# Resenha 76 // Divergente

Oi, gente, tudo bem?

Espero que sim =D Feliz Ano Novo para quem acredita que o ano só começa depois do Carnaval e boa quarta para quem teve que ralar hoje como eu ='( 

Bom, hoje é dia de mais resenha =D Aproveitei essa semana de pré carnaval para ler uma saga que há muito eu estava curiosa: Divergente, primeiro livro da saga de mesmo nome da autora Veronica Roth, e que em breve será lançado nos cinemas.


Título: Divergente // Divergent
Autor: Veronica Roth
Páginas: 502
Editora: Rocco



Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Bom, basicamente, o livro nos apresenta uma sociedade distópica onde para alcançar a paz foi necessário dividir a população em facções, onde cada uma delas destaca a virtude das pessoas:

Abnegação: pessoas altruístas que sempre pensam primeiro nos outros ao invés de si próprio. Não vivem em um mundo de ostentação.
Amizade: que como o próprio nome diz, abriga aqueles que são compreensivos e apaziguadores.
Franqueza: aqueles que sempre irão falar a verdade para você, doa quem doer. São pessoas confiáveis.
Erudição: abriga aqueles com sede de conhecimento. São questionadores e curiosos.
Audácia: viciados em adrenalina, são corajosos e responsáveis pela proteção da população.

Beatrice, a nossa protagonista vive na Abnegação com a sua família e, segundo as normas da nova sociedade, após o jovem alcançar seus 16 anos ele deve escolher por si próprio a facção que quer seguir. Eles são submetidos inicialmente a um teste, quase um teste de QI de hoje em dia, onde uma simulação indica a tendencias da sua personalidade. Depois disto, em uma cerimônia junto aos demais adolescentes e seus familiares, cada um sobe ao palco e escolhe para onde quer ir. Acontece que existem os divergentes, que são aqueles em que a personalidade se enquadra em mais de uma facção, os Divergentes são voláteis e conseguem se adaptar a mais de uma realidade. Porém, não é apenas isso. Ser Divergente é um problema.



Bom, tenho lido algumas distopias recentemente e é inegável que elas tem suas semelhanças entre si: uma sociedade fragmentada, divida em, castas, grupos,  facções, etc, que surgiram após uma grande guerra. Sem dúvida, cada uma dessas histórias tem a sua peculiaridade. E no caso de Divergente, entre outros pontos que chamam a atenção, destaco a construção da protagonista. Beatrice é muito bem construída. Ela não é aquela mocinha chata e indefesa. Ela é corajosa e decidida. Sua personalidade é surpreendente, o que é ótimo, visto que o livro é narrado por ela.

Sem triângulos amorosos ou romances melosos, Divergente ressalta a necessidade da sobrevivência e a manipulação da população. A necessidade em fazer uma escolha é eminente e isso pode mudar o rumo de cada personagem. O livro é recheado de dilemas morais e muita ação. Cada página é um flash.

O livro trás alguns questionamentos ao leitor. É possível que sejamos apenas uma coisa? Podemos ser inteiramente altruístas? Inteiramente destemidos? Inteiramente sinceros? Somos assim tão preto no branco? Ou será que o ser humano é uma mistura de tudo isso? Até onde é conveniente manipular as pessoas para um bem maior?



A narrativa é intensa e marcante. Impossível prever o que está por vir e isso só prende o leitor cada vez mais. A escrita da Verônica é ótima, descritiva na medida certa e cheia de emoção.

Os personagens secundários também chamam a atenção e evoluem ao longo da leitura. Quatro e Christina são ótimos. No inicio até podemos questionar uma certa dualidade do Quatro (cujo apelido é lindamente explicado no livro), mas depois ficamos de queixo caído com toda a sua história. Já Christina, vinda da Franqueza, é tão sincera quanto a sua facção pode ser, sua cumplicidade também chama a atenção. Mais uma coisa eu devo alertar: Verônica é impiedosa, ela não deixa Suzanne Collins, JK e companhia para trás.

Sobre o filme: Divergente será lançado nos Estados Unidos já neste mês, dia 21 de março. O mesmo chega ao Brasil no dia 18 de abril, quase um mês depois. O elenco é composto por: Shailene Woodley, Theo James, Ansel Elgort e Kate Winsley, entre outros atores.

