12 agosto 2014

# Papo Literário // Livro fino x livro grosso

Oi, pessoarrr, tudo bem?

Espero que sim. Não tenho bola de cristal e nem nada, mas aposto que cada um de vocês tem na estante, já há algum tempo, um livro grandinho que não lê só porque ele é enoooooorme e bate aqueeela preguiça. No judging, meu Crônicas de Nárnia volume único está aqui na minha estante há dois anos!

E esse é exatamente o nosso papo de hoje: livros finos x livros grossos. Quais vocês preferem ler? Ou quais vocês estão mais acostumados a ler?

A justificativa para não ler um livro grande demais é a demora. Mas o tempo de leitura é relativo. Varia de pessoa para pessoa e, claro, o conteúdo e o interesse pelo livro influenciam neste momento. É fato que um livro com mais de 700 páginas acaba assustando. Mas, tamanho é documento? Sinceramente acho que quando o livro é bom, podemos ler mil páginas em quatro, cinco dias. Mas se um livro de 300 páginas for ruim, podem ter certeza que vamos levar até um mês para finalizar a leitura. Isso já aconteceu comigo, vide Morte Súbita. Lá se foram 25 dias lendo esse trem -.- E olha que o livro tem 500 páginas. 


Da minha parte, confesso que não tenho o hábito de ler livros muito grandes, mas estou sempre disposta a quebrar os meus paradigmas, principalmente se o livro em questão me chamar muita atenção. Li dois Guerra dos Tronos (pocket, com uma letra miudinha) que tinham mais de mil páginas. A leitura é densa, mas até que me saí bem e adorei ter conhecido a série.

Como essa questão é uma faca de dois gumes, há quem reclame dos livos muito pequenos. Aqueles com menos de 200 páginas também são vistos com maus olhos por alguns. Particularmente, não acredito quando falam que livros muito curtos são superficiais. Nessas horas o talento do autor fala muito mais alto. A Vida do Livreiro AJ Fikry é um exemplo perfeito de livro riquíssimo e com apenas 192 páginas.


A verdade é que existem livros e livros. Existem livros pequenos que são superficiais e outros não. Existem livros grandes que nem sentimos o tamanho quando começamos a ler, e outros que são pura enrolação. Se a campanha: "Não julgue o livro pela capa" é super popular, acho digna a campanha: "Não julgue o livro pelo tamanho"!! 

E vocês? Costumam ler livros mais grossinhos? Preferem os de tamanho médio? 






59 comentários

  1. O único "defeito" de um livro grande e grosso, na minha opinião, é que atrapalha um pouco na hora da leitura, um livro pequeno nos da certa comodidade, além de ser fácil carrega-lo á qualquer lugar. Mas você tem toda razão, NÃO JULGUE UM LIVRO PELO TAMANHO!
    Quando compramos uma trilogia completa, se ela for realmente boa, quando terminamos o primeiro, não sossegamos até ler o último, então é como se tivéssemos lido um livro grande em pouco tempo, se a história for boa, não importa a quantidade de páginas. Se você pegar um livro grande, porém se ele não for tão bom assim, não vai importar se você dividi-lo em três ou mais livros pequenos, isso não vai torná-lo melhor. Então sim, tamanho não é documento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com a questão de ser mais comodo. O livro grande é um peso enorme na bolsa.

      Excluir
  2. Na minha opinião essa é mais uma questão de status... que não gosta de ostentar um mega livro de oitocentas e tantas paginas? Mas, no meu caso, na importa a quantidade de pagina o importante é o conteúdo, a estória tem que me conquistar. Esse mês pegue um livro que sobre um conto brasileiro que parecia muito interessante, no máximo tinha 50 paginas e eu não consegui ler nem 20, sequer lembro o nome, de fato não me agradou. Então, é relativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. O conteúdo é sempre o mais importante.

      Excluir
  3. Eu não tenho tanto preconceito com livros grandes, mas tenho um pouco com o pequenos. Eu fico com o receio da história ser muito boa e acabar rápido demais :ccc
    Amo livro grossos, mas sem exageros. O mai grosso que eu tenho, acho que possui umas 500 páginas com letras bem miúdas, porém a leitura foi muito gostosa.
    Então acho que depende muito.

