25 setembro 2013

# Resenha 46 // Bling Ring

Oiee gente, tudo certinho?

Comigo tá tudo bem. Hoje é dia de resenharmos o livro Bling Ring da jornalista Nancy Jo Sales. Vou confessar logo de cara que não gostei do livro não, mas vocês vão descobrir melhor a minha opinião (devidamente justificada =P) ao longo do texto

Título: Bling Ring // Bling Ring
Autor: Nancy Jo Sales
Páginas: 268
Editora: Intrínseca
Orelha de Livro | Saraiva | Submarino

Sinopse: Entre 2008 e 2009, as residências de Lindsay Lohan, Orlando Bloom, Paris Hilton e diversas outras celebridades foram invadidas e saqueadas. Os ladrões, um grupo de jovens criados em um endinheirado subúrbio de Los Angeles, levaram o equivalente a 3 milhões de dólares em joias, dinheiro e artigos de grife, como relógios Rolex, bolsas Louis Vuitton, perfumes Chanel e jaquetas Diane von Furstenberg. As notícias surpreendentes sobre o caso chocaram Hollywood e intrigaram o mundo. Por que esses garotos, que em nada correspondiam à tradicional imagem dos bandidos, realizaram crimes tão ousados? A jornalista Nancy Jo Sales entrevistou todos os envolvidos, incluindo os pais e os advogados dos jovens, e até mesmo as celebridades que sofreram os assaltos. Em Bling Ring: a gangue de Hollywood, ela apresenta todos os detalhes de uma das quadrilhas mais audaciosas de nossos tempos. A história real também inspirou o filme de Sofia Coppola, estrelado por Emma Watson.

O livro trás a história real de uma gangue de jovens lá pelos seus 18, 20 e poucos anos que, sedentos por serem como aqueles artistas que viam na televisão, resolveram realizar uma série de assaltos a "celebridades em ascensão" e roubar roupas, bolsas, relógios, jóias, sapatos, incluindo roupas de baixo. Nancy foi uma das jornalistas encarregadas de cobrir o caso que abalou Hollywood e conta no livro suas experiências.

Para vocês terem uma ideia, a Bling Ring funcionava de um jeito tão simples. Era assim: Rachel (por sinal, minha xará) vê uma foto da Lindsay em uma premiação e gosta do vestido que ela estava usando. Então, Rachel e, inicialmente, seu melhor amigo Nick Prugo olhavam na internet e achavam o endereço da atriz. Depois era só novamente recorrer à internet e ver se a dita cuja estava em casa ou viajando. Se a resposta era: viajando, eles iam naturalmente (nada de roupas pretas e máscaras, eles iam vestidos como os jovens de classe média alta que eles eram) ao endereço oferecido pelo Sir Google e batiam na porta da frente insistentemente. Se ninguém atendesse, eles procuravam por alguma porta destrancada que, segundo Nick, sempre haveria alguma janela destrancada ou até mesmo (como no caso da porta da Paris Hilton) uma chave debaixo do tapete. Aí era só entrar e fazer a festa. No inicio eles levavam pouca coisa, uma vez que essas celebridades tinham tanta coisa, levar, 10, 20, não iria fazer falta. Mas depois eles começaram a encher malas e mais malas (das próprias vitimas) de roupas, joias, relógios, sapatos colocavam no carro e iam embora. Teve casos que eles levaram, inclusive, uma mala de roupas sujas, telas de parede, uma coleção inteira de relógios (do Orlando Bloom), etc. 

"Eles sonhavam em ficar famosos - fosse como atores, modelos, rappers, estilistas, roteiristas -, mas o objetivo final era ficarem ricos"

Sim, gente, era algo surreal. Mais surreal ainda é imaginar que essas pessoas não eram miseráveis não. Elas moravam, em sua maioria, em Calabasas, Califórnia. E levavam uma vida melhor do que a minha e, com certeza, melhor que da maioria de vocês, meros mortais, que estão lendo isso. O motivo dos roubos era simplesmente: "quero ser igual a ela", "achei bonito, quero isto em mim". Simples, hããm?!  Tanto que eles nem vendiam as coisas (o que poderia gerar um bom dinheiro para elas), NÃÃÃO. Eles guardavam., usavam no dia a dia e ainda postavam fotos do facebook (SE MATAAAAAA NA BURRICE).




Bom, disse no inicio que não curti o livro, vou explicar primeiramente porque. Okay, quem compra o livro pensando que ele é um romance, está enganado. O livro trata-se de uma narrativa mesmo da Nancy, de como ela conseguiu entrevistar um dos garotos da Bling Ring, das fontes dela na polícia, etc. Porém, o livro é tão chato que parece uma tese de mestrado. A autora não foca apenas na Bling Ring, ela fala de comportamento dos jovens americanos nos dias de hoje, de culto à fama, da busca incansável pelo dinheiro. São números, entrevistas com outros jovens, não necessariamente que tenham ligação com a Bling Ring, o que, a meu ver, deixou a leitura com cara de monografia. 

Já li vários outros livros que tem esse quê de "vou te contar como foi que eu fiz" e acho que existiam outras formas da Nancy falar da experiência dela sem que o texto ficasse com cara de matéria jornalista e nem com pinta de tese. Senti falta do próprio sentimento dela naquilo, sabe? Ficou uma coisa muito distanciada e o fato dela não falar apenas da Bling Ring, mas ir além - analisando os jovens americanos - quebrou a narrativa. Ela podia falar sobre o culto a personalidade, etc? Sim, claro, até porque tem tudo a ver com a Bling Ring, mas não gostei dos links que ela fez. Ela dedicava capítulos a Bling Ring e outros para falar destes comportamentos quando, na minha opinião, está tudo interligado, não havia necessidade disto. 

