# Resenha 113 // Ele está de volta

Oiee, people, tudo bem?

Comigo está tudo certo. Depois se acabarem de rir com a minha sinceridade nata no post anterior, hoje é dia de resenha =D. Desta vez vamos falar de um livro que eu estava de olho desde a turnê intrínseca e tive a grande felicidade de poder ler: Ele está de volta. 

Título: Ele está de volta // Er ist wieder da
Autor: Timur Vermes
Editora: Intrínseca
Páginas: 300
Livro cedido em parceria com a editora



Sinopse: Berlim, 2011. Adolf Hitler acorda num terreno baldio. Vivo. As coisas mudaram: não há mais Eva Braun, nem partido nazista, nem guerra. Hitler mal pode identificar sua amada pátria, infestada de imigrantes e governada por uma mulher. As pessoas, claro, o reconhecem — como um imitador talentoso que se recusa a sair do personagem. Até que o impensável acontece: o discurso de Hitler torna-se um viral, um campeão de audiência no YouTube, ele ganha o próprio programa de televisão e todos querem ouvi-lo. Tudo isso enquanto tenta convencer as pessoas de que sim, ele é realmente quem diz ser, e, sim, ele quer mesmo dizer o que está dizendo. Ele está de volta é uma sátira mordaz sobre a sociedade contemporânea governada pela mídia. Uma história bizarramente inteligente, bizarramente engraçada e bizarramente plausível contada pela perspectiva de um personagem repulsivo, carismático e até mesmo ridículo, mas indiscutivelmente marcante. 


Sim, pela capa vocês podem imaginar quem está de volta. Esta pessoa é o Fuhrer, aquele nazista desalmado que matou milhões durante a Segunda Guerra, o mundialmente famoso Adolf Hitler. A história é hilária. Imaginem Hitler acordando em plena Alemanha de 2011. Ele está em um terreno baldio mas ainda acha que está no período da guerra. Ele fica meio desnorteados ao notar algumas "diferenças" entre o país que ele estava antes de "cair no sono"e o país de agora. Até que ele descobre que dormiu quase 70 anos. Como ele ainda se veste com o uniforme militar e, bem, ele se parece com o Hitler (afinal ele É o Hitler), as pessoas começam a achar que aquele cara é um sósia comediante do nazista. 

Falando assim parece que esta história é muito louca. E de fato é. Imagina o maior ditador, uma pessoa conhecida mundialmente pelas atrocidades que já cometeu, acorda em 2011 e as pessoas acham ele uma celebridade instantânea da internet onde tudo o que ele fala é piada! A proposta do autor, que por sinal é alemão, é totalmente inovadora e, ao mesmo tempo em que ele faz piada do Führer, há um teor crítico nas entrelinhas.



A abordagem do autor é extremamente inteligente. Como o livro é narrado em primeira pessoa, quase somos convencidos de que todo aquele pensamento nacionalista do Hitler era coerente. O Führer acredita que a Alemanha em seu tempo era muito melhor, que os judeus e os turnos são uns parasitas que atrapalham o desenvolvimento do país. Gosto muito de ler e estudar sobre a Segunda Guerra porque acredito que este é um período muito importante para a nossa história. E o Hitler era um lunático!! Ele tinha uma visão de mundo que pregava a superioridade racial do povo alemão frente às outras raças. Ele queria instaurar na marra esta supremacia, tanto que matou milhões nas câmaras de gás (no livro ele justifica este ato, ao descobrir os números da população mundial de hoje, afirmando que graças a ele a população diminuiu). E ainda queria anexar territórios achando que a Alemanha deveria se expandir.

Ao meu lado havia um ciclista. Essa visão era, ao mesmos para mim, comparativa e duplamente familiar. Estávamos em tempos de guerra, como antes, e ele se protegia com um capacete bastante danificado por ataques anteriores, todo esburacado. 

Claro que hoje a opressão ainda existe, a intolerância também, e o livro chama a atenção para isso ao colocar o Führer no mundo atual. Por baixo de toda a falta de jeito do Hitler com as tecnologias, há uma critica à mídia, afinal, Hitler chegou ao poder graças aos seus discursos inflamados e bem feitos, mas com total presença da propaganda. Até hoje a mídia tem uma forte influência na população e, assim como no livro, os meios de comunicação são capazes de transformar em celebridade qualquer tipo de pessoa. Até um maluco xenofóbico.


No fundo, o livro é um grande humor negro que nos recorda de que não, não é engraçado todo aquele pensamento nazista. Não é engraçado ter matado milhões de pessoas, não é engraçado se achar superior e querer atentar contra a democracia.

Deixei minha sacola no balcão e tirei o uniforme dali. O homem fungou de leve, então disse:
- Ah, o senhor ser frentista. - E puxou o uniforme para si.