    Um beijo..
    http://livrologias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente tem livros pequenos que são resumidos demais, mas tem outros que sao perfeitos, na medida certa =P

      Excluir
  4. Kel, adorei esse tema! Eu leio todo o tipo de livro, há momentos que eu prefiro ler um mais fininho e há momentos em que eu quero ler um maior, com mais páginas. Ah, já tive preguiça de iniciar um livro pelo número de páginas dele, hahaha, mas tudo depende se o livro me chama ou não a atenção, assim como você.
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também gosto de variar. as vezes eu gosto de ler um livro mais grossinho, outras vezes um menor =P

      Excluir
  5. Oi Kel,
    Confesso que não tenho preguiça não, amava quando chegava Harry Potter novo cada um maior que o outro, é que nem você disse se pega um livro grande e a história não é legal a leitura ai ser megaaaa lenta, mas se você pega um livro pequeno com o mesmo tipinho de história chata, a leitura será mega lenta da mesma forma, então esse paralelo entre livro grosso e fino p mim não rola diferenças e sim a história em si, que é só lendo mesmo que a gente descobre =)
    Amei esta categoria no blog!
    Bjos!!!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhh eu também!!! E o cinco é o melhor de todos!!!!

      Excluir
  6. Eu prefiro ler livros pequenos, tenho problemas de concentração e acabo me perdendo muito fácil e tendo que reler várias páginas. Além de que pra ler é realmente mais confortável segurar um livro mais fino hahaha Mas já li livros grandes sem fazer confusão e me decepcionei com a falta de profundidade de pequenos (assim como já me confundi em pequenos e me deparei com personagens e histórias mal construidas em grandes). É relativo mesmo, depende muito do autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dependendo do lugar em que estou, é dificil me concentrar também. Principalmente se tiver muita gente falando. Te entendo =P

      Excluir
  7. Na boa, eu acho que livros grossos são melhores. Não que livros finos são ruins, mais livros grossos, eu prefiro ler, sei lá... Livros finos são bons também, até porque, tamanho não define conteúdo. Tipo, Os Contos de Beedle o Bardo, deve ser ótimo, igual Morte Súbita e pá... Mais prefiro livros grossos, eu acostumei ler um livro mais grosso de umas 340, 250, e assim vai... Quando pego um livro fino, eu acho meio estranho, acho que é falta de costume.
    Seguindo,
    http://alguem-escreveu-coisas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh os contos de Beedle são muito bons.

      Excluir
  8. Keeeeeeeeeel, vi a postagem no facebook e corri para cá. Porque adoro os temas que você aborda aqui hahahah
    Então, não vou mentir, sou daquelas que quando vê um livro muito grande se desanima na leitura. a minha justificativa é totalmente ligada ao blog: quanto maior o livro, mais tempo eu vou levar lendo e isso as vezes acaba atrasando o cronograma de postagens. Isso não uma justificativa tão valida, se eu levar em conta que fiquei mais de uma semana lendo Veneno, que é um livro minúsculo!
    Enfim, não da pra julgar um livro pelo tamanho, mas é algo bem relativo rsrs
    Prefiro ler livros grosso nas férias, assim posso me dedicar mais tempo a eles e a leitura - se engrenar - acaba não demorando tanto.

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahh vc é linda, Dreeh. As vezes esse tb é o meu medo. De acabar empacando o livro e comprometendo as outras leituras. No inicio pensei isso de Silo. Mas, vou te falar. Li muito mais rápido que muito livro de 250 páginas. Silo é maravilhoso.

      Excluir
  9. Super concordo com você, tamanho não é documento, não importa o tamanho do livro e sim o conteúdo que existe nele! Mas também estou nessa com você, meu Narnia volume único só me espera na estante, junto do Sob a Redoma... Eu quero lê-los, mas penso "Poderia ler cinco livros enquanto leio um desses" então... vish. Nas férias juro que dou uma chance aos gordinhos! <3

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nas minhas ultimas férias li GoT 1. Demorei 20 dias... huahuahuahuahua

      Excluir
  10. Oie! Quando tenho tempo leio os grossos, mas quando não tenho fico com uns medios! kkkk
    Bjs, tem promoção no blog http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/07/promocao-de-aniversario-do-paradise_31.html
    se puder comentar nesse post ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/lancamento-leandro-schulai.html
    Nay =D

