# Resenha 52 // A Lenda do Lago Dourado

Oiee, gente, tudo bem?

Especial de Jogos Vorazes chegou ao fim! =( Muito obrigada a todos os que participaram marcando presença por aqui. Hoje voltamos a programação normal! huahuahuahua. Então vamos de resenha? A resenha de hoje é de um livro cedido em parceria pela editora Dracaena.

Título: A Lenda do Lago Dourado
Autor: Edson Vanzella Pereira
Editora: Dracaena
Páginas: 380

Sinopse:  "Os Baltimore são uma típica família de uma pequena e pacata cidade norte-americana. Tudo muda para eles quando o filho mais velho, David, com 15 anos de idade, passa em primeiro lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano. Reconhecido como o novo grande gênio da nação, ele é contratado pelo governo para uma carreira de cientista. Mas, em sua primeira missão, envolve-se em um misterioso acidente que o deixa entre a vida e a morte. Srta. Marshall, agente do governo, responsável pela missão, sente-se culpada pela tragédia. Max, o irmão mais novo de David, com a ajuda da Srta. Marshal, começa a investigar secretamente as circunstâncias daquele trágico e enigmático acontecimento. Na procura por respostas, eles se envolvem em aventuras perigosas, eletrizantes, e acabam descobrindo que, por trás de fatos aparentemente sem ligação, há uma trama cruel em curso. Como pano de fundo, ainda temos uma misteriosa lenda envolvendo um lago conhecido como Lago Dourado, que vai eleger nada menos do que o próprio Max para uma missão vital ao lhe transmitir o Poder da Luz: localizar e destruir o Agente Negro, que é o mentor intelectual desse complô maligno que está pronto para eclodir."

No livro conhecemos David e sua família. David é dono de uma inteligência sem igual, apesar de ser um pouco relaxado nos estudos. Mas seu QI é acima da média e leva o jovem a ganhar um concurso Nacional do governo americano. Como consequência, David é "contratado" para ser um cientista mirim e viaja para a China e para o Brasil. É no Rio de Janeiro que ele acaba atingido por uma bala perdida e entra em coma. Porém, será que isto foi apenas um acidente? O irmão de David, Max, descobre que não. Uma lenda que envolve o Lago Dourado mostra que, na verdade existe um grupo "das trevas" querendo destruir todo o amor e toda a paz que há no mundo e Max, assim como David são Enviados da Luz, ou seja, os únicos capazes de derrotar esta força obscura.

Não sabia muita coisa sobre o livro quando ele me foi enviado. Gosto muito de ler livros nacionais e A Lenda do Lago Dourado possui uma história muito criativa misturando ficção com realidade. Conspirações e mistérios rondam as páginas a todo o momento e a mensagem de que é necessário sempre semear o amor é bem forte.

Através da lenda do Lago Dourado, o autor nos mostra que o caráter da pessoa vem através da humildade, do saber respeitar e amar ao próximo. O livro também é recheado de valores familiares e apesar de ter gostado (e muito) da história como um todo, alguns pontos no livro me incomodaram. O primeiro deles, talvez mais por eu ser carioca é em uma parte específica do livro, quando David é baleado no Rio de Janeiro. A família do jovem descobre através de uma reportagem de TV que fala que estes fatos não são raros por aqui. Okay, eu sei que aqui há violência, tiros, assaltos, etc, mas me incomoda ver que que diante de tanta coisa legal, tanta coisa bonita, as pessoas ainda pensando no lado negativo.

Agora, outro ponto negativo foram os diálogos. Eu explico. Em boa parte do livro achei os diálogos um pouco forçados, não pareciam reais e isso me distanciava um pouco da história. Senti falta de uma naturalidade. Por exemplo: alguns diálogos entre os jovens faziam com que eles parecessem tudo, menos jovens. Então, este foi um ponto negativo.

No mais, não identifiquei muitos erros de digitação. O livro tem capa mole, a diagramação é bem legal e eu curti a capa. Gosto da combinação de amarelo com vermelho e a arte permitiu que eu me aprofundasse um pouquinho mais na lenda do lago dourado *-*




5 comentários:

  1. Também não gostei dessa parte de ser baleado no Brasil! De primeira pensei que o livro fosse estrangeiro, mas sendo o autor daqui do Brasil, sei lá, acho que ele deveria ter mudado essa parte da história! :~
    Já não basta os gringos pensarem que aqui só tem violência e drogas, os brasileiros também reforçam isso tudo!
    Mas de resto, a história parece ser bem interessante!

    beeeijos,
    http://www.misssainha.com/

    ResponderExcluir
  2. Que suspense bom hein??
    Não tinha visto resenha dele ainda...
    gostei bastante..

    ResponderExcluir
  3. Ah eu acho que quanto mais eu leio mais exigente me torno com as narrativas, e confesso que a premissa dessa não me atraiu.
    E me desanimou ainda mais saber que os diálogos não fluem naturalmente, esse ponto com certeza tira a vida da história.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. Apesar de alguns pontos negativos, eu também gostei do livro e achei a história bem criativa.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a resenha mo! Realmente a capa é bem legal e chama bastante atenção. Que bom que você gostou do livro, é muito bom conseguir falar um pouco mais dos livros nacionais, pois eles muitas vezes não recebem a atenção merecida!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!