# Resenha 106 // O Amor Não é para Mim

Oiee, galera, tudo certinho?

A resenha de hoje vem um pouco mais tarde porque, para variar, fui assistir A Culpa é das Estrelas de novo. Bom, mas prometo que o livro de hoje não vai fazer ninguém chorar. Exceto se as lágrimas forem de tanto rir! Aí, neste caso, realmente, O Amor Não é Para Mim vai fazer muita gente soluçar. Vamos conferir a resenha?

Título: O Amor Não é para Mim // L`amore non fa per me
Autor: Federica Bosco
Editora: Bertrand
Páginas: 275
Livro cedido em parceria com a editora


Sinopse: Monica está de partida para a Escócia, onde seu príncipe encantado, Edgar, a espera. Todos os seus sonhos estão prestes a se realizar: vai viver com o homem que ama, seu livro será publicado e a perspectiva de uma nova carreira a deixa bastante empolgada. Mas, de repente, tudo ameaça ruir. Além disso, a convivência evidencia os “pequenos defeitos” de Edgar, o relacionamento com a sogra é turbulento e, de vez em quando, David, uma antiga paixão, manda mensagens sedutoras… Conseguirá Monica finalmente encontrar o equilíbrio e reconquistar a felicidade? Em O amor não é para mim, Federica Bosco acrescenta um novo e divertido capítulo à história de Monica, a mesma protagonista de Sou louca por você, e explora toda a sua irreverente e saborosa ironia, elaborando um romance leve e comovente sobre os sentimentos e desejos das jovens mulheres – pelo menos daquelas que não param de sonhar com o grande amor. Seu romance de estreia, Sou Louca Por Você, publicado pela Bertrand Brasil, foi um sucesso fantástico de público e crítica, e a história continua em O amor não é para mim, segundo volume da trilogia A Aventura Sentimental de Monica, que se encerra com O Amor Me Persegue.

O livro conta a história de Monica, uma italiana que mora nos Estados Unidos, mas que está de mudança para uma pequena cidade na Escócia. Ela é escritora e vai morar com o seu namorado, Edgar, um cara mais de 10 anos mais velho que ela, quase na casa dos 50. Apesar desse significativo passo, o relacionamento dos dois ainda está bem no inicio e não se pode dizer que eles se conhecem tão bem assim para morarem juntos. Edgar é editor, trabalha 26 horas por dia, é totalmente dependente de mamãe e ainda vive às custas do fantasma da ex mulher. Alguém merece isso?

Irreverente. Essa é apenas uma das palavras que eu poderia definir O Amor Não é para Mim. Dinâmico, inteligente, divertido também entrariam em peso neste pacote. Quem acompanha o blog sabe que sou fã de chick lits: leituras engraçadas e passatempo garantido das minhas tardes. E o livro da Federica me surpreendeu. O humor italiano da autora é sensacional.

- Não caio nessa, David, querido. Você não assiste House? Ninguém muda, a não ser por três ou quatro meses, no máximo!

A vida de Monica se encaixa naquele ditado: "seria trágico se não fosse cômico."  Mas as situações são totalmente palpáveis. Desde ex namorado que quer voltar até o assédio do chefe. Esse foi um ponto totalmente positivo na leitura. Muitos chick lits apostam em situações meio improváveis para a composição da história, o que funciona, na maioria das vezes, porém nem sempre conseguimos nos colocar no lugar da personagem. Com O Amor Não é Para Mim é totalmente diferente. Monica poderia ser qualquer uma de nós. De surreal na história só mesmo um fã clube de garotas escocesas fúteis que são doidas pela Paris Hilton. Mas, como a autora chegou nisso? Vocês vão ter que ler para saber (e darão muitas risadas pelo caminho, garanto). 

O livro, aliás, é narrado em primeira pessoa. E mais engraçado que os diálogos são os pensamentos de Monica. Hilário. Este é o segundo volume da série A Aventura Sentimental de Monica. No inicio fiquei com um pouco de medo, pensando que poderia deixar de entender algum detalhe. Mas consegui concluir a leitura perfeitamente, sem nenhuma dificuldade. O primeiro livro, chamado Sou Louca por Você fala do ex namorado de Monica. Já O Amor Não é Para Mim, apresenta o novo relacionamento e ainda conseguimos ter uma visão geral do porque ela terminou com David.