Minha única ressalva com o livro é que é preciso gostar minimamente do cenário da Segunda Guerra ou estar por dentro de questões relacionadas às relações internacionais. Como a temática é puramente alemã, quem não tem interesse por história pode achar o livro cansativo, principalmente porque há uma boa parte composta de divagações internas do Hitler. Ele realmente está indignado com o que a Alemanha se tornou. huahuahua. Como eu sou uma historiadora frustada (ainda pretendo fazer faculdade de História um dia) Ele Está de Volta foi um prato cheio para mim.

No entanto, o presente alemão mostrava-se verdadeiramente apavorante. À frente do país, estava uma mulher gorducha cujo carisma era tão confiável quanto o de um salgueiro chorão.

Tenho que reservar um paragrafo para falar desta capa. Sabe aquela ideia de que "uma imagem vale mais que mil palavras"? A capa é sensacional. Mais que acertada a permanência do layout original, mas com uma diferença. Não tem a logo da editora na frente, apenas na lombada. Achei o máximo, deu total foco no rosto que se forma na capa. E, gente, me diverti muito vendo a galera querer saber o que eu estava lendo.




54 comentários:

  1. Já havia visto essa capa por ai, mas
    admito que em nenhum momento me atentei para o que realmente o livro tratava e até este momento nem sequer havia entendido essa capa, agora no entanto percebo que ela faz sentido, apesar disso o livro não me atrai.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Del? Acho essa capa o máximo. Mais clara impossível =)

      Excluir
  2. Adorei a resenha. Vi esse livro ontem na livraria e amei. Agora, fiquei com mais vontade ainda de ler.
    Deve ser hilário a questão do Hitler acordar 70 anos depois e começar a usar redes sociais. Preciso ler esse livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, é muito engraçado!!!! Vc morre de rir com o livro

      Excluir
  3. oi Kel,
    também estou louca com esse livro desde a Turnê Intrínseca. Adorei saber que ele é tão bom quanto parecia.
    Eu adoro história, e sempre gostei de ler e ver tudo relacionado a 2ªGM, então acho que tenho chances de gostar tanto desse livro como você.
    Deve ser incrível mesmo, a crítica social e à mídia, por trás da comédia. Pretendo ler super em breve, rs

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiee

    Estou louca de curiosidade para ler esse livro , eu adoro história também e essa parte em especial do Hitler já li vários livro que falam sobre então acho que também vou gostar !!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb adoro história, principalmente segunda guerra. espero que vc curta a leitura, dre.

      Excluir
  5. Assim que vi esse livro eu soube que tinha que ler. A sinopse me ganhou de imediato. Kel, também gosto muito de ler e estudar sobre a Segunda Guerra Mundial, por isso o livro me interessou tanto. Sua resenha está maravilhosa, eu amei!
    Beijos.
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thá,

      então vc vai curtir a leitura. Espero que leia em breve

      Excluir
  6. OMG! Eu não tinha ouvido falar deste livro, amei a ideia dele! Sério!

    Eu também sou super interessado na Segunda Guerra Mundial (também acho Hitler um completo lunático) e, caraca, um livro relatando a presença deste cara na atualidade, é uma ideia genial! Com certeza está na minha lista de próximas leituras!

    Obrigado pela recomendação, Kel!

    Um beijo!

    http://boy-lit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia do livro é sensacional. Uma proposta super diferente. Sem contar que é muita coragem abordar uma coisa dessas.

      Excluir
  7. Oi Kel :)

    Achei a premissa do livro fantástica e com certeza irei lê-lo, pois achei fantástico. E devo dizer que essa foi uma das melhores resenhas que você fez. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Eu adoro livros com temáticas históricas, então lógico que fiquei super interessada no livro. A capa está simples e sensacional. Adorei sua resenha.
    Quero ler!
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se vc gosta de história, com certeza vai gostar desse livro, Joyce =) Boa leitura

      Excluir
  9. Acredita que quando vi essa capa, não sei porque achei que era uma continuação de extraordinário? Nada a ver hehehe. Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e me interessei muito por ele. Gosto de livros que se passam durante a segunda guerra mundial e quero ver como ele reagiu quando descobriu o que tinha acontecido.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahauhua sério? huahuahua é beeeem diferente =P. Vc ia tomar um susto quando lesse =P

      Excluir
  10. Fiquei com bastante vontade de ler, acho que o autor se arriscou muito no tema (afinal fazer piada com algo tão ruim é muito perigoso), mas quero conferir se acertou.

    ;*

    http://espeloteadaepatricinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza. O tema é bem polemico, com certeza

      Excluir
  11. Não conhecia o livro mas simplesmente adorei! Parece ser bem cômico mas ao mesmo tempo trazer reflexões sobre o que foi a guerra. Deve ser bem louco mesmo acordar e perceber que se passaram 70 anos, ainda mais se essa pessoa for Hitler! kkkkkkk
    Adorei a capa, achei bem simples mas também bem enigmática hahahah
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é mesmo de rachar de rir, Patrícia. Mas ele tem uma critica super inteligente por trás.

