17 setembro 2013

# Bate Papo Literário // Literatura erótica

Eles são comentados, são lidos, relidos e aguardados por muitas mulheres (e homens). Sim, estamos falando da literatura erótica, vulgo livros "hots". Apesar do já conhecido teor "sensual" dos romances de banca, é inegável que após o lançamento de 50 Tons de Cinza tudo mudou: a literatura erótica mergulhou de cabeça nas livrarias e no imaginário feminino que não deixa de procurar (e de encontrar) uma variedade enorme de livros do gênero. 





Dados da editora Intrínseca - que detém o direito de 50 Tons - mostram que em menos de quatro meses, os livros que compõem a trilogia adulta escrita pela britânica E L James ocupam as três primeiras posições em todas as listas de mais vendidos e somam 2.370.000 exemplares comercializados, ou seja, a cada minuto 13 livros são vendidos no Brasil. Vocês acham que é pouco? Então vejam isso: a série já tem mais de 67 milhões de livros comercializados em 47 países e também acumula a marca de maior número de vendas de e-books no Brasil: desde seu lançamento, que foi simultâneo à versão impressa, a trilogia já contabiliza 53 mil livros digitais vendidos. Lembrando que o primeiro livro foi lançado aqui no Brasil no ano passado. 

A ideia do "fenômeno 50 Tons" ganha mais força quando vemos que a autora E L James encabeça a lista mais recente da Forbes de autores mais bem pagos. Mas, afinal, PORQUE DIABOS 50 Tons de Cinza e os outros tantos livros eróticos fazem tanto sucesso? Para responder a esta e a outras perguntinhas, conversei com duas blogueiras. A primeira delas, Vitória Doretto, do blog A Lua Na Minha Janela atribui o sucesso dos livros eróticos à geração mais "ousada":

- Acho que o sucesso está em levar para os holofotes um tipo de história que milhares de pessoas já liam, mas "escondido". Nossa geração não está com medo e fica cada vez mais ousada, o que reflete no tipo de livros que estamos  lendo - se há pessoas de todos os tipos, há livros de todos os tipos. Agora todo mundo lê um livro x e pode falar que "é um bestseller" e ninguém terá nada com isso. Todo mundo provavelmente conhece os romances de banca e sabe o quanto as pessoas que os leem "sofrem" com aqueles olhares de censura, por isso essa abertura do mercado é bem interessante.

Toda Sua, Irmãos Sullivan, Algemas de Seda, Luxúria, sejam os mais picantes ou os mais "mamão com açúcar". Basta entrar numa livraria para ver o leque de opções de livros eróticos ao nosso alcance. Mas será que tantas relações sexuais, dos mais diferentes tipos e posições em um mesmo livro não banaliza o sexo? Para a blogueira Roberta Santos, do Garota Liber, depende do livro:

- Alguns livros como o 50 Tons de Cinza, por exemplo, trazem sim, uma banalização do sexo e arrisco dizer até mesmo uma leitura um pouco vulgar com cenas desnecessárias.

Agora chegamos em um ponto que eu gostaria de tocar (com o perdão da expressão em meio a uma discussão erótica. Desculpem, não podia perder a piada =P). Okay que sexo sempre foi um tabu, mas será que para mostrar que é possível falar sobre ele abertamente é necessário ser vulgar? É necessário tratar a mulher como um objeto, por exemplo? Acredito que certas cenas demonstram um machismo embutido. Porque a mulher é a frágil e insegura que encontra o cara todo poderoso, se apaixona por ele e PUF, eles vão para a cama? Será que hoje em dia é tudo tão rápido assim?