E já que estamos falando de personagens: Monica é a típica personagem em ascensão. Começa insegura, larga tudo para morar com o namorado, mas ao longo do livro vemos o seu amadurecimento. Edgar é o filhinho de mamãe e é totalmente o oposto de Monica. O que ele tem de workholic, tem de deprimente. Ele é daqueles caras que acham que uma cartinha bonitinha vai suprir a falta de presença física na vida da namorada. Mimado, totalmente preso a memória da ex mulher falecida e cheio de manias.

Talvez o amor não seja mesmo para Monica, mas a vida é. O Amor Não é Para Mim fala de amor próprio e independência. Fala de ir atrás dos seus sonhos e mostra que é possível se sentir realizada sem precisar de muita coisa.



O único ponto negativo do livro é Siobhan, amiga do trabalho de Monica. Gostei muito da personagem e, no livro, descobrimos ter uma história bem densa. Queria que isso fosse mais aprofundado. Infelizmente ela aparece pouco. Fiquei curiosa para entender melhor sobre ela. Espero que Siobhan apareça novamente no último volume da série. 

A essa aparência encantadora, acrescentamos: senso de humor, inteligencia acima da média, capacidade inata de ascender cigarros com os dedos dos pés e de fazer imposto de renda; naturalmente um vulcão na cama, e eis aqui para vocês: a mulher perfeita. Sinto uma pontada de ciúme, que parte do fim do osso sacro e chega a cada ponta dupla do meu cabelo.

A diagramação das páginas é muito bonita e as folhas são brancas. Apenas achei que a capa lembra muito os livros da Marian Keys. Não sei se é um padrão da editora para os chick lits, mas Federica merecia uma capa diferente.

Gostei bastante do livro e, obviamente, recomendo a leitura. Quem gosta de chick lit vai se apaixonar assim como eu.



25 comentários:

  1. Olá Kel!
    Ai, já me apaixonei pelo livro antes de lê-lo. Sua resenha ficou maravilhosa e eu amo livros assim, divertidos e engraçados. Preciso muito ler! haha
    Beijos
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
  2. Oi Kel!
    Adoro chick-lits engraçados, mesmo não tendo lido muitos :///
    Adorei a resenha e fiquei com vontade de ler o livro!

    Um beijo,
    Livrologias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ei Raquel, só li um livro chick lit, foi o Sushi da Marian Keys, achei legalzinho. Não lembro de tantas partes engraçadas, mas até que gostei. Gosto do estilo comédia. Qualquer dia leio um desse estilo de novo. Um que tenho vontade de ler, que acho que se encaixa nesse tipo, é O Diabo Veste Prada, achei legal o filme e tenho curiosidade de ler o livro. Só tenho um pé atras pq me disseram que posso(e vou) ficar boiando nas descrições de marcas de bolsas e roupas. =P
    Achei a capa mesmo semelhante aos da Marian, deve ser jodaga. rsrs

    Abs...

    ResponderExcluir
  4. Oi Kel :)

    Gosto muito de Chick-Lits, os muito mulherzinha eu não curto, mas esses com uma pegada mais humor e relacionamento acho legal. Já adicionei ele a lista de desejados. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eitah, foi ver a culpa é das estrelas :3 omg! chorei horrores!!!
    sobre o livro, estou procurando evitar livros choraveis kkkk procurando dar um tempo no estilo pq cansei de ficar chorando demais com os personagens, amo livros do estilo, mas estou precisando de livros como esse ai, que me matem de rir! como adorei a premissa do livro, acho q vou le-lo ^^

    ResponderExcluir
  6. Oi Kel,
    Já tinha ouvido falar da autora, mas não conhecia suas obras. Amei sua resenha! hahaha Acho que é um daqueles livros que tem um que tão leve e ao mesmo tempo traz alguma coisinha importante pra gente, então, é sempre uma leitura prazerosa e váilida <3
    Essa capa também me lembrou os livros da Keys... Não gosto muito, rs!
    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Sou doida por chick-lit, mas não conhecia esse livro. Adorei a sua resenha, deu para ver que você gostou muito do livro, e se divertiu com ele. Adoro livros hilários com personagens que vão crescendo durante o livro. "O amor não é para mim" entrou na minha lista de desejados :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Desejo todos os livros do autor e nunca li nenhum ainda haha ai gente, que triste.
    Adorei sua resenha e esse tbm entrou para lista de desejados, espero ler esse em breve pelo menos, e gostar bastante, mesmo hahaha.
    Adorei as citações e a protagonista parece ser bem interessante.
    Que bom que gostou da leitura.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/06/resenha-licoes-de-amor-ali-cronin.html