      Excluir
  12. Acho que nao faria o meu género com certeza. Eu tenho história mas não gosto assim tanto.
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  13. Oii Kel, tudo bem?

    Passeando pela blogosfera encontrei seu blog, hehehe
    Minha primeira visita por aqui! :)
    Adorei de primeira teu layout! ;) Achei super fofo!
    Falando sobre o livro, não tinha visto nenhuma resenha de Ele está de volta.
    Mas já está na minha Wish List.
    Eu vou amar, tenho certeza!
    Não gosto tanto assim de história ao ponto de querer cursa-la, hehehe
    Mas sou vidrada por assuntos da 2º guerra mundial! Acho muito interessante, adoro ler tudo! heheh E documentários! <3
    Fico tão impressionada as vezes com o que Hitler e sua corja fizeram..
    Livros que já li e me marcaram muito, foram Anne Frank, o menino do pijama listrado e o Colecionador de lágrimas, esses três, falando um pouco sobre o holocausto.
    Acho essas leituras infinitamente interessantes, tem passagens que fico arrepiada só em lembrar..

    Bom, eu também tenho um blog e convido você a conhece-lo!
    Beijos!!

    http://traduzindo-sonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, flor tudo bem?

      Seja muito bem vinda ao blog e espero que volte mais vezes. Pelo jeito vc vai curtir bastante Ele Está de Volta. O livro é menos drama que Anne Frank ou O Menino do Pijama Listrado. Mas o teor critico está ali.

      Excluir
  14. Eu estou louca pra ler esse livro desde que eu vi a capa. Achei genial o enredo da história e eu tô muito curiosa sobre a narrativa e a maneira como o autor introduziu o personagem no nosso tempo.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o enredo é genial meesmo. Vale muito a pena

      Excluir
  15. Mano logo imaginei continuação de extraordinario rsrsrsrs, o livro realmente parece ser otimo, não leria no momento, mas com certeza seria um livro que ia ler de boa, gosto do tema Segunda Guerra e por ter humor negro já me ganhou haha
    http://contodeumlivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Gostei da resenha Kel. Não conhecia o livro e achei a temática um tanto diferente. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  17. O que me chamou atenção nesse livro, logo de cara, foi a capa! Que é bela!
    A sua resenha é a primeira que leio desse livro e por tudo o que você escreveu, certamente é um livro que eu gostaria muito de ler. Não que eu goste exatamente da Segunda Guerra Mundial, porque eu sou muito empática e não aguento tanto sofrimento, mas mesmo assim gosto de estudar para adquirir conhecimento de mundo.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  18. O que me chamou muito atenção foi a capa, mas depois fui ler sobre o que se trata o livro e achei sensacional a premissa. Imagina uma loucura dessas!!
    Amei a resenha!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá, como vai?!
    Igual a Sil, eu também pensei que o livro tivesse alguma relação com extraordinário.
    Não gosto muito de livros que envolvam Hitler, mas esse traz uma perspectiva diferente e que me interessou bastante.
    Achei bem legal.

    www.enquantoestavalendo.com

    Se puder/quiser, participe da nossa promoção: http://goo.gl/pFqNTD

    ResponderExcluir
  20. Oi Kel realmente, o livro assim que o vi na livraria me chamou a atenção e é claro que eu já sabia de quem se tratava, agora sabendo que se trata de humor negro quem sabe eu dou uma chance

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  21. Oie,
    fiquei curiosa pelo livro, mas acho que não vou gostar tanto da história rsrsrs
    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  22. Só agora lendo sua resenha que reparei que não tem a logo da Intrínseca na capa. kkkkkkk Também fiquei interessada nele na Turnê, mas ainda não o tenho. Eu tenho um grande problema com História, sou pééééssima com linha do tempo, nunca sei o que aconteceu primeiro. Justamente por isso, adoro ler livros sobre temas históricos, porque me ajudam à beça a compreender os fatos (o único problema é que me confundo depois de novo. huahauauhau).
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  23. A ideia parece nova e divertida, mas não acho que leria o livro, a capa chama atençao e remete logo a Hitler.

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  24. Ei Raquel,
    Acho que esse não é pra mim... Eu sei que é humor negro, mas tendo o Hitler argg. Passo longe.
    Cara do capeta desse e ainda ganha uma nova "história". Num passa goela abaixo pra mim. Sorry!

    Abs...

    ResponderExcluir
  25. Oi Kel, tudo bem?

