# Mudando de Assunto // Entrevista com a autora Ana Carolina Souza

Oiee, gente, tudo bem?

Essa é mais uma coluna Mudando de Assunto =). Dessa vez a nossa entrevistada é a Ana Carolina Souza, autora de Irmandade das Olívias e parceira aqui do blog. O livro da Ana já foi resenhado por aqui. Quem ainda não conferiu, não deixem de dar uma olhadinha!!

Deixo aqui o nosso agradecimento pelo carinho e pela atenção da Ana em participar da nossa coluna de entrevistas. Espero que vocês gostem!!

1) Começando do início, como surgiu a vontade de escrever um livro? Você já escreveu pensando em publicá-lo?

Bom, eu escrevia desde que aprendi a escrever. Invento histórias desde pequena e com o tempo eu só aprendi a sistematizar melhor o que criava, dando à história um encadeamento de ideias e fluidez. Acho que toda a história que você escreve, pensando em um enredo envolvente e contínuo, você pensa na publicação da mesma. Comigo, pelo menos foi assim. Eu tenho várias histórias que eu considero "não tão desenvolvidas", que ainda dormem dentro da minha gaveta, mas com a Irmandade a sensação foi outra, foi uma certeza de que essa história estava pronta para ser lida.

2) Irmandade das Olívias tem muita inspiração na mitologia celta. De onde surgiu o seu interesse pelo tema e como você desenvolveu o seu trabalho de composição do livro para misturar mitologia e romance com uma pitada de sobrenatural?

A ideia veio do meu interesse pelo tema. Li vários contos e narrativas que envolviam as mitologias e encontrei uma em comum entre as mais diversas raízes mitológicas. Acabei por me encantar com essa história e usei como inspiração para o livro. Tive que pesquisar bastante, principalmente em livros sobre o assunto, porque esse assunto na internet ainda não dá para ser usado como fonte principal. Para o segundo livro, o qual eu explico melhor essa inspiração ancestral, estou passando mais tempo na biblioteca e nas livrarias locais, que em outros lugares.

3) Os personagens do seu livro foram inspirados em pessoas que estão ao seu redor?

Sim e não. Emma e Andy foram em várias medidas inspiradas diretamente em amigas minhas muito queridas, mas desde que escrevi, até hoje elas mudaram bastante e alguns rumos que as próprias personagens tomaram eu não vejo mais as minhas amigas fazendo o mesmo. Diria que a Olívia tem um pouco de mim, um pouco das minhas inseguranças, um pouco dos meus desejos e até um pouco das minhas infantilidades, mas não a classificaria como sendo o meu reflexo. De uma maneira bem geral, gosto de abordar os aspectos humanos e as fraquezas dos meus personagens, mostrando que nenhum deles é perfeito e que mesmo sendo uma história que mexa com mitologia e o sobrenatural, está longe de eles serem personagens etéreis.

4) O que você, Ana Carolina, faria se encontrasse um diário e o mesmo lhe desse conselhos?

Olha, eu acho que nem ao menos aceitaria o diário. Pensaria que a Ana Carolina idosa estava louca, que não a conhecia, então não me sentiria estranha em simplesmente recusar. Talvez depois eu me sentisse mal e voltasse para tentar ajudá-la a seguir seu caminho e ser menos louca. Se eu aceitasse e ele começasse a me dar conselhos, eu iria contar para alguém. Pedir ajuda e me certificar de que não estava ficando louca.

5) Em quanto tempo Irmandade das Olívias ficou pronto?

Bom, o processo de concepção da história levou uns 4 meses, até que eu estivesse com um pré-roteiro montado na minha cabeça. Daí para desenvolver a história precisei de pouco mais de um ano, sendo lendo e relendo o que eu já tinha escrito e decidindo quais caminhos tomar. Já a parte de publicação, que vai desde conseguir alguém para publicar, revisar o livro, escolher papel, estilo da capa e afins, foi mais um ano investido. No total, eu diria que uns três anos de investimento na Irmandade.

6) Tem previsão para o lançamento da continuação de Irmandade das Olívias? O título permanecerá o mesmo?

Eu estou escrevendo, ainda o segundo volume da saga. Como acontece em sagas o título principal permanecerá o mesmo, ou seja "A Irmandade das Olívias", mas o secundário vai mudar. O segundo se chamará "A Irmandade das Olívias: a bússola do Destino". A previsão é no meio-final do próximo ano, ou no comecinho de 2015. Vai depender de alguns fatores de publicação.

7) Como você faz a divulgação do seu livro?

Basicamente online e boca boca. Não tenho uma RP ou Assessora para cuidar disso, então eu mesma que tenho feito releases, manutenção de site, fanpage e fechando parcerias de divulgação.

8) Qual é a maior dificuldade que um autor nacional encontra hoje em dia?

Bom, um autor de primeira viagem normalmente encontra bastante trabalho para que uma editora compre totalmente a sua ideia e publique com 100% dos gastos. As editoras, normalmente, fazem parceria com autor para que ele arque com parte da publicação e que os dois saiam "ganhando". Mas agora que o processo acabou, a maior dificuldade que eu encontro é o interesse (ou falta dele), alguns leitores realmente estão mal acostumados, achando que quem faz literatura no estilo da minha, são apenas escritores de fora e acabam não dando tanto crédito a um autor nacional. Eu tenho notado um movimento contra isso, liderado principalmente pelos blogueiros, por isso aposto tanto em parcerias com eles.