Com a palavra: os homens

- Gosto de livros que deixam alguma mensagem, alguma lição. E o que vejo nestes livros eróticos é que eles não geram uma reflexão no leitor. Acho que o que atrai a audiência é o teor dos livros e não necessáriamente a qualidade, desabafou Bruno Guarisco (vulgo meu namorado)

Porém, Vitória afirmou que não lê um livro hot apenas pela temática sexual. Fatores como o romantismo e as capas bem elaboradas também colaboram na escolha do livro:

- A história sempre me chama mais atenção, não irei ler um livro que só tenha cenas de sexo, gosto de saber como os personagens se conheceram, o que o homem fez para conquistar a mulher - ou o que a mulher fez!, a capa também ajuda na minha escolha, capas bem elaboradas sempre ganham passagem. Para mim é divertido porque na maioria das vezes as autoras são muito criativas - principalmente nas cenas quentes - e conseguem mostrar personagens muitas vezes intrigantes. Sempre me divirto lendo que o "cara charmoso que sempre consegue uma garota num piscar de olhos precisa suar a camisa para levar <A> mulher para cama". É uma maneira que encontrei de não ter que ficar focada 100% do tempo nas cenas quentes.

O "romance" também é um diferencial para a Roberta:

- Sempre procuro pelo romântico. Não engulo o sexo sem amor, o sexo por sexo, como muitos por aí fazem e gostam até. Eu sou romântica, gosto daquela leitura na qual o sentimento aflora, na qual vemos os personagens se envolverem não apenas sexualmente mas emocionalmente também. Acho que é por isso que os meus livros hots favoritos são os de época que geralmente trazem mais essa temática romântica como os livros da Patrícia Cabot, por exemplo, considero os livros dela hots sim, as cenas são objetivas e não utilizam de termos chulos. 

Por fim, questionei as meninas sobre a existência de um "preconceito" com os livros eróticos vinda de uma ala mais conservadora dos leitores. Será que isso realmente existe? Ambas concordaram que sim:

- Acredito que exista uma certa hipocrisia. Todo mundo gosta de sexo, mas quando o assunto é trazido à tona todos gostam de bancar o puritano. As pessoas acham que para falar do assunto tem que ser com termos chulos e vulgares, mas não é bem por aí. O mesmo vale para os livros. Assim como o gênero do terror tem o mas pesado e o mais leve, o hot tem o seu mais pesado e o mais leve. O que não entendo é porquê as pessoas acham que falar sobre tal é um absurdo, sendo que mentalmente ela guarda o nome do tal livro para ler as escondidas, disse Roberta.

- Sim, ainda tem. Percebo isso com amigos na faculdade: Alguns não leem, não gostam e fingem que não existe. Outros preferem falar mal do que tirar a prova porque se recusam a não ler clássicos. Alguns leem e se divertem tanto quanto eu. Acho que é uma questão cultural, nós (no meu caso, mulher) sempre fomos educadas para sermos mais contidas, quando a coisa muda... a tendência é a estranheza e preconceito. Faz parte, vai passar. As pessoas vão se acostumar - como se acostumaram com vampiros, zumbis que se apaixonam, e anjos caídos, ratificou Vitória.

Eu, sinceramente, costumo evitar livros eróticos. Não tenho em casa porque sei que eles vão ficar aguardando a leitura eternamente. O único livro que li foi 50 Tons e mesmo assim, larguei na metade porque, bem, não sei o porque do sucesso do livro e sim, concordo com a Roberta quando ela fala que há ali uma banalização. Depois desta, preferi fugir destes livros apenar de ler alguns que, não são classificados como hots, mas possuem algumas cenas de sexo mais "criativas". Tipo Garota Tempestade e outros tantos. Também acredito que haja um preconceito com quem lê esse gênero literário devido ao tabu que o assunto representa. Não acho que os livros devem ser censurados, mas devem ser lidos com censo crítico, sendo eles eróticos ou não.

Curiosidade: Para quem não sabe, a trilogia 50 Tons de Cinza nasceu de uma releitura de Crepúsculo publicada em forma de fanfic e que posteriormente virou livro e tornou-se um fenômeno comercial. 

Bom, e vocês? O que acham da literatura erótica? Vocês leem livros hots? O que chama a atenção de vocês nestes livros? Ou caso não curtam o gênero, porque não gostam?


