# Resenha 98 // A Mulher Silenciosa

Oiee, gente, tudo bem?

Espero que sim, comigo está tudo certinho. Era para eu ter postado essa resenha na última sexta, mas não me senti preparada para escrever sobre o livro. Sabe aquelas leituras densas, que mesmo após finalizadas você ainda fica repercutindo os acontecimentos? Fiquei exatamente assim ao terminar A Mulher Silenciosa. 

Título: A Mulher Silenciosa // The Silent Wife
Autor: A.S.A. Harrison
Editora: Intrínseca
Páginas: 254
Livro cedido em parceria com a editora.

Sinopse: Jodi e Todd estão juntos há 20 anos e, aparentemente, levam uma vida invejável. Todd é um empreiteiro bem-sucedido que pode bancar alguns luxos, como o enorme apartamento com uma vista deslumbrante para o lago, um Porsche (dele) e um Audi (dela) na garagem, e o estilo de vida de Jodi. Psicoterapeuta, ela atende em casa apenas dois clientes por dia, e tem tempo de sobra para as sessões de pilates, as aulas de arranjos florais, os passeios com Freud, o golden retriever do casal, e o preparo das refeições gourmet de que tanto gosta. Jodi ainda fica ansiosa ao ouvir a chave do marido abrindo a porta. Todd diz que nunca encontrará uma mulher igual a ela. Essa fachada perfeita, porém, está prestes a ruir. Todd é um adúltero incurável, e Jodi sabe disso. Ela é a esposa silenciosa, preparada para tolerar as traições do marido com o intuito de manter as aparências. Até que Todd sai de casa - para viver com uma mulher com metade da idade dela, filha de seu melhor amigo. Magoada, humilhada e, por fim, financeiramente abalada, Jodi começa a contemplar o assassinato como uma opção razoável. Contado alternadamente nas perspectivas dele e dela, 'A mulher silenciosa' é um livro sobre um casamento à beira do fim, um casal na direção da catástrofe, concessões que não podem ser feitas e promessas que não serão cumpridas. Um thriller psicológico sofisticado, que seduz o leitor desde a primeira página.


Jodi e Todd não são casados, mas mantém uma união estável há muito tempo. Moram juntos, ela cozinha, ele trabalha, tem um lindo cachorro e tudo é mil maravilhas. Ou não. Com um relacionamento já desgastado, Todd trai Jodi com diversas mulheres e ela prefere manter a postura de boa esposa, como se não soubesse de nada. É então que ela decide que a melhor opção é matar o marido e acabar com essa vida de mentiras. Mas nada vai ser assim tão simples.

A Mulher Silenciosa é um livro para ser sentido e não apenas lido. Você vai detestar os personagens. Todd não passa de um mal caráter que, ai não querer ser igual ao pai (um bêbado violento), acaba caindo no estigma de um marido galinha, que trai a esposa na cara dura. Jodi é a típica mulher passiva que sabe que é traída, mas prefere manter tudo do jeito que está. Natascha, amante é aquela possessiva e totalmente mimada, preparada para tirar qualquer um do sério. Mas sabem porque vamos odiar esses personagens? Porque, no fundo, somos assim. Muitas vezes preferimos manter as aparências a realmente tomar uma atitude. E eu não digo necessariamente dentro de um relacionamento a dois. A premissa é válida para o âmbito familiar, trabalho, amigos... Muitas vezes olhamos para o nosso próprio umbigo, pensamos apenas em nós mesmos - como Todd e Natascha - e não vemos que estamos magoando outras pessoas. E este é o grande atrativo do livro.  A autora consegue criar personagens palpáveis com características bem verídicas e os insere em um livro muito bem escrito.





Por falar em personagens, Jodi é um grande paradoxo e um caso interessantíssimo. Ainda que psicóloga e, resume-se, "entendedora os comportamentos humanos", ela é aquele exemplo daquele velho ditado "santo e casa não faz milagre". Jodi leva a vida ajudando as outras pessoas, mas não consegue se ajudar, neste ponto ela é impotente. Em um ponto do livro, Jodi apronta uma "pequena vingança" contra o marido. Confesso que quis ver muito mais destes pequenos "delitos" no livro. Mas entendo a opção da autora.

É verdade que o livro é parado. Não queiram ler A Mulher Silenciosa esperando uma super ação porque este não é o foco. Trata-se de uma leitura mais subjetiva que mostra a realidade de muitos relacionamentos nos dias de hoje. O enredo é comum, bem preto no branco, mas através de uma escrita impecável e envolvente, a autora consegue transformar a história em uma algo bem atrativo e envolvente, principalmente quando pensamos que, desde as primeiras páginas já sabemos que haverá um assassinato ao longo do livro. Harrison consegue prender a nossa atenção com os desdobramentos de um relacionamento em decadência.




Os capítulos são alternados entre ELE (Todd) e ELA (Jodi), mas a narrativa é em terceira pessoa. Apesar disto, a leitura não gera um distanciamento, pelo contrário, há tensão e momentos introspectivos bem interessantes. O livro não deixa pontas soltas e conseguiu me surpreender no final.