    ResponderExcluir
  9. Achei a premissa deste livro interessante, um pouco clichê, mas livros assim tem o seu charme :D

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Kel, tudo bom?
    Acho justo a gente marcar de assistir ACEDE todas nós pela terceira vez! Vamos chorar juntas! Esse livro parece ser bem legal e a capa me remete MUITO aos livros da Marian Keys, de Melancia, etc. E todo mundo diz que é uma delícia! Fiquei curiosa, to mesmo precisando de um livro assim pra distrair!
    Beijos
    Endless Poem

    ResponderExcluir
  11. Amor próprio e independência, tenho uma lista de pessoas que precisam ler este livro, sua resenha conseguiu transmitir tudo que o livro carrega Kel. Amei conhecer o livro e sua historia, com certeza é um livro que vou correr atras.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  12. Oiee

    Não conhecia o livro mas me apaixonei pela sua resenha com certeza vou querer ler esse livro, esse genero é ótimo para passar uma tarde agradavel de leitura.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  13. Li Sou louca por você e amei demais! Com certeza vou querer ler esse! Gostei da capa, combinou com a do primeiro livro, e as capas que eu vi dessa série no goodreads achei horríveis! rs... estou realmente louca pra ler, pena que a Bertrand insiste nas páginas brancas... :/

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Assim que vi a capa achei que fosse da Marian Keys, juro!
    Adoro chick-lits e esse parece realmente divertido.
    Já anotei o nome dele aqui pra poder comprar.

    Não conhecia a autora... Gostei bastante, parece bem leve!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  15. ei Kel,
    to adorando livros leves e divertidos assim.
    E realmente, se eu me deparasse com um cara de quase 50 que ainda é dependente da mãe, ia achar que o amor não é pra mim, kkkkkkkkkk
    Adoro chick lits, mas alguns tem situações bem improváveis e surreais mesmo. Bom saber que esse foge dessa linha

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Kel que resenha maravilhosa, não conhecia o livro e lendo sua opinião consegui ter uma ideia geral do que encontrar. Adorei a dica. Gosto de chicklits mas tenho dificuldade com a narrativa da Keys =\ já li dois livros dela (melancia e férias), mas não estou conseguindo terminar sushi =( vou tentar novamente mas acredito que será o ultimo dessa autora que irei ler =(
    Mas adoro esse estilo de livros e depois vou querer outras indicações ok!!! Bjos e parabéns pela leitura e resenha!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  17. Oi Kel, tudo bom?
    Eu gosto da maioria dos livros de chick-lit da Bertrand (incluindo a Marian Keyes) e quase todos tinham páginas brancas. Enfim, como uma fã do gênero eu fiquei bem interessada nesse livro e quero conferir as peripécias da protagonista. Parece ser uma história que poderia acontecer com qualquer mulher porque nós ficamos vulneráveis quando o assunto é romance.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Kel. Adorei a resenha! Gosto de livros divertidos e com uma leitura leve. Realmente a capa lembra bastante, deve ser padrão da editora mesmo. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Acho que a capa foi intencional, vai que o pessoal se confunde e compra achando que é da Marian Keyes! :) hahaha Mas gostei da história, estou precisando de uma leitura divertida assim!

    Beijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Kel, não conhecia a autora, mas achei a premissa bem interessante. Gosto muito desse gênero e já estou anotando essa dica na minha lista.

    Bjs,Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  21. Kel!! Ainda não conhecia o livro!! Mas um chick-lit 5 estrelas não pode ficar longe da minha lista de leitura!! Agora estou doida para conhecer a história da Monica!!

    Beijos

    Mari
    Cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá não conhecia esse livro ,adoro esse gênero pra ler numa tarde é perfeito. Tbm achei a capa parecida com a da Marian

    ResponderExcluir
  23. Um livro bem ao estilo de dona Deborah hehehe, ela gosta de histórias assim irreverentes e que tratam o amor de maneira mais descontraída, chic-lit é com ela mesmo!

    Abraço,
    Diego de França

    ResponderExcluir
  24. Adorei ,rss. Imagina um relacionamento com um cinquentao, mimado pela mamae ainda e atormentado pela ex-mulher, coitada de Monica.

    ResponderExcluir
  25. Oii!!

    Realmente, pensei até que fosse da Marian Keys quando vi a capa. Igualzinha! hsuahsa..
    Bom, adorei o fato de ser engraçado. Por que ainda não li um livro do gênero?? Tenho que ler! Anotei a dica aqui!!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!