    ResponderExcluir
  11. Tamanho não é e nunca será documento, a diferença é a historia e seu interesse como você disse, sim os grandes são intimidadores porem se logo nas primeiras páginas você já pega gosto pela leitura as paginas passam e você nem sente!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  12. Oi Kel :)
    Eu admito que sou daquelas pessoas que prefere livros grandes. Isto porque o dinheiro que eu tenho para livros é muitooo pouco (eu só posso comprar um livro, no máximo dois, por mês) por isso eu acabo por optar por livros grande sporque sei que me durarão mais tempo. Mas concordo que tudo é relativo! Livros grandes podem ler-se em muito pouco tempo (li Nómada (A Hospedeira aí no Brasil) em dois dias.
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  13. Oi Kel :)

    Eu super concordo com o que você disse. Tamanho nunca é documento, pois conheço vários livros fantásticos e que são enormes. As pessoas tem mania de associar tamanho a: enrolação, livro ruim, enche linguiça e etc. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Gostei bastante dos seus argumentos.

    Um ponto marcante quanto a livros grandes que eu me lembro aconteceu no início da minha adolescência: eu comecei a ler Jorge Amado aos 12 anos (é pois é rs), e achava "Tieta" meega grosso, por isso fui deixando para depois (confissão besta: não entrava na minha cabeça como "Dona Flor e seus DOIS maridos" era mais fino que "Tieta" kkk), quando li Tieta eu tinha 15 anos e foi ótimo, porque foi super marcante, em um momento que entendia melhor, estava mais preparada e consegui aproveitar muito mais a leitura.

    Hoje não tenho medo de livros grossos não, mas acho que o que vale é a leitura fluida. As vezes a gente lê mais rápido um grosso que um fino com leitura intruncada :P

    mas hein, eu ameeei "Morte Súbita" e li super rápido kkkk

    :*

    http://espeloteadaepatricinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nunca tive esse problema com o tamanho do livro, Pq geralmente eu lia rápido, por exemplo, um livro pequeno eu acabava lendo de 1 à 2 dias, já os maiores eu lia de uns 3 à 5 , mas agora estou preferindo os menores, porque estou demorando mais, não sei exatamente porque e tbm Pq fica mais fácil de carregar .

    ResponderExcluir
  16. Oi Kel tudo bem, eu não tenho muito objeção sobre livros finos e grossos, ás vezes eu leio um de 700 páginas mais rápido que um de 200, depende muito da história, mas na hora de carregar ai sim torna-se um problema mesmo, ai prefiro levar em formato e-book faço sempre isso!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  17. Com suas poucas 240 páginas, Psicose (edição da DrakSide) tem se revelado cada dia mais incrível em minha leitura. Enquanto que Morte Súbita, com suas inúmeras páginas, não acrescentou nada de emocionante na minha vida. Com certeza tamanho não é sinônimo de qualidade.

    Raquel, te indiquei em uma tag lá no blog. Responda se puder, ficarei feliz...Segue o link: http://hollywoodemcasa.blogspot.com/2014/08/tag-5-motivos-pros-meus-filmes-favoritos.html

    beijos
    http://hollywoodemcasa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oiee

    Adorei o post e com toda a certeza aquela famosa frase "Tamanho não é documento" também cai bem aqui, eu adoro ler e se é um livro de um autor que eu gosto eu adoro que ela seja enorme kkk lembro até hoje que ficava ansiosa pelo lançamento dos livros do Harry Potter e quando via que era mais grosso ficava toda feliz :)

    Mas tem livros que são mega finos e são dificeis de ler não temos como julgar lógico que prefiro livros menores pois costume ler em transporte público e levar um peso é complicado mas ainda bem que esse problema do peso agora é facilmente resolvido com o e-book que pesa menos que qualquer livrinho mais pesadinho :)

    O importante é a história se for grosso ou fino não importa sendo bom já está de ótimo tamanho!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Kel, tudo joinha?
    Eu não me importo com o tamanho do livro, desde que tenha realmente conteúdo e não seja grande apenas para encher linguiça, ou então essas séries comerciais que ó pensam em lucrar para as editoras. O que vale para mim, é uma boa história!!