É isso, gente, espero que tenham gostado =)





43 comentários:

  1. Ainda, infelizmente, não li esse livro. Mas só vejo comentários positivos a respeito. Quero muito lê-lo. Esse lance de facções é bem interessante. Já tinha vistos os nomes, mas não sabia o que significavam. Até agora. E eita, mais uma autora que não poupa nem os seus leitores, nem personagens! ç.ç haha Mas ainda sim, quero muito ler!

    ResponderExcluir
  2. Sem triângulos amorosos e a protagonista não é uma coitadinha? já me ganhou...
    Adorei saber mais sobre as facções...
    Amo distopias, mas acho que esta tem algo a mais que com certeza vai me conquistar e vou querer reler o livro (a trilogia).
    Eu ainda não tenho o livro porque tenho tantos pra ler...
    Quero lê-lo antes de ver o filme.
    Adorei a resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edna! Que bom que o livro já te ganhou! Espero que vc goste da leitura. É o maximo

      Excluir
  3. Oi Kel, tudo bem?
    Eu estou louca pra ler divergente antes do filme lançar, Confesso que mesmo com toda essa similaridade entre as distopias, esse tem sido o estilo literário que mais tem me encantado. E esse livro não tem triângulo amoroso? Já gostei só por causa disso.
    Dica mais que anotada flor.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, concordo com vc. Distopia tem me ganhado bastante. Ando simplesmente apaixonada pelo genero.

      Excluir
  4. O que dizer sobre esse livro que eu já li mil resenhas, estou louca da vida pra ler e ainda não criei vergonha na cara para comprar? AMO livros nesse estilo e já ouvi maravilhas sobre Divergente. Pretendo ler muito em breve!!

    ResponderExcluir
  5. Gostado é pouco, já passei na frente de muitos livros, preciso de algo que não contenha romances e vou adorar mergulhar nessa história.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc não quer romance, então vai curtir Divergente. A saga como um todo. Não é que não tenha romance, porque tem, mas a aventura, a tensão são beeem maiores.

      Excluir
  6. Infelizmente ainda não li, já está na minha listinha de 300 livros haha' Estou louca para compra-lo e ter a oportunidade de ler!

    ResponderExcluir
  7. Oi Raquel!! :D

    OMG!!! Você sabe que também adorei Divergente :3 Já pensei em fazer camisa dele para ver o filme, e quero ir na estreia também! Claro! Se você for, me chama!! kkkkkkkkkk..
    Adorei o lado crítico do livro, eu nunca tinha lido uma distopia antes, mas amei as reflexões que achei em divergente. E eu peguei uma ideia que já tinha dele: que o problema do mundo está nas pessoas, no caráter delas. Se a gente for na ideia do divergente da sociedade do livro, pega até mais essa mensagem, né? Não é só tal coisa que danifica a sociedade, é até mais que isso... E quem pensa fora da ideologia vigente é sempre uma ameaça ao sistema... nossa.. isso tem tanta conexão com a realidade! :D Enfim, parando de divagar. Fico muito feliz que você tenha gostado também. :D
    Beijos!!

    https://vivianpitanca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos na estreia, fatooo. Espero que lancem logo a venda dos ingressos para eu comprar. Vai ser um Deus nos acuda!

      Excluir
  8. Você tem Legend, Reiniciado , Startes e Fragmentada na sua estante <3. Desculpa Kel, eu tinha que falar isso haha distopias!
    Bom, eu quero por que quero ler Divergente, apesar de sempre ficar com um certo medo dos filmes, venho tentado ler os livros antes das adaptações, e Divergente está quase virando uma febre que nem ACEDE...
    Resenha ótima! Pelo que dizem acho que vou gostar muito do livro, do Tobias ( que você só me deixou curiosa pra saber porque ele é apelidado de Quatro ) e a Tris, que graças a Deus não deve ser aquela protagonista chata que me tira do sério! Gosto da premissa do livro justamente pelo que você citou, pelo que entendi a Veronica leva muito em parte a questão das escolhas e de como você realmente é, parece até teste vocacional rsrs
    Está na minha wishlist!
    Beijão!
    livros-com-pipoca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim, essa é a minha estante de distopias, ai ficam todas juntinhas *-* organizo a estante por gênero. Vc vai amar Divergente, ainda mais se vc gosta de distopia

      Excluir
  9. Oi Kel !
    Adorei a resenha, principalmente a colocação sobre o teste e a comparação co o teste de QI.
    Parabéns !!
    Beijos,
    Renatinha - Blog Entre Aspas

