# Resenha 109 // Estranha Perfeição

Oi, galera, tudo bem?

Brasil nas semi finais!! E como sempre, #VAITERSORTEIO. Mas só amanhã (sábado), tudo bem? Enquanto isso, vamos de resenha. Esse foi um livro chegou em parceria com a Editora Arqueiro e posso dizer que me surpreendi, mesmo que o livro não tenha funcionado inteiramente para mim.  Leio e até gosto de New/Young Adults, mas livros no estilo Estranha Perfeição estão fora da minha zona de conforto. Vou explicar tudo na resenha.

Nome: Estranha Perfeição // Twisted Perfection
Autor: Abbi Glines
Páginas: 208
Editora: Arqueiro
Livro cedido em parceria com a editora



Sinopse: Della Sloane não é uma garota comum. Ansiando se libertar do seu passado sombrio e traumático, ela planeja uma longa viagem de carro em busca de autoconhecimento e dos prazeres da vida real. Seu plano, no entanto, logo encontra um obstáculo: o automóvel fica sem gasolina em Rosemary, na Flórida, uma cidadezinha praiana no meio do nada. Neste cenário, ela conhece o jovem Woods Kerrington, muito disposto a ajudar uma menina bonita em apuros. O que ela não sabe é que Woods é o herdeiro do country club Kerrington e está de casamento marcado com Angelina Greystone, uma união arranjada que culminará na fusão de suas empresas, garantindo o futuro profissional do rapaz. Uma noite despretensiosa parece a solução perfeita para Della e Woods fugirem por um tempo de tanta pressão. Do passado que ela gostaria de esquecer. Do futuro de que ele tantas vezes tentou escapar. Mas eles não poderiam prever que a atração os levaria a algo mais quando os seus caminhos se reencontrassem. Agora precisam aceitar suas estranhezas para descobrirem a perfeição. Se você é fã da série Sem Limites, vai adorar este delicioso romance ambientado no mesmo universo sedutor criado por Abbi Glines. 

No livro conhecemos Della, uma viajante que pegou o carro da sua melhor amiga emprestado e saiu no mundo em busca de descobertas (ou para fugir do seu passado). Durante esse caminho, em um posto de gasolina, ela conhece Woods, que a ensina a abastecer (??) As coisas não acabam no simples abastecer, eles saem para jantar e eles transam no carro (assim, tudo acontece nesse nível de rapidez) e depois vão para um hotel. Mais sexo madrugada adentro e despedida. Mas eles voltariam a se encontrar mais tarde. A verdade é que Woods é herdeiro de um grande clube na sua cidade. Ele é cheio da grana e seu pai é um canalha que quer obrigá-lo a se casar com a filha de um amigo por puro interesse para que  família fique ainda mais podre de rica. 

Falei lá em cima que me surpreendi com esse livro e, de fato, me surpreendi. Não esperava muita coisa da leitura, confesso. Em partes por ter participado do evento de lançamento de Paixão Sem Limites (outro título da autora) onde a blogueira apresentadora comparou a história com Belo Desastre (livro que eu detestei). Em Estranha Perfeição, fiquei mais interessada pelos dramas dos personagens que pela paixão dos dois em si. A forma como eles se conheceram e até mesmo a relação deles não me convenceu e achei superficial. Mas, individualmente, os personagens são muito bons. Woods, Graças a Deus, não é um filhinho de Papai e Della, apesar de uma garota totalmente perdida, carrega um grande trauma. Me fez lembrar Ella e Micha, é verdade, mas ainda assim, gostei deste lado drama da personagem.



Adoro New Adults, mas costumo dizer que sou seletiva. O que me incomoda em alguns NA é quando o relacionamento é na base do sexo. Nada contra um livro com conteúdo mais picante e tal. Mas tudo se resume a isso? Sério? Prefiro acreditar que não. Não gosto dessa superficialidade. Como se todos os problemas acabassem na cama. E o problema é que o relacionamento de Della e Woods começa exatamente assim: sexo selvagem, gemidos nas alturas, pelo menos nenhuma descrição muito vulgar, felizmente. Eles não conseguem nem conversar, saber da vida um do outro! Se ver é = a sexo. O ápice é quando ele quer que ela fale que o ama (pela primeira vez, s não me engano) durante o sexo. Gente, por favor, né? Isso é banalizar o amor. Outro problema: ideia de possessão. Acabei de ler um livro que fala sobre liberdade e me vem o Woods com essa história de: "ninguém pode ver o seu corpo: vista um moletom largo e uma calça comprida". Oi? Sério, já teria mandado pastar a muito tempo, por mais lindo que fosse. Muitas vezes as mulheres destes New Adults são totalmente submissas e a Della é neste sentido. Que vontade de dar uns tapas! Frágil, chata e objeto. Não curto e fico totalmente irritada com esse tipo de comportamento.