    Beijocas
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá Raquel,

    Gostei demais desse post, eu gosto de ler livros bons e não me interessa o tamanho, pensando em parcerias um livro grande atrasa o lado, mas na qualidade na maioria das vezes é melhor, não ligo para ler muito livros no mês ou no ano, vejo muitas pessoas lerem rápido demais e as vezes não entendem o livro, parece competição, horrível.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oii. Gostei desta postagem! É um assunto pelo qual eu gosto de falar. Não acho certo julgar um livro pelo tamanho e geralmente tenho um certo receio de ler livros grandes por acabar atrasando as outras leituras. Porém, gosto de apostar em livros grandes (principalmente quando já é um autor ao qual já li outras obras), pois gosto de ver o autor soltando toda sua criatividade.
    Beijo,
    entreeleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Ahhh.. Que saudade daqui!
    Você encerrou a postagem maravilhosamente: "há livros e livros".
    Eu particularmente ADORO livros grandes. Sempre que entro em uma livraria, vou de cara nos grossos. E olha que nem leio rápido, não.. mas eu amo, rs! Acho que mais pelo físico mesmo, sei lá! haushuas..
    Mas conteúdo não tem espessura, rs!

    Super beijos, Lu
    http://luizando.blogspot.com,br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto de ler livros mais grossinhos. Mas tem uns que são enormes e a leitura acaba se arrastando ='(

      Excluir
  23. Cinco minutos pirando com Beedle O Bardo, que eu não tenho e nunca li.



    Ok, já me recompus. Hahaha. Sabe que, atualmente, estou numa onde de livros de crônicas, ensaios e contos, justamente porque posso ler um ou dois capítulos por dia, sem que uma história me prenda à outra. Mas meu critério pra escolher um livro, quando nunca ouvi falar dele nem do autor, é esse: 1. Capa bonita, 2. Nome legal, 3. Orelha interessante, 4. Primeiras páginas me dão vontade de ler o livro inteiro.

    Beijinho!
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  24. Olha,não me apego a isso de livro grosso ou fino!Me encanto mesmo é pelo todo, olho as resenhas, a capa, o autor se já conheço, e depois vejo se o livro é grande!As vezes fico em dúvida se vou ter tempo hábil se emprestei da biblioteca, mas se for muito interessante vou renovando, renovando...Livro, quando a gente bate o olho é igual a amor á primeira vista, a gente pode até não iniciar uma relação logo de cara, mas vamos acabar nos encontrando!Quantas vezes eu vi um livro,peguei nele,deixei pra lá e depois de novo e de novo aí muito tempo depois acabei lendo-o e pensando...porque não o li antes?

    ResponderExcluir
  25. Oi Kel!
    Isso varia muito haha
    Eu ultimamente estava muito sismado com a quantidade de livros não lidos que eu tenho na estante... E quando eu olhava para os livros grossos eu pensava que poderia ler pelo menos 3 dos menores durante aquele tempo. Mudei bastante minha forma de pensar, parei de me importar com a quantidade. Se deu pra ler 10 livros, muito bom, agora se foram 3 tá bom tbm! :)

    ResponderExcluir
  26. Oi Kel!

    Amei a pauta deste Papo Literário! Realmente, as pessoas tem esse 'tabu' com livros mais grossos, mas a verdade é que, a leitura vai depender do gosto da pessoa. Já li livros enormes em questão de três dias e outros de 200 e poucas páginas em duas, três semanas!! hahah

    Amei o post!

    Um beijo!

    http://boy-lit.com

    ResponderExcluir
  27. Por mim o que importa é o conteúdo. Pode ser fino ou grosso o importante mesmo é ser bom.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Livro grosso x livro pequeno...
    O importante eh ler,,, ha momentos para os dois :)
    Forever a Bookaholic

    ResponderExcluir
  29. Oieee Kel!
    Sempre tento me focar no conteúdo do livro mas a quantidade de suas páginas sempre acaba influenciando também.Tenho pavor de livros com mais de 700 páginas,já li um e acabou comigo,não sei se por que o livro não era do meu interesse ou por ele nunca chegar ao fim.Mas também evito livros muito finos,esses dias chegou um aqui em casa que eu até achei que fosse em miniatura,devia ter apenas uma 100 páginas,e ele ficou lá abandonado na minha estante,então só me resta os livros médios,esses sim eu amo mas claro que há exceções.