    ResponderExcluir
  10. Sempre tive muita curiosidade para ler Divergente, mas ainda não tive oportunidade! Li muitas resenhas positivas como a sua, e cada vez com mais vontade de ler, afinal AMO distopias!
    Sua resenhas me deixou com ainda mais vontade!Espero poder adquirir em breve!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  11. Acho que sou a única na blogsfera que ainda não leu!
    Espero ler em breve!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. O que fazer quando o que você mais quer é ler um livro e aí quando lê a resenha do dito cujo, fica ainda mais ansiosa para lê-lo? Pois é, assim é que estou me sentindo. 'Divergente' é um dos livros que tem tudo para se tornar meu favorito: é uma distopia, tem pares românticos e em breve tem adaptação no cinema para ser lançada. Precisa de mais alguma coisa?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opaaa, então não perde tempo!! Le logooooo =P

      Excluir
  13. Esta série é inteligente, levanta mesmo todas as questões que você citou, eu tenho problemas com a Tris, mas nem por isso deixei de curtir, é uma história que sempre vi na tela e espero que a adaptação tenha sido bem feita.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  14. Gentchiiii milagreeee!!
    Raquel gostou de um livro que todo mundo gosta!!!
    Gostei da sua resenha, você me esclareceu toda essa coisa de facções que até então eu boiava! Não li o livro né amiga... Aí fico para trás!

    Quero fazer o teste e ver aonde vou parar!! Mas acho que sou divergente... =/

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahuahuahua apenas uma música: não me compareeeee, sou incomuuummmmmm HUAHUAHUA

      Excluir
  15. Oi Kel, tudo bem??
    resenha simples e completa. Gostei. Eu adorei a leitura de Divergente isso me fez lembrar que eu tenho ela quase pronta em rascunho e não consigo entender como eu esqueci, mas enfim... Eu gostei muito de Tris... ela definitivamente me encantou e olha que sou muito do contra com as protagonistas... eu acho.... Ela é corajosa e tem seus princípios... mostra a que veio e enfrenta as coisas de frente... Parabéns pela resenha. Xero linda.

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. GEEEEEEEEENTE, QUE LIVRO É ESSE ?!?!?!? AMEEI ! *o*
    primeiramente : amo coisas relacionadas à sociologia e tudo o que engloba uma civilização (principalmente o que rege uma). Já vi que esse livro discorre muito sobre isso, a começar pela divisão da sociedade, que, nesse caso, não é feita de acordo com as condições financeiras, e sim pela personalidade de cada um (que perfeeeeito ! *-* kk).
    "segundamente" kkk : me identifiquei de cara com a personagem; eu seria Divergente! haha
    Por fim, amei teu questionamento: "Somos assim tão preto no branco?" e acho que, a ler o livro, posso encontrar essa resposta.
    A autora está de parabens pela ideia do livro. Você está de parabens pela resenha. E eu estou super fascinada para lê-lo ! *-*

    ResponderExcluir
  17. GEEEEEEEEENTE, QUE LIVRO É ESSE ?!?!?!? AMEEI ! *o*
    primeiramente : amo coisas relacionadas à sociologia e tudo o que engloba uma civilização (principalmente o que rege uma). Já vi que esse livro discorre muito sobre isso, a começar pela divisão da sociedade, que, nesse caso, não é feita de acordo com as condições financeiras, e sim pela personalidade de cada um (que perfeeeeito ! *-* kk).
    "segundamente" kkk : me identifiquei de cara com a personagem; eu seria Divergente! haha
    Por fim, amei teu questionamento: "Somos assim tão preto no branco?" e acho que, a ler o livro, posso encontrar essa resposta.
    A autora está de parabens pela ideia do livro. Você está de parabens pela resenha. E eu estou super fascinada para lê-lo ! *-*

    ResponderExcluir
  18. Eu amei Divergente! Com certeza vai ser uma das trilogias que entrará para a lista de favoritos de muita gente! O sistema de facções criado por Veronica é muito bem pensado!
    Gostei muito da Tris, principalmente no primeiro livros (depois ela fica um pouco chatinha e parece que sente falta da Abnegação, quer se sacrificar por todos o tempo todo!). Ela é corajosa de tomar a decisão de mudar de Facção - e mais corajosa ainda de escolher a Audácia! Adoro o Quatro <3 Não tem como não gostar dele!
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhhhh a Tris é o máximo. Ela é uma das minhas personagens femininas preferidas *-*

      Excluir
  19. Primeiro de tudo eu tenho que dizer que a sua estante é linda XD

    Agora falando do livro rs, eu ainda não li. Eu vou ler porque eu quero ver o filme então preciso ler antes.