Bom, mas aos poucos as coisas vão se encaixando no livro e é quando começou a ficar interessante para mim. A história de Della é de tirar o fôlego. Não no bom sentido. Ela sofreu muito e os fantasmas do passado ainda a assombram. É neste ponto que a presença e o carinho de Woods se tornam fundamentais para que a garota supere (ou tente, pelo menos, superar) tudo isso.



Um dos meus receios quanto a este livro era o fato dele ser um spin off de Paixão Sem Limites, já que eu não li a série, achei que a compreensão ficaria comprometida. No final das contas isso não foi nenhum problema. A história de Estranha Perfeição é bem centrada nos personagens principais. Fiquei sabendo por amigos que os personagens de Paixão estão neste spin off também, mas, juro, que se não fosse por eles, eu nem iria desconfiar deste fato. Os personagens da série Sem Limites são tão pequenos que não chegam a mudar o curso da história de uma forma que gere desentendimento de quem não leu a primeira série. Ponto para a autora neste quesito. Nem todo o spin off é assim.

Os capítulos são alternados. E acho que aqui a autora acertou mais uma vez. Um livro inteiro pelo ponto de vista da Della seria demais. Acho que eu não ia aguentar. Gostei de ver ambos os pontos de vistas e consegui sentir a diferenciação nas narrativas. Em matéria de temperamento, Woods me surpreendeu através da relação com o pai. Não apostava muito nele =P


Confesso que foi muito golpe baixo terminar o livro da forma como ele terminou. Fiquei curiosa para saber o desenrolar da situação.

O livro é curtinho e a história é super rápida de ler. Os capítulos curtos ajudam a dinamizar. Gostei da forma como a autora conduziu a trama. Essa é mais uma daquelas leituras despretensiosas de final de tarde. O livro é bom, mas poderia ser bem melhor se focasse mais no passado de Della ao invés de inserir inúmeras cenas de sexo, praticamente uma em cada capítulo. As dicas sobre o que aconteceu na infância dela aparecem desde o inicio do livro, mas o "desvendar do problema" se dá apenas no final e de forma meio rápida.





41 comentários:

  1. Olá, Kel. Tudo bem?
    Não consigo me dar bem com esse gênero, de verdade. Já tentei, mas não consigo gostar. Engraçado que nas resenhas parecem bons, mas, na leitura, não rola comigo. rs
    Eu gosto de capítulos curtos e tramas ágeis, mas acho que ainda sim não leria o livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou chata para esse genero. Não é qualquer livro que eu curto. =P

      Excluir
  2. Oi Kel, tudo bem?

    Esse gênero não consegue me agradar, já percebi isso, pois toda vez que tento ler algum livro do gênero não curto. Quem sabe um dia eu ache algo que compense... Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu já li Paixão sem limites e Tentação sem limites e amei :x haha E já li também Belo Desastre, que amei mais ainda. rs Não curto muito esse lance de deixar parecer que a mulher é muito submissa. Mas mesmo assim acho que iria gostar bastante desse livro, sou apaixonada pelo Woods. Quando li os outros livros eu pensei que ele seria chato e mimado, mas não... ele se mostrou exatamente o contrário. Daqueles amigos pra todas as horas. Então já tenho curiosidade pelo fato de ser ele. Mas fiquei curiosa também pra saber o que atormenta tanto a Della.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que o Woods conseguiu me surpreender, é verdade. =P

      Excluir
  4. Oii meninas, tudo bem? O primeiro livro picante que li foi 50 tons e achei muito ruim, mas depois fui lendo outros e gostando ainda mais do gênero. E é engraçado mesmo, como você comentou na resenha, o amor sempre funciona a base de sexo rsrs. E eu não me incomodo muito pois acho que tem que rolar sexo para não perder o foco do livro. Romance sem sexo picante, só com Nicholas Sparks mesmo. Hahhaa

    Abraço, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, mas 50 Tons é tenso mesmo huahuahua Esses livros New Aduls não chegam a ser eróticos, mas tem cenas picantes.