A diagramação no interior do livro é simples, com folhas amarelas e destaque no início do capítulo.

A autora morreu de câncer, um pouco antes da publicação de A Mulher Silenciosa lá fora. Uma pena =( E, por mais bizarro que isso possa parecer, eu acho o perfil da capa muito parecido com a autora.





46 comentários:

  1. Aaaaah saquei! Esse livro ai é aquele da mulher biruta que sai pra matar o marido que vimos lá na Turnê intrínseca. Jáaaaaa leu mullher? Que rapidez! Eu quero muito ler esse livro, adoro enredos com homens cafajestes, sempre dá vontade de jogar o livro pela janela. KKKKKKKKKKKKKK.

    Dorei a resenha Quel.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Kel, parabéns pelo blog!
    Adorei sua resenha, fiquei bem curiosa com a história. Uma pena que a autora tenha morrido de câncer. =(

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rob! Obrigada pelo elogio. Pois é, uma pena que ela tenha falecido e não tenha podido ver o sucesso do livro dela =(

      Excluir
  3. Oi Kel! Estou muito curiosa a respeito desse livro, achei a capa e o título intrigantes e depois que conversamos hoje fiquei com vontade de ler! Gosto de histórias com os pontos de vista alternados, acho que assim aproveitamos 100% daquele enredo!

    Beijos

    Mari
    Cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa tem tudo a ver com o livro, Mari. É realmente uma grande obra =)

      Excluir
  4. Apesar de ter um enredo comum esse livro merece ter uma atenção e ser lido... sua resenha fez ele parecer ser bem escrito,

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kel
    Adorei sua resenha. Esse livro parece ser bem interessante e intenso. Gostaria de ler e descobrir como a mulher silenciosa agiu.

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha visto uns murmurinhos a respeito desse livro, mas não tinha me despertado o interesse por ele. Até agora. Tem uma trama bem instigante, apesar de ser daquelas ações e tal, mas parece mesmo que fisga o leitor. E gostei também da entrelinhas do livro, espero ter oportunidade de lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é ótimo, Kamilla. Ele gera uma super tensão

      Excluir
  7. Oi Kel,
    Tinha visto a capa do livro e alguns posts, mas nada realmente relacionado à história e JAMAIS imaginei que se tratava desse assunto. Achei incrível!
    A premissa é super interessante e me conquistou! Já sei que não devo esperar muita ação mas esse estudo de personalidade e realidade me parece maravilhoso.
    Beijos,
    Ká Andrade
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois ééé, nem dá pra imaginar, né? Mas tudo o que eu posso dizer é: leia. O livro é bem interessante.

      Excluir
  8. Nossa, que coisa triste ela ter morrido! :/ Agora fiquei ainda mais curiosa pra ler o livro!

    beeeijos,
    Miss Sainha

    ResponderExcluir
  9. Oi Kel

    Eu esperava mais desse livro , na turnê da editora fiquei morrendo de vontade de ler mas agora que você falou que é tudo preto no branco e bem parado não sei se leria por agora kkkk mas gostei da sua resenha!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh mas não desanima não. A leitura é ótimo. Elem é parado para quem espera uma super ação em um livro de suspense. O enredo é uma coisa mais psicológica, fala de relações humanas. É muito bom

      Excluir
  10. A imperfeição dos seres humanos é irritante mesmo. É difícil admitir que somos imperfeitos.
    Parece um bom livro.

    Beijos,
    Blog | Youtube

    ResponderExcluir
  11. Oi Kel esse livro me chamou muito a atenção no dia da Turnê quando comentaram dele, gosto desses suspense e quero saber o que a mulher dela fará a respeito!
    bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E qual livro não chamou a atenção, né? Todos ótimos

      Excluir
  12. Kel, esse é com certeza meu tipo de leitura!
    Entendo o que quis dizer com parado, mas acho que até o tema do livro pedia isso mesmo, né? É mais aquele lance psicológico dos personagens, e isso me atrai muito, rs.
    E realmente, Jodi - pela sua resenha - é a metáfora mais firme que existe do próprio ser humano, damos ótimos conselhos mas raramente o seguimos, hehe
    Fiquei curiosa :)
    Beijos.

    www.missthay.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thay! Que bom saber. Espero que vc leia e curta muito A Mulher Silenciosa!

      Excluir
  13. Amei a resenha ! Fiquei interessado

    http://livros-textos-e-mais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Kel! É a segunda resenha que leio que avisa que é uma trama mais lenta, foi bom eu saber disso, pois era uma expectativa que eu tinha e agora já sei o que vou encontrar na leitura, conforme li seus comentários sobre os personagens já percebi que terei relações de amor e ódio com cada um, mas pelo visto são extremamente reais. Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida. Sim, esse livro é um livro de emoções, acima de tudo. Espero que curta =)

      Excluir
  15. Oi Kel!!
    Nossa, que livro interessante!!
    Gostei bastante do que vi.
    É um livro que gostaria de ler!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  16. Oi Kel.
    Tenho muita vontade de ler A mulher silenciosa.
    Li em uma outra resenha a mesma coisa: o livro não é recheado de ação, mas nos faz refletir sobre se estarmos acomodados com a nossa situação atual.
    Parece que os personagens são um pouco estereotipados, mas não que isso seja algo ruim.
    Bom, espero poder ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  17. A resenha está ótima e eu fiquei bastante interessada no livro, e ah! as imagens ficaram lindas também! ♥

    >> Nosso blog, visite!
    - xoxo –

    ResponderExcluir
  18. Oie, como vai? Não tinha visto nada sobre este livro ainda, mas leituras assim, mais lentas, é tudo que eu não preciso agora. Quem sabe um dia eu me interesse por ele.