    Pelo o finalzinho da sua resenha senti que esse livro terá muitas mortes de personagens apaixonantes, mas estou ansiosa mesmo assim.

    Adorei a resenha.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Estou correndo atrás desse livro antes que o filme saia, acredita?! Eu já pretendia ler, mas quando soube do lançamento ainda esse mês, saí perguntando a todos os meus amigos quem poderia me emprestar e bom, até agora ninguém se dispôs.
    Sua resenha me deixou com ainda mais vontade e expectativas porque eu odeio ser do contra e odiar um livro que todo mundo gosta. Hahaha.

    ResponderExcluir
  21. Faz um tempo que eu estou curiosa sobre "Divergente" , gosto muito de distopias , e a sinopse desta me deixou com muita vontade de ler!
    Quero ler antes da estreia do filme aqui no Brasil!

    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  22. Oi, eu estou hiper ansiosa para ler essa distopia, não li nada do gênero ainda, eu sei devo ser a única louca nesse mundo, mas tenho muita vontade isso conta né? hehehe Enfim Divergente me parece ser um ótimo livro, e vai ter o filme né, eu tenho que ler antes do filme estrear, pois eu quero assistir ele.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  23. Esse livro tá super comentado, eu tô louca pra ler!!! Adorei sua resenha foi super instrutiva, rs, não tinha lido nenhuma resenha desse livro, eu amo distopias, só da protagonista não ser uma coitadinha já tô dentro. :D

    ResponderExcluir
  24. Um dos meus livros favoritos desse ano, mas com certeza o favorito na categoria distopia!
    Amo demais <3
    E vamos ao cinema juntas, né???
    Eu também amo a Beatrice. Naca de menina meiga e seus dilemas do tipo: meu cabelo tá ok? Será que ele gosta de mim? Argh! Adoro ela e o tesudo do Quatro <3
    Beijos, Kel!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. QUATROOOOOO. Mas Tobias é um nome mt feio pra ele HJUAHUAHUA

      Excluir
  25. Na verdade não sei se eu quero ler, já que eu sei o que acontece no final, e pelo motivo de eu aparentemente não gostar não quero perder tempo, porém, eu tou louca para ler.
    E tua resenha foi a mais completa que eu li ~.~
    HADAHSUDUHA

    Ai duvida, pero, amei sua resenha.
    bjs

    ResponderExcluir
  26. Oiee

    Já estou querendo ler esse livro faz tempo já ouvi falar dessas facções e quero muito ler esse livro vou ver se pego na biblioteca.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  27. Parece ser mesmo um livro ótimo, sempre vejo muita gente recomendando e tenho muita vontade de ler também, principalmente por se tratar de uma distopia. Achei o enredo bem interessante, adoro livros que levam o leitor a muitas perguntas.
    beijos

    ResponderExcluir
  28. Oiii Kel, tudo bem? Ainda não li Divergente e, para ser sincera, não sabia do que se tratava o livro. As distopias não chamam muito a minha atenção mas eu gosto de livros com personagens bem construídos, bom saber que divergente é assim!!!

    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. amei a resenha, amei o livro *o* estou viciada nao so em divergente como em todas as distopias! como nao viajei no carnaval, li divergente no feriado e estou surtando pq preciso de insurgente! apaixonada pelo four, apaixonada por nao ter triangulos \o/ odeio triangulo, acho inutil e estressante, e nao tem isso em divergente :D :D a tris é uma protagonista incrivel tbm... virei fa :3 perfeito!!

    ResponderExcluir
  30. Oi, Raquel.
    A saga Divergente já está na minha lista de "vou ler", mas a fila de leitura está grande e eu ainda não cheguei nele, hahaha. Parece realmente muito bom!

    Beijo, Miguel. Parágrafos e Capítulos.

    ResponderExcluir
  31. Eis um livro que não me interessa, apesar de ver tanta gente apaixonada por ele, não me sinto assim, então não pretendo ler. Deixo passar.

    ResponderExcluir
  32. Oi Raquel, tudo bom?
    Sou doida para ler essa distopia, mas o preço absurdo dos livros impede que eu leia logo.
    Realmente, as distopias seguem mais ou menos a mesma premissa. O que muda sao os personagens, o governo, as ambições, etc. Quero ler antes do filme e confesso que estou ansiosa.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi, kel
    Adoro essa trilogia. Divergente é o meu livro preferido. A leitura desse livro é tão gostosa, que você não quer terminar até chegar ao final.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!