# Mudando de Assunto// Entrevista com a escritora Thamires S. Gomes

Olá, pessoal! Prazer em conhecer vocês! Como a Raquel falou com vocês hoje mais cedo, sou a mais nova colaboradora do blog. Sou a moça sorridente abaixo da foto fofa da Raquel. Me chamo Monique Vasconcelos, tenho 24 anos completados semana passada e sou jornalista por formação e amor. Além disso, estou terminando minha pós em Sociologia Política e Cultura. Na verdade já terminei, agora só falta entregar o trabalho de conclusão do curso, que está bem puxado! Rs

Mas como essa não é minha carta de apresentação para uma empresa contratante, vamos ao que interessa: LITERATURA.  Aproveitando que na última quinta-feira, 18, foi comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil, vou inaugurar minha coluna com uma conversa com uma escritora do gênero que, além de mandar bem na literatura, é mega fofa e uma pessoa muito dedicada. Posso falar isso com propriedade porque estudamos juntas na PUC-Rio, só que ela seguiu pro Cinema e eu pro Jornalismo.

Preparados para o bate-papo com a atriz, dubladora, cantora, compositora, roteirista, produtora e (ufa) escritora Thamires S. Gomes? Vamos lá!



Thamires, quando você começou a carreira de escritora? Começou já com os livros infantis ou se apaixonou por esse tipo de literatura depois?

Então, comecei a escrever ainda criança, estava numa fase "modelo", fazia diversas campanhas ("O bicho comeu", "Dimpus", entre outras), mas por conta disso andava faltando muito a escola. Era apaixonada por aquele mundo e por diversas vezes enfrentei minha mãe para fazer os testes. Foi aí que ela ligou para agência e cortou por ali toda minha empolgação. Nada contra crianças artistas e modelos - que fique claro - mas minha mãe sabia a filha que tinha…rsrs. Foi aí que começou toda minha jornada, outros interesses foram surgindo e a literatura me "pegou".

Comecei escrevendo poesias, meus pais super apoiaram e aos 10 anos lancei meu primeiro livro não publicado. No meu aniversário de 12, fiz uma noite de autógrafos lançando três títulos:"Eu e meus contos I"; "Eu e meu contos II" e "O mistério do livro mágico". No mesmo ano (2012), numa das aulas de redação escrevi o que seria o meu primeiro livro publicado cinco anos depois: "Nossa Rua tem Problemas", lançado pela Editora Construir.

Seus livros são para crianças de quantos anos? Sempre trabalhou para essa faixa de idade?

Meus livros já publicados atendem crianças do primeiro ao quinto ano, ou seja, crianças de 6 à 10 anos, mas já esboço aventuras para pré-adolescentes também. Só não me vejo escrevendo para adolescentes, não "falo sério". rs.

Você também é cineasta. Pretende fazer algum filme adaptado de um livro seu?

Dos livros que já escrevi acho que nenhum se adaptaria bem à telona. Mas tenho um "precioso", minha estória favorita. Ainda não foi publicada, mas penso em fazer uma série de livros e já tenho um projeto para TV também, um programa em Live Action. Por enquanto tudo é sonho, mas estou batalhando e dando asas...

Já escreveu algum livro que não tivesse relação com o mundo infantil? Qual? Sobre o que fala?

Não, ainda não. Seria um exercício incrível pra mim, mas acho que ainda não chegou a hora.

Qual é o livro que você escreveu que mais te deixa orgulhosa? Por que?

O livro "Preservando Cultura" é um dos meus títulos que me deixa muito feliz. É um livro que fala da relação de duas crianças e seus respectivos mundos: A menina da cidade grande, Vitória e a pequena índiazinha, Bonitá. A história se mantém bem viva apesar do tempo que já escrevi (2004). Respeito pelos índios e sua terra, um assunto que devemos sempre discutir e lembrar. Bonitá, personagem do livro, existe de verdade, é uma índiazinha que já deve estar bem grandinha, ela é das tribos ribeirinhas em Porto Velho, no estado de Rondônia.

Mas ainda assim o livro que me deixa mais orgulhosa é o "precioso" que ainda está no forno: "N.N.O - Não Nascemos Ontem!" É uma história que não pretende ensinar, ser moralista, nem nada do tipo, mas simplesmente falar de igual pra igual, na mesma idade, dar a voz a criança, sabe? Algo que fico indignada, por exemplo é: por que a palavra infantil é associada a alguma coisa boba ou menor? Isso é um absurdo. As crianças não devem ser subestimadas e este livro é um protesto das crianças, afinal, vocês estão achando que elas nasceram ontem?!