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá Raquel,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, e gostei muito do que li aqui, fiquei bem curioso, uma pena a autora ter falecido....dica anotada...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marco, que bom. O livro realmente parece que faz o seu estilo literário =)

      Excluir
  20. Oi Kel, nossa eu vi este livro em promoção no Submarino e não me chamou a atenção mas agora com sua resenha fiquei bem intrigada e curiosa e uma pena que autora não pode ter conhecido o possível sucesso do seu livro.

    Ahhh que canequinha linda! Eu quero!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joi! Corre lá pra comprar, menina huahuahuahuahua

      Excluir
  21. Este livro tem me chamado bastante a atenção =)
    Li algumas resenhas e todas foram positivas, espero poder conferir em breve e ver se eu gosto também =) A capa é linda.

    ResponderExcluir
  22. Oi Raquel, tudo bom?
    Pode levar uma caneca dessa pra São Paulo. Quero de presente!
    Eu fiquei sabendo a premissa desse livro na Turnê Intrínseca e fiquei bem interessada. A narrativa parece ser boa e realmente não é um livro que tenha muitas emoções. Somos dessa forma: o que importa são as aparências. Gosto de livros que retratem a realidade humana dessa forma.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois ééé. O livro é ótimo. Bem mais sério que os romances que tenho lido, mas igualmente interessante. Uma ótima leitura

      Excluir
  23. Adorei essa capa, mas não leria o livro, não é um tema que eu tenha interesse em ler! !

    ResponderExcluir
  24. Nossa que coisa a autora morrer antes do lançamento do livro =\ não sabia desse detalhe =( gostei da sua resenha porque vc apontou o que tem de bom e de ruim no livro e o que o leitor pode esperar da leitura. Confesso que apesar de reconhecer que a mensagem é interessante e importante não sei se leria =\ mas foi ótimo ter uma noção do que o livro trata. Valeu pela dica e pelas explicações!!!

    Leituras, vida e paixões!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena mesmo, Aline. Pois o livro dela é ótimo e ela deveria vê-lo fazendo sucesso

      Excluir
  25. Oi mo! Adorei o post, ficou muito boa a resenha!
    A sua caneca ficou simplesmente irada, o blog cada vez mais personalizado! rs

    ResponderExcluir
  26. ei Kel, quero muito ler esse livro. Parece ser bem denso mesmo.
    Gosto de autores que conseguem construir personagens reais e verossímeis, e como você disse, todos somos um pouco pacíficos e acomodados. Na Turnê Intrínseca, a moça falou um pouco sobre esse pequenos delitos, rs, e fiquei curiosíssima. Mas pelo que ela falou, imaginei um livro mais dinâmico, bom saber que é parado e sem ação, assim não vou com expectativas erradas

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Bru,

      espero que vc goste da leitura. O livro é bem interessante mesmo =)

      Excluir
  27. Ola kel,
    Já havia adorado a capa do livro sem saber doq se tratava, agora então. Todos esses personagens odiaveis, mas q acabam nos representando parecem proporcionar uma ótima leitura.
    Pena que a autora morreu antes de ver seu livro publicado e que não teremos maia nada dela, porem ela deve estar muito felizes por ter deixado uma marca no mundo.
    Super abraço!!!

    ResponderExcluir
  28. Esse livro me chamou atenção na turnê intrínseca... Mas não sei se eu leria. Pelo livro ser mais parado, talvez a leitura se torne um pouco arrastada, e acho que isso não é o que estou procurando no momento.
    Apesar disso, o enredo me interessou bastante.
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  29. Gostei do que vc falou: "Trata-se de uma leitura mais subjetiva que mostra a realidade de muitos relacionamentos nos dias de hoje."
    Gosto quando o escritor consegue fazer com que a gente sinta na pele o sentimento da personagem... Ja leu Fora de Mim? Da Martha Medeiros, esse livro me lembrou um pouco ele, tirando a parte do assassinato. =D
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  30. Sem sombra de duvidas esse foi um dos melhores livros que eu já li. O suspense é real e toma conta da minha mente, de mim e me sinto parte da historia tão bem narrada.

    Conheça o blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir
  31. Eu particularmente amei e odiei ao mesmo tempo esse livro, ainda me sinto confuso a respeito dos meus sentimentos a respeito dele, mas é um dos livros que eu releria ou relerei mais vezes.

    Meu blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!