Aliás, outra coisa: Capítulos que começam no meio da página, ninguém merece. PelamordeDeus, Intrínseca. Isso deu mais cara ainda de tese de mestrado ao livro. A diagramação é péssima. As fotos são em preto e branco e pequenas. Credo. Apaga tudo e faz de novo!

Depois de tudo o que eu falei, só me resta dar duas estrelas para o livro







27 comentários

  1. Tô chocada com esse povo '-'
    Não consigo entender o porquê disso!
    Acho que vou apenas assistir o filme, sua resenha tirou minha empolgação para com o livro.
    Beijo Kel
    Garota Liber

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rô, apesar de não ter curtido o livro, ainda quero ver o filme. Pena que já saiu de cartaz por aqui =(

      Excluir
  2. Raquel, depois do filme desanimei muito com o livro. Agora que vi sua opinião já decidi que não vou ler, rsrs...

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Cruzes...Assim fica complicado e acredito que vi ele em uma promoção em algum momento, entendo porque estava tão barato ASHUASHASUHASUH
    Parabéns pela resenha,querida (:

    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carol!! Poxa, queria ter comprado ele numa promoção, mas comprei na Bienal. Ou seja, caro pacas huahuahuahua

      Excluir
  4. Interessante sua resenha! Eu não conhecia o livro. Gostei muito do seu cantinho e estou seguindo. Se puder me seguir tb ficarei muito feliz com sua visita. Beijos http://dayanexc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Vixe você definitivamente não curtiu o livro,
    ele por acaso está na minha lista de desejados, pretendo lê-lo em breve

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Del! Espero que vc goste, não tive essa sorte =P

      Excluir
  6. Oi Raquel :)

    Nossa esse livro te desagradou muito em, eu não lerei pois sabendo que não se trata de uma estória mais sim de um " documentário " ou uma tese hahaha dá desanimo, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E coloca desânimo nisso. Ninguém merece um livro com cara de tese de mestrado huahuahuahua

      Excluir
  7. Esse pessoal deve ter problemas! haha Sua resenha ficou ótima, mas depois de saber que não é romance também desanimei, mas enfim, vou entender suas 2 estrelas como uma não-indicação ok? hehe
    Abraços,
    Gabriel

    http://www.letrasdepijamas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahuahuahua Oi Gabriel. Bom, se vc curtir ler teses de mestrado, o livro tá mais que recomendado huahuahuahuahua

      Excluir
  8. Ai, fiquei triste agora. Eu pensava que esse livro seria bem mais "romanceado" e não desse jeito. :(
    Totalmente desiludida agora.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Laura. Se fosse desse jeito seria bem melhor.

      Excluir
  9. Oi Kel

    Eu já sabia que o livro não era um romance, mas essa de cara de tese de mestrado é nova para mim kkkkkkkk.
    Bom, não tinha planos de ler o livro mesmo, talvez o filme até seja legal...

    Queria aproveitar também para te visitar a dar uma olhada em uma Tag que eu respondi chamada Tag Jogos Vorazes, na qual eu só não te indiquei porque não tenho certeza se você já acabou de ler os livros ou não... Mas quando acabar gostaria muito de ver suas respostas, dê uma olhada por la.
    http://maniadeleitor.blogspot.com.br/2013/09/tag-jogos-vorazes.html

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Theo eu AMEI essa tag e pode ter certeza que eu responderei. Só não sei se agora ou se durante o especial Jogos Vorazes que eu estou planejando ;)

      Excluir
  10. Goshiiiiiiiiii, Raquel, eu li uma outra e unica resenha desse livro e fiquei encantada, queria até o livro, vim toda empolgada aqui ler a tua opinião e puff tapas na minha cara!!
    Sério, não quero mais, apesar de sabe que cada um tem opinião diferente, mas como descreveu na tua resenha, não quero mesmo, creio que irei só ver o filme.
    Beliscões carinhosos da Máh-
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahuahuahuahua desculpa te desapontar, Mah huahuahauhau

      Excluir
  11. Se eu não me engano eu já vi uma matéria sobre isso! Super me interessei pelo livro! Aí eu fico me perguntando: o que será que passa na cabeça desse povo pra fazer coisas desse tipo???

    beijos,
    http://misssainha.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. É muita falta do que fazer mesmo sair assaltando artistas. Eles nem precisavam disso!

      Excluir
  12. Oi Kel

    Pelo jeito também não iria gostar do livro por não ter história isso me irrita muito e torna a leitura muito cansativa mesmo ...

    Mas enfim já que leu parabéns por ter ido até o final e ter feito a resenha eu no seu lugar já teria desistido de ler kkkk

    Beijos

    http://www.livrosechocolatequente.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahauhauhuahua quis desistir em alguns pontos, Dre, mas permaneci firme e forte =P

      Excluir
  13. Eu falei para você que esse era do tipo de adaptação que funcionava bem para os cinemas, mas que o livro não deveria ser tão bom :P
    Pena que você não gostou tanto mo. Espero que o filme seja melhor do que o livro.

    ResponderExcluir
  14. Confesso que não li o livro pois nem sabia que existia, mas vi o filme e fiquei espantada com a burrice total destes adolescentes que fizeram tudo à descarada e ainda se foram gabar para as redes sociais... Enfim...

    Adorei o seu blog, está muito bom mesmo Parabéns.

    http://comunidadefantastica.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!