Da onde veio essa vontade de escrever para as crianças?

Desde quando era uma. Acho que não cresci! rs. É incrível como a literatura infantil se confunde com meu discurso.

Você tem irmãos pequenos, priminhos, sobrinhos ou qualquer outra criança próxima na família? O que eles acham de ter uma irmã/prima/tia escritora?

Ah! Adoram, irmãos eu não tenho, mas os amigos, primos e sobrinhos sempre acabam virando personagens! No livro "Preservando Cultura" por exemplo, uma das personagens é a minha sobrinha Vitória. O mais legal é que ela estuda um outro livro meu na escola, o "Porque não!"

Qual é seu(sua) escritor(a) favorito?

Maria Clara Machado.

Qual é seu livro favorito?

Podem ser dois? “As mil e uma noites’’, de Malba Tahan - uma aula de ganchos e contação de estórias - e “Água Viva’’, de Clarisce Lispector

Qual seu livro infantil predileto?

Podem ser dois também? “O Pequeno Príncipe’’, de Antoine de Saint-Exupéry e “O Coração e a Garrafa”, de Oliver Jeffers.

Você lembra qual foi o primeiro livro que você leu na vida?

“Mariana do Contra’’, de Rosi Sordi. Não foi o primeiro livro que li, mas foi o livro que mais reli na minha infância, adorava… Me sentia a própria Mariana.

Onde podemos encontrar seus livros?

Infelizmente ainda não dá para encontrar nas livrarias. A editora Construir é uma editora de livros didáticos e os livros são comercializados diretamente com as escolas.
Vamos começar a vender alguns dos meus livros pelo site do Dê Asas já no próximo mês e dá para achar também no varejão do estudante.

Fale um pouco sobre o “Dê Asas”.

Dê Asas é um selo editorial da ArtCom Editora e Produções e um programa criado para oferecer eventos artísticos, culturais e literários às escolas. O intuito é levar ao ambiente escolar cultura e informação de um modo diferente. É mais que uma atividade extra-classe, é interativo e dinâmico, enquanto todas as outras apresentações terminam, a nossa começa. Promovemos debates e incentivamos a produção artística dessas crianças. Queremos aproximar o mundo cultural a realidade escolar. Ano passado no centenário de Luiz Gonzaga criamos o projeto "De repente é cordel" que exalta a cultura nacional e apresenta a literatura de cordel. A contação da história é feita em repente e aborda assuntos históricos, geográficos e culturais, isso tudo ao som dos ritmos regionais. A história "Que segredo arretado, o que tem depois do lago?" faz com que as crianças participem a todo instante. Para resolver o mistério e descobrir o que tem depois do lago, trabalham em equipe e criam repentes. Isso tudo desenvolve a imaginação e faz com que a apresentação seja vivida não só assistida. No final, cada turma produziu um cordel gigante. Este ano estamos com diversos outros projetos, entre eles "Nos versos de Vinícius", em comemoração ao centenário do músico e poeta.

Como é realizado o Projeto Aluno-Autor?

Este projeto nasceu na escola em que eu estudava. O diretor ficou super feliz em ter uma aluna autora e pediu pra que eu incentivasse a literatura infantil, conversando com as crianças do segundo ano. Nada melhor para incentivar do que colocar a mão na massa, pensei eu. Pra mim, não existe idade e sim talento e vontade de escrever. Acredito em autores sem classificação etária! O projeto ainda está na ativa.

O Projeto Aluno-Autor é um trabalho técnico-criativo, em que o primeiro passo é incentivar a leitura. Não há como escrever sem boas referências literárias. Depois aguçamos o olhar técnico: as metas a serem cumpridas para que o livro tenha um formato (tema, estilo, personagens e no de páginas). Ainda nesta etapa, dividimos a turma em grupos: ilustradores, pintores, escritores e produtores. E assim, passamos para a fase criativa (o desenvolver da estória). Depois do livro pronto em sala de aula, ele vai para gráfica, onde é finalizado. Encerramos todo este processo com um evento de lançamento dos livros na escola. Todo o processo é feito em quatro visitas, uma em cada semana, sendo a última, o lançamento do livro.