51 comentários

  1. Oie,
    eu leio, mas prefiro quanto tem uma história também, por exemplo, os romances de época, geralmente tem alguma coisa hot e são bem mais elaborados do que os livros no nivel de 50 tons.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Vanessa. Os livros de época tem sempre um quê erótico, mas sem apelar para o vulgar

      Excluir
  2. Eu super apoio a literatura hot,é bom para variar de vez em quando, desde que a escrita não seja vulgar demais, acho super válido!
    Eu li recentemente Irresistível Paixão de Ariela Pereira parceria do blog e adorei!
    bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, não conheço esse livro. É pesado?

      Excluir
  3. Eu gosto demais desse gênero, embora acredite que sua formula clichê faça com que não leia com frequência!
    Além disso, eu leio e curto, acho que faz com que você mude sua visão sobre o erotismo e sobre o próprio sexo.
    Li toda a trilogia, e embora não tenha curtido 100%, me fez querer ler outros.
    Beijos,
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana. Adorei a sua posição. Uma opinião diferente sempre é bom

      Excluir
  4. Oii querida,

    Obrigada pelo comentário no blog! Fiz uma boa viagem e voltei com muitas novidades, confere lá o blog que logo mais vai ter fotos de looks que usei lá!

    O blog mudou de cara de novo não é?? Parece diferente ou eu que fiquei muito tempo sem entrar??? rs De qq jeito está cada vez mais lindo e recheado de coisas boas!


    beijos,
    http://misssainha.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Bom, Leeh, com certeza Portugal é LINDO

      Excluir
  5. Ficou muito legal, Raquel! Esse assunto rende um bom pano pra manga, com certeza! E adorei a imagem que você usou para a ilustrar o post :) (e adorei participar també, claro)

    Kissus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obaaa, que bom que vc gostou. E obrigada pela ajuda!

      Excluir
  6. Ficou super legal, Raquel! Esse assunto dá bastante pano pra manga, com certeza - e adorei a imagem que você usou pra ilustrar o posta haha (adorei participar também, é claro) :D

    Kissus,

    ResponderExcluir
  7. Você mandou muito nesse texto, Raquel! Parabéns!!
    bjoos

    ResponderExcluir
  8. cara eu adoro literatura erótica. mas ultimamente tenho lido algumas péssimas.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  9. Raquel, também não costumo comprar, porque certamente ficarão largados. Não me sinto atraída por essas leituras, mas não sei o motivo! Uma vez li "A Casa dos Budas Ditosos" e lembro que gostei muito, só que nem assim busquei outros do gênero.

    O fenômeno 50 tons para mim é inexplicável, porque além da história ser cansativa, a escritora escreve super mal. Também desisti na metade, rs!

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo com vc, Isa, quando você fala que o fenômeno é inexplicável.

      Excluir
  10. Raquel, os livros do gênero não me atraem, então não compro, porque sei que eles ficarão largados. Uma vez li "A Casa dos Budas Ditosos" e lembro que gostei muito, mas nem assim me interessei por outros.

    O fenômeno 50 tons para mim é inexplicável, porque além da história ser cansativa é super mal escrito. Também desisti na metade!

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa, tudo bem? Pois é, esse é o meu problema também. Não compro porque sei que não vou curtir

      Excluir
  11. Confesso que nunca li o gênero, pois sempre acabo tendo outros como prioridade e acabo deixando a leitura de lado.

    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina! Nossa, nunca leu? Mas vou te dizer, na maioria das vezes, vc não tá perdendo nada =P

      Excluir
  12. Oi Kel!!!
    Ficou ótimo o texto!! Você escreveu muitíssimo bem!
    Concordo plenamente com você, ainda não entendo o porque do sucesso de 50 Tons, mas fazer o que né??
    Fico mais que feliz por ter contribuído para a coluna =)
    Beijoos
    Garota Liber

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ro, que bom que vc gostou. E obrigada mais uma vez por ter participado!