    ResponderExcluir
  30. Kel adorei o post e acho esse assunto bem interessante, tanto que fiz um post sobre ele um tempo atras:
    http://leiturasvidaepaixoes.blogspot.com.br/2014/07/quem-tem-medo-de-livros-grossos.html
    Concordo plenamente com você e acredito que tudo dependerá o talento de cada autor e da diagramação da editora (tamanho de letra, espaçamentos etc). Mas como falei no post que fiz, estou com vários livros grossos acumulados mas aos poucos estou lendo os mesmos. Espero até o ano que vem ter colocado muitos deles na pilha de lidos.
    É isso parabéns pelo post, adorei saber sua opinião!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  31. É tudo tão relativo, Kel. hahaha Eu realmente tenho um livro enorme que não leio porque é muito grosso, e fico receosa, e se eu não gostar? E empacar na leitura, não costumo abandonar ai fico nesse dilema. Eu não acho que livros pequenos sejam superficiais, como você falou se o talento e capacidade do autor falar mais alta, porquê não ser bom?! Parece até que tem gente de olho mais no Paginômetro do Skoob do que no livro em si. hahaha
    Adorei o post :))

    ResponderExcluir
  32. Ei Raquel,
    "Não julgue o livro pelo tamanho" foi ótimo rsrs
    Como vc falou, depende muito do tempo da pessoa. Alguem que trabalha praticamente o dia todo pra se meter num livro de 700 ou mais páginas pode ser cansativo.
    Mas aqueles que tem tempo e quando a leitura do livrão tá boa é outra coisa. Eu pelo menos gosto muito desse livros grandes. "Blz mais história pra mim" é meu mantra. Mas quando o bixo enrola pra caramba e num chega em nada, aí dá vontade de jogar na parede.
    Li Sob a Redoma em menos de 2 semanas que são mais de 960 páginas mais foi uma tortura ler um de 500 que tava super boring.
    Na minha opinião esse assunto são casos e mais casos... Mas ainda assim prefiro os grandões. =P


    Abs...

    ResponderExcluir
  33. Adorei o post, muito interessante! Eu adoro livros grandes, os maiores que li foram Sob a Redoma e A Passagem, ambos com quase mil páginas, e até hoje nunca me decepcionei com nenhum dos grandes que li, o que me fez ficar ainda mais viciada nesse tipo de livro. Leio muitos livros finos também, mas com alguns não tive uma experiência muito boa, alguns a história começa perfeita, tem muita ação e tudo mais, mas termina muito rápido sem responder à todas as perguntas, e isso me deixa louca! hahahaha Mas realmente, se um livro grande for bom, em poucos dias lemos, e se um fino for ruim demoramos um tempão!
    Parabéns pelo post!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. oi Kel, adorei o post, e concordo com você, existem livros e livros, e tamanho não é documento. Já li vários livros com mais de 600 páginas, e um desses em dois dias (Harry Potter, é claro, rs), não tenho preguiça, quando já imagino que o livro vai ser bom. A questão é que as vezes demoro a iniciar a leitura, porque não gosto de ficar interrompendo, então prefiro deixar para ler esse livros enormes quando sei que vou ter alguns dias mais tranquilos e muito tempo.
    Com os livros finos é o mesmo, tem alguns que conseguem ser maravilhosos em poucas páginas, sem ficar nada superficial. Foi o caso de A extraordinária garota chamada Estrela, que li essa semana, e conseguiu ser lindo e passar uma mensagem bem profunda em apenas 188 páginas.

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Prefiro livros grandes, de preferência aqueles do George RR Martin.
    O menir livro que já li até o momento foi Garota Interrompida, gostei muito. AH! Também tem Apaixonados - Lauren Kate, ele bem fininho, as gostei muito.
    Tem um livro brasileiro chamado Sangue de Lobo, ele é bem grosso, a história é bem cativante, esse livro é um dos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  36. Raquel,
    Tenho livros tanto grossos ou como finos, as vezes prefiro livros finos pois dá pra ler vários em pouco tempo, mais também leio livros grossos como Labirinto, Oscar e Lucinda, eles possuem mais de 400 páginas, encaro muito bem essas quantidades de páginas só tenho dificuldade de ler quando enredo não é aquilo que eu esperava.
    Beijos,
    @ninh@
    http://detalhefeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Oi Kelzitcha! Isso é realmente muito relativo. Eu não gosto de livros muito fininhos, parece que não tem espaço o suficiente para acabar a história! rss! Mas se a história nos fisga, não importa o tamanho do livro, a leitura flui!!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  38. Oie..
    eu gosto de ambos, para mim o que importa mesmo é o conteudo! a unico ponto negativo do livro grosso é carregar ele dentro da bolsa..pois eu carrego meus livro pra onde eu for!!rsrs