9) Você é formada em jornalismo. Você acredita que esta sua formação, de alguma forma ajudou a desenvolver o seu gosto pela escrita?

Bom, eu optei por jornalismo pelo meu envolvimento com a leitura e a escrita. Como falei, adorava inventar histórias e escrevo narrativas desde que aprendi a escrever. Cursei jornalismo para poder, justamente, aguçar ainda mais a minha escrita e trabalhar em um campo que me encanta tanto que é o campo da comunicação.

10) Escrever matérias jornalísticas ou escrever mais um livro? 

Escrever mais um livro. Adoro informar e escrever matérias bem construídas, mas acho que elas não permanecem. Elas não marcam. Um livro vira um amigo, um amor, quase um confidente. Você cria um laço com ele, que é bem mais difícil em uma matéria.

11) Quais os seus planos para 2014?

Vou começar uma especialização na minha área, a qual pretendo me dedicar com afinco, mas não vou largar de mão da literatura, uma vez que já estou completamente submersa na continuação d'A Irmandade. Tenho outros planos, mas eles são pessoais demais e acho que não cabem aqui. (risos).


É isso, gente. 

beijos!

22 comentários:

  1. Achei muito legal isso dela se inspirar um pouco nos amigos para compor os personagens, eu sempre faço isso, apesar de ter muita dificuldade quando se trata de colocar um pouco de mim em qualquer personagem rs.
    3 anos para conseguir publicar? É bastante tempo, os autores brasileiros enfrentam mesmo uma árdua caminhada.
    Foi muito legal conhecer mais da autora e sua trajetória.
    bjs
    http://letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Acho que se eu colocasse um pouco de mim em um personagem ele seria mt chato =P

      Excluir
  2. Sim, estou viva e morrendo de saudades daqui.
    Perdi tantas coisas! Mas aos poucos vou colocando as novidades em dia por aqui :)
    Adoro essas suas postagens. Sempre criativas e enriquecedoras <3

    Beijos, Lu ♥
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhh e eu morrendo de saudade de você!!!!!!!! <3

      Excluir
  3. Acho muito legal fazer essas entrevistas com escritoras para conhecemos melhor essas coisas, bem legal. Te indiquei para um selo no meu blog olhe lá: http://quandocompletardezoito.blogspot.com.br/2013/12/selo-liebster-award.html

    ResponderExcluir
  4. É isso aí, temos que divulgar e valorizar bastante nossos escritores! Pq infelizmente aqui no Brasil o povo só gosta das coisas que vem de fora! :~

    beeeijos,
    Miss Sainha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Isso precisamos valorizar o nosso =D

      Excluir
  5. Magia celta *-* não acredito que eu não conhecia essa autora! Quero ler o livro já! Ficou show a entrevista.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você gosta de mitologia celta??? Então vc vai AMAR o livro, Amandinhaaa

      Excluir
  6. oi, super legal a entrevista. não conhecia o trabalho da autora mas fiquei muito curiosa, ainda mais pro ter inspiração em mitologia, embora eu não conheça muito a celta, rs. Legal também saber que parte da inspiração para a construção dos personagens nasceu de seus amigos.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru. A Ana manda muito bem!! Se tiver a oportunidade, leia o livro dela =D

      Excluir
  7. Oiee

    Achei muito legal a entrevista e fiquei com vontade de ler o livro, sucesso a autora e parabéns pelas perguntas!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Kel!
    Eu amo as colunas do seu blog, são tantas e tão boas, que eu até fico com vergonha do meu blog monocromático hahaha!
    Amei essa entrevista, a Ana é uma fofa, e me identifiquei com várias características dela! E tô morta com a capa do livro dela (dei uma passadinha na resenha, ainda vou voltar lá!), é muito linda! A história parece ser bem legal mesmo! Adorei!
    Beijão
    Endless Poem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sarita! Para de ser boba, seu blog é lindo. Leu a resenha? Espero que tenha gostado. O livro vale super a pena. E a Ana é mesmo uma simpatia

      Excluir
  9. Oi, Raquel! Tudo bem? A entrevista está bem legal!!! Eu li a sua resenha e a de muitas outras blogueiras que amaram o livro e eu estou bem empolgada para conhecer a história! E a Ana pareceu ser bem legal, gostei das respostas dela (: Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Kel!!!! Adorei ver uma entrevista com a Ana Carolina por aqui!!! Ela também é parceira la do blog e sempre me tratou com muito carinho e atenção!! Ela merece todo o sucesso!!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariii, eu li a sua resenha sobre o livro da Ana! Nem preciso falar que amei tb, né? =D

      Excluir
  11. Adorei a entrevista, ficou muito boa e dinâmica. As perguntas foram muito bem elaboradas e a autora parece ser gente boa!

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro ainda, eu adoro entrevistas, podemos conhecer um pouquinho mais dos autores, e suas perguntas foram muito bem elaboradas, Parabéns!!! Ela parece ser uma pessoa bem centrada.

    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta
    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Kel!
    Adoro ver entrevistas e ficar de olho no que os autores estão programando para o ano seguinte, hehe. Simpatizei com a Ana!

    Beijos!
    Vini - http://blogumjovemleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Uma jornalista escritora. Que legal!
    Acho muito interessante as entrevistas porque os autores contam um pouco da dificuldade de ser escritor em nosso país.
    Muito sucesso para ela e quero ler esse livro em breve.
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!