      Excluir
  13. Oi Raquel, tudo bem?
    Eu nunca fui a maior fã do gênero, mas arrisquei e li 50 tons. Resultado, não gostei muito pois achei algumas coisas desnecessárias. Mas, depois desse "fenômeno" chegou às livrarias uma série de livros do gênero. Eu me mantive resistente, mas depois de certo tempo acabei cedendo para os livros da Bella Andre. A temática é bem batida, mas no fundo acabei gostando deles, pois além do sexo tem um quê de romance, que pra mim é importante.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, na verdade, eu achei o livro todo desnecessário huahuahuahua mas okay! Falam muito bem de Bella Andre. E pelo jeito não é aquela coisa só sexo, né?

      Excluir
  14. Olha, eu não leio frequentemente,
    mas gosto de ler o gênero a procura de uma estória por trás de tudo o que
    da ênfase aos livros eróticos.. 50 Tons é um exemplo disso, eu acredito que haja algo mais não é apenas um livro erótico,mas conta também a estória de um homem perturbado e uma mulher sem personalidade, entre outras coisas :p

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, acho que atrás da temática erótica deve haver um motivação, um enredo bem estruturado, mas não encontrei isso em 50 tons. pode ser que nos outros livros da trilogia isto tenha se aprimorado. só li mesmo o primeiro

      Excluir
  15. Arrasou no texto! Adorei!
    Então Kelzinha, apesar de ter lido alguns livros das séries hot adolescente da década de 80/90 rs - Sabrina, Bianca e Angélica (essa era mais depravada :P)-, eu não sou muito fã de literatura hot. Prefiro alguma coisa que me faça pensar, ou sonhar, ou criticar. Mas acho que ainda vou dar uma chance para 50 tons de Cinza... Um dia, quem sabe.

    Parabéns pelo texto!
    Bjs

    http://oacucareiro.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LINDAAAA. Olha, pelos comentários aqui a cima, só dá Bella Andre. Então, se eu fosse vc tentava um livro dela huahuahua

      Excluir
  16. Eu adoro gosto de alguns livros que possuem erotismo da forma como foi dita a cima. Em minha opinião livros que o tema é somente sexo como "Cretino Irresistível" não é muito minha praia.
    O Cretino Irresistível tem um romance,mas as cenas de sexo são muito mais frequentes e admito que tú fica abobada com algumas vulgaridades na linguística. Não estou bancando a puritana, mas sim que gosto de algo mais íntimo que me deixe apaixonada.
    Os irmãos Sullivans , Midnight Breed ,IAN e outros que possuo em minha estante tem cenas de sexo , mas depois que os personagens tem as interações de verdade ;D

    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro, Cretino Irresistível só me chamou a atenção pq o modelo da capa lembra o Justin Timberlake huahuahuahua

      Excluir
  17. Olá amada, seu blog é incrível, já estou te seguindo, parabéns pelo trabalho,
    Eu também tenho um blog se puder me segue também?
    Se puder muito obrigada...
    Beijoss...
    Atitude da Beleza| FanPage | Youtube

    ResponderExcluir
  18. Muito show a postagem ;)
    Novidade, agora estou com livro publicado pela Novo Conceito!O livro digital "Feitiço".Espero que goste!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza! Parabéns pelo livro, flor, mt sucesso pra ele

      Excluir
  19. Até agora eu não li nenhum livro de literatura erótica e simplesmente não sei se vou ler. Não chama minha atenção e isso não quer dizer que tenho vergonha ou algo do tipo. Mas tudo o que conheço dessas narrativas é tão over que fico com receio.
    Uma colega blogueira me indicou a Silvia Day...mas ainda não sei.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, não sei nada sobre os livros da Silvia. Mas acho que são os que mais se assemelham aos 50 tons não?

      Excluir
  20. Olha, vc ta de parabéns!!! Concordei plenamente com vc, viu? (aplausos!!)

    Gosto muito de ler. Leio de tudo um pouco. Me lembro que fiquei curiosíssima com esse 50 tons...pois falavam tanto nele... pois bem, larguei pela metade. Tbm não entendi o pq de tanto sucesso.

    Concordo com o que disse o Bruno Guarisco.

