# Resenha 57 // A Irmandade das Olívias

Oiee gente, tudo bem?

Comigo tá tudo certinho. Obrigada pelos comentários lindos do post de ontem. Hoje, como toda a segunda, é dia de fazer resenha. =D. Uma das coisas mais legais que este ano de 2013 me trouxe, foi poder conhecer novos livros nacionais. Com novas parcerias fechadas agora no meses de outubro/novembro resolvi priorizar estas leituras. A primeira delas foi A Irmandade das Olívias, livro da parceira Ana Carolina Almeida Souza.

Título: A Irmandade das Olívias
Autor: Ana Carolina Almeida Souza
Editora: Paka Tatu
Páginas: 206




Sinopse: A cada 50 anos uma Olívia é escolhida para continuar a missão que Olívia Yale começou ainda no século XVI, lutar pelos sonhos dos outros. Mas a Olívia do século XXI não sabe muito bem como lidar com tanta responsabilidade. Sem contar que ela acabou de entrar para a faculdade, vai ter que começar a trabalhar e ainda tem Viktor. Esta jornada está apenas começando e no meio disso tudo Olívia vai precisar ter coragem, amadurecer e aprender que nem sempre é bom confiar nos outros.



O livro nos conta a história de Olivia, uma menina bem mimada, mas totalmente dedicada aos estudos. Ela está cursando o último ano do colégio e passou para Yale, onde estudará no próximo ano. Porém, como não conseguiu uma bolsa de financiamento para a moradia no campus da faculdade, Olívia tem que aprender a economizar para custear o apartamento. Em contrapartida, a admissão em uma super faculdade faz com que Olívia seja convidada para participar de uma das mais badaladas festas do colégio. Por incrível que pareça, é durante a compra do vestido esmeralda para a ocasião em um brechó (ela tem que economizar, lembram-se?!) que Olívia começa a sonhar com uma pessoa igual a ela usando o mesmo vestido esmeralda. Somado a isso, Olívia recebe um diário misterioso que vem passando de geração em geração (ou melhor, de Olívia em Olívia) durante a sua festa de formatura. 

O livro da Ana me surpreendeu em vários aspectos. Primeiro que o Irmandade não tem "jeito" de livro. A narrativa é tão deliciosa e a Ana encarna tão bem o ponto de vista da protagonista, que a narrativa nada mais é que uma conversa bem sincera, como se fosse realmente um diário  ou uma confissão.

Viktor era lindo, parecia um lord ou, sei lá, um ser extraordinário, magnífico, algo quase inacreditável como um unicórnio... não podia acreditar em como nunca tinha percebido isso antes.


A ideia de existir uma pessoa capaz de poder ajudar a mudar para melhor a vida de outras pessoas é muito legal. Imagina você tendo a missão de ajudar alguém a se auto descobrir! Acredito que existam pessoas assim nas nossas vidas. Talvez (com certeza) elas não tem um diário meio mandão como guia, mas todo mundo conhece alguém que tenha o dom do bom conselho, que nos faça refletir. Assim é Olívia e a missão dela é linda. A história desenvolvida pela Ana é realmente encantadora e mistura elementos interessantes como a mitologia celta, romance e uma pitada de sobrenatural.

O livro é bem introdutório e faz o seu papel em nos apresentar os personagens e suas características. Cada um tem a sua peculiaridade e todas as personalidades se completam. Por exemplo: Olívia tem duas melhores amigas. Enquanto uma é mais racional, no caso a Andy, a outra (Emma) é mais tímida e introvertida. Confesso que não gostei do Viktor, garoto pelo qual Olívia se apaixona. Desde o inicio fiquei com um pé atrás com ele. Achei o personagem meio impulsivo demais, grudento, e o tempo todo torci para "a terceira ponta do triângulo amoroso", Caleb =D.

- Acho que isso é um sim
- Em todas as linguas que você pode pensar

Talvez tenha demorado um pouco para que o livro começasse, de fato, a tratar da Irmandade das Olívias, mas não vi isso como um ponto negativo, uma vez que, como disse, esse é apenas o primeiro livro da série. A parte final do livro é eletrizante, descobrimos alguns detalhes sobre o que está por trás da Irmandade das Olívias e a autora já deixa uma pontinha para a continuação. 