    ResponderExcluir
  39. Tudo bem?
    Não associo tamanho à qualidade, embora quando o livro é bom é pequeno a gente fica triste por ele não durar mais. Os livros que me fizeram chorar (sim, homem que é homem não tem medo de chorar!) eram muito pequenos e me deixaram tristes por acabarem tão rápido, embora eu os ame até hoje: "Ratos e Homens" tem apenas 180 páginas; "Vidas Secas", que estou relendo para um artigo, apenas 125; e "A Hora de Estrela", tadinho, consegui me fazer verter lágrimas em pleno ônibus com pouco mais de 80 páginas.
    A verdade é que, quando o livro é bom, por maior que seja, nunca parece o suficiente! "Ulisses" do Joyce tem quase mil páginas e, quando acabou, senti aquele "por que acabaste?". Minha maior raiva de Dostoiévski foi ele morrer antes de escrever a continuação de "Os Irmãos Karamazovi", que tem umas 700 páginas!

    A verdade é que, mesmo que seja enorme, quando o livro é bom a gente sempre sai com um gostinho de quero mais!

    Bjs. E valeu por nos presentear com este artigo.

    www.maniadeleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. ciranda de pedra ( Ligya F. Telles) é um livro fininho e é o meu preferido ever.....
    um livro que me assustkou bastante pelo tamanho mas gostei bastante e li rapidinho foi a torre negra de Stephen King

    ResponderExcluir
  41. Oi Kel, normalmente leio livros com mais de 200 páginas, mas nada contra os fininhos. Com relação ao tempo, estou com um de 95 páginas que estou "lendo" há mais de um mês e já li livros de 500 ou mais em tipo 4 ou 5 dias. Beijos

    ResponderExcluir
  42. Oi Kel,
    confesso que não tenho muito esse "medo" não. Se a história for boa, você devora as 500 páginas.
    Quanto aos livros finos, O Mago de Camelot é bem pequeno e é maravilhoso!
    Eu tenho Cisne na estante e a desculpa é sempre que ele é muito grande, mas fiz um desafio a mim mesma que semana que vem vou pegar e ler nem que seja 5 páginas por dia! hahahahahaha

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  43. Também não ligo pra fino ou grosso, o importante é o quanto a história me prende.

    ResponderExcluir
  44. Olá Kel,
    realmente, essa questão é uma faca de dois legumes (mamonas forever).
    Levei pouco tempo para ler Cisne com tamanho GG e suas 832 páginas e demoorei horrores para ler Os doze guardioes da Luz que é tamanho P e tem menos de 500.
    Adorei o papo!
    Super Abraço, Victor Rosa

    ResponderExcluir
  45. Eu não ligo pra questão de tamanho, mas as vezes um livro pequeno é melhor! quando você tem vários outros livro que ta louca pra ler. Se for ler um grande vai demorar horrores, e com certeza eu fico pensando nos outros que estão me esperando. haha

    ResponderExcluir
  46. Oi
    Amei esse tema para discussão, a quantidade de páginas de um livro sempre é um motivo de questionamento. Pra mim, não importa muito as páginas não, é como você falou, se o livro for realmente bom, ele vai valer a pena, seja pequeno ou grande. Mas generalizando, minhas amigas as vezes me acham louca quando leio um livro grande demais! kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  47. Eu particularmente, não ligo pro tamanho dos livros, leio os de banca (que adoro) e são bem curtos e livros grossos com mais de 900 páginas ... Mas, a questão como vc ressaltou, é que o diferencial é a hitória em si, se ela é boa o suficiente pra te agradar ou não..pq se a trama for ruim..até 60 páginas parecerão um martírio...srsr

    bjs

    ResponderExcluir
  48. Eu sou mais acostumada a ler livros de um tamanho médio, 500 paginas 600, confesso que quando peguei o meu primeiro livro grande que foi as crônicas de narina volume único desisti de ler antes de chegar na pagina 100, mas por recomendacão de um amigo eu li as crônicas de gelo e fogo, hoje a serie faz parte dos meus livros favoritos, o unico problema é que os livros no tamanho normal pesavam muito então não levava pra lugar nenhum, mas os pocket são bem mais leves a pesar de ter mais páginas.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!