      Excluir
  5. Kel simplesmente amei saber seu ponto de vista e concordo com vc. Na minha resenha com outras palavras também falei dos aspectos que não me agradaram no livro e foram semelhantes a sua opinião. Mas com certeza a autora sabe o que faz no tocante a narrativa, totalmente envolvente e acaba deixando o leitor louco para o livro seguinte.
    Enfim parabéns pela leitura e resenha. Beijinhos!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final foi mesmo de matar. Mas não sei se continuaria lendo a série =(

      Excluir
  6. Oi kel, tudo bem?
    É a segunda resenha que leio hoje dessa história, esse livro parece não estar agradando tanto quanto os outros. pelo o que contou, tinha muito conteúdo para ser desenvolvido, mas a autora se prendeu nas cenas hot, uma pena, pois assim, o livro geralmente não convence. Estou começando a ficar com dúvida quanto a leitura desse livro, mas os outros dois eu quero ler.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo totalmente, Cila. Só cenas de sexo não funcionam comigo

      Excluir
  7. Oi Kel!
    Como falei no post da promo, já li os 2 livros da série Sem Limites, e amei demais a história e a forma como a autora conduziu tudo... ao contrário de você eu até curti o clima "hot" da trama, só não sei se em Estranha Perfeição é forte demais comparado aos de Sem Limites.. Mas enfim, lembro de Woods nos 2 livros e ele se destacou bastante na história.. estou curiosa pra saber dessa parte da vida dele!
    Beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li os primeiros livros para saber como o Wood era. Pelo jeito todo mundo gostava dele huahuahua. Não desgostei do personagem. Ele até me surpreendeu, para falar a verdade.

      Excluir
  8. Acho q a escrita da Abbi é como vc falou, algo despretensioso, o meu problema com ela é q td é série e todas as séries são enormes =/, aí acabo me cansando de ler o mesmo assunto. E por mais que seja legal ter na história, tbm acho q um monte de cenas de sexo jogadas não são bacanas =/

    Andy_Mon Petit Poison
    #ResumoDoPoison http://bit.ly/1krizEY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb tenho preguiça de séries mt grandes e agora ainda esta na moda esses spin offs... =`(

      Excluir
  9. Olá!
    Olha, eu fiquei bem receosa, mas ao mesmo tempo animada e curiosa quando vi que um livro sobre o Woods havia sido lançado. Eu gosto bastante do gênero NA, tanto que o primeiro livro que li do gênero foi Paixão sem limites, que adorei, apesar de diversas falhas. Detesto livros superficiais, na qual o relacionamento seja só baseado em sexo e que contenha uma linguagem muito vulgar (uma coisa que me incomodou muito na série Sem limites) mas pela sua resenha, fiquei muito mais esperançosa para conferir!
    Sou apaixonada por Belo desastre e fiquei um pouco animada também com a comparação.
    Já falei demais haha
    Ótima resenha!
    Beijos,

    http://meuuniversox.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb me incomoda uma linguagem mais vulgar. Esse não é o caso de Estranha Perfeição, apesar de ter achado que eles pecaram no excesso do sexo e na rapidez com que o relacionamento se desenvolveu.

      Excluir
  10. Uau, pelo que você falou os protagonistas são rápidos até demais! Nunca li nada dessa autora, justamente por não ser uma grande fã de NA. Já até li alguns NA, mas nada que ma chamasse muita atenção. Até onde pude observar a maioria dos autores se preocupam bastante com o lado erótico do livro e esquecem de trabalhar a história o que acaba deixando a narrativa pobre e desinteressante para mim.

    ResponderExcluir
  11. Oi Kel! Eu gostei do livro, e quem não leu a outra série entende bem. O casal em si não me fez acreditar em amor, acredito em paixão e numa atração muito forte, se eles superarem o impacto do acontecimento que fechou o livro, ficarem juntos mesmo assim, aí sim acreditarei num sentimento mais forte.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Oi Kel! Você sabe que acompanho a série, e Woods é meu personagem favorito, mesmo ele tendo pouco participar em Paixão e Tentação Sem Limite, imaginei mesmo que Rush e Blaire aparecessem em Estranha Perfeição.

    A grande sacada da autora e SEMPRE terminar com um final excelente, e confesso que se não fosse o final de Paixão eu não daria continuidade na série.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gente, mas todo mundo ama esse woods mesmo, hein? HUAHUAHUA

      Excluir
  13. Ei Raquel, esse eu passo. rsrs
    Li a sinopse e uma resenha dele num outro blog e num me interessei. Creio que não seja meu estilo. Não posso dar tanto pitaco. =P

    Abs...

