27 março 2013

# Resenha 06 // O Vendedor de Sonhos

Ei gente, tudo bem?

Queria agradecer pelos comentários, vocês são ótimos! Bem, depois de algumas resenhas de romances e literatura estrangeira, estava sentindo falta de uma literatura nacional por aqui, vocês não? =) Por isso a resenha de hoje vai ser de um livro que eu peguei emprestado da minha mãe. Na verdade, eu que dei a ela esse livro de aniversário porque achei o título muito interessante e dessa vez ela me recomendou a leitura. Demorei um pouco para aceitar a sugestão, mas logo resolvi dar uma chance ao livro. Eu pensei: Porque não? Então, senhoras e senhores, o livro de hoje será: O Vendedor de Sonhos

Título: O Vendedor de Sonhos
Autor: Augusto Curry
Editora: Academia da Inteligência
Número de Paginas : 296


Sinopse: Um homem maltrapilho e desconhecido tenta impedir que um intelectual se suicide. Um desafio que nem a polícia nem um famoso psiquiatra tinham sido capazes de resolver. Depois de abalá-lo e resgatá-lo, esse homem, de quem ninguém sabe a origem, o nome ou a história, sai proclamando aos quatro ventos que as sociedades modernas se converteram em um hospício global. Com uma eloquência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos em uma sociedade que deixou de sonhar. Nada tão belo e tão estranho… Ao mesmo tempo que arrebata as pessoas e as liberta do cárcere da rotina, arruma muitos inimigos. Será ele um sábio ou o mais louco dos seres? Um romance que nos fará chorar, rir e pensar muito.

...........................................................

Bem, a sinopse reflete bastaaaaante o livro. Realmente ele é um livro mais para ser pensado e refletido que para ser lido, na minha opinião. Acho que esse foi o principal motivo de eu ter demorado para ler O Vendedor de Sonhos. Não sou também daquelas pessoas que leem tudo de um dia para o outro, mas eu levei pouco mais de uma semana para terminar O Vendedor de Sonhos. 

A história basicamente começa com um suicida que quer dar um fim em sua vida porque, basicamente, nada está dando certo. Ele sobe ao alto de um prédio e ameaça se jogar. Chegam os bombeiros, um médico para tentar convencê-lo, mas nada adianta. Este homem suicida é Júlio César, um professor universitário abandonado pela mulher, infeliz no trabalho, com um filho perdido no mundo das drogas, etc. Porém a vida de Júlio começa a mudar com a chegada de um maltrapilho, para muitos um louco, que começa a instigar o pensamento de Júlio falando da psique, falando do grande manicômio em que vivemos, falando sobre não desistir dos sonhos.

Ao longo do livro, esse maltrapilho que ninguém sabe quem é, nem mesmo aqueles que o seguem, vai "salvando" outras pessoas e convidando-as para vender sonhos. Porque, segundo ele, é disso que a sociedade precisa: recuperar os seus sonhos. O livro é cheio de indagações que você vai se fazer enquanto ler. Por isso que eu disse que é mais um livro para ser refletido que meramente lido.

Não posso dizer que eu não gostei do livro, eu gostei. Acho que O Vendedor de Sonhos é daqueles livros que te acrescentam muito ou, pelo menos, te deixam umas boas duas semanas com algumas questões na cabeça.  Enfim, gostei bastante apesar de não ser um dos meus livros preferidos, mas com certeza não é uma leitura desperdiçada, nem uma perda de tempo. Acho que todos deveriam dar uma chance para esse livro!




7 comentários

  1. Ainda não tive oportunidade de ler
    Já tinha ouvido falar
    Mas nada me chamou atenção para a leitura

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo bom?
    Quero muito ler esse livro, muitas pessoas já me recomendaram e eu adorei sua resenha.

    Beijos,
    http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu já tentei ler este livro uma vez e confesso que não consegui passar das primeiras páginas. Eu o tinha pego como um romance, mas o que encontrei foi um livro de auto-ajuda, então fiquei extremamente decepcionada.
    Mas fico feliz que tenhas gostado ao menos um pouco, quem sabe algum dia eu retorne à leitura, sabendo do que o mesmo realmente trata...
    Beijos,
    alanahomrich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não sabia que Augusto Cury era um autor nacional. Sempre quis ler algo dele mas nunca o fiz!

    Beijos.
    Páginas na Estante
    @alyneadriana

    ResponderExcluir
  5. Acho o Augusto Cury simplesmente genial, é sério!

    ResponderExcluir
  6. Tenho vontade de ler Augusto Cury ,apesar de ser um tipo de leitura que eu não gosto que são os auta ajuda,mas enfim dá vontade de ler peka fama que esse autor tem.Beijos obrigada por visitar o Leitoras!

    p.s. O livro Sombras do portal tem fisíco tbm,basta ir lá no clube dos autores =)

    leitorasdobrasil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Augusto Cury é um dos autores que tenho bastante curiosidade para ler. Vou dar uma chance e procurar ter minha opinião também. Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!
Mas antes de comentar, lembre-se de que esse post foi feito
com muito carinho, então, se vai comentar
"oi, fiz postagem nova, me visita" ou fazer um comentário
apenas de divulgação, este não será aceito.
Obrigada pela compreensão!
Já está seguindo o blog no Google Friends? Então não perca tempo!