# Mudando de Assunto// Entrevista com o ex-cobrador de ônibus e escritor Leandro B. Mendes


Olá, queridos leitores! Tudo bem??

Primeiramente quero pedir mil perdões a vocês pela ausência da coluna Mudando de Assunto no sábado passado. Estava rolando a Jornada Mundial da Juventude aqui no Rio e eu estava trabalhando a semana inteira como imprensa e voluntária. Imagina a loucura que estava minha vida! 

Pois bem, para me redimir com vocês hoje trago uma entrevista super especial!




Leandro Mendes, 32 anos, já trabalhou como cobrador de ônibus na linha 2016 Castelo-Barra Sul no Rio de Janeiro e hoje trabalha como recepcionista na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). O trajeto de Leandro pelas ruas do Rio virou um livro, "O dia a dia de um cobrador", que foi lançado em janeiro do ano passado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE). O autor tem o lado esquerdo do corpo paralisado e relata no livro também como é ter deficiência e incentiva leis de apoio aos deficientes físicos. Acompanhe a entrevista!

Como surgiu a ideia de escrever um livro sobre sua vida e trabalho? Alguém te sugeriu?
Foi com incentivo dos passageiros que escrevi este livro, porque os passageiros eram bem atendidos, com respeito e gentileza da minha parte.

Depois da ideia estabelecida, você começou a escrever o livro ou antes procurou editoras para mostrar sua ideia e ver se tinham interesse? 
Primeiro escrevi e depois procurei editoras para apresentação da minha obra.
A escrita sempre esteve presente em sua vida?
Não, foi com incentivo dos passageiros que escrevi este livro.
Pretende escrever mais livros?
Pretendo editar o meu livro em Braille ou áudio, para a pessoa com deficiência visual possa ter acesso a leitura por meio do tato ou ouvir o que a gente lê enxergando.
O que podemos esperar de "O dia a dia de um cobrador"?
Momentos bons e ruis, passageiros bem humorados e estressados, sem esquecer os cobradores e motoristas, a grande maioria são estressados.
Você não trabalha mais como cobrador de ônibus, mas ainda tem contato com motoristas e passageiros daquela época? Como é sua relação com eles?
Não trabalho mais de cobrador e tenho contato com vários passageiros, motoristas e cobradores daquela época, e minha relação com eles é muito boa.
Sua deficiência chegou a te atrapalhar na profissão? Sentia dificuldades? O livro deixa uma lição? Qual?
Minha deficiência não atrapalhou em nada na profissão de cobrador e não tinha dificuldades para desempenhar as minhas funções, O livro deixa uma lição de vida e superação.
Por favor, deixe um recado para nossos leitores que têm algum sonho mas têm dificuldades de alcançá-lo. O que você diria para eles?
Quero dizer que nunca desista de seus sonhos e sempre procure alcança- lós, independente das dificuldades ou barreiras que forem impostas, pense sempre positivo e vá a luta.

Um pouco sobre o livro: Contando relatos do seu dia-a-dia como cobrador de ônibus, Leandro relata como foi seu relacionamento com os seus passageiros, cita também sobre a sua deficiência, do seu sonho de criança e fala do seu apoio familiar em relação a sua limitação física. Ele também aborda avanços na acessibilidade, citando o decreto de lei de acessibilidade 5296/2004. Neste livro também tem vários depoimentos de passageiros, contando sobre o que achavam do Leandro como cobrador.

O livro pode ser adquirido com o próprio Leandro pelo e-mail: lbmendes2016@oi.com.br

Espero que vocês tenham gostado da entrevista e de conhecer um pouco sobre o Leandro!
Se tiverem sugestões de escritores (famosos ou não) para eu entrevistar podem deixar nos comentários! É bom ter um feedback de vocês! =)
Beijos!

10 comentários:

  1. Oi, Monique! Tudo bem?
    Que incrível a história de superação dele! As vezes nos importamos com coisas tão insignificantes e aí vem alguns Leandro's no mundo para nos lembrarmos do que realmente importante... E o mais legal é saber que os livros também tem um papel importante nessa história! Eu realmente gostei!! Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá passando pra te dizer que adoro o seu blo e avisar, te indiquei para o para o selo 10 books, que está no meu blog rs Beijos
    http://entreamorelivros.blogspot.com.br/2013/08/ola-leitoresfui-indicada-pelo-blog.ht

    ResponderExcluir
  3. Oi Monique,

    Primeiro paraaa tudo!!!! Quero ler esse livro, aliás, eu preciso. Estou escrevendo uma história sobre essa relação de passageiros com motoristas e cobradores *O* fiquei super feliz com o post.

    dayana-karoline.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi meninas.
    Gostei da ideia, realmente tudo pode virar uma história , basta ter o dom da escrita.
    Fiquei curiosa pra saber mais sobre a história.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  5. Olá meninas, tudo bem?
    Super curti a entrevista, que legal.
    Ele serve de exemplo para muitas pessoas, beijos!

    http://likelivros.blogspot.com.br/
    ( Segue lá? Sigo seu blog de volta )

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Que legal isto ein ^^
    Gostei desta coluna e nem o conhecia e nem sabia...fazer um livro de seu trabalho deve ser bom para colocar "tudo para fora" rsrs
    ótimo post flor ^^
    bjinhos
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gostei dessa entrevista Nique! Ficou bem bacana, foi maneiro conhecer um pouco mais sobre o Leandro e sobre a ideia bem original que ele teve para um livro!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a entrevista, ele tem se mostrado realmente um escritor incrível, e sua história de vida serve de inspiração a todos que aspiram ser escritores... E essa coluna é genial, parabéns!

    Abraços!

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nossa, muito legal, adorei a entrevista! Ele é um exemplo de garra e superação pra todos nós!

    beijos,
    http://misssainha.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu vim retribuir uma visita e comentário q fez em meu blog. Desculpe a demora, estou colocando as coisas em ordem. Obrigada pela visita e volte sempre.

    Eu li a entrevista e mesmo sem conhecer a obra do autor, achei um máximo. Uma lição de vida mesmo. São pessoas como Leandro, que apesar das diversidades insistem em seus sonhos, que me inspiram a não desistir dos meus. Parabéns!

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e lIvros

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!