    ResponderExcluir
  14. Oi Kel,
    quero muito ler esse livro. Eu já li a série Sem Limites, e me encantei pelo Woods. Não gostei muito de saber que ele tem momentos Homem das Cavernas aqui, r.s Por tudo que você falou, acho que você não iria curtir muito a série Sem limites, até porque o Rush, o protagonista, não é carismático, rs.
    Eu gostei muito da escrita da autora, foi o que me conquistou, e esses capítulos alternados são mesmo ótimos, rs

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oii Kel!
    Estou namorando esse livro desde o lançamento, tenho o primeiro Paixão sem limites e achei que esse fosse um terceiro, eles poderiam ter diferenciado um pouco a capa, achei que ficou parecido..

    Obrigada por me deixar mais curiosa! hahahaha

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  16. Muito boa a resenha mo! Fico feliz que voce tenha se surpreendido com essa leitura!

    ResponderExcluir
  17. Olá..
    Ja faz um tempo q to de olho nos livros da Abbi Glines mas ainda n tive oportunidade de ler.. Quem sabe ate o dinal do ano leio algo dela =)
    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oiee

    Eu li Paixão Sem Limites e gostei igual você nesse outro que leu, por isso não senti tanta vontade de ler esse mas acho que o Woods deve ser bem melhor que o Rush que na minha opinião é muito chato, quem sabe leia esse livro...

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vi que eu ia me irritar MUITO com esse tal de Woods.

      Excluir
  19. Detestei Paixão sem limites pelo simples fato do relacionamento dos personagens ser baseado apenas em sexo. Adoro NA, mas também sou um pouco chata para eles. Para mim não funciona quando não tem conteúdo e apenas sexo, daí vira um 50 tons, na minha opinião.
    Eu ganhei esse livro de presente de aniversário, mas não estava muito certa se leria ou não, mas depois da sua resenha (que é igualmente chata como eu no sentido de muito sexo e pouca história), fiquei um pouco mais esperançosa quanto a esse livro. Vamos ver, né?
    Beijos, Kel!
    Garota Liber

    ResponderExcluir
  20. Kel o livro parece ser bom, mas não sei se surgiu aquele interesse de ler sabe.
    Vou dá uma chance, já que você disse que a protagonista lembra Ella de Ella & Micha, um livro que gostei muito.

    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  21. Oi Kel, tudo bom?
    PERA, ela vai abastecer e já dá pro cara no mesmo dia? COMOASSIM?
    Esses livros parecem ser muito legais até pra quem não é acostumado a ler romances como eu, mas é dificil achar uma situação dessa crível. Eu não conheço ninguém que saiu pra abastecer o carro e voltou com um homem incrível debaixo do braço.
    Mas quero ler para poder me distrair um pouco, né?
    Beijão
    http://www.sarahmarques.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Apesar de eu não gostar muito do gênero tenho interesse em ler .

    ResponderExcluir
  23. Ola kel,
    eu estava com muito vontade de ler algum livro dessa autora, mas agora n sei mais Oo pelo q vc descreveu parece um 50 tons de cinza menos vulgar e 50 tons só presta o "de HOSPÍCIO" hahahahaha
    gostei muito da resenha e da forma como vc descreveu a personalidade dos personagens, mas dei uma broxada em relação a história.
    Super abraço, Victor Rosa

    ResponderExcluir
  24. Oi Kel, não me interesso muito pelos livros da autora e não sei se leria esse, não curto muito esse tipo de livro, gosto mais quando realmente tem uma história e não esses romances super rápidos que a pessoa nem falou direito com a outra e já está quase casando. Beijos

    ResponderExcluir
  25. Oie...
    Ainda não li nenhum trabalho da autora, mas gostei bastante da premissa do livro. Me parece um pouco clichê, mas gosto de livros com esse tipo de enredo e gostei bastante da resenha.

    ResponderExcluir
  26. Oi, Kel!
    Não sou nem de longe fã de New Adults, mas eu li os três livros de Sem Limites mesmo assim, e gostei o suficiente pra terminar de ler a série, e só. Não quis ler nenhum dos spin-offs porque pra mim a história acabou onde tinha que acabar e os personagens secundários, por melhores que sejam (Woods e Bethy <3), não merecem histórias à parte.
    E outra coisa: quantas coleções diferentes de HP você tem? :o
    Fiquei boba com a foto com elas ao fundo, que lindas!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!