Quem geralmente faz as ilustrações dos seus livros?

Com os livros da editora Construir eu não tenho acesso aos ilustradores, eles escolhem e publicam.
Com os da ArtCom é diferente, por ser uma editora e produtora pequena composta por jovens artistas, conversamos e escolhemos. Mas agora estou trabalhando muito com a Bárbara Coimbra, estou encantada com as ilustrações dela! Talentosíssima!

Livros que a Thamires escreveu:


  Eu e meus Contos I - Somente registro
  Eu e meus Contos II - Somente registro
  O mistério do livro mágico - Somente registro
  Nossa rua tem problemas - Editora Construir/ Prazer de Ler
  Um amigo especial - Editora Construir / Prazer de Ler
  Uma viagem colorida - Editora Construir / Prazer de Ler
  Porque não! - Editora Construir / Prazer de Ler
  Preservando Cultura - Editora Construir / Prazer de Ler
  Ambiente Legal - ArtCom Editora e Produções
  Debaixo da cama… - ArtCom Editora e Produções - Em produção
  Os descabelados! - ArtCom Editora e Produções - Em produção
  A Menina de Vidro - ArtCom Editora e Produções - Em produção
  N.N.O - Não Nascemos Ontem! - ArtCom Editora e Produções - Em produção

Espero que tenham gostado da entrevista e da nova coluna. Comentem o que acharam!
Nos vemos no próximo sábado! Beijão 

18 comentários:

  1. É sempre muito bom saber de escritores que se envolvem tanto com a literatura, é um orgulho!
    Adorei a entrevista, pois não conhecia a autora de tantos livros para crianças e ela está de parabéns!
    Seguindo o blog, brigada pela visita.
    Caixinha de Correios #16.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lauri!! Tudo bem??
      Que bom que gostou da entrevista! Fico feliz!
      Vou conferir sim, querida!
      Tô chegando!! rsrs
      Bjoos

      Excluir
  2. Livros infantis não são pra mim, mas achei a autora super simpática!
    Beijo,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, ela é muito simpática mesmo! Ao vivo então...
      =)
      bjoos

      Excluir
  3. OOOOOi, adorei seu blog!! *-* seguindo aqui, segue tbm? http://nomundoimaginario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Letycia! Fico feliz! =)
      Vou lá no seu blog agora!
      bjão

      Excluir
  4. Olá!
    Muito legal a entrevista, uma forma de juntar o escritor com os seus fãs. Legal saber que eles se orgulham tanto de passar tudo isso para nós.

    Parabéns, sucesso sempre.
    Beijos,
    http://bestherapy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você viu que bacana o trabalho social que ela faz? Orgulho total! <3

      Brigadão, Jéssica!!

      bjoos

      Excluir
  5. Muito bacana a entrevista! A autora é simpática e gentil. Achei lindo o trabalho dela, aposto que deve ser um sucesso seus livros :D

    Bjs

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sucesso total, Sammysam!! Ela é simpática demais e muito talentosa!

      Bjoos

      Excluir
  6. Nao conhecia os livros dessa autora, mas fiquei interessada!
    Adorei a entrevista!
    Ela parece ser um amor =)
    Gosto quando os autores sao legais sabe? =)

    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um amor sim, Carol!
      Aqui nesse espaço só vou falar com gente talentosa e gente boa! Você vai ver só! rsrs

      bjoos

      Excluir
  7. Seja bem vinda Monique, e a entrevista foi muito legal. Quantos livros a Thamires tem publicados!

    ~Glaucia

    www.leitorait.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Glaucia!! Que bom que achou legal!
      Ela é novinha mas escreveu coisa pra caramba, né?
      Ainda chego lá! rsrs

      bjoos

      Excluir
  8. Aeeee ótima entrevista Monique! Fiquei impressionado com a quantidade de livros que ela já leu! Seja bem vinda ao blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno, acho que ela leu muitos livros mesmo, mas esses são os que ela escreveu...ahahahah
      não podia perder a piada!! rsrs
      bjoos

      Excluir
  9. Oi genteee! Tô adorando os comentários, viu! Vamos nessa... Por uma boa leitura - sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá vendo como você é querida, Thamires?? Arrasou!!

      Excluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!