    Excelente texto!! Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. linda, muito obrigada pelo seu comentário e volte sempre por aqui

      Excluir
  21. Opa, eu tinha certo preconceito com esse tipo de livro - não atire pedras em mim - mas após ler um livro da Bella Andre eu perdi totalmente, para mim é uma leitura muito boa e são ótimos livros!
    Beijão!
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, acho que to quase convencida de que os livros dela são "aceitáveis" para os meus padrões huahuahua

      Excluir
  22. Não consegui me interessar a ler 50 tons.
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  23. Oii Kel!! Tudo bem??

    Legal a discussão sobre os "hots" aqui no blog! Para falar a verdade, nao posso falar muito porque ainda não li nenhum do estilo... nem 50 tons!! Uma vez, em uma festa de família, minha tia disse que durante a madrugada terminou de ler o 2 e saiu no outro dia cedo para comprar o 3 com a livraria abrindo!!! kkkkkk!!! Eu, que sou a "louca dos livros", nunca fiz isso (nem na época que tinha que esperar quase 1 ano para sair a continuação de Harry Potter).

    Enfim, ainda não li, não sei se lerei, mas deixo em aberto. Não vou falar que nunca vou ler, mas nao estão na minha lista de leitura!!

    Beijossss

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, que bom que vc curtiu. Nossa, também nunca fiz nada parecido nem com Harry Potter tb huahuahuahua. sua tia gostou mesmo, hein

      Excluir
  24. Que texto bem elaborado, Kel! Adorei o debate e o fato dos dois lados (mulher e homem) terem apresentado seu ponto de vista.
    Leio livros hot's, mas não todos. Quando passa para a banalização, usa muitos termos chulos e por ai vai, não leio, abandono logo no começo. Alguns me forço a terminar porque a história em si, os personagens, no caso de "50 tons", o porque do Grey ser daquele jeito, essas coisas, são as que me fazem ler até o final. Saber o porquê daquilo, conhecer a história do personagem.

    Beijos,
    Myris
    http://www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Myris, adorei saber da sua opinião e o porque você lê esses livros. Confesso que as vezes até tendo ler outros livros hots para tirar essa impressão que eu tenho, sabe? Mas sempre acabo achando que comprar vai ser perda de tempo

      Excluir
  25. Eu acho que esses foi um dos seus melhores posts meu amor! A minha opinião sobre o assunto já está no post e não vale a pena repetir, mas fiquei impressionado de como você combinou bem o seu espirito jornalistico com o seu espirito blogueiro!

    ResponderExcluir
  26. Os únicos livros eróticos que eu li foram os de 50 tons e chegou... Não leio mais porque acho que é apenas mais do mesmo.
    Concordo com a vitória em tudo.
    Beijo, Jessie*
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou, Jessie. Não conheço esse outro livro que você citou. Será que aqui no Brasil ele foi lançado com outro nome o.O

      Excluir
  27. Assunto interessante e muito, muito falado ultimamente. A questão, para mim, não é o ser vulgar, as passagens tidas como "desnecessárias". Acredito que os livros do gênero, assim como de qualquer outro gênero, devem entregar o que o leitor busca. De erótico só li o volume 1 da trilogia da Bela Adormecida, da Anne Rice, e apesar de adorar a autora não curti muito o livro por achar o enredo superficial. Pelo que li em resenhas de outros eróticos, a maioria é superficial, ou apela apenas para as passagens eróticas (o que acredito que seja o que, de fato, busquem alguns leitores) sem trazer uma trama sólida e personagens bem construídos. Por esse meu "achismo" acabo não me interessando tanto pelos lançamentos eróticos de ultimamente. Mas acho interessante abordar o assunto e conhecer a opinião de outros leitores e blogueiros.

    Um beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, tudo bem?

      Confesso que não tenho uma super bagagem em livros eróticos, como falei no post só li mesmo 50 Tons e mesmo assim, só o primeiro. Mas realmente o que me incomoda é exatamente isso que você falou. O fato do livro ser superficial e acabar sendo resumido apenas em passagens eróticas das mais variadas possíveis. Acho apelativo isso até porque acho que existem coisas que vão muito além do sexo.

      beijos e obrigada pela visita. Seja bem vinda =D

      Excluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!