Agora, o que mais me incomodou no livro foi a fonte. Para uma pessoa cegueta como eu (4,0 de hipermetropia e astigmatismo SÓ no olho direito) senti que forcei demais a minha vista, mesmo com o óculos. No mais, a diagramação do livro é muito boa, apesar da capa ser um pouco escura demais. 

Recomendo a leitura, principalmente para aqueles que querem uma narrativa bem leve e envolvente que trate de mitologia e sobrenatural.



16 comentários:

  1. Oi flor!
    Muito bacana a resenha, não conhecia! gosto de uma história q flui, mesmo sendo um livro, vou anotar a dica, adorei o simbolo na capa ♥ quando a letra, sabe q minha mãe as vezes lê com lupa? aumenta um pouco e não incomoda a vista, ela também tem grau e talz, ajuda e ela fica com ar de investigadora hahahahah
    Bjus linda!
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com/2013/11/sorteio-de-natal-amazonia-arquivo-das.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahuahuahahua Minha avó tinha uma lupa também. Daquelas bem antigas, sabe? Nem sei se essa lupa ainda existe =P Adorei a sua dica.

      Excluir
  2. Aiii quero ler agora! Mas também sofro com letra muito pequena, por causa da minha miopia! :(

    beeeijos,
    Miss Sainha

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Raquel,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog e apesar de não gostar da capa sua resenha me deixou curioso....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br


    ResponderExcluir
  4. Ja tinha lido resenhas sobre esse livro e gostei de saber sua opiniao sobre ele!!!
    achei muito interessante a historia!
    bjs

    thereasonwebnovela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu conheci esse livro a um tempinho atrás, confesso que pela sinopse eu não havia entendido exatamente do que se tratava realmente. Com a resenha deu pra entender melhor e curti a história, é interessante e eu ainda to meio curiosa do que realmente é a tal irmandade!

    Beijos.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fê. Qque bom que a resenha ajudou. O livro é muito interessante.

      Excluir
  6. Kelzitcha!!! Que bom que vc gostou de A Irmandade das Olivias!!! Eu adorei, de verdade! Li na madrugada e queria a continuação... acho que o livro acaba de uma forma que é impossível não querer a continuação naquele instante!!! Estou na espera!! rss

    A autora também é uma fofa, super solícita e simpática!!!

    Adorei sua resenha!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não consigo ler assim tão rápido, Mari. Admiro quem consegue huahuahua Por mais que o livro seja bom, eu gosto de ir mais devagar, saboreando ;)

      Excluir
  7. Ei Kel, tudo bem?
    Também acho importante valorizar a literatura nacional, porque bem, nós temos excelentes autores aqui. Só que eu percebi que o livro não passa no Brasil certo?
    Adorei o título do livro A Irmandade das Olívias, muito legal mesmo.
    Me interessei pela história, após ler a dua resenha *-*
    Beijinhos
    Segredo de um Mundo

    ResponderExcluir
  8. Fico feliz de ver que você está curtindo bastante os livros nacionais. Realmente é muito importante ver o potencial dos nossos autores!

    ResponderExcluir
  9. Oi Raquel, que legal que você gostou tanto do livro. Fiquei muito feliz em saber que a história te envolveu e que você tenha percebido a minha intenção de fazer um desenrolar bem parecido com um diário mesmo. Vou responder com carinho cada um dos seus leitores e divulgar a resenha na fanpage.
    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que te agradeço, Ana! Seu livro é muito bom, vc escreve maravilhosamente =P

      Excluir
  10. Adoro opiniões positivas sobre livros, porque elas sempre me encorajam a dar uma chance para um livro que nunca passou pela minha cabeça ler.
    Adorei conhecer A Irmandade das Olivias, quem sabe não leia algum dia.
    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta
    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oii!
    História diferente, porém cativante.
    Será que acho pelas livrarias aqui no RS? \õõ/

    Beijos!
    Vini - http://blogumjovemleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!