    Acho que eu sou a única que não tinha sacado o tema do livro ao ver a capa, rsrs. Tive que ler a sinopse e, confesso, não achei que a trama iria ser tão bem humorada. Fiquei bem curiosa, humor negro, reflexão sobre igualdade, e esses pequenos detalhes na entrelinha sobre a ideologia nazista e tudo mais parece dar um toque muito especial ao livro. Se ainda desse tempo iria solicitá-lo para resenha :)

    Beijos,

    Pah - Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  26. Kel, eu já disse que amo suas resenhas? Graças a vc estou com uma lista enorme de livros pra ler! hahaha Achei super interessante esse e já vai pro fim da fila, um dia vou conseguir ler todos!

    beeeijos,
    Miss Sainha

    ResponderExcluir
  27. Nossa, eu adorei a sua resenha. Tenho visto esta capa em alguns sites e eu tenho um certo fascínio pela história das guerras, mas quando vi que é no tempo moderno e as citações que colocou eu dei muitas risadas!
    Já coloquei como desejado, com certeza!

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  28. Um fato: Esse livro acabou de entrar para os meus desejados. Primeiramente falando sobre a capa, eu pensei que era só o formato da foto de divulgação mesmo que não tinha a logo. Fiquei bem curiosa para a trama, adorei o humor negro. Eu curto bastante ler sobre a segunda guerra mundial, mas quando estudava odiava história (vai me entender kk). Então acho que pra mim fluiria, mas quem não gosta é melhor nem arriscar.

    ResponderExcluir
  29. Gosto bastante de kivros e filmes ambientados nessa época..
    Ja entrando pra minha wishlist,,, :)

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  30. Eu achei a ideia desse livro simplesmente sensacional. É muito legal ver que ainda temos autores criativos assim!
    Muito boa a resenha mo, fico feliz que você tenha gostado do livro!

    ResponderExcluir
  31. Kel eu também adoro história, mas não curto tanto guerras, fico triste de pensar em quanta gente morreu por algo no minimo egoísta.
    Mas achei super criativo da parte do autor abortar um assunto assim de forma descontraída.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  32. Quero muito ler esse livro, como vc disse tem um humor negro, e eu simplesmente adoro livros assim .
    Não vou dizer que gosto de história, acho meio cansativo, mas adoro saber coisas sobre A Segunda Guerra Mundial.

    ResponderExcluir
  33. Ola kel,
    eu já discuti com o outro Victor o blog e praticamente ficamos uns dias sem nos falar por conta dessa capa. Ele detestou e eu amei, por ser simples e mostrar já de cara doq se refere o livro. Só n sabia desse toque de humor.
    Com certeza é o tipo de leitura ue eu vou amar pq gosto de historia, gosto da segunda guerra e gosto de humor hahahahahah muito boa a resenha!!!
    Super Abraço.

    ResponderExcluir
  34. Oi Kelzita, tudo bom?
    Ahahahaha essa capa é simplesmente sensacional!
    Não conhecia o livro mas fiquei super curiosa para ler desde que você postou a foto dele.
    Cara, parece ser muito bom, divertido, crítico, com aquela acidez que só livros com fundo histórico podem nos trazer. Eu amei e preciso desse livro.
    Beijão
    http://www.sarahmarques.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Oi Kel, já tinha visto esse livro por aí mas nunca tinha chegado a ler a sinopse e muito menos uma resenha, achei que era um livro chato, julgando pela capa (que nem pensei em associar à Hitler) e título, acabou que ele até me interessou, fiquei com vontade de ler. Beijos

    ResponderExcluir
  36. Estou louca para ler este livro! Gosto bastante de livros que falem sobre o nazismo e/ou Hiitler. A única parte de história que chama minha atenção rsrsrs
    Parece ser uma leitura bem divertida e uma forma de tratar do assunto com um pouco de leveza. Pretendo ler o livro assim que possível.

    ResponderExcluir
  37. Oi, Kel!
    Tambbém gosto bastante dessa parte da história mundial, concordo que é muito importante e não deve ser esquecida jamais!
    Achei a capa brilhante, passa a ideia principal do livro e nos deixa morrendo de curiosidade de saber como o autor vai retratar o Fuhrer.

    ResponderExcluir
  38. Ganhei esse livro de uma amiga assim q ele saiu... Ela disse q viu a capa e achou a minha cara (aquele momento q vc não sabe se fica ofendida ou lisonjeada -_- ).
    Me interesso por tudo relacionado a segunda guerra, então não poderia deixar de conferir esse.
    O trabalho q fizeram na capa realmente ficou sensacional... Uma imagem q de fato, vale mais do q mil palavras. ;)

    ResponderExcluir
  39. Quase uma Revolução dos Bichos. Surpreendente como o livro deixa clara a carência de políticas sociais e a insatisfação da população. E deixa uma pergunta muito séria, Será que alguém igual a Hitler ainda teria espaço na sociedade?

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!