céu Raquel, como assim???? Eu não sabia que esse livro era tão bom!!????? Vou correndo add no meu skoob para comprar assim que possível. Pelo que entendi ele é uma trilogia, é isso!!??? Vc sabe se já tem alguma previsão para o lançamento dos próximos!!??? Enfim muiiiiiiito obrigada pela ótima dica de leitura.
    Amei sua resenha, ela me deixou mega curiosa!!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  20. Oiie...
    Então eu estou em uma encruzilhada com este livro.. ao mesmo tempo que quero ler e conhecer mais sobre a historia não quero!!

    ResponderExcluir
  21. Eu estou doida para ler este livro. Já esta na minha lista de leituras :)

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi, Kel! Eu também amei Silo. Gosto muito de como o autor nos deixa tensos e inquietos para ler o capítulo seguinte. Estou tranquila porque o fim do livro não foi um cliffhanger tão grande, por isso dá pra aguentar até o próximo (aliás, nem li o primeiro capítulo do próximo, pra não passar vontade).

    Peguei seu marcador na Bienal domingo, estou seguindo no Face. Aliás, vc também pegou autógrafo do Hugh Howey?

    http://blogsemserifa.wordpress.com

    ResponderExcluir
  23. Kelllll lindaaaa é distopia to dentro, antes da sua resenha eu não tinha ideia do que se tratava! E agora to me moendo de curiosidade ^^ Vi que conseguiu o autografo do autorrrr ainnnn que coisa maravilhosa, tenho o marcador aqui em casa que ganhei de você <3

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  24. Olá..
    Sóvejo resenhas animadas sobre Silo.., preciso ler!!!!
    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá Kel,
    nem nos meus sonhos mais profundos imaginaria que silo era distopia, pela capa eu jarava que era uma historia de suspense ou terror.
    Adoro quando os capitulos são curtos, torna a leitura melhor e super legal a historia do autor e dos seus fãs.
    Super Abraço, Victor Rosa

    ResponderExcluir
  26. Cacete, não sei se meu comentário foi.
    Enfim, não sabia q era uma distopia, achei q era de terror.
    Gosto da ideia de capitulos curtos, gostei da resenha e amei a capa.
    Super Abraço, Victor Rosa

    ResponderExcluir
  27. Estou looooouco para ler Silo, Kel!!!
    Caramba! Não fazia ideia de que era um conto, e o autor conseguiu desenvolver a história!!! Ta na lista!!!

    ResponderExcluir
  28. Fico imaginando como esses autores conseguem ser tão criativos, gente 500 paginas é um livro enorme, eu queria ter metade da imaginação e criatividade deles. rs Esse livro esta na minha lista de desejos! ele é simplesmente maravilhoso, eu amo esse gênero e tenho certeza que vou amar esse livro também, to louca pra começar logo!

    ResponderExcluir
  29. OI, Kel,
    Estou ficando louca para ler este livro, pois só vejo gente falando nele Fiquei bem curiosa para ver essa mistura de distopia com ficção científica pois gosto muito dessa área. Vamos ver no que dá lendo esse livro.
    Beijos,
    @ninh@
    http://detalhefeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oi Kelllllll... pelo visto a distopia está ganhando o mundo..e nós leitores agradecemos imensamente.. :D ... Dede a primeira vez que vi a premisa e a capa de Silo fiquei doida pra ler, pq não pareceia igual as outras ditopias conhecidas..e agora lendo sua resenha vejo que estava certa... É muito bom aber que apesar dos percalços no início da leitura, ela passa a fluir e no envolver de tal forma que não queremo largar mais... Fiquei mega curiosa pra aber mais sobre Jules e Juliette e mais sobre a história...Definitivamente, sei que vou amar o livro...Parabéns pela resenha, ela ficou ótima.. bjs

    ResponderExcluir
  31. Oiii
    Eu amo livros sobre desastres apocalípticos!!! São tudo de bom! Eu só ouço elogios sobre Silo e sobre o autor também, que foi um amor na Bienal! Só vejo comentários maravilhosos!! Esse livro só me atrai, a capa é linda, a sinopse me deixa louca e essa resenha me deixou ainda mais curiosa! Preciso desse livro, tipo, agora! kkk
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!